Publicidade

Arquivo da Categoria Goleiros

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 Goleiros | 19:14

O São Paulo sem Rogério Ceni

Compartilhe: Twitter

Maior ídolo são-paulino dos últimos 15 anos, o goleiro Rogério Ceni terá mesmo que operar o ombro e poderá ficar até seis meses longe dos gramados. Aos 39 anos, o goleiro deverá passar seu maior período afastado do time desde que virou titular, no início de 1997. Desde então, sua lesão mais grave ocorreu em 2009, quando fraturou o tornozelo esquerdo e passou quatro meses sem jogar pelo Tricolor.

Jogador com mais partidas pela história do clube (1016 jogos), Ceni verá um reserva tomar sua posição pela primeira vez em um semestre inteiro nos últimos 15 anos. A torcida são-paulina, acostumada a ver seu capitão e camisa 1 no gol da equipe desde 1997, terá agora que se acostumar com a nova realidade. Afinal, Ceni está próximo do final de sua brilhante carreira e sua volta será uma incógnita, tanto fisicamente, quanto tecnicamente.

Desde 1997, além de Ceni, passaram apenas oito goleiros pelo meta são-paulina. De todos esses, nenhum conseguiu fazer sombra ao goleiro recordista de gols na história do futebol. Alguns até sofreram muito quando precisaram substituir Rogério Ceni. Em 1998, Roger participou da goleada sofrida por 7 x 2 para a Portuguesa, no Brasileirão. No ano seguinte, foi a vez de Paulo Sérgio perder sua chance de continuar no clube após a goleada sofrida por 4 x 1 para o Atlético-PR. Mas o pior, talvez, tenha sido Alencar. Em 2000, jogou na derrota do São Paulo por 4 x 2 diante do San Lorenzo, na Mercosul, depois na goleada de 5 x 1 para o Vitória, no Brasileiro.  Porém, sua pior atuação foi no 7 x 1 contra o Vasco, quando entrou na partida aos 8 minutos do primeiro tempo, após Ceni ter sido expulso. Recentemente, Bosco figurou por muito tempo no banco. Quando entrava, não comprometia muito. Mas sua imagem ficou arranhada na semifinal do Paulista de 2009, quando levou um gol de Ronaldo.

A bola da vez agora será o goleiro Denis, no clube desde 2009. Apesar de participar da eliminação do Tricolor na Libertadores de 2009, o goleiro não ficou marcado por atuações ruins, como seus antecessores. Há rumores de quem um novo goleiro poderá ser contratado (Rafael, ex-Santos e Avaí, talvez).

Relembre aqui os reservas de Rogério Ceni nos últimos 15 anos:

Goleiro Período Jogos Gols sofridos Média
Paulo Sérgio de Rezende 1997/99 5 -10 -2,00
Roger José de Noronha Silva 1997/05 49 -64 -1,31
Francisco de Paulo Alencar Filho 2000/01 5 -18 -3,60
Flávio Roberto Kretzer 2004/05 4 -7 -1,75
Mateus Versolato Júnior 2004 1 0 0,00
João Bosco de Freitas Chaves 2006/09 41 -39 -0,95
Fabiano Ribeiro de Freitas 2007 1 -1 -1,00
Denis César de Matos 2009/12 24 -28 -1,17
Autor: Tags: ,

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012 Goleiros, História, Seleção Brasileira | 11:41

Os números da grandiosa carreira do goleiro Marcos

Compartilhe: Twitter

Um dos maiores goleiros da história do futebol brasileiro, Marcos anunciou sua despedida ontem, após 20 anos de carreira. Goleiro que marcou época com títulos importantes e amor à camisa, Marcos fez história no Palmeiras, desde sua estreia como profissional, em 1992. Pela Seleção Brasileira, apesar de jogar apenas 29 vezes, Marcos deixou seu nome gravado entre os maiores goleiros. Em 2002, o jogador foi titular em todos os sete jogos e figura importantíssima na conquista da Copa do Mundo.  Heroi na conquista da Copa Libertadores de 1999, o goleiro entrou para lista dos 10 jogadores que mais atuaram pelo Palmeiras.

Marcos Roberto Silveira Reis
4/8/1973 (38 anos), nasceu em Oriente (SP)
1,93 m, 93 kg
Carreira: Palmeiras: 1992-2011 (532 jogos, 681 gols sofridos) e Seleção Brasileira: 1999 a 2005 (29 jogos, 24 gols sofridos).
Veja aqui a lista de todos os jogos do goleiro Marcos.
Títulos: Copa do Mundo (2002), Copa das Confederações (2005), Copa América (1999), Copa Libertadores (1999), Copa Mercosul (1998), Copa do Brasil (1998), Copa dos Campeões (2000), Torneio Rio-São Paulo (2000), Campeonato Paulista (1996 e 2008) e Brasileiro da Série B (2003)

Curiosidades: Dos 532 jogos pelo Palmeiras, as competições que mais atuou foram: Brasileiro (202 jogos), Paulistão (132 jogos), Copa Libertadores (57 jogos) e Copa do Brasil (36 jogos). Marcos é o jogador que mais vezes atuou no estádio Parque Antártica, com 212 jogos (Ademir da Guia é o segundo, com 184). 

Jogadores que mais defenderam o Palmeiras:

Jogador Posição Partidas Período
Ademir da Guia Meia 901 1962-1977
Leão Goleiro 617 1968-78 e 1984-86
Dudu Volante 609 1964-1976
Waldemar Fiúme Meia 601 1941-1958
Valdemar Carabina Zagueiro 584 1954-1966
Luís Pereira Zagueiro 568 1968-74 e 1981-84
Marcos Goleiro 532 1992-2011
Djalma Santos Lateral-direito 498 1959-1968
Nei Atacante 488 1972-1980
Valdir Goleiro 482 1958-1969

.

