Publicidade

Arquivo da Categoria Artilheiros

domingo, 29 de abril de 2012 Artilheiros, Campeonatos Estaduais | 20:33

Com 3 gols, Neymar iguala marca de Juary de 1978

Compartilhe: Twitter

Artilheiro do Paulistão de 2012 e mais uma vez o grande nome do Campeonato Paulista, Neymar não deu chances ao São Paulo hoje à tarde, no Morumbi. Autor de 3 gols, o atacante santista igualou uma marca que já durava mais de 30 anos. O último jogador do Santos a marcar 3 gols no clássico contra o São Paulo havia sido Juary, em 1978. Justamente o jogador que Neymar superou hoje na lista de artilheiro do Santos (102 a 101) e a quem acabou fazendo uma homenagem no segundo gol, ao comemorar ao estilo do antigo ídolo na bandeirinha de escanteio.

No dia 1º de outubro de 1978, também no Morumbi, Juary anotou os 3 gols da vitória do Santos por 3 x 1 sobre o São Paulo pelo Paulistão daquele ano, vencido justamente pelo Peixe sobre o mesmo rival. Desde então, nenhum outro jogador do Santos marcou 3 gols no clássico. Pelo lado são-paulino, três jogadores atingiram essa marca: Serginho Chulapa (em 1981), Manu (em 1986), Palhinha (em 1993) e França (em 2000). Na história do San-São, os recordistas de gols em um único clássico são Champ (que marcou 4 gols para o São Paulo na vitória por 4 x 2 em 1941) e Pelé (que também fez 4 gols no 6 x 3 sobre o São Paulo em 1961).

A vitória santista de hoje serviu também para que o Santos alcançasse marcar importantes também. Assim como em 2011, o Peixe eliminou o São Paulo na semifinal do Paulistão na casa do rival. Agora, vê o rival atingir sete anos de fila no estadual. Nesse período, o Santos já ganhou quatro paulistas e caminha agora para o quinto título nos últimos sete anos. Assim, poderá chegar ao seu 20º título, ficando apenas um atrás do São Paulo e dois do Palmeiras no ranking de títulos paulistas.

Além disso, o Peixe está próximo de se tornar tricampeão paulista pela terceira vez (algo inédito na história da competição). O Santos, aliás, foi o último clube a conquistar o tri no Paulistão (1967/68/69).

Se confirmar mesmo o título diante do Guarani, o Santos irá garantir o título no ano do seu centenário. Feito que poucos grandes do futebol brasileiro conseguiram até hoje. Flamengo, Grêmio, Botafogo, Atlético-MG e Corinthians passaram em branco recentemente no ano em que comemoraram seu centenário. Apenas o Vasco (campeão estadual e da Libertadores) e o Inter (campeão gaúcho), levantaram a taça no centenário.

Com a classificação de hoje, o Santos também garantiu presença em sua quarta final de estadual consecutiva. Vice em 2009, o Peixe faturou os dois últimos Paulistas. O Palmeiras havia sido o último clube a conseguir tal proeza em São Paulo (chegou entre os dois primeiros em cinco anos seguidos entre 1992 e 1996). O recorde, porém, ainda é do próprio Santos, que foi campeão ou vice consecutivamente por oito anos (entre 1955 e 1962).

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 23 de abril de 2012 Artilheiros, Campeonatos Estaduais | 11:02

Santos deverá superar Corinthians em artilheiros do Paulistão

Compartilhe: Twitter

Com o gol que marcou ontem, na vitória do Santos por 2 x 0 sobre o Mogi Mirim, o atacante Neymar chegou a marca de 13 gols no Paulistão e se igualou a Hernane, do próprio Mogi, na artilharia da competição, com 13 gols. Como Hernane não jogará mais e os próximos adversários estão distantes, é muito provável que Neymar termine mesmo na artilharia do Paulistão 2012. Talvez até isolado.

Alcançando esse feito, Neymar atingirá sua segunda artilharia na carreira (em 2010, foi o goleador da Copa do Brasil), e assim se tornará o 8º santista a terminar como artilheiro do Paulistão. Até hoje, sete jogadores já deram ao Santos a artilharia do Estadual em 21 campeonatos: Pelé (11 vezes), Feitiço (3), Serginho Chulapa (2) e Akaren Patusca, Del Vecchio, Toninho Guerreiro, Giovanni e Elano (1 vez cada).

O rival Corinthians também já teve 21 artilheiros do Paulistão. No ano passado, curiosamente Santos e Corinthians dividiram a artilharia (Elano e Liédson foram os artilheiros com 11 gols). Veja abaixo a lista dos clubes que mais vezes tiveram o artilheiro do Paulistão:

Clube artilheiros
Santos 22*
Corinthians 21
São Paulo 16
Palmeiras 10
Paulistano 10
Ypiranga 6
Germânia 5
São Paulo AC 5
Portuguesa 4
AA São Bento 3
Botafogo 3
Internacional 3
AA das Palmeiras 2
América 2
Americano 2
Barueri 2
Ferroviária 2
Guarani 2
Juventus 2
Mackenzie 2
Mogi Mirim 2
Campos Elyseos 1
Inter de Limeira 1
Ituano 1
Paulista 1
Ponte Preta 1
São Caetano 1
São José 1
São Paulo Railway 1
Taubaté 1

* Se Neymar for mesmo o artilheiro de 2012.

Confira abaixo a relação dos santistas artilheiros do Paulistão desde 1902:

ano jogador gols
1928 Araken Patuska 31
1929 Feitiço 12
1930 Feitiço 37
1931 Feitiço 39
1955 Del Vecchio 23
1957 Pelé 17
1958 Pelé 58
1959 Pelé 45
1960 Pelé 33
1961 Pelé 47
1962 Pelé 37
1963 Pelé 22
1964 Pelé 34
1965 Pelé 49
1966 Toninho Guerreiro 27
1969 Pelé 26
1973 Pelé 11
1983 Serginho 22
1984 Serginho 16
1996 Giovanni 24
2011 Elano 11
Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 20 de abril de 2012 Artilheiros, Copa Libertadores, História | 11:39

Neymar e os maiores artilheiros dos brasileiros em Libertadores

Compartilhe: Twitter

O atacante Neymar marcou, ontem, seu 11º gol com a camisa do Santos pela Copa Libertadores. Foram 6 gols na campanha do título de 2011 e mais cinco na edição de 2012. Com isso, superou a marca de Coutinho, bicampeão em 1962/63 e se tornou o terceiro maior artilheiros do Peixe na história da competição. Com mais três gols, Neymar poderá igualar Robinho, autor de 14 gols. Mais adiante, quem sabe, Neymar poderá ainda alcançar ou até superar Pelé, o líder da artilharia santista em Libertadores com 17 gols.

Em 2012, outro jogador que se destacou nesse quesito foi o colorado Leandro Damião. Com 5 gols marcados na atual edição, Damião chegou a 10 e isolou-se na artilharia do Inter em Libertadores. O centroavante marcou um gol em 2010, justamente na final contra o Chivas Guadalajara-MEX e mais quatro no ano passado.

Já o Tricolor Thiago Neves, apesar de ainda não ter marcado gol em 2012, segue como o maior goleador do Flu no torneio sul-americano graças aos 7 gols que marcou na edição de 2008. Rafael Moura, com 5 gols, e Fred, com 4, têm ainda chances de igualar a marca de Thiago Neves em 2012.

No Corinthians, Liédson chegou ao 7º gol pelo alvinegro em Libertadores (havia feito 6 em 2003) e igualou Dinei na terceira colocação. Já o meia Danilo, marcou seu 10º gol pelo torneio, mas sete deles foram pelo São Paulo.

Confira abaixo quais são os maiores artilheiros das equipes brasileiras na história da Libertadores:

Santos Jogador Gols
Pelé 17
Robinho 14
Neymar 11
Internacional Jogador Gols
Leandro Damião 10
Fernandão 6
Giuliano 6
Fluminense Jogador Gols
Thiago Neves 7
Washington 6
Rafael Moura 5
Corinthians Jogador Gols
Luizão 15
Marcelinho C. 11
Dinei 7
Liédson 7
Vasco Jogador Gols
Luizão 8
Donizete 5
Juninho Paulista 4
Roberto Dinamite 4
Romário 4
Flamengo Jogador Gols
Zico 16
Tita 10
Gaúcho 10
São Paulo Jogador Gols
Rogério Ceni 11
Müller 10
Palhinha 10
Pedro Rocha 10
Cruzeiro Jogador Gols
Palhinha 20
Jairzinho 12
Thiago Ribeiro 12
Palmeiras Jogador Gols
Alex 12
Tupãzinho 10
Ademir da Guia 9
Grêmio Jogador Gols
Jardel 16
Rodrigo Mendes 9
Paulo Nunes 8
Atlético-MG Jogador Gols
Guilherme 9
Paulo Isidoro 5
Marcelo 4
Atlético-PR Jogador Gols
Lima 6
Luisinho Netto 6
Aloísio 4
Kelly 4
Botafogo Jogador Gols
Jairzinho 6
Dirceu 5
Marinho 4
Guarani Jogador Gols
Miltão 6
Zenon 5
Careca 2
Marinho 2
Tony 2
Bahia Jogador Gols
Charles 6
Osmar 3
Gil 2
Marquinhos 2
Carlos 2
São Caetano Jogador Gols
Brandão 6
Aílton 5
Somália 4
Wagner 4
Coritiba Jogador Gols
Geraldo 3
Índio 2
Luís C. Capixaba 2
Sport Jogador Gols
Robertinho 3
Nando 2
Betão 1
Édson 1
Goiás Jogador Gols
Romerito 4
Wellington 2
Nonato 2
Paraná Jogador Gols
Josiel 3
Dinélson 2
Gérson 2
Henrique 2
Criciúma Jogador Gols
Jairo Lenzi 6
Everaldo 4
Gélson 3
Náutico Jogador Gols
Lala 2
Ladeira 2
Nino 2
Paysandu Jogador Gols
Robgol 6
Iarley 3
Vélber 3
Santo André Jogador Gols
Rodrigão 5
Fernando 1
Leandrinho 1
Rafinha 1
Richarlyson 1
Romerito 1
Sandro Gaúcho 1
Paulista Jogador Gols
Abraão 1
Amaral 1
Jaílson 1
Muñoz 1
Bangu Jogador Gols
Marinho 3
Ado 1
Jair 1
Marcelino 1
Juventude Jogador Gols
Luiz Oscar 2
Wallace 2
Adílson 1
Kiko 1
Mabília 1
Maurílio 1
Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de abril de 2012 Artilheiros, Futebol Europeu, História, Prêmiação | 11:34

Cristiano Ronaldo e os recordistas de gols nos nacionais

Compartilhe: Twitter

Com os três gols que marcou na goleada de 4 x 1 sobre o Atlético de Madri, o português Cristiano Ronaldo chegou a marca dos 40 gols no Campeonato Espanhol, igualando sua marca de 2010/11, sendo assim o único a superar os 35 gols em dois campeonatos. No ano passado, o atacante estabeleceu o recorde de gols em uma só edição da Liga Espanhola, superando Zarra (1951) e Hugo Sánchez (1990), que tinham feito 38 gols.

Em sua terceira temporada pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo já chega a marca de 106 gols em 95 jogos pelo Campeonato Espanhol. Sua média de gols por jogo (1,12) é a segunda maior entre aqueles que já superaram a marca dos 100 gols pela Liga. Dos 71 maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, apenas Isidro Lángara o supera. O ex-atacante do Real Oviedo marcou 104 gols em 90 jogos (1,16 por partida).

Hoje, Cristiano Ronaldo ocupa a 59ª posição entre os maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, uma posição e um gol atrás do brasileiro Rivaldo, que marcou 107 gols em 198 jogos. Messi é o 15º da lista com 158 gols em 208 jogos (0,76 por partida). O líder ainda é Telmo Zarra, com 251 gols em 277 jogos.

Com mais seis jogos pela frente, Cristiano Ronaldo poderá aumentar ainda mais seu recorde de gols e assim ajudar o Real Madrid e terminar com o ataque mais positivo em toda a história do Campeonato Espanhol. Hoje, o time de José Mourinho soma 104 gols em 32 jogos. O recorde é do próprio Real Madrid, que em 1989/90 marcou 107 gols.

