Publicidade

Arquivo da Categoria Mundial de Clubes

sábado, 17 de dezembro de 2011 Confrontos, Mundial de Clubes | 11:33

Quem já bateu no Barcelona de Guardiola e Messi

Compartilhe: Twitter

Desde que assumiu o Barcelona no início da temporada 2008/09, o técnico Guardiola já comandou o clube catalão em 233 jogos. Destes, venceu 164, empatou 45 e perdeu apenas 23 (menos de 10%). E dessas 23 derrotas, somente 11 foram com o time titular. IssSeu ótimo aproveitamento em todos os jogos é de 76,8%. Para se ter uma ideia, o Corinthians, último campeão brasileiro, conquistou o título com 62,3% em 38 jogos.

Vencer o Barcelona de Guardiola, Messi, Xavi e Iniesta tem sido uma tarefa complicadíssima para qualquer adversário, que em mais de 90% desses jogos tiveram menos posse de bola do que o Barça. A difícil tarefa de amanhã, do Santos, porém, não é impossível.

Veja abaixo quem já conseguiu a proeza de derrotar o histórico time do Barcelona na era Guardiola. Em vermelho, os jogos em que o Barcelona jogou com time reserva e em azul os jogos em que o Barça jogou com o time misto:

Temporada 2008/09
26/8/2008 – Wisla Cracóvia (POL) 1 x 0 Barcelona – 3ª fase preliminar da Liga dos Campeões
31/8/2008 –  Numancia 1 x 0 Barcelona – Campeonato Espanhol
9/12/2008 – Barcelona 2 x 3 Shakthar Donestk (UCR) – Primeira Fase da Liga dos Campeões
21/2/2009 – Barcelona 1 x 2 Espanyol – Campeonato Espanhol
1/3/2009 – Atlético de Madri 4 x 3 Barcelona – Campeonato Espanhol
17/5/2009 – Mallorca 2 x 1 Barcelona – Campeonato Espanhol
23/5/2009 – Barcelona 0 x 1 Osasuna – Campeonato Espanhol

Temporada 2009/10
19/8/2009 – Barcelona 0 x 1 Manchester City (ING) – Troféu Joan Gamper
20/10/2009 – Barcelona 1 x 2 Rubin Kazan (RUS) – Primeira Fase da Liga dos Campeões
5/1/2010 – Barcelona 1 x 2 Sevilla – Copa da Espanha
14/2/2010 – Atlético de Madrid 2 x 1 Barcelona – Campeonato Espanhol
20/4/2010 – Internazionale (ITA) 3 x 1 Barcelona – Semifinal da Liga dos Campeões

Temporada 2010/11
14/8/2010 – Sevilla 3 x 1 Barcelona – Supercopa Espanhola
11/9/2010 – Barcelona 0 x 2 Hércules – Campeonato Espanhol
1/12/2010 – Espanyol 2 x 1 Barcelona – Copa Catalunha
19/1/2011 – Bétis 3 x 1 Barcelona – Copa da Espanha
16/2/2011 – Arsenal (ING) 2 x 1 Barcelona – Oitavas-de-final da Liga dos Campeões
20/4/2011 – Barcelona 0 x 1 Real Madrid – Copa da Espanha
30/4/2011 – Real Sociedad 2 x 1 Barcelona – Campeonato Espanhol
Temporada 2011/12
30/7/2011 – Manchester United 2 x 1 Barcelona – Amistoso
3/8/2011 – Chivas Guadalajara (MEX) 4 x 1 Barcelona – Amistoso
9/8/2011 – Espanyol 3 x 0 Barcelona – Copa Catalunha
26/11/2011 – Getafe 1 x 0 Barcelona – Campeonato Espanhol

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011 Confrontos, Mundial de Clubes | 15:20

Brasileiros levam vantagem sobre europeus nos Mundiais de clubes

Compartilhe: Twitter

O Santos terá uma missão bem complicada no próximo domingo. Mas se o retrospecto dos clubes brasileiros diante dos europeus nas finais dos Mundiais ajudar, o Peixe pode, sim, acreditar no tri. Até hoje, contando as decisões do Mundial Interclubes (Europa x América do Sul, entre 1960 e 2004) e o Mundial de Clubes da FIFA (2000 a 2010), os brasileiros participaram de 14 edições e foram campeões em nove delas.

