Publicidade

Arquivo da Categoria Uniformes

segunda-feira, 15 de junho de 2009 Campeonato Brasileiro, Campeonatos Estaduais, Estatísticas, História, Sem categoria, Técnicos, Uniformes | 16:24

Celso Roth: de novo um coelho de maratona?

Compartilhe: Twitter

Aos 51 anos, o técnico Celso Roth disputa seu 12º Brasileirão. Desde 1997, com exceção de 2006, esteve presente em todas as edições. Mas nunca foi campeão. Seu melhor desempenho foi no ano passado, pelo Grêmio, quando foi vice-campeão.

Desde o seu primeiro campeonato, em 1997, Roth vem se especializando em conquistar muitos pontos no início de trabalho. Seu começo é quase sempre muito bom. Depois, porém, seus times começam a cair de produção e, no final, acabam vendo os outros levarem a melhor. Será que agora o treinador acaba com essa sina de coelho de maratona pelo Atlético-MG, líder do Brasileirão?

Em 1997, Roth foi campeão gaúcho pelo Inter e começou o Brasileirão de forma arrasadora. Nos 13 primeiros jogos, venceu 9 e empatou 4. Depois, o time perdeu força e acabou a primeira fase na vice-liderança, atrás do Vasco. No quadrangular da fase semifinal, o Colorado ficou atrás de Palmeiras e Inter e acabou o torneio na terceira colocação.

Em 1998, o técnico ficou apenas três rodadas no Vitória e foi contratado pelo Grêmio. No tricolor gaúcho, ficou invicto nos oito primeiros jogos. Em seguida, caiu de produção. Ainda assim, levou o time à fase final. Mas acabou eliminado logo no primeiro mata-mata pelo Corinthians.

Em 1999, assim como em 2005, Roth não teve um bom início, fugindo um pouco de sua característica.

Em 2000, o Grêmio de Celso Roth venceu 6 e empatou 4 dos 12 primeiros jogos, chegando à liderança do torneio. Pouco depois, não manteve o ritmo e acabou na 10ª colocação na primeira fase. No mata-mata, o tricolor deixou para trás Ponte Preta, Sport, mas acabou eliminado pelo São Caetano na semifinal.

Em 2001, pelo Palmeiras, Roth também começou bem. Foram 8 vitórias, 2 empate e 2 derrotas nas 12 primeiras rodadas. Daí para frente, porém, o time caiu e não conseguiu a vaga para as quartas-de-final.

Em 2002, novamente pelo Inter, Roth ficou invicto nas 5 primeiras rodadas (venceu 3 jogos). O Colorado era líder, mas logo caiu pela tabela. No final, Roth acabou demitido há três rodadas do final e o Colorado brigou para não cair.

Em 2003, pelo Atlético-MG, Roth novamente começou bem. Depois de estrear com vitória sobre o Corinthians, no Pacaembu, por 3 x 0, o Galo empatou um jogo e venceu mais três. Esse foi o único período na história dos pontos corridos que o Atlético-MG chegou à liderança do Brasileirão (sem contar a atual rodada). Mas aí, como sempre, a equipe de Roth começou a cair. Foram 3 derrotas e um empate. Roth ficou até a 20ª rodada, antes de ser demitido e largar o Galo na 7ª colocação.

Em 2004, pelo Goiás, Roth não teve uma arrancada tão boa, porém, seu time chegou à 3ª colocação no final do primeiro turno. No returno, no entanto, o Goiás perdeu o fôlego e não conseguiu seguir próximos do líder e brigar pelo título. Assim, terminou na 6ª colocação. Esse, pelo menos, foi o terceiro campeonato brasileiro completo de Roth (antes ficou do início ao fim no Inter de 1997 e no Grêmio de 2000).

Em 2005, Roth não conseguiu bons resultados por Flamengo (1º turno) e Botafogo (2º turno). Nem mesmo a arrancada foi boa. No Flamengo, ganhou dois dos três primeiros jogos, mas depois 7 rodadas sem vitória. No Botafogo, também ganhou dois dos três primeiros jogos, mas na sequência ficou 8 jogos sem ganhar.

Coincidência ou não, o fraco desempenho de 2005 fez o técnico passar o ano seguinte sem treinar uma equipe.

Em 2007, Roth voltou a treinar uma equipe carioca, desse vez o Vasco. E novamente seu início foi muito bom. Nos 5 primeiros jogos, foram três vitórias e dois empates. Assim, na 5ª rodada, chegou à liderança. Foi a primeira e única rodada em que o Vasco ficou na ponta de tabela na história dos pontos corridos. Em seguida, claro, foram 3 derrotas consecutivas. No final, o Vasco terminou na 10ª colocação. Roth, mais uma vez, disputou o campeonato inteiro pelo mesmo clube.

Em 2008, o treinador assumiu Grêmio pela terceira vez e surpreendentemente levou o tricolor ao vice-campeonato brasileiro. Com um time que não era considerado dos melhores, Roth fez uma grande campanha. O Grêmio liderou o campeonato por 17 das 38 rodadas. Na virada do turno, porém, o time perdeu o pique e não conseguiu o título. Depois de vencer o São Paulo na primeira rodada do returno, o Grêmio chegou a abrir 11 pontos sobre o rival, que acabou campeão com 3 pontos de vantagem.

Nesse ano, Roth está invicto pelo Atlético-MG. Além de levar o time à liderança do Brasileirão, Roth quase conseguiu um milagre na Copa do Brasil. Pelas quartas-de-final, ele conseguiu vencer o Vitória por 3 x 0 no jogo de volta (o Galo havia perdido o jogo de ida também por 3 x 0, mas não sob o comando de Roth). Nos pênaltis, porém, o Atlético-MG acabou eliminado.

O Atlético-MG tem hoje a melhor invencibilidade entre os 20 participantes da Série A, com 8 partidas sem derrotas. Resta saber se o Galo manterá a boa fase ou se a equipe de Roth cairá de produção, como nas temporadas anteriores.

Celso Roth está próximo de se tornar o 10º técnico com jogos e vitórias em Brasileiros. Nessas listas, apenas ele, Levir Culpi e Abel Braga ainda não ganharam o título nacional. Roth, aliás, não conquista um troféu desde 2000, quando conquistou a Copa Nordeste, pelo Vitória. Antes disso, o treinador foi campeão Gaúcho (em 1997 e 1999) e da Copa Sul (1999).

Técnicos com mais vitórias pelo Brasileirão (1971-2009):

Técnico Vitórias
Vanderlei Luxemburgo 242
Emerson Leão 181
Telê Santana 175
Antônio Lopes 167
Carlos Alberto Silva 155
Levir Culpi 152
Ênio Andrade 151
Evaristo de Macedo 148
Muricy Ramalho 146
10° Geninho 145
11° Celso Roth 139

.

Técnicos com mais jogos pelo Brasileirão (1971-2009):

Técnico Período
Jogos
Vanderlei Luxemburgo 1983-2009
471
Antônio Lopes 1982-2008
425
Emerson Leão 1987-2008
402
Telê Santana 1971-1995
394
Geninho 1987-2008
372
Evaristo de Macedo 1972-2005
367
Ênio Andrade 1975-1995
361
Abel Braga 1985-2007
342
Nelsinho Baptista 1986-2008
328
10° Levir Culpi 1986-2005
325
11º Celso Roth 1997-2009
314
Autor: Tags: ,

sábado, 13 de junho de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História, Sem categoria, Uniformes | 01:06

Prévia da sexta rodada do Brasileirão 2009

Compartilhe: Twitter

Ainda está cedo para ver quem é quem nesse Brasileirão. Por enquanto, Inter, Atlético-MG e Santos apresentaram o melhor futebol. Galo e Peixe, porém, já derraparam com empates em casa. Do outro lado da tabela de classificação, a dupla Atletiba segue em baixa, nas últimas colocações. Ambos, porém, têm time para sair dessa situação. Mas não deverá ser nessa rodada. O Coxa tem pela frente o Flamengo. Já o Atlético-PR, de técnico novo, pega o Sport na sempre complicada Ilha do Retiro. Outros times que ainda não mostraram muita coisa (Barueri e Avaí), se enfrentam em São Paulo. Resta saber se algum deles conseguirá a primeira vitória na competição.

A rodada terá ainda dois clássicos interessantes. Um deles é confronto tricolor no Maracanã. O Flu, em crise, e com Fred voltando a fazer gols, pega um desfalcado Grêmio, que tenta emplacar um novo esquema tático (o 4-4-2 de Paulo Autuori). Em São Paulo, o Palmeiras, que anda devendo um bom futebol, pega a Raposa cheia de desfalques e que só perdeu feio fora de casa nesse Brasileirão.