Ganhador da Chuteira de Ouro (prêmio entregue ao jogador com mais gols nos campeonatos nacionais da Europa) duas vezes, Cristiano Ronaldo lidera o ranking da temporada 2011/12. Vencedor em 2007/08, quando jogava pelo Manchester United, e em 2010/11, o português pode se tornar o primeiro jogador a levar o troféu pela terceira vez na história. Messi, com 39 gols, é o único jogador que pode estragar os planos de Ronaldo. Van Persie, o terceiro da lista, tem 26 gols no Campeonato Inglês.

Se mantiver a média de 1,25 gol por partida até a última rodada, Cristiano Ronaldo deverá marcar, pelo menos, mais 7 gols nesse Campeonato Espanhol nas últimas seis rodadas. Com isso, poderá igualar o recorde do romeno Dudu Georgescu desde que o prêmio chuteira de ouro foi criado, em 1968. Geogerscu marcou 47 gols em 1976/77 pelo Campeonato Romeno.

Se pegarmos toda a história, porém, Cristiano Ronaldo ainda está longe de atingir o recorde de gols em um só campeonato. Veja abaixo os recordistas de gols:

Gols Jogador Clube (País) Temporada
67 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1924/25
66 Ferenc DEÁK Szentlörinci AC (Hungria) 1945/46
60 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
60 Héctor Horace SCOTTA San Lorenzo (Argentina) 1975
59 Refik RESMJA Partizani Tirana (Albânia) 1951
59 Ferenc DEÁK Ferencváros (Hungria) 1948/49
58 PELÉ Santos (Brasil) *1958
58 José Saturnino CARDOZO Toluca (Mexico) 2002/03
57 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1943/44
56 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1938/39
55 Frederick ROBERTS Glentoran (Irlanda do Norte) 1931/32
52 David BROWN New York Giants (EUA) 1926/27
52 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1931/32
51 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1945/46
50 Joseph Absolom BAMBRICK Linfield (Irlanda do Norte) 1930/31
50 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1935/36
50 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1939/40
50 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1947/48
50 Giorgio CHINAGLIA New York Cosmos (EUA) **1980
49 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1926/27
49 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1928/29
49 Thomas WARING Aston Villa (Inglaterra) 1930/31
49 Ladislau BONYHÁDI IT Arad (Romania) 1947/48
49 Uwe SEELER Hamburgo (Alemanha Ocidental) 1959/60
49 PELÉ Santos (Brasil) * 1965
49 Joaquín BOTERO Bolívar (Bolivía) 2002
48 Ferenc DEÁK Szentlörinci (Hungria) 1946/47
47 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1927/28
47 Arsenio Pastor ERICO Independiente (Argentina) 1937
47 PELÉ Santos (Brasil) * 1961
47 Dudu GEORGESCU Dinamo Bucureste (Romênia) 1976/77
46 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1948/49
46 Héctor Casimiro YAZALDE Sporting (Portugal) 1973/74
45 Duncan WALKER Saint Mirren (Escócia) 1921/22
45 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
45 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1932/33
45 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1941/42
45 Ferenc SZUSZA Újpesti (Hungria) 1945/46
45 PELÉ Santos (Brasil) * 1959
45 Ara HAKOBIAN Banants Yerevan (Armênia) 2003/04

* Campeonato Paulista
** NASL League (EUA)

(fonte site www.rsssf.com)

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 27 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Liga dos Campeões | 23:24

Kaká se aproxima de Rivaldo, o maior goleador brasileiro na Liga

Compartilhe: Twitter

Com o gol marcado hoje, contra o APOEL, nas quartas de final da Liga dos Campeões, o meia Kaká chegou a marca de 26 gols na história da competição e se tornou o segundo brasileiro com mais gols no torneio europeu desde 1955. O gol de hoje serviu para deixar Kaká a apenas um gol da marca de Rivaldo, autor de 27 gols, sem contar a fase preliminar da competição

Pelo Milan, em cinco edições de Champions League, Kaká disputou 56 jogos e marcou 23 gols. Foi semifinalista em 2006, vice em 2005 e campeão em 2007, ano em que também foi o principal artilheiro da Liga dos Campeões com 10 gols. Já pelo Real Madrid, Kaká disputou as últimas três edições. Caiu nas oitavas de final em 2010, na semifinal em 2011 e agora está praticamente garantido novamente na semifinal. Pelo clube merengue, o meia fez 16 jogos e anotou 3 gols, contando o de hoje. Assim, no total, Kaká soma 72 jogos e 26 gols.

Apesar da marca histórica, Kaká ainda está longe do seu ideal. Hoje, o meia disputou seu 86º jogo pelo Real em três temporadas e começou no banco pela 24ª vez. Cristiano Ronaldo, que chegou ao clube na mesma época, fez o seu 135º jogo, o 129º como titular. Nesse período, marcou 133 gols contra 23 de Kaká.

Confira abaixo a lista dos maiores artilheiros da história da Liga dos Campeões e da antiga Copa dos Campeões (sem contar as partidas de fases preliminares) e também os brasileiros com mais gols no torneio:

Pos. Jogador País Gols Jogos Média Anos
Raúl ESP 71 140 0,51 95-11
Van Nistelrooy HOL 56 73 0,77 98-09
Henry FRA 50 110 0,45 97-10
Di Stéfano ESP 49 64 0,77 55-64
Messi ARG 49 64 0,77 04-12
Shevchenko UCR 48 100 0,48 94-11
Eusébio POR 47 64 0,73 61-74
F. Inzaghi ITA 46 80 0,58 97-10
Del Piero ITA 42 88 0,48 95-09
10º Drogba CMA 37 71 0,52 03-12
11º Puskas HUN 36 41 0,88 72-77
12º Gerd Müller ALE 35 35 1,00 03-12
13º C. Ronaldo POR 34 77 0,44 03-12
17º Rivaldo BRA 27 73 0,37 97-07
20º Kaká BRA 26 72 0,36 04-12
21º Jardel BRA 25 42 0,60 97-01
21º Élber BRA 25 62 0,40 07-04
24º Mazzola BRA 24 28 0,86 60-76
Juninho Per. BRA 18 65 0,28 01-08
Ronaldinho BRA 18 50 0,36 01-10
Romário BRA 16 36 0,44 89-95
Roberto Carlos BRA 16 120 0,13 98-05
Ronaldo BRA 14 35 0,40 99-07
Sonny Anderson BRA 14 34 0,41 98-03
Adriano BRA 14 25 0,56 05-09
Evaristo Macedo BRA 11 20 0,45 60-65
Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 15 de março de 2012 Artilheiros, Copa do Brasil, Estatísticas, História | 10:30

Luís Fabiano e os maiores artilheiros da Copa do Brasil

Compartilhe: Twitter

Ainda longe de sua melhor forma, o atacante Luís Fabiano relembrou seus bons tempos de goleador ontem, na vitória do São Paulo por 4 x 0 sobre o Independente-PA. O atacante aproveitou a fragilidade do adversário e marcou os 4 gols da vitória tricolor. Desse forma, Luís Fabiano chegou a 18 gols na história da Copa do Brasil, desde 1999, quando jogou pela Ponte Preta. Agora, o atacante figura na lista dos maiores artilheiros da competição desde 1989. O principal artilheiro, Romário, tem o dobro de gols de atacante são-paulino.

Confira a lista dos maiores artilheiro da Copa do Brasil entre 1989 e 2012:

Jogador Gols Jogos Início Final
Romário 36 46 1995 2007
Viola 29 44 1989 2005
Fred 28 30 2004 2010
Oséas 28 53 1996 2004
Paulo Nunes 28 58 1993 2001
Dodô 26 48 1995 2010
Evair 24 36 1992 2003
Deivid 24 34 2000 2011
Gérson 23 26 1989 1992
Marcelinho Carioca 23 56 1989 2004
França 22 36 1994 2002
Zinho 21 71 1989 2005
Agnaldo 20 37 1997 2005
Alecsandro 19 35 2003 2011
Luizão 19 30 1996 2006
Marcelo Ramos 19 46 1992 2008
Marques 19 50 1992 2010
Luís Fabiano 18 22 1999 2012
Euller 18 34 1993 2006
Fábio Júnior 18 29 1998 2012
Guilherme 17 36 1998 2005
Valdir 17 39 1992 2004

.

Autor de 4 gols ontem, Luís Fabiano ficou próximo do seu próprio recorde, de 5 gols, em um único jogo, justamente na Copa do Brasil. Em 2003, o atacante marcou cinco vezes na goleada de 6 x 0 sobre o São Raimundo-AM, também no Morumbi.

Confira abaixo os recordistas de gols em um único jogo na história da Copa do Brasil:

5 gols

Gérson (Atlético-MG)
28/2/1991
Atlético-MG 11 x 0 Caiçara-PI

Viola (Santos)
10/3/1999
Santos 6 x 0 Sinop-MT

Luís Fabiano (São Paulo)
12/3/2003
São Paulo 6 x 0 São Raimundo-AM

Obina (Atlético-MG)
24/2/2010
Juventus-AC 0 x 7 Atlético-MG

Neymar (Santos)
14/4/2010
Santos 8 x 1 Guarani

4 gols

Gilson (Grêmio)
24/3/1993
Grêmio 5 x 2 Sorriso-MT

Rudnei (Internacional)
6/4/1993
Internacional 9 x 1 Ji-Paraná-RO

Paulo Rink (Atlético-PR)
20/2/1997
CSA 2 x 6 Atlético-PR

Viola (Palmeiras)
15/4/1997
Ceará 2 x 5 Palmeiras

Romário (Flamengo)
9/4/1998
Flamengo 5 x 2 Vitória

Flávio (Juventude)
7/4/1999
Juventude 6 x 0 Fluminense

Washington (Ponte Preta)
21/3/2001
Ponte Preta 8 x 1 Castanhal-PA

Zé Carlos (Guarani)
22/3/2001
Guarani 4 x 1 Caxias-RS

Washington (Ponte Preta)
23/5/2001
Ponte Preta 5 x 2 Fortaleza

Gil Baiano (Brasiliense)
6/4/2002
Brasiliense 4 x 1 Confiança-SE

Fred (Cruzeiro)
16/2/2005
Sergipe 0 x 7 Cruzeiro

Perea (Grêmio)
27/2/2008
Grêmio 6 x 0 Grêmio Jaciara-MT

Rafael Moura (Goiás)
31/3/2010
Goiás 7 x 0 São José-AP

Adriano (Palmeiras)
2/3/2011
Palmeiras 5 x 1 Comercial-PI

Luís Fabiano (São Paulo)
14/3/2012
São Paulo 4 x 0 Independente-PA

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 9 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Futebol Europeu, História | 13:31

Os maiores artilheiros da história do Barcelona

Compartilhe: Twitter

Autor de 10 gols pelo Barcelona nas últimas três partidas que fez e de 48 gols pelo clube catalão na temporada, o argentino Lionel Messi, de apenas 24 anos, se aproxima cada vez mais de se tornar o maior artilheiro da história do clube.

Com os 5 gols que marcou na vitória de 7 x 1 sobre o Bayer Leverkusen, na última quarta feira, Messi chegou a marca de 245 pelo clube espanhol. Assim, figura na 5 colocação na lista dos maiores artilheiros desde 1899. Isso contanto jogos oficiais e amistosos. O primeiro da lista é o filipino Paulino Alcántara, que jogou pelo Barça no início do século passado e marcou 357 gols em incríveis 357 jogos. Porém, 220 deles foram em jogos amistosos. Como o Campeonato Espanhol começou apenas em 1929, Alcántara fez seus gols oficiais apenas pela Copa del Rey (a Copa da Espanha) e pelo Campeonato da Catalunha.

Para Messi alcançá-lo, ainda faltam 112 gols. Mas se continuar no ritmo que anda, em mais duas temporadas o argentino chega lá. Na temporada passada (2010/11), o atacante marcou 53 gols. Na atual (2011/12), já marcou 48 gols. Assim, nas últimas duas, somou 101 gols.

Veja a tabela dos maiores artilheiros da história do Barcelona:

Pos. Jogador País Gols Período
Paulino Alcántara Filipinas 357 1912–16  e 1918–27
Josep Samitier Espanha 326 1918–1933
César Rodríguez Espanha 294 1942–1955
Kubala Hungria 274 1950–1961
Messi Argentina 245 2004–2012
Josep Escolà Espanha 223 1934–1949
Ángel Arocha Espanha 214 1926–1933
Vicenç Martínez Espanha 200 1912–1923
Carles Rexach Espanha 195 1965–1981
10º Mariano Martín Espanha 188 1939–1946
11º Evaristo de Macedo Brasil 178 1957-1962
Outros
15º Stoichkov Bulgária 168 1990–95 e 1996–98
22º Rivaldo Brasil 136 1997-2002
23º Eto’o Camarões 130 2004-2009
28º Kluivert Holanda 122 1998-2004
38º Koeman Holanda 105 1989-2005
42º Michael Ladrup Dinamarca 97 1989-1994
44º Ronaldinho Brasil 95 2003-2008
51º Cruyff Holanda 83 1973-1978
64º Figo Portugal 62 1995-2000
67º Lineker Inglaterra 58 1986-1989
71º Romário Brasil 53 1993-1995
72º Henry França 50 2007-2010
78º Ronaldo Brasil 48 1996-1997
83º Maradona Argentina 45 1982-1984

.