Com 532 jogos disputados pelo Palmeiras, Marcos só não jogou mais vezes do que Leão, que fez 617 jogos, entre os goleiros que já defenderam o Palmeiras na história.

Os goleiros que mais jogaram pelo Palmeiras:

Pos. Goleiro Jogos
Leão 617
Marcos 532
Valdir de Moraes 480
Velloso 455
Oberdan 351
Sérgio 337
Gilmar 287
Primo 170
Jurandyr 133
10º Nascimento 130
11º Zetti 100
12º Diego Cavalieri 95

.

Desde 1996, quando efetivamente começou a jogar pelo Palmeiras, Marcos disputou 16 temporadas, com uma média de 33 jogos por ano. Marcado por uma carreira repleta de lesões, Marcos só pode disputar praticamente seis temporadas inteiras. Veja o desempenho de Marcos ano a ano pelo Palmeiras:

Ano Jogos
1992 1
1996 18
1997 11
1998 11
1999 60
2000 39
2001 39
2002 41
2003 46
2004 19
2005 41
2006 14
2007 14
2008 60
2009 55
2010 36
2011 27

.

Pênaltis e Libertadores
Goleiro que mais atuou pelo Palmeiras na história da Libertadores (57 jogos), Marcos foi campeão em 1999, vice em 2000, semifinalista em 2001 e ainda chegou nas quartas de final (2009) e nas oitavas de final (2007). Nessas cinco edições, Marcos participou de nove disputas por pênaltis, saindo vencedor em sete delas. Dos 42 pênaltis cobrados sobre o Marcos, 10 foram defendidos e sete foram chutados para fora. No geral, em toda a sua carreira, Marcos defendeu 33 pênaltis.

Marcos em disputas por pênaltis em Libertadores:
1999 – Quartas-de-final
Palmeiras 4 x 2 Corinthians (defendeu 1 cobrança; 1 foi para fora)

1999 – Final
Palmeiras 4 x 3 Deportivo Cali-COL (2 foram para fora)

2000 – Oitavas-de-final
Palmeiras 3 x 2 Peñarol-URU (defendeu 2 cobranças; 1 foi para fora)

2000 – Semifinal
Palmeiras 5 x 4 Corinthians (defendeu 1 cobrança)

2000 – Final
Palmeiras 2 x 4 Boca Juniors-ARG

2001 – Oitavas-de-final
Palmeiras 5 x 3 São Caetano (1 foi para fora)

2001 – Quartas-de-final
Palmeiras 4 x 3 Cruzeiro (defendeu 3 cobranças; 1 foi para fora)

2001 – Semifinal
Palmeiras 2 x 3 Boca Juniors-ARG (1 foi para fora)

2009 – Oitavas-de-final
Palmeiras 3 x 1 Sport (defendeu 3 cobranças)


Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 25 de outubro de 2011 Campeonatos Estaduais, Goleiros | 18:06

Ceni supera Neymar em números de jogos na temporada

Compartilhe: Twitter

Titular em todos os jogos do São Paulo na temporada de 2011, o goleiro Rogério Ceni, aos 38 anos, disputará nessa semana seu 63º jogo pelo tricolor no ano. Dois a mais do que o santista Neymar, que já entrou em campo 61 vezes no ano pelo seu clube, pela Seleção Brasileira principal e pela Seleção Brasileira Sub-20.

Em 2010, Ceni foi titular em 70 dos 71 jogos do Tricolor na temporada. Apenas na segunda partida do ano, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, contra o Mirassol, Ceni não jogou (Bosco atuou). Sendo assim, o veterano goleiro vem com uma incrível sequência consecutiva de 131 jogos como titular.

Nesse Brasileirão, Ceni foi substituído apenas uma vez, na estreia, contra o Fluminense, quando sentiu uma pequena lesão e foi substituído no intervalo por Dênis. No Campeonato Brasileiro, apenas outros dois goleiros também atuaram em todas as 31 partidas até agora: Fernando Prass, do Vasco, e Márcio, do Atlético-GO. Fernando Prass, em 2011, já participou de 62 jogos e também irá para o seu 63º se jogar contra o Aurora, nessa semana.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 4 de outubro de 2011 Campeonato Brasileiro, Goleiros | 12:17

Defesa do Santos de 2011 é a sua segunda pior em Brasileiros

Compartilhe: Twitter

Depois de ficar oito jogos sem perder no Brasileirão e saltar do 17º (na zona do rebaixamento) para o 10º lugar, o Santos perdeu dois jogos consecutivos na competição, caindo para o 13º lugar e ficando mais distante do sonhado título. Nas últimas duas rodadas, o time de Muricy Ramalho levou seis gols e agora totaliza 40 gols sofridos em 25 jogos nesse Brasileirão.

A média de 1,60 gol sofrido por partida pelo time santista de 2011 é a segunda pior em toda a sua história na competição, desde 1971. Na média, apenas o time de 2005, com 71 gols sofridos em 42 jogos (1,69 por partida), conseguiu ser pior. Naquele ano, a goleada sofrida para o Corinthians por 7 x 1 colaborou diretamente para que o time terminasse com sua pior defesa na história.

Confira as piores defesas do Santos em Brasileiros, desde 1971:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

.

.

.

No Brasileirão de 2011, em 25 jogos, o Santos só não levou gol em quatro partidas: 1 x o América-MG (6ª rodada), 1 x 0 Ceará (15ª rodada), 0 x 0 Corinthains (5ª rodada – jogo adiado) e 1 x 0 Cruzeiro (23ª rodada, quando Montillo perdeu um pênalti). Outro dado preocupante do sistema defensivo do Santos é que o time tem a quinta pior defesa desse Brasileiro. Apenas Avaí (57 gols), América-MG (49), Atlético-MG (45) e Ceará (45) sofreram mais gols.

