Publicidade

Arquivo da Categoria Copa Sul-Americana

quinta-feira, 27 de outubro de 2011 Copa Sul-Americana, Estatísticas, História | 11:07

Com reservas, Vasco faz história na Copa Sul-Americana

Compartilhe: Twitter

A goleada do Vasco, ontem, por 8 x 3, sobre o Aurora-BOL, pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana entrou para a história do clube carioca. Mesmo atuando com um time repleto de reservas, o Vasco registrou sua maior vitória em torneios sul-americanos. Além disso, passou para as quartas-de-final da competição, sendo o único representante brasileiro na competição e ainda com chances reais de chegar mais um título na temporada.

Campeão da Copa do Brasil e líder do Brasileirão, o Vasco tinha como maior goleada em sua história por torneios da América do Sul um 5 x 1 sobre o Cerro Porteño-PAR, pela extinta Copa Mercosul. Naquele jogo, Viola, Paulo César, Paulo Miranda e Ramon, duas vezes, marcaram para o Vasco. Confira as maiores goleadas do Vasco em torneios sul-americanos oficiais:

05/10/1999 – Vasco 5 x 1 Cerro Porteño-PAR (Copa Mercosul)
25/02/1948 – Vasco 4 x 0 Municipal-PER (Copa dos Campeões Sul-Americanos)
27/04/1980 – Vasco 4 x 0 Deportivo Galícia-VEN (Copa Libertadores)
02/10/1996 – Vasco 4 x 0 Tolima-COL (Copa Conmebol)
18/02/1948 – Vasco 4 x 1 Nacional-URU (Copa dos Campeões Sul-Americanos)
22/11/2000 – Vasco 4 x 1 River Plate-ARG (Copa Mercosul)
12/04/2001 – Vasco 4 x 1 América de Cáli-COL (Copa Libertadores)

A goleada do Vasco foi também a maior dessa Copa Sul-Americana e também de um clube brasileiro no torneio, mas não foi a maior na história da competição. O recorde, desde 2002, é do Defensor, do Uruguai, que enfiou um 9 x 0 no Sport Huancayo, do Peru, no ano passado.

Veja a lista das maiores goleadas da história da Copa Sul-Americana:
16/9/2010        Defensor (URU) 9 x 0 Sport Huancayo (PER)
19/11/2009      LDU Quito (EQU) 7 x 0 River Plate (URU)
27/10/2011      Vasco (BRA) 8 x 3 Aurora (BOL)
20/8/2003        San Lorenzo (ARG) 6 x 0 Deportivo ItalChacao (VEN)
6/10/2010        Newell’s Old Boys (ARG) 6 x 0 San José (BOL)
10/10/2006      Colo Colo (CHI) 7 x 2 Alajuelense (CRC)
19/10/2010      LDU Quito (EQU) 6 x 1 Unión San Felipe (CHI)
31/8/2004        Cienciano (PER) 6 x 1 Carabobo (VEN)
30/8/2005        Universidad Católica (CHI) 5 x 0 Alianza Atlético (PER)

Na soma dos dois jogos, o Vasco terminou com um 9 x 6 sobre o Aurora (havia perdido na Bolívia por 3 x 1). Assim, o confronto registrou 15 gols em apenas duas partidas. Um recorde na história do torneio. Anteriormente, a maior marca havia sido a da 13 gols em dois jogos. Em 2006, o Colo Colo-CHI bateu a Alajualense, da Costa Rica, por 4 x 0, fora de casa, e ganhou na volta por 7 x 2. Naquele ano, o Colo Colo era comandado por Claudio Borghi (atual técnico da Seleção Chilena), e contava com grande jogadores, como Alexis Sánchez (que está no Barcelona-ESP), Matías Fernández (Sporting-POR), Arturo Vidal (Juventus-ITA) e Humberto Suazo (Monterrey-MEX).
Na história dos torneios sul-americanos, a goleada de 8 x 3, do Vasco, também não é a maior de um time brasileiro. O recorde pertence ao Santos, que em 1962 goleou o Cerro Porteño-PAR por 9 x 1. Na Libertadores, a maior goleada geral, no entanto, é do Peñarol, que em 1961 ganhou do Valencia-VEN por 11 x 2.
Essa goleada de 8 x 3 não é a maior do Vasco na temporada de 2011. No início do ano, o clube ganhou do América-RJ por 9 x 0 pelo Campeonato Carioca, no dia 12 de fevereiro.
Outra curiosidade é que o meia Juninho Pernambucano marcou mais um gol pelo Vasco em torneio Sul-Americano. O jogador, que já havia feito gol pela Copa Libertadores, Copa Mercosul e Supercopa Libertadores, marcou em mais um torneio oficial pelo Vasco, feito jamais alcançado por outro atleta do clube.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 10 de agosto de 2011 Copa Sul-Americana, História | 09:14