Agora, apenas em jogos oficiais, Messi está muito perto de se tornar o maior artilheiro do Barcelona. Faltam apenas 8 gols para superar César Rodríguez. Essa conta, porém, não é muito comum aqui no Brasil. Apenas na Europa, onde praticamente não são consideradas estatísticas em jogos amistosos.

Pelé, por exemplo, tem 720 gols oficiais dos 1281 gols que marcou na carreira. Já Romário, tem até mais gols oficiais (734) de sua conta de 1002 gols.

Confira a lista dos maiores artilheiros do Barcelona em jogos oficiais:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 235 1942–1955
Messi Argentina 228 2004–2012
Kubala Hungria 194 1950–1961
Josep Samitier Espanha 178 1919–1932
Josep Escolà Espanha 167 1934–1949
Paulino Alcántara Filipinas 137 1912–16  e 1918–27
Ángel Arocha Espanha 134 1926–1933
Eto’o Camarões 130 2004–2009
Rivaldo Brasil 130 1997–2002
10º Mariano Martín Espanha 124 1940–1948

.

Apenas pelo Campeonato Espanhol, Messi tornou-se esse ano o segundo maior artilheiro do clube desde 1929, ficando atrás justamente de César Rodríguez. Hoje, a diferença entre eles é de 48 gols. Nos últimos dois espanhois, Messi marcou 59 gols. Continuando assim, talvez, em mais um temporada e meia já supera o ataque dos anos 40 e 50.

No Brasil, Roberto Dinamite é o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 190 gols. Na Espanha, o recordista é Telmo Zarra, que fez 251 gols pelo Athletic Bilbao entre 1940 e 1955.

Confira quais são os maiores artilheiros do Barcelona no Campeonato Espanhol desde 1929:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 195 1942–1955
Messi Argentina 147 2004–2012
Kubala Hungria 131 1950–1961
Eto’o Camarões 108 2004–2009
Mariano Martín Espanha 97 1939–1948
Kluivert Holanda 90 1998–2004
Basora Espanha 89 1946–1958
Rivaldo Brasil 87 1997–2002
Josep Escolà Espanha 86 1934–1949
10º Stoichkov Bulgária 83 1990–95 e 1996–98

.

Já em partidas internacionais oficiais (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Recopa Europeia, Copa da Uefa/Liga Europa e Supercopa Europeia), Messi é o primeirão da lista com 54 gols. Pela Liga dos Campeões foram 49 gols. O brasileiro Rivaldo, com 31 gols, sendo 25 na Liga dos Campeões, é o segundo. Confira os dez primeiros colocados:

Pos. Jogador País Gols Período
Messi Argentina 54 2004–2012
Rivaldo Brasil 31 1997–2002
Luis Enrique Espanha 27 1996–2004
Evaristo de Macedo Brasil 27 1957–1962
Kluivert Holanda 26 1998–2004
Carles Rexach Espanha 25 1965–1981
Stoichkov Bulgária 23 1990–95 e 1996–98
José Zaldúa Espanha 22 1961–1971
Kocsis Hungria 21 1958–1965
10º Ronaldinho Brasil 19 2003–2008

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 7 de março de 2012 Artilheiros, Futebol Europeu, Liga dos Campeões | 18:54

Os recordes que Messi alcançou hoje na Liga dos Campeões

Compartilhe: Twitter

Cada vez melhor, o argentino Messi vem quebrando marcas e caminhando para se tornar o maior de todos em tempos em solo europeu. Autor de 5 gols na goleada de 7 x 1 sobre o Bayer Leverkusen-ALE, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões e de mais três gols pela Seleção Argentina, no amistoso contra a Suíça, em seu penúltimo jogo, Messi vem realizando sua melhor temporada.

Confira os recordes alcançados por Messi hoje:

Liga dos Campeões

12 gols – Messi lidera a tabela de artilharia da Liga dos Campeões com seis gols de vantagem sobre Mario Gomez (6), do Bayern Munique.

12 gols – Messi igualou o recorde em uma edição da Liga dos Campeões, desde 1992, sem contar a fase preliminar. Ele mesmo havia feito 12 na temporada passada e Van Nistelrooy em 2003/03. O recorde em uma só edição desde 1956 é do brasileiro José Altafini, o Mazzola, que marcou 14 gols pelo Milan em 1963. Nistelerooy também marcou 14 em 2003, mas dois deles foram pela fase preliminar.

4 vezes artilheiro – Se confirmar sua artilharia na Liga, será a quarta consecutiva de Messi na competição. Um recorde desde 1955/56.

4 vezes artilheiro II – Sendo mesmo o artilheiro pelo quarto ano, Messi igualará o alemão Gerd Müller, que também já foi quatro vezes o maior goleador do torneio (1973, 1974, 1975 e 1977);

5 gols – em um só jogo. Messi é o único jogador da história a conseguir essa façanha pela Liga dos Campeões, desde 1992. Em 2010, havia feito A outra havia sido em 6/4/2010, contra o Arsenal-ING. Outros jogadores que fizeram 4 gols em um só jogo foram Van Basten (1992), Inzaghi (2000), Prso (2003), Van Nistelrooy (2005) e Gomis (2011).

5 gols – em mata-mata. Messi é o único jogador que conseguiu essa proeza na história da competição desde 1956. Outros dez jogadores marcaram 5 gols na antiga Copa dos Campeões. Entre eles, o brasileiro Mazzola, pelo Milan, em 1963, no 8 x 0 sobre o Union Luxembourg. Outro artilheiro famoso a marcar 5 gols foi Gerd Müller, nos 9 x 0 do Bayern sobre o Omonia, em 1973.

49 gols – tem Messi na história da Liga dos Campeões. Com os 5 gols de hoje, Messi deixou dois goleadores históricos para trás e igualou outro: Del Piero (44) e Eusébio (47). Os maiores artilheiros da história são Raúl (71), Van Nistelrooy (60), Shevchenko (59), Henry (51), Inzaghi (50) e Di Stéfano (49).

0,77 – É a média de gols de Messi em jogos pela Liga dos Campeões (49 gols em 64 jogos), a maior entre os dez maiores goleadores. Van Nistelrooy, antigo recordista tinha 0,76 – 56 gols em 74 jogos.

Na temporada

52 gols em 49 jogos. Essa é a marca de Messi na temporda 2011/12. Foram 48 gols pelo Barcelona e mais 4 gols pela Seleção Argentina. No Barça, disputou 42 jogos.

28 gols em 24 jogos – Messi é o vice-artilheiro do Campeonato Espanhol. O português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, lidera com 30 gols em 25 jogos.

Carreira

228 gols – Tem Messi com a camisa do Barcelona em 311 jogos com ainda 93 assistências.

7 gols – faltam para Messi igualar a marca de César Rodríguez, o maior artilheiro do Barcelona em jogos oficiais.

357 gols – tem Paulino Alcántara, o maior artilheiro do Barcelona (contando jogos amistosos). Nascido nas Filipinas, Paulino Alcántara jogou no Barça entre 1912 e 1927.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 Artilheiros | 15:51

Quem já marcou 3 gols com a camisa do São Paulo

Compartilhe: Twitter

O atacante Willian José foi a grande figura do São Paulo, ontem, pelo Paulistão ao anotar 3 gols na vitória por 3 x 1. O feito do jovem atacante não é novo, mas ultimamente vem sendo bastante raro no clube. A última vez em que um jogador havia anotado três em uma única partida foi em outubro de 2010, quando Ricardo Oliveira marcou os 3 gols na vitória sobre o Barueri por 3 x 2, no Brasileirão daquele ano.

Também em 2010, no mês de fevereiro, o atacante Fernandinho marcou 4 gols na vitória sobre o Monte Azul por 5 x 1, no Paulistão daquele ano. O jogo marcou justamente a estreia do jogador. Desde então, nenhum outro jogador igualou sua marca.

Até hoje, o recordista de gols em um único jogo pelo São Paulo é Antonio Sastre, que marcou 6 gols na vitória sobre a Portuguesa Santista no dia 14 de agosto de 1943, pelo Paulistão. Já o atacante Serginho Chulapa é jogador mais vezes marcou três ou mais gols em um só jogo pelo clube. Chulapa marcou 4 gols duas vezes e 3 gols 11 vezes. França vem logo a seguir com 12 hat-tricks (três gols em um só jogo).

Confira a lista de quem já marcou três ou mais gols em um único jogo pelo São Paulo:

6 gols em um único jogo
1 vez
Antonio Sastre, atacante (1943-46)

.

5 gols em um único jogo
3 vezes
Waldemar de Brito, atacante (1933-43)

2 vezes
Dodô, atacante (1995-99)

1 vez
Augusto, atacante (1950-51)
Raí, atacante (1987-00)
Luís Fabiano, atacante (2001-12)

.

4 gols em um único jogo
4 vezes
Luizinho, atacante (1930-47)

2 vezes
Friedenreich, atacante (1930-35)
Araken Patusca, atacante (1930-39)
Elyseo, atacante (1938-40)
Euclydes, atacante (1939-39)
Leopoldo, atacante (1943-51)
Serginho, atacante (1973-82)

1 vez
Armandinho, atacante (1930-40)
Teixeirinha, atacante (1939-56)
Eugenio Chemp, atacante (1936-41)
Pardal, atacante (1941-46)
Remo, atacante (1940-51)
Leônidas, atacante (1942-50)
China, atacante (1947-49)
Zezinho, atacante (1954-57)
Lanzoninho, atacante (1953-58)
Ney Blanco, atacante (1957-58)
Gino Orlando, atacante (1953-62)
Amaury, atacante (1957-61)
Marco Antônio, atacante (1964-65)
Prado, atacante (1961-67)
Paraná, atacante (1965-73)
Mílton Cruz, atacante (1977-79)
Guilherme, atacante (1993-94)
França, atacante (1996-02)
Gustavo Nery, lateral-esquerdo (2000-04)
Fernandinho, atacante (2010-12)

.

3 gols em um único jogo
12 vezes
França, atacante (1996-02)

11 vezes
Serginho, atacante (1973-82)

8 vezes
Luizinho, atacante (1930-47)
Teixeirinha, atacante (1939-56)

6 vezes
Friedenreich, atacante (1930-35)
Leônidas, atacante (1942-50)
Babá, atacante (1966-70)

4 vezes
Waldemar de Brito, atacante (1933-43)
Gustavo Albella, atacante (1952-54)
Maurinho, atacante (1952-59)
Zezinho, atacante (1954-57)
Careca, atacante (1983-87)
Müller, atacante (1984-96)
Raí, atacante (1987-00)
Dodô, atacante (1995-99)
Luís Fabiano, atacante (2001-04)

3 vezes
Pardal, atacante (1941-46)
Friaça, atacante (1949-51)
Augusto, atacante (1950-51)
Elmo Bóvio, atacante (1950-50)
Gino Orlando, atacante (1953-62)
Benê, atacante (1961-70)
Toninho Guerreiro, atacante (1969-73)
Aristizábal, atacante (1996-98)

2 vezes
Armandinho, atacante (1930-40)
Araken Patusca, atacante (1930-39)
Hércules, atacante (1933-33)
Milani, atacante (1937-38)
Carioca, atacante (1937-40)
Elyseo, atacante (1938-40)
Bazzoni, atacante (1940-43)
Antonio Sastre, atacante (1943-46)
China, atacante (1947-49)
Durval, atacante (1951-53)
Canhoteiro, atacante (1954-63)
Dino Sani, atacante (1954-61)
Paulo Lumumba, atacante (1960-61)
Zé Roberto, atacante (1964-76)
Prado, atacante (1961-67)
Pedro Rocha, meia (1970-77)
Renato, atacante (1980-84)
Palhinha, atacante (1992-95)
Marcelinho Paraíba, meia (1997-00)
Grafite, atacante (2004-06)
Washington, atacante (2008-2010)