Dos 40 gols sofridos pelo Santos no Brasileirão de 2011, 16 foram em casa e 24 fora. Além disso, a equipe santista vem sofrendo muitos gols no primeiro tempo. Dos 40 gols que levou, 26 foram na primeira etapa e outros 14 no segundo tempo. Esse alto número de gols sofridos no primeiro tempo só não é pior do que o Avaí, dono da defesa mais vazada do campeonato, que levou 29 gols nos primeiros 45 minutos de jogo.

Em sete jogos desse Brasileiro, dos 25 que disputou (quase 30%), o Santos levou mais de dois gols. Em seis jogos levou 3 gols (0 x 3 Palmeiras, 2 x 3 Atlético-PR, 2 x 3 Coritiba, 3 x 3 Inter, 2 x 3 Figueirense e 2 x 3 Fluminense), e outro jogo sofreu 5 gols (4 x 5 Flamengo). Desde 1971, o Santos havia sofrido 5 gols em um jogo como mandante apenas uma vez, em 1995, quando perdeu para o Vasco por 5 x 3.

O goleiro Rafael, até agora, sofreu 36 gols. O mesmo número de 2010, porém com 11 partidas disputadas a menos. Até hoje, na era dos pontos corridos, apenas dois goleiros sofreram mais gols do que Rafael em uma única edição de Brasileiro. Em 2003, Fábio Costa levou 43 gols, porém em 35 jogos, ficando com a média de 1,23 gol sofrido por partida. Já em 2005, Saulo levou 47 gols em 24 jogos, ficando com o péssima média de 1,96 gol sofrido por jogo. Dos goleiros com mais de 10 jogos pelo Santos em Brasileiros, na era dos pontos corridos, apenas Saulo, em 2005, teve uma pior a de Rafael de 2011. Confira abaixo os goleiros do Santos na era dos pontos corridos, com suas médias de gols sofridos:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags:

domingo, 14 de novembro de 2010 Campeonato Brasileiro, Goleiros | 10:12

Santos perde 5º pênalti e Victor defende seu 5º no Brasileirão

Compartilhe: Twitter

Santos e Grêmio empataram ontem, em 0 x 0, na Vila Belmiro e matematicamente não têm mais chances de brigar pelo título brasileiro. Em uma partida morna, dois lances chamaram a atenção: a expulsão do artilheiro Jonas, logo no primeiro tempo, e o pênalti defendido pelo goleiro Victor na cobrança do atacante Zé Eduardo.

Nesse Brasileirão, esse já foi o quinto pênalti perdido pela equipe santista, a que mais desperdiçou cobranças nesse campeonato, sendo quatro com Neymar (que não jogou ontem) e uma com Zé Eduardo. Vale lembrar que o Santos foi o clube com mais pênaltis a favor, assinalados nesse Brasileirão. Já o Grêmio, clube que mais teve pênaltis marcados contra, assim como o São Paulo (nove cada), sofreu apenas três gols dessa forma. O grande responsável por isso é o goleiro Victor, titular da Seleção Brasileira, que pegou até agora cinco cobranças (contra Prudente, Ceará, Santos e Corinthians, no turno, e agora mais um contra o Santos). Na era dos pontos corridos, o recorde ainda pertence ao goleiro Doni, que pegou sete pênaltis pelo Corinthians em 2003.

Confira abaixo quem mais teve pênaltis a favor e contra nesse Brasileirão e quem mais perdeu ou fez gols desse jeito no campeonato:

Time Pênaltis Gols Perdidos
Santos 12 7 5
Corinthians 11 7 4
Atlético-GO 8 7 1
Guarani 8 7 1
Palmeiras 7 4 3
Prudente 7 3 4
Botafogo 7 5 2
Goiás 7 6 1
Flamengo 6 5 1
Atlético-MG 5 5 0
Internacional 5 5 0
Vasco 5 3 2
Cruzeiro 5 4 1
Grêmio 4 3 1
Avaí 3 2 1
Ceará 3 2 1
Atlético-PR 3 3 0
Fluminense 3 2 1
São Paulo 3 3 0
Vitória 3 3 0

.

Time Pênaltis Gols Sofridos Defendidos/fora
São Paulo 9 6 3
Grêmio 9 3 6
Avaí 9 7 2
Prudente 8 6 2
Atlético-MG 7 5 2
Atlético-PR 7 7 0
Atlético-GO 7 5 2
Vasco 7 6 1
Cruzeiro 7 5 2
Goiás 6 5 1
Ceará 6 5 1
Internacional 6 6 0
Santos 5 2 3
Guarani 5 4 1
Vitória 4 3 1
Palmeiras 4 3 1
Flamengo 3 2 1
Corinthians 2 2 0
Botafogo 2 1 1
Fluminense 1 1 0

x

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 20 de setembro de 2010 Campeonato Brasileiro, Estatísticas, Goleiros, História | 12:33

Viáfara entra para a lista dos goleiros-artilheiros em Brasileiros

Compartilhe: Twitter

O goleiro colombiano Viáfara, do Vitória, marcou o primeiro gol da vitória do seu clube diante do Atlético-MG, ontem, por 3 x 2, e entrou para a história do Brasileirão. Ao marcar o gol de pênalti, aos 4 minutos de jogo, Viáfara entrou para o seleto grupo de goleiros artilheiros na história da competição. Até hoje, apenas nove goleiros marcaram gols no Brasileirão, desde 1971. O são-paulino Rogério Ceni, com 43 gols, segue muito a frente dos demais. Além dele, apenas um goleiro também marcou mais de um gol em brasileiro: Ortiz, ex-Atlético-MG.

