Publicidade

Arquivo da Categoria Escudos

terça-feira, 9 de junho de 2009 Escudos, Técnicos | 19:59

Conheça o Bunyodkor, o novo clube de Felipão no Uzbequistão

Compartilhe: Twitter

Aos 60 anos, o técnico Luiz Felipe Scolari decidiu aceitar um novo desafio: dirigir o novo e desconhecido Bunyodkor, do Uzbequistão, ex-país da União Soviética, sem grande expressão no futebol mundial. Há quem diga que a proposta irrecusável foi de 13,5 milhões de euros por 18 meses de contrato. Sendo seis meses adiantados. Faz sentido. Felipão, que recentemente dirigiu a seleção portuguesa e o Chelsea-ING, já planeja voltar ao Brasil em 2010 ou 2011 para encerrar a carreira vitoriosa. Nada mais justo que faturar tanto em tão pouco tempo.

A partir do dia 1º de julho, o Bunyodkor será o 15º clube de Scolari como técnico. Desde 1982, quando assumiu o CSA, de Alagoas, Felipão já dirigiu mais oito clubes no Brasil: Juventude, Brasil de Pelotas-RS, Pelotas-RS, Grêmio, Goiás, Criciúma, Palmeiras e Cruzeiro. Na Arábia Saudita, treinou o Al Shabab e o Al Ahli. No Kuwait, foi técnico do Al Qadsia. No Japão, comandou o Jubilo Iwata-JAP. Ná última temporada, dirigiu o Chelsea-ING. Felipão foi ainda treinador de três seleções (Kuwait, Brasil e Portugal).

Em mais de 25 anos como técnico, Felipão conquistou 16 títulos. Entre os mais importantes, a Copa do Mundo com a Seleção Brasileira (2002), as Copas Libertadores (1995 e 1999) e o Brasileiro (1996). Agora, Felipão tem a chance de conquistar ainda mais. Seu novo clube, é o atual líder no Uzbequistão com 10 vitórias em 10 jogos. Na Copa nacional, está nas quartas-de-final. Já na Liga dos Campeões da Ásia, que dá vaga ao próximo Mundial de Clubes, o Bunyodkor também está nas quartas-de-final.

Clube fundado no dia 6 de julho de 2005, o Bunyodkor Football Club é da capital do Uzbequistão, Tashkent, que tem uma população de pouco mais de 2 milhões de habitantes. Em quase 4 anos de vida, o Bunyodkor é bancado por empresário do setor petrolífero e tem como grande destaque o brasileiro Rivaldo, de 37 anos. Na equipe, jogam ainda os brasileiros Luizão (zagueiro, ex-Vasco em 2008), Edson Ramos (zagueiro, ex-Mogi Mirim) e João Victor (volante, ex-São Caetano). Outro conhecido é o atacante chileno Villanueva, que também esteve na campanha do rebaixamento vascaíno no ano passado. Já o destaque, ao lado de Rivaldo, e o meia uzquebe Server Djeparov, considerado o melhor jogador da Ásia em 2008.

O Bunyodkor joga hoje no pequeno estádio JAR para 10.000. No site oficial, o clube diz que há um projeto em andamento de construção de um novo estádio, para 35 000 pessoas, orçado em 150 milhões de dólares.

Felipão será o sexto técnico da história do clube. Antes dele, o mais relevante foi o brasileiro Zico, que levou o time à semifinal da Liga dos Campeões da Ásia.

A carreira de Felipão
1982 – CSA (AL)
1983 – Juventude (RS)
1983 – Brasil de Pelotas (RS)
1984/85 – Al Shabab (ARA)
1986 – Pelotas (RS)
1986/87 – Juventude (RS)
1987 – Grêmio (RS)
1988 – Goiás (GO)
1988/90 -Al Qadsia (KUW)
1990 – Seleção do Kuwait
1991 – Criciúma (SC)
1991 – Ah Ahli (ARA)
1992 – Al Qadsia (KUW)
1993/96 – Grêmio (RS)
1997 – Júbilo Iwata (JAP)
1997/00 – Palmeiras (SP)
2000/01 – Cruzeiro (MG)
2001/02 – Seleção Brasileira
2003/08 – Seleção Portuguesa
2008/09 – Chelsea (ING)
2009 – Bunyodkor

Os títulos de Felipão
1987 – Campeonato Gaúcho – Grêmio
1990 – Copa do Kuwait – Al Qadsia
1990 – Copa do Golfo – Kuwait
1991 – Copa do Brasil – Criciúma
1994 – Copa do Brasil – Grêmio
1995 – Campeonato Gaúcho – Grêmio
1995 – Copa Libertadores – Grêmio
1996 – Campeonato Gaúcho – Grêmio
1996 – Recopa Sulamericana – Grêmio
1996 – Campeonato Brasileiro – Grêmio
1998 – Copa do Brasil – Palmeiras
1998 – Copa Mercosul – Palmeiras
1999 – Copa Libertadores – Palmeiras
2000 – Torneio Rio-S.Paulo – Palmeiras
2001 – Copa Sul Minas – Cruzeiro
2002 – Copa do Mundo – Brasil

Autor: Tags: ,