1 vez
Celeste, atacante (1934-35)
Paulo, atacante (1938-42)
Euclydes, atacante (1939-39)
Hemédio, atacante (1940-42)
Carmine Novelli, atacante (1939-42)
André, atacante (1946-47)
Remo, atacante (1940-51)
Leopoldo, atacante (1943-51)
Ieso, atacante (1943-48)
Lelé, atacante (1946-49)
Lauro, atacante (1951-52)
Amaury, atacante (1957-61)
Neco, atacante (1959-60)
Bazzaninho, atacante (1960-65)
Peixinho, meia (1959-61)
Aílton, atacante (1960-62)
Baiano, atacante (1961-63)
Sabino, atacante (1961-64)
Nondas, atacante (1962-64)
Del Vecchio, meia (1964-65)
Marco Antônio, atacante (1964-65)
Valdir, atacante (1964-66)
Adílson, atacante (1966-68)
Mirandinha, atacante (1973-79)
Agnaldo, atacante (1983-85)
Pita, meia (1984-88)
Manu, atacante (1986-87)
Eliel, atacante (1990-91)
Ivan, zagueiro (1988-92)
Guilherme, atacante (1993-94)
Euller, atacante (1994-94)
Juninho, meia (1993-95)
Catê, atacante (1992-97)
Valdir, atacante (1996-97)
Serginho, lateral-esquerdo (1996-99)
Kaká, meia (2001-03)
Itamar, atacante (2003-03)
Thiago Ribeiro, atacante (2005-07)
Borges, atacante (2007-08)
Dagoberto (2006-2011)
Ricardo Oliveira (2006-10)
Willian José, atacante (2011-12)

.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 17 de janeiro de 2012 Artilheiros, Estatísticas | 12:45

Adriano: cinco jogos incompletos e uma finalização certa

Compartilhe: Twitter

O atacante Adriano está prestes a completar 10 meses de Corinthians. Contratado no dia 25 de março de 2011, o Imperador, no entanto, pouco fez pelo clube. E a cada dia parece mais distante de ser titular do time e de fazer gols. Ainda bem fora de forma (fala-se em 104 kg), Adriano teve uma apresentação fraquíssima diante dos reservas do Flamengo, no segundo tempo do amistoso realizado no domingo. Em 45 minutos, o atacante não deu um chute a gol. Assim, como já havia feito contra o Atlético-GO e o Atlético-PR no último Brasileiro.

Aliás, desde que chegou ao Corinthians, o jogador disputou somente cinco partidas desde março de 2011. Desde sua estreia diante do Atlético-GO (no dia 9 de outubro de 2011), o Imperador ficou em campo por pouco mais de 120 minutos. Sempre entrando na segunda etapa, Adriano conseguiu finalizar apenas três vezes nesses cinco jogos. Contra o Botafogo, em seu segundo jogo, cabeceou duas vezes para fora. Já contra o Atlético-MG, fez um gol em sua única finalização certa até agora. Sua média, por enquanto, é de apenas uma finalização a cada 40 minutos em campo.

Com apenas 29 anos, Adriano foi titular pela última vez no dia 18 de dezembro de 2010, na derrota do seu time, a Roma, para o Milan, pelo Campeonato Italiano. Pela Roma, aliás, o atacante disputou apenas 8 jogos, sendo dois como titular. Ainda assim, acabou substituído nas duas partidas. Para piorar, não fez gol por lá e teve o contrato rescindido.

Adriano jogou uma partida completa pela última vez no dia 20 de maio de 2010, quando o Flamengo foi eliminado pela Universidade de Chile, nas quartas de final da Libertadores daquele ano. O jogo marcou sua despedida do Flamengo, clube pelo qual teve sua última sequência de jogos inteiros. Desde maio de 2010, então, Adriano não joga duas partidas seguidas. De junho de 2010 a janeiro de 2012, Adriano disputou apenas 13 jogos (por Roma e Corinthians), foi titular de apenas dois (pela Roma) e marcou somente um gol (pelo Corinthians).

Especula-se que Adriano recebe R$ 300 mil por mês de salário, mais direito de imagem no Corinthians. Será que vale a pena?

Autor: Tags: ,

terça-feira, 13 de dezembro de 2011 Artilheiros, Estatísticas | 10:09

Fred, Damião, Neymar e os artilheiros dos clubes na temporada de 2011

Compartilhe: Twitter

Na temporada de 2011 do futebol brasileiro, vários goleadores se destacaram e terminaram o ano como artilheiros de suas equipes. Entre eles, Fred (Fluminense), Borges e Neymar (Santos), Liédson (Corinthians) e Leandro Damião (Inter). Dos 20 clubes que disputaram a Série A em 2011, o jogadores que mais fez gols por um só clube foi Leandro Damião, com 38 gols, seguido de Fred (34 gols).

Proporcionalmente, Damião foi o atacante que mais contribuiu para os gols de seu time, anotando 32,8% dos 116 gols. Entre os principais artilheiros, curiosamente, alguns deles terminaram o ano em baixa, como Kléber (dispensado pelo Palmeiras) e Dagoberto (vendido ao Inter). Outros, acabaram se tornando artilheiros dos clubes mesmo sendo reservas no final da temporada, como Magno Alves (Atlético-MG), Marcelo Nicácio (Ceará), Héber (Figueirense) e Bernardo (Vasco). Entre esses principais artilheiros, alguns deles atuam em posições defensivas, como o zagueiro Antônio Carlos (Botafogo), os volantes Paulinho (Corinthians) e Marcos Assunção (Palmeiras), e o goleiro Rogério Ceni (São Paulo). Uma outra curiosidade nessa lista é a presença de Borges entre os principais artilheiros do Santos e do Grêmio na temporada.

Confira abaixo a lista dos três principais artilheiros de um dos 20 participantes do Brasileirão na temporada de 2011:

América-MG (51 jogos, 78 gols, média de 1,53 por partida)
Fábio Júnior (18 gols), Kempes (13 gols) e Alessandro (8 gols)

Atlético-GO (64 jogos, 99 gols, média de 1,55 por partida)
Marcão (16 gols), Felipe (15 gols) e Anselmo (12 gols)

Atlético-MG (59 jogos, 102 gols, média de 1,73 por partida)
Magno Alves (18 gols), Neto Berola (13 gols) e Renan Oliveira (8 gols)

Atlético-PR (69 jogos, 99 gols, média de 1,43 por partida)
Paulo Baier (18 gols), Guerrón (14 gols) e Nieto (12 gols)

Avaí (67 jogos, 94 gols, média de 1,40 por partida)
William (28 gols), Rafael Coelho (18 gols) e Marquinhos Gabriel (7 gols)

Bahia (64 jogos, 85 gols, média de 1,33 por partida)
Souza (18 gols) e Jóbson e Rafael (6 gols)

Botafogo (64 jogos, 99 gols, média de 1,55 por partida)
Loco Abreu (26 gols), Herrera (15 gols) e Antônio Carlos e Caio (7 gols)

Ceará (75 jogos, 121 gols, média de 1,61 por partida)
Marcelo Nicácio (23 gols), Washington (18 gols) e Felipe Azevedo e Thiago Humberto (11 gols)

Corinthians (63 jogos, 90 gols, média de 1,43 por partida)
Liédson (23 gols), Paulinho (11 gols) e Willian (10 gols)

Coritiba (72 jogos, 142 gols, média de 1,97 por partida)
Bill (27 gols), Marcos Aurélio (20 gols) e Davi (18 gols)

Cruzeiro (61 jogos, 115 gols, média de 1,89 por partida)
Montillo (21 gols), Wallyson (17 gols) e Thiago Ribeiro (13 gols)

Figueirense (59 jogos, 94 gols, média de 1,59 por partida)
Héber (12 gols), Júlio César (11 gols) e Wellington Nem (9 gols)

Flamengo (67 jogos, 104 gols, média de 1,55 por partida)
Deivid, Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves (21 gols)

Fluminense (63 jogos, 108 gols, média de 1,71 por partida)
Fred (34 gols), Rafael Moura (21 gols) e Rafael Sóbis (10 gols)

Grêmio (71 jogos, 113 gols, média de 1,59 por partida)
Douglas (16 gols), André Lima (15 gols) e Borges (10 gols)

Internacional (69 jogos, 116 gols, média de 1,68 por partida)
Leandro Damião (38 gols), D’Alessandro (15 gols) e Oscar (13 gols)

Palmeiras (51 jogos, 78 gols, média de 1,53 por partida)
Kléber (16 gols), Luan (11 gols) e Marcos Assunção (10 gols)

Santos (75 jogos, 120 gols, média de 1,60 por partida)
Borges e Neymar (23 gols) e Elano (15 gols)

São Paulo (70 jogos, 112 gols, média de 1,60 por partida)
Dagoberto (22 gols), Lucas (13 gols) e Rogério Ceni (8 gols)

Vasco (74 jogos, 131 gols, média de 1,77 por partida)
Bernardo (20 gols), Diego Souza (17 gols) e Elton (15 gols)

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de novembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 11:33

Centroavantes brilham na antepenúltima rodada do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Brasileiro de 2011 segue emocionante e imprevisível. A briga pelo título, por uma vaga na Libertadores e para fugir da degola faz desse um dos melhores campeonatos da história da competição. Nessa antepenúltima rodada, o clima de decisão esteve presente em vários confrontos e em muitos deles os centroavantes acabaram fazendo a diferença.

No sábado, Luís Fabiano anotou dois gols e garantiu a vitória do São Paulo diante do América-MG (assim como já havia feito contra o Avaí). Dessa forma, recolocou o Tricolor paulista na briga por uma das duas vagas restantes na Libertadores de 2012 (Santos, Vasco, Corinthians e Fluminense já estão garantidos).

Também no sábado, foi a vez de Felipe Azevedo, do Ceará, acabar com o Grêmio, marcando os três gols na surpreendente vitória do Vovô por 3 x 1. Aliás, essa foi a primeira vez que um jogador marcou três gols no Grêmio no estádio Olímpico, em 511 jogos disputados lá. De quebra, Felipe Azevedo ainda igualou o recorde de Neném, o único jogador do Ceará a marcar três gols em um único jogo de Brasileiro. Isso foi em 1985, no dia 3 de março, na vitória por 3 x 0 sobre o Sergipe.

Ainda no sábado, Elton deixou sua marca na vitória do Vasco por 2 x 0 sobre o Avaí, chegando ao seu 11º na competição, isolando-se como artilheiro do time no Brasileirão e deixando cada vez mais Alecsandro como reserva.

Ontem, Leonardo deu a vitória ao Coritiba sobre o Santos. Aproveitando a chance como titular, o atacante marcou seu 6º gol no Brasileirão.

No Rio, foi a vez de Leandro Damião marcar após seis jogos e ajudar o Inter a vencer o Botafogo e entrar no G4. A última vez que Damião havia feito gols foi na 23ª rodada, no dia 11 de setembro, quando anotou os três na vitória contra o Palmeiras por 3 x 0.

Já em São Paulo, Liédson e Adriano foram decisivos na sexta virada corintiana na competição. O Levezinho marcou seu 11º gol no Brasileirão, garantindo-se como artilheiro do time no campeonato. Já o Imperador marcou seu primeiro gol pelo clube num momento crucial e quebrando um jejum de 1 ano e cinco meses sem balançar as redes.

Em Florianópolis, Fred brilhou mais uma vez. Autor de três gols na goleada sobre o Figueirense por 4 x 0, o atacante chegou a 20 gols no Brasileirão, entrando na briga pela a artilharia do campeonato com o santista Borges, que está com 23 gols. Fred, que já havia marcado quatro gols no meio de semana, contra o Grêmio, marcou 12 gols nos últimos seis jogos. Com 20 gols, Fred está a um gol de igular a marca de Washington, o recordista de gols pelo Flu em uma única edição de Brasileiro. Em 2008, o Coração Valente anotou 21 gols. Pelo Fluminense, em Brasileiros, Fred também chega a marca de 37 gols e está a apenas 6 de igualar o recordista Magno Alves, o maior artilheiro do clube na história da competição com 43 gols.