Outros goleiros que estão disputando o Brasileirão também já marcaram gols na carreira, porém em outras competições, como Tiago, do Vasco, que já marcou pela Copa do Brasil, Série B, Carioca e Paulista da Série A-2, além de Márcio, do Atlético-GO, que marcou três gols na Copa do Brasil desse ano, além de Harlei, do Goiás.

Confira abaixo a lista dos goleiros artilheiros em Brasileiro e lista de gols de cada um:

Goleiro Gols Partidas
Período Clubes
Rogério Ceni 43 403 1993-2010 São Paulo
Ortiz 2 41 1976-1978 Atlético-MG e Comercial-SP
Bruno 1 158 2005-2010 Atlético-MG e Flamengo
Eduardo 1 140 2002-2009 Grêmio, Brasiliense, Náutico e Atlético-MG
Lauro 1 173 2001-2010 Cruzeiro, Ponte Preta e Internacional
Régis 1 201 1986-1999 Paraná, Vasco, Coritiba e América-RJ
Saja 1 30 2007 Grêmio
Serginho 1 102 1977-1989 Goiás, Botafogo-PB, Inter-SP, Portuguesa e Vila Nova-GO
Viáfara 1 93 2007-2010 Vitória

x

Régis
Data Partida Gol Como
20/11/1996 Paraná 3 x 0 Santos 14/2 pênalti
Bruno
Data Partida Gol Como
23/10/2008 Flamengo 5 x 0 Coritiba 47/2 pênalti
Eduardo
Data Partida Gol Como
23/07/2003 Atlético-MG 2 x 1 Juventude 46/2 cabeça
Lauro
Data Partida Gol Como
03/08/2003 Ponte Preta 1 x 1 Flamengo 52/2 cabeça
Ortiz
Data Partida Gol Como
07/11/1976 Atlético-MG 4 x 1 CRB 15/2 pênalti
25/11/1976 Vasco 0 x 4 Atlético-MG 29/1 pênalti
Saja
Data Partida Gol Como
03/11/2007 Grêmio 1 x 2 Figueirense 40/1 pênalti
Serginho
Data Partida Gol Como
15/11/1979 Vila Nova 2 x 2 Fluminense 19/2 pênalti
Viáfara
Data Partida Gol Como
19/09/2010 Atlético-MG 2 x 3 Vitória 4/1 pênalti
Rogério Ceni
Data Partida Gol Como
13/09/1997 São Paulo 2 x 2 Botafogo 4/1 falta
09/11/1997 São Paulo 4 x 4 Paraná 21/2 falta
03/11/1999 São Paulo 1 x 0 Ponte Preta 29/1 falta
17/09/2000 São Paulo 2 x 0 Portuguesa 41/2 pênalti
04/10/2000 São Paulo 1 x 1 Grêmio 47/1 falta
17/10/2000 São Paulo 1 x 1 Internacional 3/2 falta
26/10/2002 Portuguesa 1 x 3 São Paulo 29/1 falta
20/04/2003 São Paulo 3 x 1 Vasco 42/2 falta
21/09/2003 São Paulo 2 x 2 Atlético-MG 24/1 falta
16/05/2004 São Paulo 2 x 2 Paraná 1/2 falta
17/07/2004 São Paulo 2 x 1 Figueirense 12/1, 27/2 pênalti e falta
08/05/2005 Corinthians 1 x 5 São Paulo 3/1 pênalti
28/05/2005 São Paulo 1 x 1 Cruzeiro 43/1 pênalti
12/06/2005 Paysandu 2 x 2 São Paulo 19/1 falta
20/07/2005 Brasiliense 3 x 3 São Paulo 7/2 falta
28/08/2005 Paraná 0 x 4 São Paulo 31/1 falta
11/09/2005 Coritiba 1 x 4 São Paulo 20/1 pênalti
18/09/2005 São Paulo 4 x 2 Vasco 48/2 pênalti
21/09/2005 Cruzeiro 2 x 3 São Paulo 26/2 pênalti
02/11/2005 São Paulo 2 x 2 Atlético-MG 9/2 falta
04/12/2005 São Paulo 3 x 1 Atlético-PR 34/1 falta
16/04/2006 São Paulo 1 x 0 Flamengo 31/1 pênalti
29/04/2006 São Paulo 4 x 0 Santa Cruz 30/2 falta
20/08/2006 Cruzeiro 2 x 2 São Paulo 42/1, 15/2 bola rolando e pênalti
03/09/2006 Santa Cruz 1 x 3 São Paulo 25/1 falta
04/10/2006 São Paulo 5 x 1 Vasco 18/2 falta
02/11/2006 São Paulo 1 x 1 Ponte Preta 30/2 pênalti
26/11/2006 São Paulo 2 x 0 Cruzeiro 12/2 falta
12/05/2007 São Paulo 2 x 0 Goiás 35/1 pênalti
03/06/2007 Paraná 0 x 1 São Paulo 31/2 pênalti
03/07/2007 São Paulo 1 x 0 Internacional 12/2 pênalti
26/07/2007 São Paulo 3 x 1 Sport 12/2 falta
26/08/2007 São Paulo 5 x 0 Náutico 20/2 pênalti
28/10/2007 Sport 1 x 2 São Paulo 36/2 falta
11/11/2007 São Paulo 1 x 0 Grêmio 6/2 pênalti
20/07/2008 São Paulo 2 x 1 Botafogo 34/1 pênalti
03/08/2008 São Paulo 4 x 0 Vasco 24/2, 44/2 falta
19/10/2008 Palmeiras 2 x 2 São Paulo 6/1 pênalti
25/10/2009 Santos 3 x 4 São Paulo 23/2 falta
06/12/2009 São Paulo 4 x 0 Sport 7/2 falta
29/08/2010 Fluminense 2 x 2 São Paulo 34/1 falta

a

Autor: Tags: , , ,

domingo, 29 de agosto de 2010 Goleiros, História | 22:57

Noite de gala para Rogério Ceni no Maracanã

Compartilhe: Twitter

Aos 37 anos, o goleiro Rogério Ceni mostrou que ainda tem muita lenha para queimar. Com uma atuação de gala, Ceni marcou um gol de falta e garantiu o empate do São Paulo diante do líder Fluminense ao defender um pênalti de Washington. O gol de falta foi o 50º do goleiro em jogos oficiais e sua 24ª defesa no tempo regulamentar (Ceni defendeu ainda 15 cobranças em disputa de pênaltis).