Em Goiânia, a boa novidade é a volta do atacante Ronaldo ao Corinthians. O Fenômeno só jogou nesse Brasileirão na partida contra o Botafogo, na segunda rodada, e ainda não marcou gol. Caso faça um gol, será o seu primeiro em Campeonatos Brasileiros desde o dia 14/11/1993, quando fez um na goleada do Cruzeiro por 4 x 1 sobre o Inter.

Confira abaixo o histórico, as curiosidades e os palpites para os 10 jogos dessa sexta rodada.

13/6 – Sábado – 18h30
SÃO PAULO (12º) x SANTO ANDRÉ
(14º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidades:
São Paulo e Santo André se enfrentaram até hoje apenas em jogos pelo Campeonato Paulista. Foram 31 partidas, com 16 vitórias do tricolor, 8 empates e 7 do Santo André. O primeiro jogo entre eles foi em 1982, 1 x 0 para o São Paulo no ABC, gol de Darío Pereyra. Nos últimos três, porém, o Santo André não perdeu. Ganhou em 2006 (1 x 0), empatou em 2007 (1 x 1) e ganhou esse ano por 2 x 0, em pleno Morumbi.
No Brasileirão 2009: As duas equipes estão em situações parecidas no Brasileirão. Têm 6 pontos e venceram apenas um jogo cada. O São Paulo, desfalcado de Rogério Ceni, Hugo, Rodrigo (machucados), Zé Luís (suspenso) e Miranda (na Seleção Brasileira), vai a campo com a cabeça no confronto contra o Cruzeiro pela Libertadores, na próxima quinta-feira. Já o Santo André, que não terá o centroavante Nunes (suspenso), além de Chiquinho e Gustavo Nery (machucados), procura surpreender o Tricolor, assim como fez no Paulistão, em fevereiro. O Santo André, aliás, está invicto como visitante nesse Brasileiro. Venceu o Coritiba (4 x 2) e empatou com o Atlético-MG (0 x 0).
Palpite: São Paulo
_____________________________________________________________________________________

13/6 – Sábado – 18h30
SPORT (15º) x ATLÉTICO-PR (20º)

Em Brasileiros

Em Recife

sport2

19 jogos

sport2

10 jogos

6

Vitórias

5

6

Vitórias

0

8

Empates

8

4

Empates

4

5

Derrotas

6

0

Derrotas

6

25

Gols

24

19

Gols

8

Curiosidades: Em Recife, o Sport nunca perdeu para o Atlético-PR. Desde 1979, quando se enfrentaram lá pela primeira vez, foram quatro empates e seis vitórias, justamente nos últimos seis jogos.
No Brasileirão 2009: O duelo rubro-negros marca o encontro entre as duas equipes que perderam o técnico no Brasileiro. No Sport, o técnico Emerson Leão estreou na semana passada, substituindo Nelsinho Baptista, com uma ótima vitória por 4 x 2 sobre o Flamengo, de virada, e reanimou o time. Jogando na Ilha do Retiro, o Sport venceu 14 dos 18 jogos que fez 2009. Desses, deixou de marcar gol em apenas um (contra o Palmeiras). Já o Atlético-PR, o lanterna do Brasileirão, perdeu o técnico Geninho depois de péssima campanha pós-título estadual. Nos últimos 6 jogos, o time perdeu 5 e empatou um. O novo treinador, Waldemar Lemos, ex-Náutico, terá trabalho para dar a primeira vitória ao Furacão no Brasileiro. Afinal, o time está desfalcado de cinco titulares: Rafael Miranda, Galatto, Julio dos Santos e Wallyson (lesionados) e Marcinho (suspenso). A novidade é o estreante Paulo Baier, que irá enfrentar justamente seu ex-clube.
Último confronto pelo Brasileiro: Atlético-PR 1 x 0 Sport, 2/11/2008
Palpite: Sport
_____________________________________________________________________________________

13/6 – Sábado – 18h30
BOTAFOGO (18º) x SANTOS (4º)

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

37 jogos

17 jogos

11

Vitórias

14

8

Vitórias

6

12

Empates

12

3

Empates

3

14

Derrotas

11

6

Derrotas

8

38

Gols

51

24

Gols

25

Curiosidades: Esse confronto já decidiu o Brasileirão de 1995. O Botafogo venceu o primeiro jogo da final por 2 x 1, no Rio, e depois segurou o empate em São Paulo (1 x 1) para garantir seu primeiro e único título do Brasileirão. Os santistas até hoje lamentam os erros de arbitragem daquela final. Ultimamente, o Santos mantem um pequeno tabu: não perde para o Botafogo há 4 jogos pelo Brasileirão. A última vitória dos cariocas foi no dia 14/10/2006 (4 x 3). Desde então, foram 3 vitórias do Peixe e um empate. No Rio, o Santos venceu as duas últimas, justamente no Engenhão, a nova casa do Botafogo.
No Brasileirão 2009: Dos 20 clubes da Série A, o Botafogo é que está há mais tempo sem vencer. Já são 8 jogos oficiais sem vitória (a última foi no dia 16 de abril, contra o Americano, pela Copa do Brasil). O técnico Ney Franco terá problemas para essa partida: o zagueiro Juninho, suspenso, e o atacante Reinaldo, machucado. O destaque é o meia Lúcio Flávio, que terá pela frente o ex-clube. Já o Santos, dono do melhor ataque do Brasileirão, com 14 gols, não perde fora de casa há 8 jogos. O time vai completo ao Rio de Janeiro e única preocupação do técnico Vágner Mancini é sua defesa, que sofreu gols nos últimos 10 jogos.
Último confronto pelo Brasileiro: Botafogo 0 x 1 Santos, 18/10/2008
Palpite: Santos
_____________________________________________________________________________________

14/6 – Domingo – 16h00
CORITIBA (19º) x FLAMENGO (11º)

Em Brasileiros

Em Curitiba

26 jogos

12 jogos

9

Vitórias

12

7

Vitórias

3

5

Empates

5

2

Empates

2

12

Derrotas

9

3

Derrotas

7

31

Gols

39

19

Gols

13

Curiosidades: O Flamengo já conseguiu dois grandes tabus nesse confronto. Entre 1975 e 1985, venceu todos os 5 jogos realizados lá. Outra boa sequência foi conquistada entre 1987 e 2000 (5 vitórias e 2 empates). Entre 2001 e 2005, porém, foi a vez do Coxa ficar 7 jogos sem perder (5 vitórias e 2 empates). Em Curitiba, o time da casa venceu os últimos cinco confrontos, incluindo o histórico 5 x 0 de 2003. A última vitória rubro-negra em Curitiba, contra o Coxa, foi no dia 1/8/1998 (3 x 1).
No Brasileirão 2009: O confronto entre os eliminados da semifinal da Copa do Brasil servirá para mostrar a real situação de cada um. O Coritiba, penúltimo colocado, quebrou a série invicta do Inter há 10 dias, mas depois jogou nada contra o misto do Corinthians. O técnico René Simões tem ainda quatro desfalques para essa partida: Carlinhos Paraíba (lesionado) e Pereira, Marcelinho Paraíba e Márcio Gabriel (suspensos). Marcelinho, ex-Flamengo, e um dos artilheiros do Brasileirão com 4 gols, é a grande baixa do Coxa. Já o Flamengo, que vinha bem no Brasileirão, sofreu uma derrota feia na última rodada, ao perder de virada para o Sport (4 x 2), levando ainda 4 gols em 9 minutos. Para piorar, o técnico Cuca não poderá contar com Leonardo Moura, Émerson e Maxi (machucados), Kléberson (na Seleção Brasileira) e Willians (suspenso). A novidade na equipe é a volta do atacante Josiel, que fará dupla de ataque com Adriano.
Último confronto pelo Brasileiro: Flamengo 5 x 0 Coritiba, 23/10/2008
Palpite: Empate
_____________________________________________________________________________________

14/6 – Domingo – 16h00
FLUMINENSE (7º) x GRÊMIO (8º)

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

34 jogos

18 jogos

11

Vitórias

14

7

Vitórias

5

9

Empates

9

6

Empates

6

14

Derrotas

11

5

Derrotas

7

37

Gols

39

16

Gols

10

Curiosidades: O Grêmio não perde para o Fluminense desde o dia 6/10/2004. Desde então, foram 3 empates e 3 vitórias do Tricolor gaúcho em Campeonatos Brasileiros. No Rio de Janeiro, o Fluminense também não ganha desde 2004.
No Brasileirão 2009: Nem mesmo a vitória sobre o Botafogo, no clássico do último domingo, aliviou a crise no Flu. Durante a semana, Fred e Luiz Alberto acabaram se estranhando durante os treinos. A boa notícia para o técnico Parreira é que o time vai completo para o jogo contra o tricolor gaúcho. Já o Grêmio não poderá contar com o goleiro Victor (na Seleção Brasileira), Jonas (artilheiro do time no ano, lesionado), além de Ruy, Réver e Joílson (suspensos). Fora de casa, nesse Brasileiro, o Grêmio perdeu duas vezes (Atlético-MG e Vitória). E nas duas nos acréscimos. O técnico Autuori deverá colocar o time no 4-4-2.
Último confronto pelo Brasileiro: Fluminense 0 x 0 Grêmio, 6/9/2008
Palpite: Fluminense
_____________________________________________________________________________________