No confronto direto entre clubes brasileiros e europeus, os brazucas levam a melhor. Em 19 jogos, foram 11 vitórias, 3 empates e apenas 5 vitórias das equipes do Velho Continente. Ou seja, das 19 partidas, quase 60% terminaram com vitórias de brasileiros. E o Barcelona, rival do Santos no domingo, já levou a pior duas vezes. Confira abaixo dos resultados de todos os confrontos entre brasileiros e europeus pelos mundiais:

1962
Santos 3 x 2 Benfica (POR)
Benfica (POR) 2 x 5 Santos

1963
Milan (ITA) 4 x 2 Santos
Santos 4 x 2 Milan (ITA)
Santos 1 x 0 Milan (ITA)

1976
Bayern Munique (ALE) 2 x 0 Cruzeiro
Cruzeiro 0 x 0 Bayern Munique (ALE)

1981
Flamengo 3 x 0 Liverpool (ING)

1983
Grêmio 2 x 1 Hamburgo (ALE)

1992
São Paulo 2 x 1 Barcelona (ESP)

1993
São Paulo 3 x 2 Milan (ITA)

1995
Ajax (HOL) 0 x 0 Grêmio  – (4 x 3 nos pênaltis)

1997
Borussia Dortmund (ALE) 2 x 0 Cruzeiro

1998
Real Madrid (ESP) 2 x 1 Vasco

1999
Manchester United (ING) 1 x 0 Palmeiras

2000
Vasco 3 x 1 Manchester United (ING)
Corinthians 2 x 2 Real Madrid (ESP)

2005
São Paulo 1 x 0 Liverpool (ING)

2006
Internacional 1 x 0 Barcelona (ESP)

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 Confrontos, História, Mundial de Clubes, Técnicos | 11:32

Muricy leva pequena vantagem sobre Nelsinho Baptista

Compartilhe: Twitter

Na próxima quarta-feira, dois técnicos brasileiros estarão frente a frente na semifinal do Mundial de Clubes: Muricy Ramalho, pelo Santos, e Nelsinho Baptista, defendendo o Kashiwa Reysol, do Japão. Na curta história da competição, desde 2000, apenas uma vez isso já aconteceu. Em 2000, quando Oswaldo de Oliveira, do Corinthians, foi campeão sobre Antônio Lopes, do Vasco.

Muricy Ramalho e Nelsinho Baptista estão estreando também na competição. Até hoje, os treinadores também nunca se enfrentaram nessa situação de mata-mata. Nos outros confrontos entre eles, Muricy leva pequena vantagem sobre Nelsinho. Em 13 jogos, desde 1997, foram 5 vitórias de Muricy, 4 empates e 4 vitórias de Nelsinho.

No início, Nelsinho chegou a levar vantagem sobre Muricy, com três vitórias e três empates nos primeiros seis jogos. Porém, nos últimos sete jogos, Muricy venceu cinco e perdeu apenas um.

O primeiro confronto entre os dois treinadores aconteceu em fevereiro de 1997, pelo Campeonato Paulista. Muricy, técnico do São Paulo, pegou o Corinthians, de Nelsinho, na primeira fase. O jogo terminou 2 x 2, com gols de Dodô e França, no último minuto, para o São Paulo, e Túlio, duas vezes, para o Corinthians. No mesmo campeonato, os dois treinadores voltaram a se enfrentar. Porém, Muricy estava treinando o Guarani, após ser demitido pelo São Paulo. No segundo jogo, deu Corinthians: 1 x 0. Naquele Paulistão, Nelsinho acabou conquistando o título Paulista.

Em 2005, Muricy conquistou sua primeira vitória sobre Nelsinho. No Brasileirão daquele ano, Nelsinho pegou o Santos no final do Brasileirão, em uma de suas piores campanhas nos últimos tempos. Sem poder jogar na Vila Belmiro, por conta de uma suspensão, o Santos enfrentou o Inter, de Muricy, no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Em má fase (no domingo anterior havia perdido do Corinthians por 7 x 1), o Peixe levou de 4 x 0.

Depois disso, dirigindo o São Paulo, Muricy levou boa vantagem sobre Nelsinho. O único revés foi no Brasileiro de 2007, quando o Corinthians de Nelsinho venceu o São Paulo por 1 x 0, com um gol de Betão. O jogo serviu para quebrar um tabu de 12 jogos sem vitória do Corinthians sobre o rival. Mas naquele ano, o São Paulo, de Muricy, levou o título Brasileiro, enquanto o Corinthians, de Nelsinho, acabou rebaixado.