Recordista de jogos na história do Brasileirão, Rogério Ceni ultrapassou a marca de 400 partidas na história da competição (fez hoje seu 401º jogo). O meia Zinho, o segundo da lista, fez 369 jogos. O gol de falta do goleiro, foi o 44º em Brasileiros, o primeiro no estádio Maracanã e o 90º em jogos oficiais na carreira.

Já a defesa de pênalti foi a quinta de Rogério Ceni na temporada. O goleiro, que já havia defendido uma cobrança de Washington, em 2000, quando o atacante ainda era da Ponte Preta, pegou seu sétimo pênalti em jogos contra o Fluminense. A brilhante atuação de Rogério lembrou àquela do Brasileirão de 2006, também num empate por 2 x 2, só que diante do Cruzeiro, no Mineirão. No dia 20 de agosto daquele ano, Ceni defendeu uma cobrança de pênalti de Wagner (quando o jogo estava 2 x 0) e depois fez dois gols (um numa cobrança de falta em dois toques e outro de pênalti).

Confira abaixo a relação dos gols de falta de Rogério Ceni e também dos pênaltis defendidos pelo goleiro são-paulino, sem contar aqueles em que saíram gols no rebote (quatro cobranças):

Gols de falta de Rogério Ceni:

Data Competição Estádio/Local Placar Adversário Gols
15/02/1997 Camp. Paulista Hermínio Ometto, Araras 2 x 0 União São João 1
13/09/1997 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 2 Botafogo 1
09/11/1997 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 4 x 4 Paraná 1
28/03/1998 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 2 x 1 Santos 1
12/04/1998 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 6 x 1 São José 1
25/04/1999 Camp. Paulista José Levy Sobrinho, Limeira 2 x 1 Inter de Limeira 1
25/08/1999 Copa Mercosul Morumbi, São Paulo 4 x 1 San Lorenzo (ARG) 1
03/11/1999 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 1 x 0 Ponte Preta 1
01/04/2000 Camp. Paulista Brinco de Ouro, Campinas 3 x 2 Guarani 1
09/04/2000 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 4 x 2 Portuguesa Santista 1
24/05/2000 Copa do Brasil Machadão, Natal 3 x 1 América-RN 1
18/06/2000 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 2 x 2 Santos 1
04/10/2000 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 1 x 1 Grêmio 1
17/10/2000 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 1 x 1 Internacional 1
17/03/2001 Camp. Paulista Ulrico Mursa, Santos 4 x 4 Portuguesa Santista 1
30/06/2001 Copa dos Campeões Almeidão, João Pessoa 2 x 0 Coritiba 1
30/01/2002 Torn. Rio-São Paulo Brinco de Ouro, Campinas 3 x 2 Guarani 1
03/02/2002 Torn. Rio-São Paulo Morumbi, São Paulo 4 x 3 Fluminense 1
03/04/2002 Copa do Brasil Morumbi, São Paulo 6 x 1 Figueirense 1
27/04/2002 Torn. Rio-São Paulo Morumbi, São Paulo 2 x 2 Palmeiras 1
26/10/2002 Camp. Brasileiro Canindé, São Paulo 3 x 1 Portuguesa 1
20/04/2003 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 3 x 1 Vasco 1
21/09/2003 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 2 Atlético-MG 1
11/02/2004 Copa Libertadores Nacional de Lima, Lima 2 x 1 Alianza Lima (PER) 1
16/05/2004 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 2 Paraná 1
19/05/2004 Copa Libertadores Morumbi, São Paulo 3 x 0 Deportivo Táchira (VEN) 1
17/07/2004 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 1 Figueirense 1
23/01/2005 Camp. Paulista B. Teixeira, São José do Rio Preto 4 x 3 América-SP 1
20/02/2005 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 3 x 0 Palmeiras 1
09/03/2005 Copa Libertadores Morumbi, São Paulo 4 x 2 Universidad de Chile (CHI) 1
19/03/2005 Camp. Paulista Morumbi, São Paulo 6 x 0 Marília 1
01/06/2005 Copa Libertadores Morumbi, São Paulo 4 x 0 Tigres (MEX) 2
12/06/2005 Camp. Brasileiro Mangueirão, Belém 2 x 2 Paysandu 1
20/07/2005 Camp. Brasileiro Boca do Jacaré, Brasília 3 x 3 Brasiliense 1
28/08/2005 Camp. Brasileiro Willie Davids, Maringá 4 x 0 Paraná 1
02/11/2002 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 2 Atlético-MG 1
04/12/2005 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 3 x 1 Atlético-PR 1
09/04/2006 Camp. Paulista Papa João Paulo II, Mogi Mirim 2 x 0 Ituano 1
29/04/2006 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 4 x 0 Santa Cruz 1
03/09/2006 Camp. Brasileiro Arruda, Recife 3 x 1 Santa Cruz 1
04/10/2006 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 5 x 1 Vasco 1
26/11/2006 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 2 x 0 Cruzeiro 1
26/07/2007 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 3 x 1 Sport 1
28/10/2007 Camp. Brasileiro Ilha do Retiro, Recife 2 x 1 Sport 1
03/08/2008 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 4 x 0 Vasco 1
25/10/2009 Camp. Brasileiro Vila Belmiro, Santos 4 x 3 Santos 1
06/12/2009 Camp. Brasileiro Morumbi, São Paulo 4 x 0 Sport 1
25/02/2010 Copa Libertadores Palogrande, Manizales 1 x 2 Once Caldas (COL) 1
29/08/2010 Camp. Brasileiro Maracanã, Rio de Janeiro 2 x 2 Fluminense 1

.