14/6 – Domingo – 16h00
GOIÁS (13º) x CORINTHIANS (9º)

Em Brasileiros

Em Goiânia

34 jogos

19 jogos

10

Vitórias

11

8

Vitórias

4

13

Empates

13

7

Empates

7

11

Derrotas

10

4

Derrotas

8

36

Gols

45

27

Gols

22

Curiosidades: Pelo Brasileirão, Goiás e Corinthians jogaram pela última vez em 2007, na antepenúltima rodada daquele campeonato. O jogo foi dramático, já que os dois clubes lutavam para não cair. O Corinthians saiu na frente, mas depois cedeu o empate. No final, o goleiro Felipe ainda defendeu um pênalti de Paulo Baier e adiou o sofrimento corintiano para as duas rodadas finais.
No Brasileirão 2009: O técnico Mano Menezes quer aproveitar o jogo contra o Goiás para dar ritmo ao time titular antes da final da Copa do Brasil, contra o Inter, na próxima quarta-feira. Assim, o time deverá ter força máxima. Até Ronaldo estará em campo. Os desfalques são os lesionados Jorge Henrique e Morais e o lateral-esquerdo André Santos (na Seleção Brasileira). O zagueiro Willian e o lateral Alessandro (gripado) são dúvidas. Já o Goiás não poderá contar com Ramalho e Rafael Tolói (suspensos). Por outro lado, o técnico Hélio dos Anjos terá o retorno do lateral Vítor. O Goiás busca a primeira vitória em casa nesse Brasileiro. Até agora o time empatou duas (Náutico e Barueri) e perdeu para uma, para o Inter.
Último confronto pelo Brasileiro: Goiás 1 x 1 Corinthians, 11/11/2007
Palpite: Empate
_____________________________________________________________________________________

14/6 – Domingo – 16h00
ATLÉTICO-MG (2º) x NÁUTICO (5º)

Em Brasileiros

Em Belo Horizonte

17 jogos

8 jogos

10

Vitórias

5

8

Vitórias

0

2

Empates

2

0

Empates

0

5

Derrotas

10

0

Derrotas

8

29

Gols

17

19

Gols

3

Curiosidades: Em Belo Horizonte, o predomínio do Galo é completo. Em 8 jogos, foram 8 vitórias desde 1976. O Atlético marcou ainda 19 gols e sofreu apenas três.
No Brasileirão 2009: O vice-líder Atlético-MG vem de uma ótima vitória (4 x 0 sobre o Atlético-PR fora de casa) e tem atualmente a maior sequência invicta entre os 20 participantes da Série A, com 7 jogos sem derrota. Sob o comando do técnico Celso Roth, o Galo ainda não perdeu. Para o jogo contra o Náutico, Roth terá apenas um desfalque, o zagueiro Leandro Almeida (machucado). Resta saber se o time não irá bobear novamente em casa, assim como fez contra o Santo André (0 x 0 com um jogador a mais). Já o Náutico, que começou bem o Brasileirão, teve uma reviravolta na última semana. O time perdeu a invencibilidade para o Grêmio (apanhou de 3 x 0) e também viu o técnico Waldemar Lemos largar o clube para dirigir o Atlético-PR. Para o seu lugar, chegou Márcio Bittencourt, de passagem discreta pelo rival Santa Cruz em 2009.
Último confronto pelo Brasileiro: Atlético-MG 2 x 1 Náutico, 20/9/2008
Palpite: Atlético-MG
_____________________________________________________________________________________

14/6 – Domingo – 18h30
INTERNACIONAL (1º) x VITÓRIA (3º)

Em Brasileiros

Em Porto Alegre

23 jogos

11 jogos

11

Vitórias

7

7

Vitórias

1

5

Empates

5

3

Empates

3

7

Derrotas

11

1

Derrotas

7

31

Gols

21

16

Gols

7

Curiosidades: Jogando em Porto Alegre, o Vitória conseguiu ganhar apenas uma vez em 11 partidas. Foi em 2003, no dia 30 de agosto, quando venceu por 1 x 0, gol de Alecsandro, que curiosamente hoje é titular do Colorado. Naquele jogo, o Inter tinha o goleiro Clemer (que será o reserva no domingo) e o atacante Nilmar.
No Brasileirão 2009: O técnico Tite, que completou um ano no comando do Colorado, terá cinco grandes baixas para esse jogo. O goleiro Lauro e Guiñazu (suspensos), o meia D’Alessandro (lesionado), além de Kléber e Nilmar (que estão na Seleção Brasileira). O líder Inter, porém, tem o fator campo como aliado. Nesse ano, o time está invicto no Beira-Rio. Em 21 jogos, foram 20 vitórias e um empate, justamente no primeiro jogo (0 x 0). Desde então, já são 20 vitórias seguidas, com 63 gols a favor e apenas 10 contra. Já o Vitória, do técnico Carpegiani (que foi campeão Brasileiro pelo Colorado na década de 70), vem para o seu 40º jogo na temporada. Um recorde entre os participantes da Série A. Para o jogo de domingo, o desfalque é o atacante Neto Baiano, artilheiro do time na temporada.
Último confronto pelo Brasileiro: Internacional 1 x 0 Vitória, 21/9/2008
Palpite: Internacional
_____________________________________________________________________________________

7/6 – Domingo – 18h30
PALMEIRAS (6º) x CRUZEIRO (10º)

Em Brasileiros

Em São Paulo

38 jogos

21 jogos

12

Vitórias

15

10

Vitórias

5

11

Empates

11

6

Empates

6

15

Derrotas

12

5

Derrotas

10

47

Gols

52

38

Gols

27

Curiosidades: O duelo entre os dois clubes que já se chamaram Palestra Itália é um dos mais tradicionais no Brasileirão. Na última vez que se enfrentaram em São Paulo, o Palmeiras venceu por 5 x 2. Daquele jogo, apenas quatro jogadores permeneceram no Palmeiras (Marcos, Fabinho Capixaba, Pierre e Diego Souza). Dois ex-Palmeiras estão hoje no Cruzeiro: Kléber e Gustavo. Pelo lado da Raposa, sete jogadores permaneceram, entre eles o goleiro Fábio, que levou 5 gols, e o volante Henrique. Outra curisiodade nesse confronto, é que em 2008 o Palmeiras venceu também em Belo Horizonte, no dia 14/9/2008. Essa aliás, foi a última derrota da Raposa no Mineirão.
No Brasileirão 2009: O Palmeiras não vive um bom momento, mas ganhou o último jogo (2 x 1 no Vitória) e vem praticamente completo para essa partida. Os desfalques são os reservas Henrique (lateral-direito) e Lenny e Marquinhos (atacantes). O zagueiro Edmilson, que não joga há dois meses, é outra baixa. Já o Cruzeiro não terá seu principal jogador (Kléber, suspenso), além de Gérson Magrão (também suspenso), Athirson, Fernandinho, Ânderson, Soares e Thiago Ribeiro (todos machucados). Para piorar, Fabrício e Wagner são dúvidas e o volante Fabinho, novo reforço, ainda não tem condições de jogo. O lateral-esquerdo Sorín deverá retornar ao time que só perdeu jogando fora de casa nesse Brasileiro (foi derrotado por Náutico e São Paulo).
Último confronto pelo Brasileiro: Cruzeiro 0 x 1 Palmeiras, 14/9/2008
Palpite: Empate
_____________________________________________________________________________________

7/6 – Domingo – 18h30
BARUERI (16º) x AVAÍ (17º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidades:
Barueri e Avaí jogaram 4 partidas pela Série B do Campeonato Brasileiro. Em 2007, empataram os dois jogos (1 x 1 em Florianópolis e 0 x 0 em Barueri). Em 2008, o Avaí venceu por 3 x 0 em casa. No returno, os clubes empataram por 2 x 2 em Barueri.
No Brasileirão 2009: O jogo mais fraco da rodada marca o duelo de duas equipes que ainda não venceram no Brasileirão. Com campanhas idênticas (quatro empates e uma derrota), Barueri e Avaí jogam para ver quem ficará longe das quatro últimas colocações. O Barueri, que joga em casa, deverá levar pequena vantagem. O técnico Estevam Soares, tenta fazer o time reencontrar o caminho das vitórias. Nos últimos 7 jogos, foram 5 empates e 2 derrotas. Já o Avaí não vence desde a final do Estadual, quando enfiou 6 x 1 na Chapecoense. No Brasileirão, busca sua primeira vitória. Caso isso aconteça, será a primeira desde o dia 14/12/1977, quando venceu o Juventude por 2 x 1, em sua última vitória na primeira divisão. Em 1979, o Avaí não venceu e depois disso nunca mais esteve na Série A.
Palpite: Barueri
_____________________________________________________________________________________


Ilustrações: Maurício Rito

Autor: Tags:

sexta-feira, 5 de junho de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História, Uniformes | 18:30

Prévia da quinta rodada do Brasileirão 2009

Compartilhe: Twitter

Devido ao jogo da Seleçao Brasileira pelas Eliminatórias da Copa de 2010, a 5ª rodada do Brasileirão foi antecipada e começou na última quinta-feira com dois jogos: Grêmio 3 x 0 Náutico e Santo André 3 x 3 Santos. Amanhã (sábado), teremos apenas um jogo: Corinthians x Coritiba. O jogo estava marcado anteriormente para quinta, mas precisou ser alterado já que as duas equipes jogaram pela Copa do Brasil na quarta.