Com tantos goleadores brilhando nesse campeonato, veja como estão as tabelas dos maiores artilheiros do Brasileirão desde 1971 e também na era dos pontos corridos. Vale lembrar que oito dos dez maiores artilheiros dos pontos corridos estão jogando o Brasileirão de 2011. Confira:

Maiores artilheiro do Brasileirão na era dos pontos corridos

Jogador Pos. Gols Em 2011
Paulo Baier A 91 5
Washington A 82
Borges A 74 23
Obina A 71
Alecsandro A 67 2
Souza A 63 10
Fred A 61 20
Deivid A 60 15
Marcinho M 58 5
Dagoberto A 57 8
Alex Mineiro A 56
Edmundo A 56
Fernandão A 54
Tuta A 54
Iarley A 53 1
Kleber Pereira A 52
Jonas A 51
Alex Dias A 50
Christian A 50
Diego Tardelli A 48
Dimba A 47
Petkovic M 47
André Lima A 46 9
Felipe A 46 7
Roger A 46 2
Diego Souza M 45 10
Rafael Moura A 44 11
Romário A 43
Nilmar A 42
Rafael Sóbis A 42 10
Marcel A 41
Rogério Ceni G 41 2
Alex M 40 6
Finazzi A 40
Hugo M 40
Renato Abreu M 39 4
Neymar A 39 12
Edílson A 38
Luís Fabiano A 38 4
Wellington Paulista A 38 1
Éder Luís A 37 4
Robinho A 37


.

Maiores artilheiros do Brasileiro desde 1971

Jogador Gols Período Jogos Média
Roberto Dinamite 190 71-92 328 0,58
Romário 154 85-07 252 0,61
Edmundo 153 92-08 316 0,48
Zico 135 71-89 249 0,54
Túlio 129 88-05 240 0,54
Serginho 127 74-90 184 0,69
Washington 126 99-10 201 0,63
Dario 113 71-85 240 0,47
Kleber Pereira 102 99-10 195 0,52
10º Ramon 98 89-10 367 0,27
11° Dodô 96 95-10 196 0,49
12° Paulo Baier 94 97-11 354 0,27
13° Reinaldo 93 73-85 177 0,53
14° Careca 92 78-86 130 0,71
Evair 92 86-02 221 0,42
16° Cláudio Adão 91 73-93 194 0,47
Jorge Mendonça 91 73-86 197 0,46
Viola 91 88-04 249 0,37
Marcelinho Carioca 91 88-09 284 0,32
20° Tuta 90 96-07 231 0,39

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 8 de novembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas | 15:57

Ataque do São Paulo marcou só 10 gols no Brasileiro. Santistas marcaram 41

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Brasileiro de 2011 contabiliza 891 gols até agora, após 330 jogos. Desses gols, 468 foram feitos por atacantes dos 20 clubes, o que representa 52,5% gols. Em alguns casos, em 13 clubes, os atacantes são responsáveis por mais da metade dos gols da equipe no Brasileirão.

O Santos, do artilheiro Borges, e de Neymar (que marcou 7 gols nos últimos 5 jogos), tem os atacantes mais eficientes da competição. Até agora, o setor ofensivo do time de Muricy Ramalho fez 41 gols e foi responsável por 83,7% dos 47 gols do time no torneio. Só Borges (23 gols) e Neymar (12 gols), juntos, têm 35 gols. Mais do que o time do todo do Atlético-PR, que marcou 33 gols até agora.

Borges e Neymar, que marcaram no último final de semana contra o Vasco, fizeram 71,4% dos gols do Santos no Campeonato Brasileiro e formam a dupla de ataque mais positiva da competição, superando Ronaldinho Gaúcho e Deivid, do Flamengo (28 gols); Fred e Rafael Moura, do Fluminense (23 gols); William e Rafael Coelho, do Avaí (20 gols); Loco Abreu e Herrera, do Botafogo (19 gols); e Marcos Aurélio e Bill, do Coritiba (19 gols), entre os atacantes que mais marcaram em cada clube.

Por outro lado, o São Paulo conta com o ataque menos eficiente do Brasileirão. Até agora, os atacantes do Tricolor paulista fizeram apenas 10 gols no Campeonato, sendo 8 só com Dagoberto. Dos 48 gols do São Paulo no Brasileiro, só 10 saíram pelos atacantes do time, correspondendo a apenas 20,8% dos gols, a pior média entre os 20 participantes.

Confira o desempenho dos atacantes de cada clube nesse Brasileirão:

Clube Total de gols Gols de atacantes Porcentagem
Santos 49 41 83,7%
Fluminense 48 35 72,9%
Atlético-GO 42 27 64,3%
Ceará 39 25 64,1%
América-MG 43 26 60,5%
Figueirense 43 26 60,5%
Bahia 39 23 59,0%
Flamengo 57 33 57,9%
Coritiba 52 30 57,7%
Avaí 44 23 52,3%
Atlético-MG 41 21 51,2%
Corinthians 47 24 51,1%
Botafogo 49 25 51,0%
Palmeiras 37 17 45,9%
Cruzeiro 38 18 43,4%
Grêmio 40 17 42,5%
Atlético-PR 33 13 39,4%
Internacional 53 18 34,0%
Vasco 49 16 32,7%
São Paulo 48 10 20,8%

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de novembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas | 10:48

O recorde de Borges e as marcas dessa 33ª rodada do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

A última rodada do Brasileirão foi mais uma vez bem emocionante. Viradas, goleadas, recordes e números positivos e negativos também marcaram essa 33ª rodada. Começando pelo sábado, onde o Figueirense chegou à sua quinta vitória consecutiva e ao 12º jogo sem derrota. Um recorde em suas 13 participações na história do Brasileirão. Recém-promovido à Série A, o Figueira tem a maior invencibilidade da competição na atualidade e agora briga diretamente por uma inédita vaga na Copa Libertadores, podendo repetir o feito do Criciúma, de 1992, o único clube catarinense a jogar a competição sul-americana.

Ainda no sábado, o São Paulo perdeu de virada para o Bahia, chegando a sua 9ª partida sem vitória no Brasileirão. Ainda sem vencer com o técnico Émerson Leão, o Tricolor paulista vive o seu pior jejum de vitórias, superando o recorde negativo anterior, de 2005, quando o time ficou oito jogos sem vencer com Paulo Autuori. A última vitória do São Paulo no Brasileirão de 2011 aconteceu no distante dia 16 de setembro, quando goleou o Ceará por 4 x 0.

Outro paulista que também não sabe o que é vencer há um bom tempo é o Palmeiras. O time do técnico Luiz Felipe Scolari chegou ao oitavo jogo sem vitória e perdeu sua quarta partida consecutiva.  Na próxima rodada, o time irá enfrentar o Grêmio, fora de casa, e o vice-líder Vasco, em casa. Se não vencer, igualará o seu maior jejum de vitórias na história do Brasileirão. Em 1985, o Palmeiras ficou 10 partidas sem vencer na competição. Com apenas uma vitória no returno (nos últimos 14 jogos) e 9 pontos conquistados, o Palmeiras tem a segunda pior campanha nesse segundo turno.

Apenas o Cruzeiro, com 7 pontos ganhos, consegue ser pior do que o Palmeiras nesse returno. Ontem, aliás, a Raposa sofreu sua pior derrota nesse Brasileiro e caiu para a zona do rebaixamento. Com apenas 34,3% de aproveitamento, o Cruzeiro realiza a sua terceira pior campanha na história da competição, desde 1971. Apenas em 1994 (30,6%) e 1984 (33,3%), o time foi pior. Dessa vez, porém, se continuar nessa má fase, a Raposa irá pela primeira vez para a segunda divisão. Até hoje, o clube mineiro é um dos únicos a disputadas todas as 41 edições do Brasileirão, ao lado de Flamengo e Internacional. Na derrota de ontem, para o Flamengo, o Cruzeiro perdeu ainda um pênalti, o quarto nesse Brasileiro (um recorde).

Já o Flamengo, com a goleada de 5 x 1, voltou a encostar nos líderes do Brasileiro e isolou-se como o time de melhor ataque da competição, com 57 gols em 33 partidas. Média de 1,73 por jogo. Thiago Neves, com os três gols de ontem, chegou a marca de 12 gols na competição. Deivid, com os dois marcados ontem, tem agora 15 gols. Os dois jogadores, ao lado de Ronaldinho Gaúcho, que fez 13 gols, têm 40 gols juntos. Mais do que o Cruzeiro, Palmeiras, Bahia, Ceará e Atlético-PR já fizeram no Campeonato.

Deivid, com 15 gols, agora é o vice-artilheiro do Brasileiro, atrás apenas de Borges, do Santos, que ontem marcou mais um gol. Na vitória sobre o Vasco por 2 x 0, na Vila Belmiro, o atacante chegou ao seu 23º gol no Brasileirão de 2011 e superou a marca de Serginho Chulapa, que havia feito 22 gols no Brasileiro de 1983. Maior artilheiro de uma única edição de Brasileiro pelo Santos, Borges está com 74 gols na era dos pontos corridos. Apenas Paulo Baier (89 gols) e Washington (ex-Flu e São Paulo), com 82 gols, fizeram mais do que Borges.

E marcar mais do que 20 gols em um único Brasileiro não é feito para qualquer um. Confira a lista de quem já chegou ou superou a casa dos 20 gols em um única edição do Brasileiro:

2011
Borges (Santos), 23 gols

2010
Jonas (Grêmio), 23 gols

2008

Keirrson (Coritiba), Washington (Fluminense) e Kléber Pereira (Santos), 21 gols

2005
Romário (Vasco), 22 gols
Róbson (Paysaydu), 21 gols
Tevez (Corinthians), 20 gols

2004
Washington (Atlético-PR), 34 gols
Alex Dias (Goiás), 22 gols
Deivid e Robinho (Santos), 21 gols

2003
Dimba (Goiás), 31 gols
Renaldo (Paraná), 30 gols
Luís Fabiano (São Paulo), 29 gols
Alex (Cruzeiro), 23 gols
Aristizábal (Cruzeiro), 21 gols
Marcel (Coritiba), 20 gols

2001
Romário (Vasco), 21 gols

2000
Magno Alves (Fluminense), Dill (Goiás) e Romário (Vasco), 20 gols

1999
Guilherme (Atlético-MG), 28 gols
Alex Alves (Cruzeiro), 22 gols
Luizão (Corinthians), 21 gols

1998
Viola (Santos), 21 gols

1997
Edmundo (Vasco), 29 gols

1995
Túlio (Botafogo), 23 gols

1986
Careca (São Paulo), 25 gols
Evair (Guarani), 24 gols
Mirandinha (Palmeiras), 21 gols

1985
Edmar (Guarani), 20 gols

1983
Serginho (Santos), 22 gols

1982
Zico (Flamengo) e Serginho (São Paulo), 20 gols

1980
Zico (Flamengo), 21 gols

1977
Reinaldo (Atlético-MG), 28 gols

1973
Ramon (Santa Cruz), 21 gols
Leivinha (Palmeiras) e Mirandinha (São Paulo), 20 gols

.

.

Outra curiosidade na rodada desse final de semana é que o zagueiro Chicão, do Corinthians, voltou ao time e marcou um gol de pênalti. Agora, Chicão tem 19 gols na era dos pontos corridos e segue como o terceiro zagueiro com mais gols, atrás apenas de Índio, do Internacional, e Antônio Carlos, do Botafogo, que fizeram 21 gols cada.

Já o Fluminense, com a vitória sobre o Internacional, no Beira-Rio, chegou a sua 10ª vitória no segundo turno, em 14 jogos. O time de Abel Braga lidera o returno com 31 pontos, quatro a mais do que o Figueirense. Na 19ª rodada, o Flu era apenas o 11º colocado, 12 pontos atrás do líder Corinthians. Agora, está a apenas dois pontos do time paulista. Caso consiga novamente desbancar o Corinthians e chegar ao título, como fez em 2010, o Fluminense irá superar a arrancada do Flamengo de 2009, que virou o turno na 10ª colocação e estava há 10 pontos do líder Palmeiras ao final da 19ª rodada. Confira a classificação do segundo turno do Brasileirão de 2011:

Fluminense 31
Figueirense 27
Santos 26
Atlético-MG 24
Internacional 24
Grêmio 23
Vasco 23
Coritiba 22
Botafogo 21
10º Corinthians 21
11º Flamengo 19
12º Bahia 19
13º Atlético-GO 17
14º Atlético-PR 16
15º América-MG 15
16º São Paulo 15
17º Avaí 12
18º Ceará 10
19º Palmeiras 9
20º Cruzeiro 7
Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 4 de novembro de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 15:35

O que Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo fizeram em 2011

Compartilhe: Twitter

Três dos principais candidatos ao prêmio Bola de Ouro da Fifa de 2011, Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo tiveram, até agora, um ano sensacional. Tanto em relação a gols, conquistas e atuações. Mas principalmente em seus respectivos clubes. Curiosamente, pelas seleções, o trio brilhou pouco em 2011.