Pênaltis defendidos por Rogério Ceni:

Data Competição Placar Adversário Pênalti defendido Período
25/06/1993 Santiago de Compostela 4 x 1 Tenerife (ESP) Dertycia Tempo normal
27/06/1993 Santiago de Compostela 2 x 2 River Plate (ARG) Corti Disp. Pênaltis
09/12/1994 Copa Conmebol 2 x 3 Corinthians Gralak Disp. Pênaltis
09/12/1994 Copa Conmebol 2 x 3 Corinthians Leandro Silva Disp. Pênaltis
23/01/1997 Rio-São Paulo 1 x 1 Fluminense Bruno Reis Disp. Pênaltis
03/02/1998 Rio-São Paulo 1 x 1 Flamengo Palhinha Tempo normal
25/02/1998 Rio-São Paulo 1 x 0 Palmeiras Rogério Disp. Pênaltis
02/08/1998 Campeonato Brasileiro 2 x 1 Guarani Gilson Batata Tempo normal
01/09/1999 Campeonato Brasileiro 3 x 2 Guarani Luiz Fernando Tempo normal
20/02/2000 Rio-São Paulo 0 x 3 Vasco Romário Tempo normal
22/07/2000 Copa dos Campeões 1 x 3 Sport Nildo Tempo normal
24/09/2000 Campeonato Brasileiro 3 x 1 Gama Romualdo Tempo normal
04/10/2000 Campeonato Brasileiro 1 x 1 Grêmio Ronaldinho Gaúcho Tempo normal
10/02/2001 Campeonato Paulista 2 x 2 Internacional-SP Luizinho Netto Disp. Pênaltis
21/02/2001 Rio-São Paulo 1 x 2 Fluminense Roni Disp. Pênaltis
21/02/2001 Rio-São Paulo 1 x 2 Fluminense César Disp. Pênaltis
21/02/2001 Rio-São Paulo 1 x 2 Fluminense Jorginho Disp. Pênaltis
26/08/2001 Campeonato Brasileiro 4 x 0 Ponte Preta Washington Tempo normal
03/02/2002 Rio-São Paulo 4 x 3 Fluminense Roger Tempo normal
18/09/2002 Campeonato Brasileiro 0 x 2 Bahia Nonato Tempo normal
29/09/2002 Campeonato Brasileiro 2 x 2 Corinthians Guilherme Tempo normal
13/07/2003 Campeonato Brasileiro 3 x 1 Fluminense Sorato Tempo normal
25/04/2004 Campeonato Brasileiro 1 x 1 Criciúma André Tempo normal
12/05/2004 Copa Libertadores 2 x 1 Rosario Central (ARG) Ganoa Disp. Pênaltis
12/05/2004 Copa Libertadores 2 x 1 Rosario Central (ARG) Irace Disp. Pênaltis
22/09/2004 Copa Sul-Americana 1 x 1 São Caetano Thiago Disp. Pênaltis
27/02/2005 Campeonato Paulista 1 x 0 Corinthians Coelho Tempo normal
12/03/2006 Campeonato Paulista 2 x 1 Corinthians Rafael Moura Tempo normal
19/07/2006 Copa Libertadores 1 x 0 Estudiantes (ARG) Alayes Disp. Pênaltis
02/08/2006 Copa Libertadores 3 x 0 Chivas Guadalajara (MEX) Ramón Morales Tempo normal
20/08/2006 Campeonato Brasileiro 2 x 2 Cruzeiro Wagner Tempo normal
18/01/2007 Campeonato Paulista 3 x 1 Sertãozinho Ricardo Lopes Tempo normal
28/03/2007 Campeonato Paulista 4 x 0 Rio Branco-SP Heraldo Tempo normal
05/09/2007 Campeonato Brasileiro 0 x 0 Atlético-MG Coelho Tempo normal
07/03/2010 Campeonato Paulista 2 x 0 Ponte Preta Fabiano Gadelha Tempo normal
04/05/2010 Copa Libertadores 0 x 0 Universitário (PER) Alva Disp. Pênaltis
04/05/2010 Copa Libertadores 0 x 0 Universitário (PER) Galván Disp. Pênaltis
26/05/2010 Campeonato Brasileiro 1 x 0 Palmeiras Ewerthon Tempo normal
29/08/2010 Campeonato Brasileiro 2 x 2 Fluminense Washington Tempo normal

.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 18 de agosto de 2010 Goleiros, História | 16:30

Curiosidades sobre os 500 jogos do goleiro Marcos

Compartilhe: Twitter

3O goleiro Marcos, do Palmeiras, irá atingir a marca de 500 jogos com a camisa do clube, amanhã, no jogo contra o Vitória pela Copa Sul-Americana. No clube desde 1992, Marcos já é sétimo jogador com mais partidas pelo clube e o segundo goleiro com mais jogos, atrás apenas de Leão, entre os 110 que já defenderam o gol palmeirense.

Jogadores que mais defenderam o Palmeiras:

Jogador Posição Partidas Período
Ademir da Guia Meia 901 1962-1977
Leão Goleiro 617 1968-78 e 1984-86
Dudu Volante 609 1964-1976
Waldemar Fiúme Meia 601 1941-1958
Valdemar Carabina Zagueiro 584 1954-1966
Luís Pereira Zagueiro 568 1968-74 e 1981-84
Marcos Goleiro 499 1992-2010
Djalma Santos Lateral-direito 498 1959-1968
Nei Atacante 488 1972-1980
Valdir Goleiro 482 1958-1969

.