No domingo, o principal jogo da rodada será o do Mineirão, entre Cruzeiro x Internacional. A Raposa defende uma invencibilidade de 26 jogos no estádio e também um tabu de 14 jogos contra o Colorado em casa. Já o líder Inter tenta manter seu aproveitamento de 100% na competição. Outro duelo interessante será o do Maracanã, entre os desesperados Botafogo e Fluminense, que não vencem há um bom tempo.

Em Recife, o destaque será o atacante Adriano, que estreou marcando um gol pelo Flamengo na última rodada. O clube carioca luta ainda pela terceira vitória consecutiva no Brasileirão. Porém, terá pela frente o Sport, que irá estrear o técnico Emerson Leão.

Confira abaixo o histórico, as curiosidades e os palpites para os 8 jogos dessa quinta rodada.

6/6 – Sábado – 21h00
CORINTHIANS (14º) x CORITIBA
(20º)

Em Brasileiros

 

Em São Paulo

26 jogos

 

11 jogos

12

Vitórias

10

 

7

Vitórias

2

4

Empates

4

 

2

Empates

2

10

Derrotas

12

 

2

Derrotas

7

27

Gols

25

 

16

Gols

9

Curiosidade: Em Campeonatos Brasileiros, o Corinthians não perde para o Coritiba há 4 jogos. A última vitória do Coxa foi no dia 5/11/2003. Em 2003, aliás, o Coritiba também venceu o Corinthians em São Paulo. Históricamente, o confronto mais marcante das equipes em Brasileiros foi em 1985. Na fase semifinal, cada clube venceu uma partida no grupo que tinha ainda Sport e Joinville. O Coxa terminou na primeira colocação e foi para a final contra o Bangu (e acabou campeão). Para o jogo de amanhã, às 21h, o Corinthians não terá os atacantes Ronaldo e Jorge Henrique. Lulinha, expulso no último jogo e de malas prontas para jogar no Benfica, também está fora. O técnico Mano Menezes deverá usar força máxima, já que o Corinthians só volta a jogar pela Copa do Brasil no dia 17, na final contra o Inter. Já o Coxa, eliminado pelo Inter na semifinal da Copa do Brasil e com a pior defesa do Brasileirão, não terá o meia Carlinhos Paraíba. Por outro lado, contará com Marcelinho Paraíba, artilheiro do Brasileiro com 4 gols.
Último confronto pelo Brasileiro: Coritiba 0 x 1 Corinthians, 13/11/2005
Palpite: Corinthians

7/6 – Domingo – 16h00
PALMEIRAS (12º) x VITÓRIA (2º)

Em Brasileiros

 

Em São Paulo

23 jogos

 

11 jogos

12

Vitórias

3

 

6

Vitórias

0

8

Empates

8

 

5

Empates

5

3

Derrotas

12

 

0

Derrotas

6

42

Gols

27

 

22

Gols

11

Curiosidade: A última derrota do Palmeiras para o Vitória, em Brasileiros, foi no fatídico dia 17 de novembro de 2002 (Vitória 4 x 3). Naquele dia, a derrota rebaixou o Palmeiras para a Série B. Desde então, os clubes jogaram mais quatro vezes, com três empates e uma vitória do Palmeiras. Em São Paulo, o Palmeiras defende um tabu de 11 jogos. Desde 1976, ano do primeiro jogo entre Palmeiras e Vitória em São Paulo, o Verdão não perde para os baianos em Campeonatos Brasileiros. Em 1993, os clubes decidiram o Brasileirão e o Palmeiras acabou campeão com a vitória por 2 x 0. Os torcedores do Vitória, porém, lembram bem da histórica goleada de 7 x 2 sobre o Palmeiras, no Parque Antártica, pela Copa do Brasil de 2003. Para esse jogo, o Palmeiras, que não vence há 5 jogos, deverá estrear o lateral-direito Henrique (ex-Ituano). Ele será o substituto de Wendel, que foi expulso no empate contra o Barueri (2 x 2), na última rodada. Keirrison e Obina, que marcaram no último jogo, voltam a formar a dupla de ataque. Na outra lateral, Armero (que está na seleção colombiana), será substituído por Jefferson. No Vitória, a grande ausência é o atacante Neto Baiano, artilheiro do time na temporada. Ele pegou 8 jogos de suspensão no STJD. O vice-líder do Brasileirão quer manter o bom início (o seu melhor em Brasileiros desde o vice de 1993).
Último confronto pelo Brasileiro: Vitória 0 x 0 Palmeiras, 30/11/2008
Palpite: Palmeiras

7/6 – Domingo – 16h00
SPORT (18º) x FLAMENGO (7º)

Em Brasileiros

 

Em Recife

sport2

24 jogos

 

sport2

10 jogos

8

Vitórias

12

 

5

Vitórias

3

4

Empates

4

 

2

Empates

2

12

Derrotas

8

 

3

Derrotas

5

25

Gols

34

 

11

Gols

9

Curiosidade: O Flamengo não perde para o Sport desde 2000. Nos últimos 5 jogos, foram dois empates e três vitórias dos cariocas. No ano passado, o Flamengo venceu as duas. Na Ilha do Retiro, venceu por 2 x 1, com dois gols de Obina, hoje no Palmeiras. Para esse jogo, o Sport vem de técnico novo, Emerson Leão, que já dirigiu o clube em 1987 e 2000, e sem o meia Paulo Baier, negociado com o Atlético-PR. O clube luta para vencer seu primeiro jogo no Brasileiro (tem duas vitórias e dois empates). Já o Flamengo vem de duas vitórias (Santo André e Atlético-PR) e luta para alcançar as primeiras colocações. O atacante Adriano, que fez um gol na vitória contra o Furacão, é o destaque do jogo.
Último confronto pelo Brasileiro: Flamengo 2 x 1 Sport, 27/9/2008
Palpite: Empate

7/6 – Domingo – 16h00
AVAÍ (15º) x SÃO PAULO (10º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: São Paulo e Avaí jogarão pela primeira vez uma partida oficial. Até hoje, os clubes se enfrentaram em quatro amistosos, com quatro vitórias do Tricolor paulista. A última delas em 2004, quando o São Paulo venceu por 6 x 0 na Ressacada. Rogério Ceni e Rodrigo, que hoje estão no elenco tricolor, participaram daquela partida. O meia Marquinhos, do Avaí, também esteve naquele jogo, mas atuando pelo São Paulo. Para esse jogo, o São Paulo terá o meia Hernanes novamente no banco de reservas. Marlos, ex-Coritiba, agradou na vitória contra o Cruzeiro e segue como titular. O Avaí ainda não venceu no Brasileiro.
Palpite: São Paulo

7/6 – Domingo – 16h00
ATLÉTICO-PR (19º) x ATLÉTICO-MG (4º)

Em Brasileiros

 

Em Curitiba

28 jogos

 

14 jogos

11

Vitórias

9

 

7

Vitórias

3

8

Empates

8

 

4

Empates

4

9

Derrotas

11

 

3

Derrotas

7

40

Gols

41

 

24

Gols

15

Curiosidade: Pelo Brasileiro, o duelo entre os Atléticos é bem equilibrado. O Furacão leva uma pequena vantagem, com duas vitórias a mais. Em Curitiba, o desempenho do Atlético-PR é um pouco melhor, com quatro vitórias a mais. Nos últimos quatro jogos lá, foram três vitórias do Atlético-PR e um empate. Para esse jogo, o Furacão tenta sua primeira vitória no Brasileirão. Aliás, a sua primeira desde a decisão do título estadual, há um mês, quando derrotou o Cianorte. Desde então, foram quatro derrotas, um empate e uma eliminação na Copa do Brasil. Já o Atlético-MG, que não perde há 6 jogos e está invicto sob o comando de Celso Roth, quer recuperar os pontos perdidos para o Santo André no último sábado (empatou por 0 x 0 em casa).
Último confronto pelo Brasileiro: Atlético-MG 4 x 0 Atlético-PR, 24/8/2008
Palpite: Empate

7/6 – Domingo – 18h30
CRUZEIRO (8º) x INTERNACIONAL (1º)