Presentes na lista dos 23 candidatos ao prêmio da Fifa e da revista France Football, os três maiores craques da atualidade deverão figurar entre os três finalistas. A cerimônia de entrega será daqui um mês, no dia 5 de dezembro, antes do Mundial de Clubes, que começará no dia 8 de dezembro.

Neymar, único jogador que não atua na Europa entre os 23 candidatos, conquistou dois títulos em 2011: a Copa Libertadores e o Campeonato Paulista. No ano, o craque santista fez 28 gols em 55 partidas (sem contar o Sub-20). Pela Seleção Brasileira, conquistou o torneio Superclássico das Américas (entre Brasil e Argentina), mas fracassou junto com o time de Mano Menezes na Copa América. Aos 19 anos, Neymar está com 169 jogos como profissional e 86 gols marcados (andam contabilizando mais 10 gols dele pelas seleções Sub-17 e Sub-20).

Já o argentino Messi, atual bicampeão do prêmio de melhor jogador do ano da Fifa, pelo o que fez em 2011, talvez seja o favorito a conquistar o troféu mais uma vez. Pelo Barcelona, Messi fez 51 gols em 60 jogos. Em 2011, foi campeão e artilheiro da Liga dos Campeões da Europa, levantou ainda o Campeonato Espanhol, a Supercopa Espanhola e a Supercopa Europeia. Pela Seleção Argentina, também acabou tendo um desempenho ruim no ano, sendo eliminado nas quartas-de-final da Copa América. Recentemente, Messi superou a casa dos 200 gols pelo Barcelona. Com os três gols no meio de semana, pela Liga dos Campeões, chegou a 202 pelo clube catalão.

Cristiano Ronaldo, com a seleção, foi o que menos jogou entre os três, disputando apenas cinco partidas no ano, pelas Eliminatórias da Eurocopa, onde conseguiu apenas levar o time português à repescagem. Pelo Real Madrid, no entanto, Ronaldo fez bonito. Foi o artilheiro do Campeonato Espanhol com o recorde de 40 gols e conquistou a Copa do Rey da Espanha. Dos três, é o que tem a melhor média de gols, com quase um por partida (47 gols em 48 jogos). Eleito o melhor jogador do mundo em 2008, Cristiano Ronaldo chegou a marca dos 100 gols pelo Real Madrid no meio de semana, quando marcou dois gols na vitória sobre o Lyon.

Veja o resumo dos três craques em 2011, entre janeiro e o início de novembro:

MESSI
Campeonato Espanhol 2010/11 – 19 jogos, 14 gols (campeão)
Campeonato Espanhol 2011/12 – 10 jogos, 13 gols (vice-líder)
Copa do Rey da Espanha – 6 jogos, 6 gols (vice-campeão)
Supercopa Espanhola – 2 jogos, 3 gols (campeão)
Liga dos Campeões 2010/11 – 7 jogos, 6 gols (campeão)
Liga dos Campeões 2011/12 – 4 jogos, 5 gols (líder do seu grupo na 1ª fase)
Supercopa Europeia – 1 jogo, 1 gol (campeão)
Seleção Argentina – 11 jogos, 3 gols (5ª da Copa América)
Total –  60 jogos, 51 gols

.

CRISTIANO RONALDO
Campeonato Espanhol 2010/11 – 18 jogos, 23 gols (vice-campeão)
Campeonato Espanhol 2011/12 – 10 jogos, 10 gols (líder)
Copa do Rey da Espanha – 5 jogos, 3 gols (campeão)
Supercopa Espanhola – 2 jogos, 1 gol (vice-campeão)
Liga dos Campeões 2010/11 – 4 jogos, 2 gols (3º colocado)
Liga dos Campeões 2011/12 – 4 jogos, 4 gols (líder do seu grupo na 1ª fase)
Seleção Portuguesa – 5 jogos, 4 gols (Classificado para a Repescagem da Euro)
Total –  48 jogos, 47 gols

.

NEYMAR
Campeonato Paulista – 11 jogos, 4 gols (campeão)
Copa Libertadores – 13 jogos, 6 gols (campeão)
Campeonato Brasileiro – 18 jogos, 11 gols (10º colocado)
Seleção Brasileira – 13 jogos, 7 gols (8º na Copa América e campeão do Superclássico das Américas)
Total –  55 jogos, 28 gols

.

Autor: Tags: , , , , , , ,

domingo, 30 de outubro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 09:37

Com 4 gols, Neymar atinge recorde pelo Santos

Compartilhe: Twitter

Com os 4 gols que marcou ontem, na goleada do Santos por 4 x 1 sobre o Atlético-PR, o atacante Neymar igualou o recorde de Dino Furacão, de 1986, até então o único jogador do clube a fazer 4 gols em um único jogo pelo Santos na história do Brasileirão, desde 1971.

No dia 28 de setembro de 1986, Dino Furacão marcou 4 gols no Náutico, na vitória por 5 x 0, na Vila Belmiro. O outro gol santista do jogo foi marcado por Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira. Dino anotou gols aos 45 do 1º tempo e aos 10, 24 e 40 do 2º tempo.

Se disputar mais um Brasileiro pelo Santos, em 2012, Neymar poderá alcançar ainda outro recorde pelo Santos na história da competição. Com os 4 gols de ontem, Neymar chegou a 38 gols em Brasileiros (fez 10 em 2009 e 17 em 2010). O recordista, até hoje, é Kléber Pereira, com 51 gols entre 2007 e 2009.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 14 de outubro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, História | 08:49

Fred atinge melhor marca de gols em uma temporada pelo Flu

Compartilhe: Twitter

Com os três gols marcados na vitória sobre o Coritiba, ontem, por 3 x 1, no Engenhão, o atacante Fred chegou a marca de 23 gols na temporada pelo Fluminense, consolidando-se cada vez mais como o artilheiro do time no ano. Atrás dele, vem Rafael Moura, o He-Man, com 19 gols.

Veja os artilheiros do Fluminense em 2011:

.

.

.

.

.

.

.

Desde que chegou ao Fluminense, em 2009, o atacante Fred vem correspondendo e terminando o ano sempre como o principal goleador do time. Na primeira temporada, fez 22 gols. Em 2010, foi o artilheiro, mesmo ficando ausente por várias partidas, com 18 gols. Agora, em 2011, Fred chegou a marca de 23 gols.

Confira  os artilheiros do Fluminense, ano a ano:
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Com 63 gols marcados em 101 pelo Fluminense, Fred  subiu para o 32º lugar na lista dos maiores artilheiros da história do Flu desde 1902, ao lado de Machado. Mantendo essa média de aproximadamente 20 gols por temporada, Fred poderá, em 2012, talvez chegar entre os 20 primeiros.
Veja a lista dos maiores artilheiros do Fluminense em todos os tempos:
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Pelo Campeonato Brasileiro, Fred chegou a marca de 28 gols com a camisa do Fluminense. Agora, o atacante está empatado na sexta colocação, ao lado de Tuta, na lista dos maiores artilheiros do Flu na história da competição, desde 1971.

Veja a lista dos maiores artilheiros do Fluminense na história do Brasileirão:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 29 de setembro de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu, Liga dos Campeões | 10:05

Messi começa a temporada de forma espetacular

Compartilhe: Twitter

O argentino Lionel Messi começou a temporada 2011/12 de forma brilhante. Antes do início do Campeonato Espanhol, Messi foi campeão da Supercopa da Espanha, anotando três gols nas duas finais diante do Real Madrid. Além disso, foi campeão tambéma da Supercopa Europeia marcando um gol na vitória sobre o Porto-POR (2 x 0).

Pelo Campeonato Espanhol, anotou 8 gols em apenas 5 partidas. No último final de semana, no jogo contra o Atlético de Madri, Messi fez três gols. Ontem, pela Liga dos Campeões, Messi marcou dois gols sobre o BATE Borisov. Até agora, em 10 jogos pela temporada, Messi marcou 14 gols, deu 10 assistências e alcançou marcas importantes. O argentino igualou-se ao húngaro Láslo Kubala como segundo maior artilheiro da história do Barcelona, com 194 gols. Kubala chegou a essa marca após 11 temporadas pelo clube catalão e aos 34 anos. Messi, com 24 anos, está começando sua sétima temporada pelo Barça.

Com uma média recente de mais de 40 gols por temporada, Messi tem tudo para alcançar em breve o maior artilheiro da história do Barcelona, o espanhol César Rodríguez, autor de 235 gols. Messi também anotou seu 127º pelo Campeoanto Espanhol em 184 jogos, superando Mario Kempes (126 gols em 222 jogos), tornando-se assim o segundo argentino com mais gols pela Liga, atrás apenas de Di Stéfano (228 gols), Além disso, Messi chegou a marca de 39 gols pela Liga dos Campeões, igualando o nono maior artilheiro da história da competição, o seu compatriota Morientes, que marcou seus 39 gols entre 1997 e 2010. Artilheiro da Liga nas últimas três edições, Messi tem tudo para subir nesse ranking de artilheiros da competição ainda nessa temporada, já que disputou apenas duas partidas.

MAIORES ARTILHEIROS DA LIGA DOS CAMPEÕES

POS. JOGADOR GOLS PERÍODO
Raúl (ESP) 71 1995-2011
Van Nistelrooy (HOL) 56 1999-2010
Henry (FRA) 51 1998-2010
Di Stéfano (ESP) 49 1956-1964
Shevchenko (UCR) 48 1993-2010
Eusébio (POR) 47 1962-1974
Filippo Inzaghi (ITA) 46 1998-2011
Del Piero (ITA) 42 1996-2010
Morientes (ESP) 39 1997-2010
Messi (ARG) 39 2004-2011
Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 27 de setembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, História | 17:40

Quem marcou mais gols em um só jogo do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

No último final de semana, o meia-atacante Diego Souza anotou 3 gols na bela vitória do Vasco sobre o Cruzeiro, por 3 x 0, fora de casa, pelo Brasileirão. Essa foi a primeira vez que o jogador atingiu tal marca pela competição. A marca, porém, já foi alcançada por outros jogadores no campeonato de 2011 por Ronaldinho Gaúcho, Liédson, Leandro Damião, André Lima e Ânderson Aquino.

Na era dos pontos corridos, o recorde segue sendo do meia Alex, que atualmente defende o Fenerbahce, da Turquia. Em 2003, o jogador fez 5 gols na vitória sobre o Bahia por 7 x 0, na última rodada do Brasileiro daquele ano. Desde 2003, apenas três jogadores fizeram 4 gols em um único jogo: Liédson, pelo Corinthians, mas em 2003, Keirrison, pelo Coritiba, em 2008, e Val Baiano, pelo Barueri, em 2009.

Na história do Brasileirão, o recorde de gols em uma única partida pertence a outro vascaíno. Em 1997, Edmundo fez 6 gols na vitória do Vasco por 6 x 1 sobre o União São João.

Confira abaixo os maiores artilheiros em um único jogo na história do Brasileirão e também quem fez 3 ou mais gols em uma única partida na era dos pontos corridos:

.

.

.

.

.

.

.

.Brasileirão na era dos Pontos Corridos

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 12 de setembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 10:33

Damião chega a marca de 40 gols na temporada

Compartilhe: Twitter

Com os três gols que marcou na vitória sobre o Palmeiras, ontem, por 3 x 0, o atacante Leandro Damião, do Inter, chegou a marca de 40 gols na temporada. No Brasileirão, já são 13 gols, três a menos do que o artilheiro Borges. Damião já disputou nessa temporada 48 jogos e tem a boa média de 0,83 gol por partida. Em 2010, Damião marcou só 12 gols em 45 jogos pelo Colorada. Entre os jogadores que atuam no Brasil, Leandro Damião segue como o maior goleador no ano, superando Borges que fez 27 gols por Grêmio e Santos.

Confira os gols de Leandro Damião na temporada de 2011:

.

.

.

.

.

.

Artilheiro do Campeonato Gaúcho com 17 gols, Leandro Damião está a apenas dois gols de superar a marca de Jonas e Neymar, de 2010, que encerram a temporada como os maiores goleadores com 42 gols cada. Nos últimos anos, aliás, a média de gols tem ficado na casa dos 40 gols. Com mais 15 rodadas de Brasileirão pela frente e alguns amistosos da Seleção Brasileira, Damião tem aí a chance de superar alcançar a casa dos 50 gols, como Kléber Pereira, há dez anos. Mas dificilmente chegará a incrível marca de Romário, que anotou 71 gols em 72 jogos em 2000 pelo Vasco e pela Seleção Brasileira. Só para registrar, em 1961, Pelé fez 109 gols, em seu melhor ano na carreira em relação ao número de gols marcados.