São Paulo busca reverter a sina de fracassar diante dos brasileiros

Compartilhe: Twitter

Nos últimos dez anos, o São Paulo participou de 12 torneios sul-americanos, entre Copa Libertadores e Copa Sul-Americana. Pela principal competição do continente, sagrou-se campeão em 2005, ano em que também levantou o título Mundial. Nas outras 11 edições, porém, o clube saiu derrotado e sucumbindo diante de equipes brasileiras em oito confrontos de mata-mata. As outras três eliminações foram diante do River Plate-ARG, Once Caldas-COL e Millonarios-COL.

Hoje, o Tricolor do Morumbi inicia sua trajetória na Copa Sul-Americana diante do Ceará, outro rival brasileiro em torneios sul-americanos. Longe da Copa Libertadores depois de sete anos seguidos de participações, o São Paulo quer aproveitar o curto caminho da Sul-Americana para garantir sua volta à Libertadores em 2012. Para isso, porém, deverá superar essa sina recente de cair diante de clubes brasileiros em torneios da América do Sul. Se passar pelo Ceará, o São Paulo irá para as oitavas-de-final, mas só voltará a enfrentar outra equipe brasileira na semifinal ou na final.

Confira abaixo as últimas eliminações do São Paulo em torneios sul-americanos:
2010 – Copa Libertadores – Eliminado pelo Internacional na semifinal
2009 – Copa Libertadores – Eliminado pelo Cruzeiro nas quartas-de-final
2008 – Copa Libertadores – Eliminado pelo Fluminense nas quartas-de-final
2008 – Copa Sul-Americana – Eliminado pelo Atlético-PR na segunda fase
2007 – Copa Libertadores – Eliminado pelo Grêmio nas oitavas-de-final
2007 – Copa Sul-Americana – Eliminado pelo Millonarios-COL nas quartas-de-final
2006 – Copa Libertadores – Perdeu para o Internacional na final
2005 – Copa Libertadores – Campeão, bateu o Atlético-PR na final
2005 – Copa Sul-Americana – Eliminado pelo Internacional na primeira fase
2004 – Copa Libertadores – Eliminado pelo Once Caldas-COL na semifinal
2004 – Copa Sul-Americana – Eliminado pelo Santos na segunda fase
2003 – Copa Sul-Americana – Eliminado pelo River Plate-ARG na semifinal

Autor: Tags: ,

domingo, 21 de novembro de 2010 Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores, Copa Sul-Americana | 22:11

Flu, Corinthians, Cruzeiro e os garantidos na Libertadores 2011

Compartilhe: Twitter

Após o término da 36ª rodada, três clubes pretendentes ao título Brasileiro, Fluminense, Corinthians e Cruzeiro, garantiram matematicamente suas vagas para a Copa Libertadores de 2011.

Além de Fluminense , Corinthians e Cruzeiro, o futebol brasileiro será representado na competição sul-americana por Internacional (atual campeão da Libertadores) e Santos (campeão da Copa do Brasil). Palmeiras ou Goiás, se vencerem a Copa Sul-Americana, também poderão ir para a Libertadores. Vale lembrar que se a LDU Quito (que está praticamente garantida pelo Campeonato Equatoriano) vencer a Copa Sul-Americana, ficará com a vaga da Libertadores pelo título sul-americano. Dessa forma, abre uma vaga para o quarto colocado no Campeonato Equatoriano.