Em Brasileiros

 

Em Belo Horizonte

45 jogos

 

22 jogos

16

Vitórias

16

 

14

Vitórias

2

14

Empates

14

 

6

Empates

6

16

Derrotas

16

 

2

Derrotas

14

57

Gols

55

 

45

Gols

22

Curiosidade: Cruzeiro e Inter decidiram o Brasileirão uma vez. Foi em 1975, e o Colorado levou a melhor. No geral, o confronto entre dois clubes que já disputaram todas as edições do Brasileirão, é bem equilibrado. São 16 vitórias para cada lado e mais 14 empates. Porém, o fator casa é o diferencial nesse confronto. Em Belo Horizonte, o Cruzeiro venceu 14 e perdeu apenas duas vezes em 22 jogos. A última derrota da Raposa, no Mineirão, foi há mais de 20 anos, em 1987 (1 x 0). Nos últimos 16 jogos, foram 4 empates e 12 vitórias cruzeirenses, sendo 8 seguidas desde 2000. No Mineirão, aliás, o Cruzeiro defende hoje uma invencibilidade de 26 partidas. Para esse jogo, oo Cruzeiro tenta encontrar o substituto ideal para a vaga de Ramires, que foi para o Benfica-POR. Wagner e Bernardo lutam pela titularidade. Já o Inter não contará com Kleber e Nilmar (que estão com a Seleção Brasileira) e o meia D’Alessandro (que está com cansaço muscular). Marcelo Cordeiro, Alecsandro e Andrezinho serão os respectivos substitutos.
Último confronto pelo Brasileiro: Internacional 1 x 0 Cruzeiro, 30/11/2008
Palpite: Cruzeiro

7/6 – Domingo – 18h30
FLUMINENSE (13º) x BOTAFOGO (17º)

Em Brasileiros

 

Jogos com mando do Fluminense

32 jogos

 

16 jogos

10

Vitórias

11

 

5

Vitórias

5

11

Empates

11

 

6

Empates

6

11

Derrotas

10

 

5

Derrotas

5

39

Gols

42

 

18

Gols

18

Curiosidade: O clássico entre Fuminense e Botafogo está bem equilibrado na história do Brasileirão. O Botafogo tem uma vitória a mais (11 x 10). Nos últimos três jogos, porém, o alvinegro está sem vencer. Em 2008, foram dois empates (0 x 0 e 1 x 1). Para esse jogo, ambas equipes vêm em baixa. O Botafogo não vence há 7 jogos e o Fluminense não sabe o que é ganhar há 5 partidas. Além disso, os dois times, ao lado do Corinthians, têm os piores ataques do Brasileirão de 2009 com apenas 3 gols. O tricolor ainda teve problemas de salários atrasados durante a semana e vive sob a expectativa de futuras dispensas, como a do técnico Parreira, e de alguns jogadores como Eduardo Ratinho e Everton Santos. O zagueiro Luiz Alberto, expulso no último jogo, será substituído por Cássio. No Botafogo, a mudança deverá ser apenas na maneira de jogar. O técnico Ney Franco volta a adotar o 4-4-2 no lugar do 3-5-2.
Último confronto pelo Brasileiro: Botafogo 1 x 1 Fluminense, 29/9/2008
Palpite: Empate

7/6 – Domingo – 18h30
GOIÁS (11º) x BARUERI (16º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: Barueri e Goiás irão se enfrentar pela primeira vez na história do Brasileiro. O Goás, que venceu o Coritiba fora de casa na última rodada, vem como favorito. O time do artilheiro Felipe (que já anotou 4 gols nesse campeonato), busca sua primeira vitória em casa. Nas rodadas anteriores, empatou com o Náutico e perdeu para o Inter. Já o Barueri ainda não venceu no Brasileirão e está há 6 jogos sem vitórias. No último jogo, o destaque da equipe foi o atacante Pedrão, que marcou dois gols no empate contra o Palmeiras.
Último confronto pelo Brasileiro: Vitória 4 x 2 Grêmio, 23/11/2008
Palpite: Goiás

Ilustrações: Maurício Rito

Autor: Tags:

sexta-feira, 29 de maio de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, Uniformes | 16:34

Prévia da quarta rodada do Brasileirão 2009

Compartilhe: Twitter

Com a folga na Libertadores na próxima semana, os quatro representantes do Brasil no torneio deverão colocar força máxima em campo nessa quarta rodada do Brasileirão. Cruzeiro e São Paulo, que já se enfrentaram na última quarta, voltam a duelar no Morumbi. O Palmeiras, que decepcionou diante do Nacional-URU, terá a chance de se redimir. Já o Grêmio tenta não ficar para trás do rival Colorado. Outro reencontro interessante é o clássico Santos e Corinthians, que fizeram a final do Paulistão no início de maio.

Essa rodada poderá marcar o retorno de Adriano no Flamengo e também o futuro do Fluminense, que se afundou numa crise após a eliminação na Copa do Brasil e a goleada sofrida para o Santos. Uma nova derrota poderá valer o cargo do técnico Parreira.

No duelo dos artilheiros, Kleber Pereira, Kleber e Marcelinho Paraíba, que lideram a lista dos goleadores com 3 gols, voltam a campo nessa rodada.

Confira abaixo o histórico, as curiosidades e os palpites para os 10 jogos dessa quarta rodada.

30/5 – Sábado – 18h30
CORITIBA (19º) x GOIÁS
(14º)

CoritibaxGoias

Em Brasileiros

Em Curitiba

20 jogos

9 jogos

8

Vitórias

6

4

Vitórias

2

6

Empates

6

3

Empates

3

6

Derrotas

8

2

Derrotas

4

24

Gols

20

8

Gols

5

Curiosidade: Em Campeonatos Brasileiros, o Goiás não perde para o Coritiba há 4 jogos. A última vitória do Coxa foi no dia 12/12/2004. Para o jogo de amanhã, porém, o time goiano precisará melhorar muito para manter esse tabu. A equipe do técnico Hélio dos Anjos perdeu o rumo depois do título estadual. Eliminado da Copa do Brasil, o Goiás não conseguiu mais vencer depois de derrotar o Atlético-GO na decisão do Goianão 2009. Nos últimos 4 jogos, empatou 3 e perdeu um (o último, em casa, para o Inter). Além disso, o Goiás tem uma das piores defesas da competição com 7 gols sofridos em 3 jogos. Apenas o Coritiba sofreu mais gols (8). E assim como o Goiás, o Coxa ainda não venceu no Brasileirão 2009. O time paranaense, que vem poupando jogadores para a Copa do Brasil, é penúltimo colocado com apenas um ponto. O técnico René Simões precisa reanimar o grupo, que vem ainda de derrota para o Inter na Copa do Brasil (1 x 3).
Último confronto pelo Brasileiro: Coritiba 1 x 1 Goiás, 19/10/2008
Palpite: Coritiba

30/5 – Sábado – 18h30
ATLÉTICO-MG (3º) x SANTO ANDRÉ (7º)

atleticomgxsantoandre

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Atlético-MG não perde há 5 jogos e está invicto sob o comando do técnico Celso Roth (que chegou após a final do Mineiro). O Galo vem de uma ótima vitória sobre o Sport, fora de casa, e tem tudo para continuar entre os primeiros colocados. Jogando no Mineirão, o Atlético-MG só perdeu duas vezes esse ano (ambas para o Cruzeiro). Nos outros 11 jogos, venceu 9. A novidade na equipe pode ser a estreia do bom goleiro Aranha, ex-Ponte Preta. Já o Santo André busca surpreender fora de casa novamente. O time do técnico Sérgio Guedes venceu o Coritiba na 2ª rodada por 4 x 2, em Curitiba. Na última rodada, o Santo André perdeu para o Flamengo, em casa (1 x 2).
Palpite: Atlético-MG

30/5 – Sábado – 18h30
BOTAFOGO (17º) x SPORT (18º)

botafogoxsport

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

19 jogos

sport2

7 jogos

sport2

9

Vitórias

6

5

Vitórias

1

4

Empates

4

1

Empates

1

6

Derrotas

9

1

Derrotas

5

25

Gols

23

12

Gols

7

Curiosidade: O Botafogo não perde para o Sport há 7 jogos. A última derrota para o time pernambucano, em Brasileiros, foi no dia 24/10/1998. O Botafogo venceu ainda os últimos três confrontos. Para o jogo de amanhã, a novidade na equipe pode ser a volta do meia Lúcio Flávio, que deixou o clube no final do ano. O meia pode solucionar um problema de criação na equipe de Ney Franco, que ficou carente de um camisa 10 desde a saída de Maicosuel. O Botafogo luta ainda para voltar a vencer. O time não ganha há 6 jogos (e ainda perdeu um amistoso para o Brasil de Pelotas do meio de semana). A última vitória foi no dia 16 de abril (2 x 1 sobre o Americano, na Copa do Brasil). Já o Sport vem em crise para esse jogo. O Leão perdeu o técnico Nelsinho Baptista e vem de duas derrotas no Brasileirão (Vitória e Atlético-MG). De quebra, o Sport não terá ainda os atacantes Ciro e Jonas, que estão com conjutivite.
Último confronto pelo Brasileiro: Botafogo 1 x 0 Sport, 17/8/2008
Palpite: Botafogo