Veja a lista dos maiores artilheiros da temporada brasileira desde 2000:

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 25 de agosto de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, História | 08:50

Borges e os maiores artilheiros na era dos pontos corridos

Compartilhe: Twitter

Autor dos dois gols da vitória do Santos, sobre o Fluminense, ontem, por 2 x 1, o atacante Borges isolou-se na artilharia do Brasileirão com 12 gols em apenas 15 jogos. Aos 30 anos, o centroavante está disputando seu sétimo Brasileirão pelo sexto clube diferente. Desde que estreou na competição pelo São Caetano, em 2004, com Muricy Ramalho sob seu comando, Borges já anotou 63 gols em Brasileiros, na era dos pontos corridos. Com Muricy como seu treinador, além de Santos e São Caetano, Borges viveu seu grande momento na carreira ao conquistar o bi do Brasileirão em 2007/08.

Com 63 gols, Borges figura agora entre os cinco maiores goleadores desde 2003, quando campeonato passou a ser disputado no sistema de pontos corridos. O maior artilheiro continua sendo Paulo Baier, que disputou todas as edições e anotou 86 gols. Em 2011, porém, o meia ainda não marcou. Dos jogadores em atividade, outro bem colocado é o atacante Alecsandro, do Vasco, autor de 67 gols (fez dois nesse Brasileirão).

Confira abaixo a lista dos maiores artilheiros do Brasileirão desde 2003:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 2 de agosto de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 11:52

Ronaldinho Gaúcho busca artilharia inédita na carreira

Compartilhe: Twitter

Em grande fase no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho vem liderando a lista de artilheiros do Campeonato Brasileiro. Feito raro na carreira do craque, que até hoje foi o principal goleador de um torneio apenas três vezes: no Campeonato Gaúcho de 1999 (com 15 gols); na Copa da Confederações também de 1999 (com 6 gols) e do Pré-Olímpico de 2000 (com 9 gols).

Em Campeonato Nacionais, Ronaldinho nunca foi artilheiro. Pelo Grêmio, em 2000, em sua melhor temporada pelo Tricolor Gaúcho em Brasileiros, o atacante marcou 14 gols, mas terminou atrás de seis jogadores na lista de artilheiros. Pelo Barcelona, chegou perto na temporada 2005/06, quando marcou 17 gols e foi o terceiro principal artilheiro da Liga Espanhola, atrás de Eto’o (26 gols) e David Villa (25 gols) e na temporada seguinte, 2006/07, quando anotou 21 gols e foi o quarto artilheiro, atrás de Van Nistelrooy (25 gols), Kanouté (22 gols) e Diego Milito (22 gols).

Até hoje, Ronaldinho disputou 14 Campeonatos Nacionais e seu desempenho atual pelo Flamengo é o melhor na média de gols por partida. Com 9 gols em 12 jogos (0,75) por partida, Ronaldinho de 2011 supera o de 2000 (0,67) e o de 2006/07 (0,66). Confira abaixo o número de jogos, gols e a média de Ronaldinho em Campeonatos Nacionais:

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 5 de julho de 2011 Artilheiros, Copa América, Seleção Brasileira | 12:32

Robinho ainda não marcou na era Mano Menezes

Compartilhe: Twitter

Jogador que figura quase em todas as listas de convocações da Seleção Brasileira desde 2006, o atacante Robinho passa por período de jejum de gols na Seleção Brasileira. Um dos maiores artilheiros da era Dunga, com 20 gols, entre 2007 e 2010, Robinho não vem apresentando um grande futebol. Desde que o técnico Mano Menezes assumiu a Seleção Brasileira, ex-atacante do Santos ainda não marcou.

Campeão italiano pelo Milan na temporada 2010/11, com 14 gols em 33 partidas, Robinho disputou 7 jogos sob o comando de Mano e não balançou as redes. Recentemente, o atacante deu uma declaração se mostrando insatisfeito por ser substituído com frequência. Dos sete jogos, Robinho fez apenas um completo, contra a Argentina (veja abaixo). Titular incontestável até pouco tempo, Robinho parece estar perdendo espaço na Seleção. Resta saber agora se o atacante irá melhorar seu rendimento para se segurar no time ou até quando Mano irá insistir com sua titularidade.

10/8/2010 – Brasil 2 x 0 Estados Unidos (81 minutos, saiu para a entrada de Diego Tardelli)
7/10/2010 – Brasil 3 x 0 Irã (65 minutos, saiu para a entrada de Nilmar, que ainda fez um gol aos 46 do segundo)
11/10/2010 – Brasil 2 x 0 Ucrânia (83 minutos, saiu para a entrada de André)
17/11/2010 – Brasil 0 x 1 Argentina (90 minutos)
9/2/2011 – Brasil 0 x 1 França (69 minutos, saiu para a entrada de Sandro)
7/6/2011 – Brasil 1 x 0 Romênia (66 minutos, saiu para a entrada de Lucas)
3/7/2011 – Brasil 0 x 0 Venezuela (66 minutos, saiu para a entrada de Fred)

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 11 de maio de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:23

Cristiano Ronaldo próximo de recorde histórico

Compartilhe: Twitter

Ao anotar 7 gols nos últimos dois jogos, o atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, deixou o argentino Lionel Messi para trás na tabela de artilheiros do Campeonato Espanhol (36 a 31) e agora está muito próximo de alcançar uma marca histórica na Espanha.

Se marcar mais dois gols nas últimas duas rodadas (enfrentará o Villarreal fora de casa e o lanterna Almería, em casa), Cristiano Ronaldo poderá igualar o recorde de gols em uma só temporada, que pertencen a Telmo Zarra (1950/51) e Hugo Sánchez (1989/90). Se jogar esses dois jogos e marcar mais dois, Ronaldo chegará ao recorde em 34 partidas. Zarra disputou 30 e Hugo Sánchez 35 jogos.

Com os três gols que marcou ontem, na goleada por 4 x 0 sobre o Getafe, Cristiano Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história do Real Madrid em apenas uma temporada. O português chegou a marca de 49 gols, superando  Puskas, que anotou 47 gols na temporada 1959/60.

De quebra, Cristiano Ronaldo chegou ao seu sexto hat-trick no Campeonato Espanhol (três gols em um único jogo), alcançando uma marca história no Campeoanto Espanhol.

Na temporada 2010/11, Cristiano Ronaldo já soma 49 gols em 52 jogos por competições oficiais. Aos 26 anos, o português atinge seus melhores números na carreira. Confira:

.

.

.

.

.

.

.

Veja também quais são os maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais do mundo:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 5 de abril de 2011 Artilheiros, Campeonatos Estaduais, História | 17:22

Pelé, Raí, Eduardo e os maiores artilheiros em um jogo do Paulistão

Compartilhe: Twitter

No último domingo, o atacante Eduardo, do São Caetano, conseguiu uma proeza ao marcar 5 gols na vitória do Azulão sobre o São Bernardo por 6 x 1. Desde 1993, nenhum jogador havia feito mais do que 4 gols em um só jogo do Campeonato Paulista. Naquele ano, o atacante Sinval marcou 5 gols na vitória do Novorizontino sobre a Catanduvense por 7 x 0.

Cinco ou mais gols em jogo do Paulistão aconteceu apenas em 57 jogos em toda a história do campeonato mais antigo do Brasil, que já ultrapassou a marca dos 20.000 jogos. No início, o feito era um pouco mais comum. Craques como Friedenreich, Araken, Feitiço, Teleco e Pelé, por exemplo, conseguiram marcar mais de três vezes cinco gols em um só jogo. Nos últimos 40 anos, no entanto, apenas cinco jogadores atingiram essa marca. Entre eles, os irmãos Sócrates e Raí. O primeiro, anotou 7 gols quando ainda era do Botafogo-SP. Depois de Pelé, o recordista com 8 gols em 1964, o Doutor detém a melhor marca. Já Raí marcou 5 gols em 1992, quando estava no auge no tricolor.

Confira a lista dos jogadores que já marcaram 5 ou mais gols na história do Campeonato Paulista, desde 1902:

.

.

.

.

.


.

….

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 31 de março de 2011 Artilheiros, Copa Libertadores, História | 09:24

Thiago Ribeiro entra para o Top-3 do Cruzeiro em Libertadores

Compartilhe: Twitter

Com o gol anotado ontem, na vitória do Cruzeiro sobre o Guaraní-PAR por 2 x 0, o atacante Thiago Ribeiro chegou a marca de três gols pela Raposa na atual edição da Libertadores. Artilheiro da competição no ano passado, com 8 gols, Thiago soma agora 11 gols pelo Cruzeiro e está na lista dos três maiores artilheiros do clube na história do torneio Sul-Americano.

Com 11 gols, Thiago Ribeiro está empatado com Nelinho e Kléber e apenas a um gol de igualar Jairzinho, que marcou 12 gols só na edição de 1976, quando a Raposa faturou seu primeiro caneco da Libertadores. O recordista segue sendo Palhinha, que também participou da campanha vitoriosa de 1976. O atacante marcou 20 gols, sendo 7 em 1975 e 13 em 1976, quando, inclusive, foi artilheiro da Libertadores.

Além de Thiago Ribeiro e Palhinha, o Cruzeiro conseguiu também fazer o artilheiro da Libertadores em 2008, quando Marcelo Moreno marcou 8 gols, assim como o paraguaio Salvador Cabañas, do América-MEX.

Vice-campeão da Libertadores em 2006, pelo São Paulo, Thiago Ribeiro fez um gol pelo São Paulo naquela edição. Assim, com os seus 11 gols, soma 12 gols na história da Libertadores.

Na vitória de ontem, dois jogadores também marcaram história pelo Cruzeiro. O goleiro Fábio e o volante Marquinhos Paraná se tornaram os recordistas de jogos pela Raposa na história da Taça Libertadores. Com 41 jogos, os dois superaram o goleiro Raul, que fez 40 jogos nas Libertadores de 1967, 1975, 1976 e 1977.

Já classificado para as oitavas de final, o Cruzeiro tem hoje o melhor ataque da competição (17 gols) e a melhor defesa (apenas 1 gol sofrido). Para perder o primeiro lugar do Grupo 7, o time mineiro teria que levar uma goleada histórica de 8 gols de diferença do Estudiantes no último jogo, na Argentina.

Confira abaixo a lista dos maiores artilheiros dos clubes brasileiros em Libertadores e também a lista dos maiores artilheiros na história da competição:

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

A curiosidade da lista abaixo é que o uruguaio Hernán Rodrigo López, do Estudiantes, marcou três gols na edição de 2011 e entrou para a lista dos maiores goleadores.

.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 30 de março de 2011 Artilheiros, Estatísticas, Futebol Europeu, História, Seleção Brasileira | 12:58

Grandes artilheiros em ação nas principais seleções

Compartilhe: Twitter

Os últimos dias foram marcados por jogos das Eliminatórias da Europa 2012 e muitos amistosos pelo mundo. Nessas partidas, alguns grandes artilheiros estiveram presentes e deixaram suas marcas. O atacante David Villa, com os dois gols que marcou no sábado, contra a República Tcheca, chegou a marca de 46 pele Seleção Espanhola, isolando-se como o maior artilheiro da história da Fúria. Raúl, o segundo colocado, tem 44 gols.

Outro grande artilheiro em ação é Miroslav Klose. Também no sábado, o segundo maior artilheiro das Copas do Mundo marcou duas vezes contra o Cazaquistão, chegando a marca de 61 gols pela Seleção Alemã. Klose está a apenas 7 gols de igualar o grande goleador Gerd Müller, autor de 68 em somente 62 jogos (incrível média de 1,09 por partida).

No Uruguai, o atacante Diego Forlán está a apenas dois gols de se igualar a Héctor Scarone como o maior artilheiro da Celeste. Loco Abreu, com 26, está apenas três atrás de Forlán.

Na Holanda, Dirk Kuyt e Van Persie, com 21 gols cada (anotaram nos jogos recentes contra a Hungria), estão próximos entrar para a lista dos 10 maiores artilheiros da Seleção Holandesa. O craque Marco Van Basten, é o décimo com 24 gols. Na Argentina, Messi, com 16 gols, está a três gols de entrar na lista dos 10 mais.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Já na lista dos jogadores que mais atuaram pelas grandes seleções, alguns craques em atividade também vêm fazendo história. Na Espanha, Xavi superou a marca dos 100 jogos e está a apenas um de igualar Raúl, o jogador de linha com mais jogos. Já o goleiro Casillas está bem próximo de se tornar o número um em participações na Seleção Espanhola em breve. Faltam apenas 7 jogos para igualar Zubizarreta.