Se Palmeiras ou Goiás não conquistarem a Copa Sul-Americana, o quarto colocado do Brasileirão ainda tem uma chance de ir para o torneio. Nessa briga pela quarta vaga, estão ainda Grêmio (57 pontos), Atlético-PR (56) e Botafogo (56). O São Paulo, goleada hoje pelo Flu, deu adeus à chance de voltar na Libertadores.

Veja abaixo quem já está na Copa Libertadores de 2011. Das 38 vagas, 23 já estão preenchidas. Confira:

ARGENTINA (5 vagas)
Classificados: Argentinos Juniors, campeão do Torneio Clausura 2010, e Estudiantes, pela soma de pontos.
Quem deve ir: Vélez Sarsfield, Godoy Cruz e Newell’s Old Boys. Banfield, Racing e Independiente (pela Copa Sul-Americana), correm por fora. River Plate e Boca Juniors estão fora da briga por uma vaga.

BOLÍVIA (3 vagas)
Classificados: Jorge Wilstermann, campeão do Torneio Apertura 2010, e Oriente Petrolero (pelo Torneio Clausura).
Quem deve ir: O Bolívar está bem próximo. San José e Aurora seguem na briga.

BRASIL (6 vagas)
Classificados: Internacional (campeão da Libertadores), Santos (campeão da Copa do Brasil), Fluminense, Corinthians e Cruzeiro (pelo Campeonato Brasileiro).
Quem deve ir: Grêmio, Atlético-PR e Botafogo brigam pela quarta vaga do Brasileirão. Mas se Palmeiras ou Goiás ganharem a Copa Sul-Americana, a quarta vaga deixa de existir.

CHILE (3 vagas)
Classificados: Universidad Católica e Colo Colo (pelo Campeonato Chileno).
Quem deve ir: Audax Italiano, Universidad de Chile, Unión Española e Huachipato são hoje os classificados para a Liguilla, torneio que define a última vaga.

COLÔMBIA (3 vagas)
Classificados:
Atlético Junior, campeão do Apertura 2010.
Quem deve ir: Deportivo Tolima (pela soma de pontos) e o campeão do Torneio Clausura (oito times estão na disputa, entre eles o Once Caldas e o América de Cali).

EQUADOR (3 vagas)
Classificados: Nenhum.
Quem deve ir: LDU Quito e Emelec estão quase lá. Deportivo Quito e Deportivo Cuenca estão bem na disputa. Se a LDU Quito ganhar a Copa Sul-Americana, o quarto colocado do Campeonato Equatoriano vai para a Libertadores.

PARAGUAI (3 vagas)
Classificados: Guaraní (campeão do Apertura 2010) e Cerro Porteño (pela soma de pontos).
Quem deve ir: Libertad (que lidera o Clausura 2010).

PERU (3 vagas)
Classificados: Universidad San Martín (pela soma de pontos já está garantido).
Quem deve ir: León de Huánuco, Alianza Lima, Universitário e Juan Aurich brigam pelas outras duas vagas.

URUGUAI (3 vagas)
Classificados: Peñarol (campeão uruguaio de 2010), Nacional (vice) e Liverpool (pela soma de pontos).

VENEZUELA (3 vagas)
Classificados: Caracas (campeão venezuelano de 2010), Deportivo Táchira (vice) e Deportivo Petare (pela soma de pontos).

MÉXICO (3 vagas)
Classificados: América (melhor time da primeira fase do Apertura 2010), San Luís (segunda melhor campanha) e Jaguares (terceira melhor campanha).

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 11 de novembro de 2010 Copa Sul-Americana | 13:01

O Palmeiras e os brasileiros em semifinais da Sul-Americana

Compartilhe: Twitter

Depois de passar pelos reservas do Atlético-MG, o Palmeiras garantiu vaga pela primeira vez na semifinal da Copa Sul-Americana. O time de Felipão, que havia participado da competição duas vezes (em 2003, quando foi eliminado na primeira fase, e em 2008, quando chegou às quartas), segue firme rumo ao título internacional, tão almejado após a fraca campanha no Campeonato Brasileiro.