31/5 – Domingo – 16h00
FLAMENGO
(10º) x ATLÉTICO-PR (20º)

flamengoxatleticopr

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

28 jogos

12 jogos

11

Vitórias

12

10

Vitórias

0

5

Empates

5

2

Empates

2

12

Derrotas

11

0

Derrotas

10

33

Gols

39

21

Gols

5

Curiosidade: Pelo Brasileirão, o Atlético-PR tem um retrospecto melhor, com uma vitória a mais. No Rio de Janeiro, porém, só deu Flamengo. Em 12 jogos, foram 10 vitórias e apenas 2 empates. Mas para manter essa boa escrita no domingo, é bom o Flamengo ficar atento. O time do técnico Cuca não ganha em casa há 4 jogos (empatou contra Fortaleza, Botafogo, Internacional e Avaí). O atacante Adriano, ex-Inter de Milão, poderá fazer sua estreia pelo Flamengo. Já o Furacão vem em situação complicada no Brasileirão. O time é o último colocado e ainda não venceu na competição. Nos últimos 4 jogos, o Atlético perdeu 3 e empatou um (contra o São Paulo, fora de casa). Para tentar mudar, o técnico Geninho escalou o goleiro Vinícius para o lugar de Galatto. No ataque, Wesley jogará como titular ao lado de Rafael Moura. Wallyson, machucado, está fora desse jogo.
Último confronto pelo Brasileiro: Atlético-PR 5 x 3 Flamengo, 7/12/2008
Palpite: Flamengo

31/5 – Domingo – 16h00
SÃO PAULO (16º) x CRUZEIRO (4º)

saopauloxcruzeiro

Em Brasileiros

Em São Paulo

38 jogos

17 jogos

19

Vitórias

7

6

Vitórias

3

12

Empates

12

8

Empates

8

7

Derrotas

19

3

Derrotas

6

56

Gols

34

24

Gols

17

Curiosidade: Pelo Brasileiro, o São Paulo não perde para o Cruzeiro há 9 jogos. A última derrota foi no dia 23/5/2004.  Em casa, o Tricolor não perde para a Raposa desde o dia 6/4/2003. Desde então, foram 2 empates e 3 vitórias do São Paulo, justamente nos últimos três jogos no Morumbi. No último jogo entre as equipes (na última quarta-feira), porém, o Cruzeiro levou a melhor. Pela Libertadores, a Raposa venceu por 2 x 1. Fora de casa, o time do técnico Adilson Batista perdeu apenas duas vezes no ano (para o Estudiantes e para o Náutico), em 11 jogos. Já o São Paulo não vive uma boa fase. O time de Muricy ainda não venceu no Brasileirão e vem de uma sequencia ruim de resultados. Nos últimos 8 jogos, perdeu 5 e venceu apenas um (há mais de um mês, no dia 22 de abril, quando ganhou do América de Cali). Entre os desfalques, o Tricolor leva a pior. O São Paulo não terá os goleiros Rogério Ceni e Bosco, Hugo e Rodrigo, machucados, além de Richarlyson, suspenso. Para piorar, Borges tumultuou o ambiente ao reclamar da reserva. Já a Raposa vai sem Thiago Ribeiro, Wagner e Soares, todos lesionados.
Último confronto pelo Brasileiro: São Paulo 2 x 0 Cruzeiro, 28/9/2008
Palpite: Empate

31/5 – Domingo – 16h00
SANTOS (6º) x CORINTHIANS (9º)

Em Brasileiros

Em Santos

40 jogos

15 jogos

14

Vitórias

13

7

Vitórias

5

13

Empates

13

3

Empates

3

13

Derrotas

14

5

Derrotas

7

53

Gols

49

24

Gols

17

Curiosidade: Santos e Corinthians já se enfrentaram três vezes nessa temporada, todos pelo Paulistão. O Corinthians venceu duas (1 x 0 no Pacaembu e 3 x 1 na Vila), e houve outro empate (1 x 1 no Pacaembu), no jogo que deciciu o Campeonato Paulista e deu o título ao time de Mano Menezes. No Brasileirão, o Santos vive um momento melhor. A equipe de Vágner Mancini goleou o Fluminense na última rodada, por 4 x 1, fora de casa, e tem o melhor ataque da competição com 8 gols. O atacante Kleber Pereira, com 3 gols, é um dos artilheiros do torneio. Para esse jogo, as baixas de Mancini são apenas o lateral Triguinho e o zagueiro Adaílton, machucados, além do reserva Lúcio Flávio, foi para o Botafogo. Já o Corinthians, que está com o pensamento na Copa do Brasil, vem com vários desfalques. Ronaldo e Diego estão suspensos. Já os atacantes Jorge Henrique e Dentinho estão lesionados. Para completar, o técnico Mano deverá preservar ainda William, Elias e Cristian para a semifinal contra o Vasco, na próxima quarta.
Último confronto pelo Brasileiro: Corinthians 2 x 0 Santos, 2/9/2007
Palpite: Santos

31/5 – Domingo – 16h00
NÁUTICO (2º) x FLUMINENSE (12º)

nauticoxfluminense

Em Brasileiros

Em Recife

17 jogos

10 jogos

7

Vitórias

7

4

Vitórias

4

3

Empates

3

2

Empates

2

7

Derrotas

7

4

Derrotas

4

19

Gols

19

11

Gols

11

Curiosidade: Náutico e Fluminense têm um confronto equilibradíssimo em Brasileiros. No geral e também em Recife estão rigosamente empatados. O momento do Náutico no Brasileirão de 2009, no entanto, é melhor. O time de Waldemar Lemos venceu (e bem), os últimos dois jogos e é o vice-líder da competição. O Náutico ganhou do Cruzeiro, em casa, e do Atlético-PR, na Arena da Baixada, nas últimas rodadas. Já o Fluminense vem em crise após a eliminação na Copa do Brasil e também pela goleada sofrida pelo Santos, no Maracanã (1 x 4), na última rodada do Brasileirão. Para piorar, o técnico Carlos Alberto Parreira está balançando no cargo. Dieguinho e Eduardo Ratinho, expulsos no último jogo, estão fora dessa partida, além de Mariano, Diguinho e Leandro Amaral, lesionados.
Último confronto pelo Brasileiro: Náutico 1 x 3 Fluminense, 20/8/2008
Palpite: Náutico

31/5 – Domingo – 18h30
VITÓRIA
(5º) x GRÊMIO (8º)

Em Brasileiros

Em Salvador

27 jogos

11 jogos

9

Vitórias

13

8

Vitórias

2

5

Empates

5

1

Empates

1

13

Derrotas

9

2

Derrotas

8

24

Gols

33

18

Gols

9

Curiosidade: Históricamente, o Grêmio leva uma boa vantagem sobre o Vitória em Brasileiros, com 4 vitórias a mais. Em Salvador, no entanto, o rubro-negro tem um bom retrospecto, com 9 vitórias e apenas duas derrotas em 11 jogos. Na última que se enfrentaram no Barradão, deu Vitória (4 x 2). Mas o momento é mais favorável ao tricolor gaúcho, que vem vitória sobre o Botafogo pelo Brasileirão e de um empate na Libertadores (1 x 1 contra o Caracas-VEN), que o coloca em boas condições para o jogo de volta, que garante vaga para a semifinal da competição sul-americana. Além disso, o Grêmio, que marcou gols no últimos 10 jogos, vai completo para a Salvador. O Vitória prepara uma festa para antes do jogo, para celebrar a escolha de Salvador como sede para a Copa do Mundod e 2014.
Último confronto pelo Brasileiro: Vitória 4 x 2 Grêmio, 23/11/2008
Palpite: Grêmio

31/5 – Domingo – 18h30
BARUERI (15º) x PALMEIRAS (11º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: Em 2009, o Palmeiras vem alternando bons e maus momentos. Líder no Paulistão durante a primeira fase, o time foi eliminado nas semifinais pelo Santos jogando muito mal. Na Libertadores, começou mal, reagiu, eliminou depois o Sport nas oitavas, mas voltou a decepcionar ao empatar com o Nacional-URU em casa, no último jogo. O técnico Luxemburgo foi muito criticado pelo resultado e tem a missão de reanimar o time e consequentemente a torcida palmeirense. O Palmeiras não vence há 4 jogos e mais um revés por piorar ainda mais a situção no Parque Antártica. Já o Barueri não mostrou ainda o que veio fazer na Série A do Brasileiro. O time do técnico Estavam Soares perdeu para o time misto do Corinthians na última rodada e não vence há cinco jogos. A última vitória foi no dia 19 de abril (5 x 3 sobre o Mirassol, pelo Paulistão). Nesse ano, os dois clubes se enfrentaram pelo Paulistão e deu Palmeiras, fácil (3 x 0), no Parque Antártica.
Palpite: Palmeiras