Na Alemanha, Klose é também o segundo jogador com mais participações, ao lado de Klinsmann. Para chegar ao primeiro colocado, Lothar Matthäus, falta muito (42 jogos).

Na Seleção Brasileira, o zagueiro Lúcio voltou a ser o capitão do time na vitória contra a Escócia e chegou a marca de 96 jogos. Falta apenas um jogo para igualar Ronaldo. Já na Argentina, Javier Zanetti é disparado o jogador com mais participações, com 140 jogos. Mascherano, com 68 jogos, está próximo de chegar a lista dos 10 mais.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:07

Totti e os maiores artilheiros em Campeonatos Nacionais

Compartilhe: Twitter

O atacante Francesco Totti, da Roma, superou a marca de 200 gols pelo Campeonato Italiano. Aos 34 anos, o jogador, que defende a Roma desde 1992, seu único clube, marcou duas vezes, ontem, no empate contra a Fiorentina (2 x 2). Dessa forma, chegou a marca de 201 gols na história da Séria A. Maior artilheiro em atividade, Totti está perto de alcançar Roberto Baggio na lista dos principais goleadores da história do Campeonato Italiano. Baggio, o quinto da lista, marcou 206 gols até hoje.

.

Na Itália, o brasileiro Mazzola, conhecido por lá como José Altafini, está entre os maiores artilheiros com 216 gols. Além dele, outros três brasileiros já superaram a marca dos 100 gols na Série A: Luis Vinício (155 gols entre 1955 e 1968); Dino da Costa (108 gols entre 1955 e 1966); e Sérgio Clerice (103 gols entre 1960 e 1978).

Entre os principais campeonatos nacionais da Europa (Itália, Alemanha, Espanha, Inglaterra, França e Portugal), Mazzola é o único brasileiro que aparece na lista dos dez maiores. Com mais de 100 gols, além desses do Campeonato Italiano, temos mais brasileiros. Na Alemanha, aparecem Élber (133 gols entre 1994 e 2005) e Aílton (106 gols entre 1997 e 2006). Na Espanha, figuram Ronaldo (117 gols entre 1996 e 2006); Waldo (115 gols entre 1961 e 1970); e Rivaldo (107 gols entre 1996 e 2002). Já em Portugal, os brasileiros que marcaram mais de 100 gols foram Jardel (185 gols entre 1996 e 2006); Liédson (116 gols entre 2003 e 2011); Edmílson (112 gols entre 1988 e 2001); e Gaúcho (103 gols entre 1996 e 2008).

Confira a lista dos 10 maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais da Europa:


xxx

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu, História | 11:56

Curiosidades e estatísticas dos finalistas da Champions League

Compartilhe: Twitter

A Uefa irá sortear amanhã de manhã os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Dos oito finalistas, apenas o Shakhtar Donestk, da Ucrânia, nunca chegou nessa fase da competição. Chelsea, Tottenham e Schalke 04 brigam pelo título inédito. Já a Internazionale, atual campeã, luta pelo bicampeonato, algo que não acontece desde 1990, quando o rival Milan conquistou o bi.

O Real Madrid, que ontem eliminou o Lyon, é o maior campeão com 9 títulos e também o que mais vezes chegou nas quartas de final na história da competição (28 vezes contra 17 do Manchester United, 15 do Barcelona, 12 da Inter, 7 do Chelsea, 3 do Schalke e 2 do Tottenham). A classificação do time do técnico José Mourinho foi a primeira para as quartas desde 2004. De 2005 para cá, o time só morreu nas oitavas de final. O treinador português, aliás, segue com uma aproveitamento incrível como mandante com o Real Madrid nessa temporada. Em 30 jogos, venceu todos (incluindo jogos do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei), com 75 gols marcados e apenas 8 sofridos.

Já o Manchester United, tem como grande estrela o técnico Alex Ferguson. O escocês, no comando do clube inglês desde 1986, alcançou sua 100ª vitória na história da Liga dos Campeões ao bater na última terça-feira o Olympique de Marselha. Recordista de jogos e vitórias na competição, Ferguson detém o recorde 12 participações nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Confira abaixo o retrospecto histórico dos oito finalista da Champions League:

Dos oito clubes finalistas, o ucraniano Shakhtar Donestk é o que mais conta com brasileiros no elenco. São sete, curiosamente todos meias e atacantes. Confira abaixo o quem tem mais brazucas do elenco entre os oito finalista da Champions League:

xx

Estreante nas quartas de final,o Shakthar vem também com a melhor campanha entre os oito finalistas. Até agora, em 8 jogos, foram 7 vitórias e apenas uma derrota (1 x 5 para o Arsenal). Já Real Madrid e Manchester United seguem como os únicos invictos da competição. O Real Madrid, com 19 gols, tem o melhor ataque até aqui, ao lado do Tottenham. Porém, os ingleses fizeram dois jogos a mais, já que disputaram a fase preliminar. O Manchester, com apenas dois gols sofridos, tem a melhor defesa. Confira abaixo o desempenho das equipes nessa Champions League:

.

.

.

.

.

Comandado pelo argentino Lionel Messi, o Barcelona, grande favorito ao título, tem o elenco mais caro dessa Liga dos Campeões, avaliado em mais de 470 milhões de euros. Já a campeã Internazionale chega para as quartas de final com o elenco de maior média de idade. Confira abaixo os elencos mais caros e as maiores médias de idade das equipes dessa Champions League:

Competição que leva mais de 40 mil pessoas em média aos estádios, a Liga dos Campeões está bem representada nessa fase de quartas de final com equipes que costumam encher os estádios. Curiosamente, a campeã Inter é a equipe com a menor média de ocupação dos estádios até agora. Veja abaixo as médias de público e quem mais enche o estádio entre os oito finalistas:

Artilheiro da Liga dos Campeões em 2009, com 9 gols, e em 2010, com 8 gols, Lionel Messi é um dos principais artilheiros dessa Liga dos Campeões, com 8 gols, ao lado do ex-companheiro Samuel Eto’o. Caso termine como artilheiro, Messi irá igualar os recordes de Gerd Müller (1973/74/75) e Jean-Pierre Papin (1990/91/92), os únicos que conseguiram ser artilheiros três vezes consecutivas da competição. Veja abaixo os princiais artilheiros dos oito finalistas dessa Liga dos Campeões:

.

.

.

.

.

Apenas amanhã conheceremos os confrontos das quartas de final. Alguns deles, no entanto, poderão ser inéditos na história da competição. O Barcelona é o clube que mais enfrentou adversários classificados para as quartas. Dos sete, o time espanhol já jogou contra seis deles. Confira abaixo o resumo dos confrontos diretos entre os oito finalistas:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 3 de março de 2011 Artilheiros, Copa do Brasil, Estatísticas, História | 09:43

Adriano Michael Jackson e Galo se aproximaram de recordes

Compartilhe: Twitter

Palmeiras e Atlético-MG avançaram para a segunda fase da Copa do Brasil, ontem, com goleadas sobre Comercial-PI e IAPE-MA, respectivamente. No Pacaembu, a grande estrela da noite foi o atacante Adriano Michael Jackson. Autor de 4 gols, o jogador – que já havia feito um no jogo de ida -, é agora o artilheiro da competição com 5 gols. Se tivesse feito mais um golzinho ontem, Adriano poderia ter alcançado um recorde na Copa do Brasil. Desde 1989, apenas três jogadores conseguiram anotar 5 gols em um único jogo na história da competição. De qualquer forma, Adriano igualou a marca de Viola, o recordista de gols em um só jogo da Copa do Brasil pelo Palmeiras.

Confira a lista dos jogadores que mais marcaram gols em um só jogo da Copa do Brasil:

5 gols

Gérson (Atlético-MG)
28/2/1991
Atlético-MG 11 x 0 Caiçara-PI

Viola (Santos)
10/3/1999
Santos 6 x 0 Sinop-MT

Obina (Atlético-MG)
24/2/2010
Juventus-AC 0 x 7 Atlético-MG

Neymar (Santos)
14/4/2010
Santos 8 x 1 Guarani

4 gols

Gilson (Grêmio)
24/3/1993
Grêmio 5 x 2 Sorriso-MT

Daniel (Internacional)
2/4/1993
Ji-Paraná-RO 0 x 6 Internacional

Rudnei (Internacional)
6/4/1993
Internacional 9 x 1 Ji-Paraná-RO

Paulo Rink (Atlético-PR)
20/2/1997
CSA 2 x 6 Atlético-PR

Viola (Palmeiras)
15/4/1997
Ceará 2 x 5 Palmeiras

Romário (Flamengo)
9/4/1998
Flamengo 5 x 2 Vitória

Flávio (Juventude)
7/4/1999
Juventude 6 x 0 Fluminense

Washington (Ponte Preta)
21/3/2001
Ponte Preta 8 x 1 Castanhal-PA

Zé Carlos (Guarani)
22/3/2001
Guarani 4 x 1 Caxias-RS

Washington (Ponte Preta)
23/5/2001
Ponte Preta 5 x 2 Fortaleza

Gil Baiano (Brasiliense)
6/4/2002
Brasiliense 4 x 1 Confiança-SE

Luís Fabiano (São Paulo)
12/3/2003
São Paulo 6 x 0 São Raimundo-AM

Fred (Cruzeiro)
16/2/2005
Sergipe 0 x 7 Cruzeiro

Perea (Grêmio)
27/2/2008
Grêmio 6 x 0 Grêmio Jaciara-MT

Rafael Moura (Goiás)
31/3/2010
Goiás 7 x 0 São José-AP

Adriano (Palmeiras)
2/3/2011
Palmeiras 5 x 1 Comercial-MT
.
.

Já o Atlético-MG aplicou a maior goleada nessa edição da Copa do Brasil, ao bater o IAPE por 8 x 1, na Arena Jacaré. Dessa forma, o Galo manteve sua posição de ser o clube com o maior número de gols na história da Copa do Brasil. Até hoje, foram 259 gols em 122 partidas. O Vasco e Flamengo, com 246 gols, vêm na sequência. A goleada de 8 x 1 do Atlético-MG entrou para a lista das maiores da história da competição. O próprio Atlético-MG, aliás, é o recordista, com o 11 x 0 aplicado em 1991.

Veja a lista das maiores goleadas na história da Copa do Brasil e mais abaixo as goleadas que o Galo já deu na competição:

4/3/1991 – Atlético-MG 11 x 0 Caiçara-PI
28/3/2001 – São Paulo 10 x 0 Botafogo-PB
10/3/2010 – Santos 10 x 0 Naviraiense-MS
24/3/1993 – Internacional 9 x 1 Ji-Paraná-RO
28/4/1995 – Flamengo 8 x 0 Kaburé-TO
5/3/1996 – Sergipe-SE 0 x 8 Palmeiras
4/3/1997 – Portuguesa 8 x 0 Kaburé-TO
10/2/1998 – Vasco 8 x 0 Picos-PI
15/3/2000 – Interporto-TO 0 x 8 Bahia
21/3/2001 – Castanhal-PA 1 x 8 Ponte Preta
2/5/2001 – Flamengo-PI 1 x 8 Corinthians
14/4/2010 – Santos 8 x 1 Guarani
2/3/2011 – Atlético-MG 8 x 1 IAPE-MA

22/7/1989 – Atlético-MG 7 x 0 América-RN
27/2/2008 – Palmas-TO 0 x 7 Atlético-MG
26/2/1998 – Alvorada-TO 0 x 7 Atlético-MG
10/3/2010 – Juventus-AC 0 x 7 Atlético-MG
1/4/2010 – Atlético-MG 6 x 0 Chapecoense-SC
2/3/2005 – Atlético-MG 6 x 0 Estrela do Norte-ES
21/3/2001 – Operário-MS 0 x 6 Atlético-MG
18/2/2009 – Itabaiana-SE 0 x 5 Atlético-MG
27/6/1990 – Atlético-MG 5 x 0 Vila Nova-GO
3/3/2004 – Atlético-MG 5 x 1 Catuense-BA
10/2/1998 – Atlético-MG 5 x 1 Avaí
19/4/2003 – Atlético-MG 4 x 0 CSA
26/3/2003 – Atlético-MG 4 x 0 Caldense-MG
.

.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última