Todos os goleiros da história do Palmeiras:

Pos. Goleiro Jogos
Leão 617
Marcos 499
Valdir de Moraes 480
Velloso 455
Oberdan 351
Sérgio 337
Gilmar 287
Primo 170
Jurandyr 133
10º Nascimento 130
11º Zetti 100
12º Diego Cavalieri 95
13º Martorelli 91
14º Laércio 88
15º Nivaldo 83
16º João Marcos 82
17º Fábio 81
Ivan 81
19º Aníbal 70
20º Gijo 67
21º Raul Marcel 57
22º Chicão 56
23º Perez 55
24º Lodô 52
25º Picasso 48
26º Cavani 47
27º Lourenço 45
28º Neuri 42
29º Carlos 41
30º Edgar 39
31º Rosan 36
32º Bernardino 35
33º Aymoré 33
Maidana 33
35º Rodrigues 32
36º Fernandez 31
37º Donah 29
38º César 26
39º Benitez 24
40º Sílvio 23
Bruno 23
42º Rabello 22
43º Sérgio Guedes 20
Victor 20
45º Furlan 18
46º Cláudio 17
47º Nanni 16
Rugillo 16
49º Marcelo 15
50º Tonho 14
Deola 14
52º Ivã 11
53º Doly 10
Pagni 10
55º Fabrini 9
Morlin 9
Russo 9
Tarzan 9
59º Augusto 8
Tucci 8
61º Migliari 7
Válter 7
63º Figueira 6
Gilvan 6
65º Batatais 5
Luís Sérgio 5
Zeca 5
68º Alcino 4
Aparecido 4
Humberto 4
Índio 4
Joãozinho 4
Joel 4
Peter 4
Robertinho 4
Walter 4
77º Alberto 3
Rey 3
79º Aldo 2
Ciro 2
Cláudio 2
Dudinha 2
Herrera 2
Mano 2
Olavo 2
Pedrinho 2
Perth 2
Ruben 2
Stilittano 2
Tino 2
Tuffy 2
92º Célio 1
Décio 1
Dirceu 1
Fernando Pescoço 1
Fornasari 1
Gianecchini 1
Ígor 1
Inocêncio 1
Jaime 1
Jamil 1
Luiz Carlos 1
Moreno 1
Oscar 1
Pianowski 1
Ramos 1
Vicente 1
Vilera 1
Wilton 1
Zé Luiz 1

Fonte: Márcio Trevisan

.

Entre os goleiros em atividade dos grandes clubes do futebol brasileiro, Marcos só perde, em número de jogos, para o são-paulinoRogério Ceni, que já disputou 919 partidas pelo Tricolor. Confira abaixo a lista de jogos dos goleiros dos 12 grandes.

Clube

Goleiro

Partidas

Período

São Paulo

Rogério Ceni

919

desde 1993

Palmeiras

Marcos

499

desde 1994

Cruzeiro

Fábio

343

1999-00 e desde 2005

Grêmio

Victor

150

desde 2008

Botafogo

Jefferson

136

2003-05 e desde 2009

Vasco

Fernando Prass

89

desde 2009

Internacional

Renan

84

2004-08 e desde 2010

Fluminense

Fernando Henrique

52

desde 2009

Corinthians

Júlio César

28

desde 2005

Flamengo

Marcelo Lomba

12

desde 2006

Santos

Rafael

9

desde 2010

Atlético-MG

Fábio Costa

9

desde 2010

.

Para superar Emerson Leão, como o goleiro recordista de jogos pelo Palmeiras, Marcos precisará disputar mais 117 jogos. Desde 1996, quando efetivamente começou a jogar pelo Palmeiras, Marcos disputou 15 temporadas, com uma média de 33,3 jogos por ano. Nesse ritmo, precisaria de mais três ou quatro temporadas para superar Leão. Com 37 anos e contrato até o final de 2011, Marcos, porém, dificilmente irá ultrapassar Leão. Veja o desempenho de Marcos ano a ano pelo Palmeiras:

Ano Jogos
1992 1
1996 17
1997 11
1998 11
1999 59
2000 42
2001 45
2002 43
2003 55
2004 19
2005 41
2006 14
2007 14
2008 42
2009 55
2010 30

.

Com uma média de 1,21 gols sofridos por jogo, Marcos tem números inferiores ao de Leão e semelhante ao de Rogério Ceni (na média). Entre os goleiros recordistas de jogos dos 12 grandes clubes do futebol brasileiro, Marcos e Rogério são aqueles que mais sofreram gols. Confira:

Goleiro Clube Jogos Gols sofridos Média Período Posição
São Paulo Rogério Ceni 919 1110 1,21 1993-2010 1º que mais jogou
Fluminense Castilho 696 777 1,12 1946-64 1º que mais jogou
Atlético-MG João Leite 684 453 0,66 1976-88 e 91-92 1º que mais jogou
Vasco Carlos Germano 449 476 1,06 1984-99 e 04 2º que mais jogou
Palmeiras Leão 617 430 0,70 1968-78 e 84-86 2º que mais jogou
Corinthians Ronaldo 602 571 0,95 1987-1998 3º que mais jogou
Flamengo Cantarelle 557 404 0,73 1973-83 e 84-90 6º que mais atuou
Cruzeiro Raul 549 434 0,79 1965-78 4º que mais atuou
Botafogo Manga 442 394 0,89 1959-68 5º que mais atuou
Internacional Gainete 408 408 1,00 1962-64 e 66-72 6º que mais atuou
Santos Manga 404 0,00 1951-1959 13º que mais atuou
Palmeiras Marcos 499 603 1,21 1994-2010 7º que mais atuou

.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 26 de abril de 2010 Goleiros, História | 23:41

Ceni: o maior goleiro da história? Nos números, sim…

Compartilhe: Twitter

Maior ídolo da torcida do São Paulo, o goleiro Rogério Ceni está prestes a alcançar mais uma importante marca pelo clube. Na próxima quarta-feira, diante do Universitário-PER, pela Copa Libertadores, o goleiro irá atingir a marca de 900 jogos pelo Tricolor. Um recorde na história entre um goleiro de uma grande equipe do futebol brasileiro. Até hoje, apenas jogadores de linha já atuaram mais do que ele em um dos 12 maiores clubes do país. Supercampeão pelo Tricolor e goleiro com o maior número de gols na história do futebol (89), Ceni está entre os maiores de sua posição em todos os tempos. Nos números, dificilmente alguém irá superá-lo tão cedo.