31/5 – Domingo – 18h30
INTERNACIONAL
(1º) x AVAÍ (13º)

Em Brasileiros

Em Porto Alegre

3 jogos

0 jogo

2

Vitórias

0

0

Vitórias

0

1

Empates

1

0

Empates

0

0

Derrotas

2

0

Derrotas

0

6

Gols

1

0

Gols

0

Curiosidade: Avaí e Internacional jogaram pela última vez em Brasileiros há mais de 30 anos. No dia 27 de novembro de 1977, empataram em 0 x 0, em Florianópolis. Naquele dia, jogaram pelo Colorado craques como Falcão, Batista e Valdomiro. Para o confronto de domingo, o Inter é o grande favorito. O time é o líder do Brasileirão com 100% de aproveitamento em 3 jogos e ainda não sofreu gol na competição. O Avaí, que só empatou no torneio, não deverá suportar a força do Colorado no Beira-Rio. Lá, o time de Tite venceu os últimos 18 jogos que fez como mandante. O atacante Alecsandro, que jogou bem pela Copa do Brasil, será o substituto de Nilmar, lesionado.
Último confronto pelo Brasileiro: Avaí 0 x 0 Internacional, 27/11/1977
Palpite: Internacional

Ilustrações: Maurício Rito

Autor: Tags:

sexta-feira, 22 de maio de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História, Uniformes | 18:31

Prévia da terceira rodada do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

A terceira rodada do Brasileirão começa amanhã com o líder Internacional enfrentando o Goiás, fora de casa e sem alguns de seus principais jogadores, poupados para a semifinal da Copa do Brasil. Quem também vai sem seus melhores atletas é o Corinthians, que pega o Barueri e busca sua primeira vitória.

No domingo, destaque para o clássico paulista entre Palmeiras e São Paulo. O duelo marca o encontro entre os atacantes Keirrison e Washington, que ainda não marcaram nesse Brasileirão. No Rio, outro grande jogo: Fluminense x Santos. O Tricolor carioca tenta a reabilitação depois da eliminação na Copa do Brasil.

Confira abaixo o histórico, as curiosidades e os palpites para os 10 jogos dessa terceira rodada.

23/5 – Sábado – 18h30
CORINTHIANS (17º) x BARUERI
(13º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade:
Corinthians e Barueri jogaram na primeira rodada do Paulistão desse ano e o Corinthians arrancou um empate após sair perdendo por 2 x 0, dois gols de Pedrão. Chicão (de pênalti) aos 38 e Jorge Henrique aos 43 do segundo, fizeram os gols do Corinthians. Na Série B do ano passado, o Barueri não deu trabalho ao time de Mano Menezes. Foram duas vitórias (4 x 1 em Barueri e 1 x 0 no Pacaembu). Para essa partida, o Corinthians não contatá com Ronaldo, André Santos, Cristian, Willian e Chicão, todos poupados para a semifinal da Copa do Brasil. O Barueri vem de dois empates (Sport, fora, e Fluminense, em casa) e completo. Mas a fase do Corinthians é melhor e o clube busca sua primeira vitória na competição para não ficar para trás no Brasileirão.
Palpite: Corinthians.

23/5 – Sábado – 18h30
CRUZEIRO
(7º) x VITÓRIA (2º)

Em Brasileiros

Em Belo Horizonte

24 jogos

13 jogos

14

Vitórias

6

11

Vitórias

1

4

Empates

4

1

Empates

1

6

Derrotas

14

1

Derrotas

11

50

Gols

29

34

Gols

9

Curiosidade: Jogando no Mineirão, o Cruzeiro não perde há 24 jogos. A última derrota da Raposa, em casa, foi no dia 14 de setembro de 2008 (0 x 1 Palmeiras). Contra o Vitória, em casa, o Cruzeiro tem também um ótimo retrospecto. Em 13 jogos, venceu 11 e perdeu apenas um (em 1998). Nos últimos 4 jogos, foram 4 vitórias. Na atual temporada, o time de Adilson Batista venceu 13 jogos e empatou apenas dois em casa (contra Tupi e Atlético-MG). O time celeste marcou 42 gols e sofreu apenas 4. O clube mineiro terá dois desfalques (Wagner e Soares). Ramires, convocado para a Seleção Brasileira e vendido ao Benfica-POR, é a estrela do time. Resta saber se o técnico Adilson usará força máxima em campo, já que vai enfrentar o São Paulo na próxima quarta-feira pela Libertadores. Já o Vitória vem com vários desfalques. O volante Magal (expulso no último), o meia Jackson (machucado) e três jogadores que pertecem ao Cruzeiro (Apodi, André e Leandro Domingues) estão fora dessa partida. O time do técnico Carpegiani lidera o Brasileirão ao lado do Inter, com duas vitórias em dois jogos, mas vem de um eliminação na Copa do Brasil diante do Vasco.
Último confronto pelo Brasileiro: Cruzeiro 2 x 1 Vitória, 16/8/2008
Palpite: Cruzeiro

23/5 – Sábado – 18h30
GOIÁS
(9º) x INTERNACIONAL (1º)

Em Brasileiros

Em Goiânia

33 jogos

15 jogos

10

Vitórias

15

6

Vitórias

5

8

Empates

8

4

Empates

4

15

Derrotas

10

5

Derrotas

6

35

Gols

47

18

Gols

16

Curiosidade: Historicamente, o Inter leva vantagem sobre o Goiás no Brasileirão. Em Goiânia, o confronto é bem equilibrado, com uma vitória a mais do Goiás. No Serra Dourada, os clubes já fizeram jogos marcantes. Em 1996, o Goiás aplicou um 6 x 3 no Colorado. Em 2007, o clube goiano venceu por 2 x 1 e com o resultado se livrou do rebaixamento, empurrando o Corinthians para a segunda divisão. Atualmente, o Goiás vem de dois empates no Brasileirão (3 x 3 contra o Náutico (em casa) e 3 x 3 contra o Santos (fora)). Assim, tem o melhor ataque da competição e também a pior defesa. Com dois desfalques, Leandro Euzébio e Vitor, o Goiás pode tirar o 100% de aproveitamente do Inter no Brasileirão. A equipe de Tite (que venceu Corinthians e Palmeiras no competição), vem embalada pela heróica classificação na Copa do Brasil. Porém, o time terá algumas baixas para o confronto, como Nilmar, Álvaro, Kléber e D’Alessandro.
Último confronto pelo Brasileiro: Goiás 1 x 1 Internacional, 11/10/2008
Palpite: Empate

24/5 – Domingo – 16h00
ATLÉTICO-PR
(18º) x NÁUTICO (3º)

Em Brasileiros

Em Curitiba

11 jogos

7 jogos

5

Vitórias

4

5

Vitórias

0

2

Empates

2

2

Empates

2

4

Derrotas

5

0

Derrotas

5

14

Gols

11

13

Gols

2

Curiosidade: Pelo Brasileirão, o Atlético-PR leva uma grande vantagem jogando em casa contra o Náutico. Foram 5 vitórias e 2 empates em 7 jogos. O Furacão marcou 13 gols e sofreu apenas 2. A equipe paranaense perdeu na estreia do Brasileiro por 2 x 0 para o Vitória, em casa, mas recuperou-se ao empatar com o São Paulo, no Morumbi. Já o Náutico vem de um bom empate contra o Goiás na estreia (3 x 3, fora de casa) e uma excelente vitória sobre o Cruzeiro, em casa (2 x 0). O time de Waldemar Lemos tem apenas dois desfalques (Galiardo e Edson Miolo). O momento do Náutico é melhor, mas o Furacão costuma se dar bem em casa contra o rival.
Último confronto pelo Brasileiro: Náutico 2 x 1 Atlético-PR, 30/11/2008
Palpite: Atlético-PR

24/5 – Domingo – 16h00
GRÊMIO
(15º) x BOTAFOGO (12º)

Em Brasileiros

Em Porto Alegre

35 jogos

17 jogos

11

Vitórias

13

6

Vitórias

3

11

Empates

11

8

Empates

8

13

Derrotas

11

3

Derrotas

6

44

Gols

46

24

Gols

17

Curiosidade: Pelo Brasileiro, o Grêmio não perde para o Botafogo, no Olímpico, desde 1995. Desde então, foram 8 jogos e 5 vitórias do Tricolor gaúcho. Time de melhor campanha na Libertadores, o Grêmio terá a estreia do técnico Paulo Autouri, que em 1995 deu o único título Brasileiro ao Botafogo e também era o treinador da última vitória alvinegra em Porto Alegre. No atual Brasileiro, as duas equipes ainda não venceram. O Grêmio empatou na estreia contra o Santos e perdeu para o Atlético-MG na última rodada. Nos dois jogos, levou gols no finalzinho das partidas. O Botafogo empatou com Santo André e Corinthians jogando muito mal. O Grêmio não poderá contar com o volante Adílson, suspenso. Já o Botafogo segue sem Reinaldo e Alessandro, machucados. O técnico Ney Franco não poderá mais contar também com o meia Maicosuel, destaque do time no Carioca, que foi vendido para o Hoffenheim-ALE.
Último confronto pelo Brasileiro: Grêmio 2 x 1 Botafogo, 4/10/2008
Palpite: Grêmio.