Chegar à semifinal da Copa Sul-Americana não é uma façanha inédita, mas rara entre os clubes brasileiros na história da competição continental. Realizada desde 2002, a Sul-Americana passou a contar com equipes brasileiras somente na edição seguinte, em 2003. Desde então, apenas quatro clubes chegaram à semifinal.

Em 2003, o São Paulo, com o ataque formado por Kleber e Luís Fabiano, acabou eliminado pelo River Plate-ARG, nos pênaltis, aqui no Morumbi. Em 2004, o Internacional caiu diante do Boca Juniors-ARG (4 x 2 em Buenos Aires e 0 x 0 em Porto Alegre). Em 2005 e 2007, nenhum brasileiro chegou entre os quatro primeiros. Já em 2006, o Atlético-PR, ainda embalado pelo vice da Libertadores do ano anterior, chegou à semifinal, mas acabou eliminado pelo Pachuca-MEX, com duas derrotas.

Em 2008, o Internacional voltou a disputar a semifinal e bateu o Chivas Guadalajara-MEX (2 x 0 e  4 x 0). Dessa forma, tornou-se o primeiro brasileiro a chegar na decisão da Copa Sul-Americana. Posteriormente, após bater o Estudiantes-ARG, o Colorado sagrou-se o primeiro clube do Brasil a conquistar o segundo principal torneio de clubes da América do Sul. Já no ano passado, em 2009, quem chegou à semifinal da Copa Sul-Americana e também avançou à final foi o Fluminense, que bateu o Cerro Porteño-PAR. O tricolor das Laranjeiras, porém, perdeu o título para a LDU Quito-EQU, assim como na final da Copa Libertadores de 2008.

Hoje, o vencedor do confronto entre Avaí e Goiás será o outro clube brasileiro irá integrar esse seleto grupo de semifinalistas em Sul-Americana. Entre 2003 e 2010, 22 clubes brasileiros já disputaram o torneio. Veja, até agora, o ranking dos brasileiros na competição:

P. Clube PG J V E D GP GC Part. Última Melhor colocação
Internacional 52 30 13 13 4 40 26 5 2009 Campeão (2008)
Fluminense 39 24 10 9 5 33 26 4 2009 Vice (2009)
São Paulo 30 22 7 9 6 28 22 5 2008 Semifinal (2003)
Santos 30 22 8 6 8 26 25 5 2010 Quartas (2003 e 2004)
Botafogo 28 18 8 4 6 31 26 4 2009 Quartas (2008 e 2009)
Goiás 23 19 5 8 6 28 27 5 2010 Quartas (2010)
Atlético-PR 20 16 5 5 6 23 25 4 2009 Semifinal (2006)
Palmeiras 20 14 6 2 6 15 14 3 2010 Semifinal (2010)
Cruzeiro 20 14 6 2 6 15 17 5 2007 Oitavas (2004 e 2005)
10º Vasco 16 12 5 1 6 16 17 4 2008 Quartas (2007)
11º Corinthians 16 14 4 4 6 14 20 4 2007 Quartas (2005)
12º Atlético-MG 14 8 3 5 6 14 20 5 2010 Quartas (2010)
13º São Caetano 11 8 2 5 1 11 8 2 2004 Oitavas (2003)
14º Avaí 7 5 2 1 2 8 6 1 2010 Quartas (2010)
15º Grêmio 7 8 1 4 3 7 14 3 2010 1ª Fase (2003, 08 e 10)
16º Vitória 7 6 2 1 3 9 7 2 2010 1ª Fase (2009 e 2010)
17º Figueirense 4 4 0 4 0 5 6 2 2007 1ª Fase (2004 e 2007)
18º Coritiba 4 4 1 1 2 5 6 2 2009 1ª Fase (2004 e 2009)
19º Flamengo 4 6 0 4 2 4 9 3 2009 1ª Fase (2003, 04 e 09)
20º Juventude 3 2 1 0 1 3 3 1 2005 1ª Fase (2005)
21º Paraná 3 4 1 0 3 3 8 2 2006 1ª Fase (2004 e 2006)
22º Prudente 1 2 0 1 1 0 1 1 2010 1ª Fase (2010)

.

Autor: Tags: , , , , ,