Confira abaixo todos os jogos entre Muricy Ramalho e Nelsinho Baptista na história:

Data Muricy x Nelsinho Campeonato Estádio
23/2/97 São Paulo 2 x 2 Corinthians Paulista Morumbi
1/5/97 Guarani 0 x 1 Corinthians Paulista Brinco de Ouro
19/7/97 Guarani 2 x 2 Corinthians Brasileiro Brinco de Ouro
21/1/01 Port. Santista 0 x 1 Ponte Preta Paulista Moisés Lucarelli
20/10/02 Figueirense 0 x 1 Goiás Brasileiro Serra Dourada
27/7/03 Internacional 0 x 0 São Caetano Brasileiro Beira Rio
13/11/05 Internacional 4 x 0 Santos Brasileiro A. Campanella
21/1/06 São Paulo 2 x 1 São Caetano Paulista Morumbi
20/5/06 São Paulo 1 x 0 São Caetano Brasileiro Morumbi
17/3/07 São Paulo 1 x 0 Ponte Preta Paulista Morumbi
7/10/07 São Paulo 0 x 1 Corinthians Brasileiro Morumbi
21/6/08 São Paulo 1 x 0 Sport Brasileiro Morumbi
21/9/08 São Paulo 0 x 0 Sport Brasileiro Ilha do Retiro
Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010 Copa Libertadores, Futebol Europeu, História, Mundial de Clubes | 15:25

Internazionale pode fechar o ano com quinto título

Compartilhe: Twitter

Depois de eliminar com facilidade o Seongnam, da Coreia do Sul, a Internazionale tem tudo para fechar o ano em grande estilo. Se bater o supreendente Mazembe, da Repúblico do Congo, amanhã, na final do Mundial de Clubes da Fifa, o time italiano conquistará seu quinto título na temporada. Em 2010, a Inter conquistou o Campeonato Italiano, a Copa Itália, a Liga dos Campeões da Europa e a Supercopa Italiana. O clube de Milão só perdeu uma taça na temporada, para o Atlético de Madri, na final da Supercopa Europeia.

Com isso, o clube perdeu a chance de igualar o grande feito do Barcelona de 2009, que conseguiu conquistar simplesmente todos os títulos possíveis pela primeira vez na história (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões da Europa, Campeonato Espanhol, Copa do Espanha, Supercopa Espanhola e Supercopa Europeia).

Dos campeões mundiais (desde 1960), veja a lista dos campeões mundiais que fecharam o ano com mais títulos:

6 TÍTULOS
2009 Barcelona (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Camp. Espanhol, Copa do Espanha, Supercopa Espanhola e Supercopa Europeia)

5 TÍTULOS
2010 Internazionale* (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Camp. Italiano, Copa Itália, Supercopa Italiana)
1995 Ajax (Mundial Interclubes, Liga dos Campeões, Supercopa Europeia, Camp. Holandês, Supercopa Holandesa)

4 TÍTULOS
2008 Manchester United (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Camp. Inglês, Supercopa Inglesa)
2004 Porto (Mundial Interclubes, Liga dos Campeões, Camp. Português, Supercopa Portuguesa)
2003 Boca Juniors (Mundial Interclubes, Libertadores, Argentino, Recopa Sul-Americana)
1999 Manchester United (Mundial Interclubes, Liga dos Campeões, Camp. Inglês, Copa da Inglaterra)
1993 São Paulo (Mundial Interclubes, Libertadores, Supercopa da Libertadores, Recopa Sul-Americana)
1963 Santos (Mundial de Clubes, Libertadores, Taça Brasil e Paulista)

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 4 de agosto de 2010 Copa Libertadores, História, Liga dos Campeões, Mundial de Clubes | 12:06

Inter ou São Paulo voltarão a disputar o Mundial da Fifa

Compartilhe: Twitter

A surpreendente vitória do Chivas Guadalajara sobre a Universidad de Chile, ontem à noite (2 x 0), garantiu a equipe mexicana na decisão da Copa Libertadores e, de quebra, colocou um clube brasileiro na final do Mundial de Clubes da Fifa, que será realizado em dezembro, em Dubai, nos Emirados Árabes.