O feito que irá completar na próxima partida, ainda não é o maior de um jogador por um clube brasileiro, mas é um dos melhores. Dos 12 maiores clubes do país, apenas Pelé (1.115 jogos pelo Santos), Roberto Dinamite (1.110 jogos pelo Vasco) e Ademir da Guia (901 jogos pelo Palmeiras), atuaram mais. Logo mais, porém, Ceni poderá ultrapassar o palmeirense. Uma curiosidade, é que no São Paulo os três jogadores que mais atuaram são goleiros: Ceni (899 jogos), Waldir Peres (617) e Poy (565). Confira abaixo a lista dos lista dos jogadores que mais vestiram a camisa dos 12 grandes do futebol brasileiro:

Clube Jogador Posição Partidas Período
Santos Pelé Atacante 1115 1956-74
Vasco Roberto Dinamite Atacante 1110 1970-79, 80-89, 90 e 92-93
Palmeiras Ademir da Guia Meia 901 1962-77
São Paulo Rogério Ceni Goleiro 899 1993-10
Flamengo Júnior Lateral/volante 874 1974-84 e 89-93
Corinthians Wladimir Lateral-esquerdo 806 1972-87
Internacional Valdomiro Atacante 803 1968-80 e 82
Botafogo Nilton Santos Lateral-esquerdo 723 1948-64
Fluminense Castilho Goleiro 696 1946-64
Atlético-MG João Leite Goleiro 684 1976-88 e 91-92
Cruzeiro Zé Carlos Meia 619 1966-77

]Não há registro oficial de quem mais atuou pelo Grêmio.

a

Entre os goleiros dos 12 maiores clubes, Rogério Ceni é o que mais atuou. Atrás dele, vem Castilho, que vestiu a camisa do Fluminense por 696 jogos. Confira os goleiros que mais jogaram nos 12 grandes:

Clube Goleiro Partidas Período Posição
São Paulo Rogério Ceni 899 1993-2010 1º que mais jogou
Fluminense Castilho 696 1946-64 1º que mais jogou
Atlético-MG João Leite 684 1976-88 e 91-92 1º que mais jogou
Vasco Carlos Germano 632 1984-99 e 04 2º que mais jogou
Palmeiras Leão 617 1968-78 e 84-86 2º que mais jogou
Corinthians Ronaldo 602 1987-1998 3º que mais jogou
Flamengo Cantarelle 557 1973-83 e 84-90 6º que mais atuou
Cruzeiro Raul 549 1965-78 4º que mais atuou
Botafogo Manga 442 1959-68 5º que mais atuou
Internacional Gainete 408 1962-64 e 66-72 6º que mais atuou
Santos Manga 404 1951-1959 13º que mais atuou

Não há registro oficial do goleiro que mais atuou pelo Grêmio. Danrlei fez 594 jogos pelo clube entre 1993 e 2003. Já Eurico Lara, atuou durante 15 anos pelo clube, entre 1920 e 1935.

a

Já entre os goleiros da atualidade, Rogério Ceni também lidera. O são-paulino está bem a frente do segundo colocado, o palmeirense Marcos, que já atuou 489 pelo Palmeiras. Marcos, que esse ano entrou para lista dos dez jogadores que mais jogaram pelo Palmeiras, é o 8º com mais partidas pelo clube e está próximo de chegar ao sétimo lugar, que hoje é de Djalma Santos, com 498.

Clube Goleiro Partidas Período
São Paulo Rogério Ceni 899 desde 1993
Palmeiras Marcos 489 desde 1994
Cruzeiro Fábio 326 1999-00 e desde 2005
Flamengo Bruno 223 desde 2006
Corinthians Felipe 185 desde 2007
Grêmio Victor 129 desde 2008
Botafogo Jefferson 124 2003-05 e desde 2009
Santos Felipe 71 2006-08 e desde 2009
Vasco Fernando Prass 63 desde 2009
Fluminense Rafael 52 desde 2009
Atlético-MG Aranha 30 desde 2009
Internacional Abbondanzieri 15 desde 2010

a

Clube Goleiro Partidas Período Posição
São Paulo Rogério Ceni 899 1993-2010 1º que mais jogou
Fluminense Castilho 696 1946-64 1º que mais jogou
Atlético-MG João Leite 684 1976-88 e 91-92 1º que mais jogou
Vasco Carlos Germano 632 1984-99 e 04 2º que mais jogou
Palmeiras Leão 617 1968-78 e 84-86 2º que mais jogou
Corinthians Ronaldo 602 1987-1998 3º que mais jogou
Flamengo Cantarelle 557 1973-83 e 84-90 6º que mais atuou
Cruzeiro Raul 549 1965-78 4º que mais atuou
Botafogo Manga 442 1959-68 5º que mais atuou
Santos Manga 404 1951-1959 13º que mais atuou
Internacional Gainete 19 1962-64 e 66-72 6º que mais atuou
Autor: Tags: , , ,