O vencedor da semifinal do confronto entre São Paulo e Internacional garantirá a vaga na final da Libertadores e, de acordo com o regulamento, estará automaticamente classificado para o Mundial de Clubes da Fifa, como representante sul-americano. Os clubes mexicanos que podem ir ao mundial disputaram a Champions League da Concacaf. Esse ano, o Pachuca foi o campeão e já está classificado para o Mundial da Fifa.

Inter ou São Paulo serão os primeiros clubes da América do Sul a disputar novamente o Mundial de Clubes da Fifa. O São Paulo foi campeão em 2005, quando bateu o Liverpool-ING (1 x 0). Já o Inter, ganhou a decisão ao derrotar o Barcelona-ESP por 1 x 0, em 2006. Curiosamente, essa foi a última vitória de um clube da América do Sul.  Em 2007, o Boca Juniors-ARG perdeu para o Milan-ITA. Em 2008, a LDU Quito-EQU foi derrotada pelo Manchester United-ING. No último mundial, o Barcelona-ESP ganhou do Estudiantes-ARG. Já em 2000, na primeira edição do Mundial de Clubes da Fifa, os representantes da América do Sul (Vasco, campeão da Libertadores de 1998, e Corinthians, campeão brasileiro de 1998, classificado como representante do país-sede), fizeram a final, com vitória a do Corinthians, nos pênaltis.

Além do Pachuca-MEX e de Inter ou São Paulo, o Mundial de Clubes de 2010 terá ainda a presença da Internazionale-ITA, campeã da UEFA Champions League, o Al Wahda, dos Emirados Árabes, campeão do país-sede, além do Hekari United, da Papua Nova Guiné, campeão da Oceania. Faltam ainda serem conhecidos os representantes da Ásia (a Champions League deles termina no dia 13 de novembro) e o da África (que tem a final no dia 14 de novembro).

Caso São Paulo ou Inter percam a final da Libertadores para o Chivas Guadalajara, aqui no Brasil (o primeiro jogo será no México), o vice-campeão da Libertadores irá ao Mundial pela primeira vez. Entre 1960 e 2004, no antigo Mundial Interclubes, sempre o campeão da Libertadores foi à decisão do título intercontinental. Dos representantes da Europa, porém, em algumas ocasiões os vices-campeões da antiga Copa dos Campeões da UEFA (precursora da Liga dos Campeões), abriram mão da vaga na final do Mundial Interclubes. Em 1971 e 1973, o Ajax-HOL, desistiu do torneio. Em seu lugar, participaram o Panathinaikos-GRE (que perdeu o mundial de 71 para o Nacional-URU) e a Juventus-ITA (que perdeu o título para o Independiente-ARG, em 73). Em 1974, foi a vez do Bayern Munique-ALE abrir mão do torneio. O Atlético de Madrid-ESP, aproveitou a chance a foi campeão sobre o Independiente-ARG. Em 1975, o Bayern também desistiu do torneio, só que daquela vez não houve Mundial Interclubes, já que o Independiente-ARG também não tinha datas para disputar. O mesmo aconteceu em 1978, quando Liverpool-ING e Boca Juniors-ARG não entraram em acordo sobre as datas e o torneio foi cancelado.

Em 1977, outro vice-campeão europeu que foi ao Mundial Inteclubes foi o Borussia Moenchengladbach-ALE, que substituiu o campeão Liverpool-ING. Na decisão, os alemães perderam o título para o Boca Juniors-ARG. Já em 1979, o Liverpool-ING desistiu novamente e em seu lugar foi o Malmoe-SUE, que perdeu o Mundial para o Olimpia-PAR. Finalmente, em 2003, o São Paulo foi campeão do Mundial Inteclubes sobre o Milan-ITA, vice da Copa dos Campeões da UEFA, que pegou a vaga do Olympique de Marselha-FRA, que perdeu o título após um escândalo de corrupção.

Outra curiosidade da final da Libertadores de 2010, é que se o Chivas Guadalajara conquistar o título, esse será o primeiro de um clube mexicano, que já bateu na porta em 2001, quando o Cruz Azul perdeu a final para o Boca Juniors-ARG. O Chivas também poderá ser o campeão com menos jogos desde 1993 (apenas oito partidas). Em 1993, o São Paulo, como campeão de 1992, entrou automaticamente nas oitavas-de-final, assim como o Chivas, esse ano. O clube mexicano foi eliminado pela Conmebol em 2009, antes do confronto contra o São Paulo, nas oitavas, pelo caso da gripe suína.

Autor: Tags: , , , ,