24/5 – Domingo – 16h00
FLUMINENSE (6º) x SANTOS (10º)

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

36 jogos

22 jogos

18

Vitórias

10

15

Vitórias

4

8

Empates

8

3

Empates

3

10

Derrotas

18

4

Derrotas

15

60

Gols

49

43

Gols

24

Curiosidade: Em Brasileiros, o Santos é freguês do Fluminense. Em 36 jogos, perdeu metade e venceu apenas 10. No Rio de Janeiro, foram 15 vitórias do Tricolor e apenas 4 do Peixe. Nos últimos 5 jogos, o Flu venceu 4 jogos e empatou um, justamente o último, no dia 12 de junho. A última vitória do Santos no Rio, contra o Fluminense, foi em 2003 (4 x 1). Nesse Brasileiro, o Fluminense está invicto e ainda não sofreu gol. Venceu o São Paulo na estreia (1 x 0) e empatou com o Barueri (0 x 0), com os reservas. O time de Carlos Alberto Parreira não tem problema de desfalques, mas vem em baixa pela eliminação nas quartas-de-final da Copa do Brasil diante do Corinthians. O meia Thiago Neves, autor de três gols na vitória contra o Santos, em 2007 (3 x 0), é a esperança do Tricolor. Já o Santos, que conseguiu um bom resultado na estreia (1 x 1 contra o Grêmio, no Olímpico), acabou decepcionado na última rodada, quando empatou com o Goiás em casa (3 x 3), depois de estar vencendo por 3 x 1. O técnico Vágner Mancini não terá Triguinho, Léo e Germano (machucados).
Último confronto pelo Brasileiro: Santos 2 x 1 Fluminense, 14/9/2008
Palpite: Fluminense

24/5 – Domingo – 16h00
PALMEIRAS
(8º) x SÃO PAULO (14º)

Em Brasileiros

Em São Paulo (mando do Palmeiras)

44 jogos

19 jogos

16

Vitórias

7

7

Vitórias

3

21

Empates

21

9

Empates

9

7

Derrotas

16

3

Derrotas

7

60

Gols

48

25

Gols

22

Curiosidade: O clássico entre Palmeiras e São Paulo tem um dos maiores tabus na história do Brasileirão. Entre 1973 e 1999, o Palmeiras não perdeu para o Tricolor na competição. Foram 11 vitórias e 14 empates. Desde 2000, no entanto, o duelo ficou equilibrado (cada time venceu 5 vezes). Mas nos últimos quatro jogos o Palmeiras não conseguiu vencer (dois empates e duas vitórias do São Paulo). Nesse ano, deu Tricolor, no Morumbi (1 x 0), pelo Paulistão. Para o jogo de domingo, os técnicos Luxemburgo e Muricy terão vários desfalques. O Palmeiras não poderá contar com Pierre (expulso no jogo contra o Inter), Willians, Sandro Silva e Edmilson (machucados). Já o São Paulo segue sem Rogério Ceni, Bosco, Renato Silva e Rodrigo. Jean e Arouca voltam de contusão e o goleiro Dênis fará sua estreia como titular. Os dois clubes jogarão na próxima quarta, pela Libertadores.
Último confronto pelo Brasileiro: Internacional 4 x 1 Palmeiras, 20/8/2008
Palpite: Empate

24/5 – Domingo – 18h30
SANTO ANDRÉ
(4º) x FLAMENGO (19º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Santo André, dos veteranos Marcelinho Carioca, Fernando e Gustavo Nery, foi a grande surpresa da última rodada, ao vencer o Coritiba por 4 x 2 fora de casa. O time do ABC é o 4º colocado no Brasileirão. O técnico Sérgio Guedes não poderá contar com os laterais Cicinho e Juninho Caiçara, suspensos. Já o Flamengo, eliminado pelo Internacional na última quarta-feira das quartas-de-final da Copa do Brasil, não terá o atacante Émerson, machucado. O time perdeu para o Cruzeiro na primeira rodada, empatou com o Avaí na última partida e ainda não marcou na competição. A vitória é a única saída para que o rubro-negro não se afunde numa crise. A semana já foi tumultuada na Gavéa pela contratação do veterano meia Petkovic.
Palpite: Flamengo

24/5 – Domingo – 18h30
SPORT (16º) x ATLÉTICO-MG (5º)

Em Brasileiros

Em Recife

sport2

25 jogos

sport2

12 jogos

6

Vitórias

7

4

Vitórias

0

12

Empates

12

8

Empates

8

7

Derrotas

6

0

Derrotas

4

24

Gols

22

11

Gols

4

Curiosidade: Depois da eliminação na Copa Libertadores para Palmeiras, o Sport volta a jogar na Ilha do Retiro. Lá, o time de Nelsinho Baptista venceu 13 dos 16 jogos no ano e perdeu apenas um. Em Brasileiros, o Atlético-MG nunca conseguiu uma vitória em Recife. Foram 4 vitórias do Sport e 8 empates. No último jogo, o Leão venceu por 3 x 0. Nesse Brasileirão, a situação é diferente. O Sport vem de um empate na estreia (1 x 1 contra o Barueri, em casa) e uma derrota fora (0 x 1 para o Vitória). Já o Galo do técnico Celso Roth empatou na estreia contra o Avaí (2 x 2 – perdia por 2 x 0) e uma vitória contra o Grêmio, em casa (2 x 1). O destaque do time mineiro é o atacante Diego Tardelli, que voltou a marcar um gol após um pequeno jejum. Para esse jogo, as duas equipes têm dois desfalques. O Sport vai sem Daniel Paulista e Durval (contundidos) e o Galo sem Marcos (suspenso) e Fabiano (machucado).
Último confronto pelo Brasileiro: Sport 3 x 0 Atlético-MG, 23/11/2008
Palpite: Empate


24/5 – Domingo – 18h30
AVAÍ (11º) x CORITIBA (20º)

Em Brasileiros

Em Florianópolis

3 jogos

2 jogos

2

Vitórias

1

1

Vitórias

1

0

Empates

0

0

Empates

0

1

Derrotas

2

1

Derrotas

1

6

Gols

4

3

Gols

2

Curiosidade: Avaí e Coritiba se enfrentaram pela última vez, em Brasileiros, há mais de 30 anos, em 1977. As duas equipes do sul do país jogaram apenas três vezes na história da competição e os catarinense levam uma pequena vantagem. No atual campeonato, a situação também é parecida. O Avaí vem de dois empates (2 x 2 contra o Atlético-MG e 0 x 0 contra o Flamengo) e vai como favorito diante do Coritiba, que perdeu as duas (Palmeiras e Santo André). O time paranaense está poupando atletas para a Copa do Brasil (está na semifinal) e não tem bons reservas. No último jogo, sem contar com sua força máxima, levou de 4 x 2 do Santo André, em casa. O Avaí não terá os meias Marquinhos e Odair e o volante Léo Gago, todos lesionados. Já o Coritiba, além dos machucados Ariel e Márcio Gabriel, não deverá contar com Marcelinho Paraíba, destaque da equipe.
Último confronto pelo Brasileiro: Coritiba 2 x 3 Avaí, 11/12/1977
Palpite: Avaí

Ilustrações: Maurício Rito

Autor: Tags:

sexta-feira, 15 de maio de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, Uniformes | 17:20

Prévia da segunda rodada do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

Três jogos abrirão amanhã a segunda rodada do Brasileirão de 2009. Algumas equipes ainda estão divididas com as decisões da Copa do Brasil e poderão poupar alguns jogadores. São os casos de Corinthians, Fluminense, Flamengo, Internacional e Coritiba (Copa do Brasil). Assim, não deveremos ver Ronaldo ou Nilmar, destaque da primeira rodada.

Os clubes classificados para as quartas-de-final da Libertadores, no entanto, deverão manter o time principal em campo, já que a primeira partida de ida na competição sul-americana será apenas no dia 27 de maio.

Confira abaixo o histórico, as curiosidades e os palpites para os 10 jogos dessa segunda rodada.

16/5 – Sábado – 18h30
CORITIBA (16º) x SANTO ANDRÉ
(15º)

Coritiba x Santo André

Em Brasileiros

Em Curitiba

2 jogos

santoandre1

1 jogo

santoandre1

0

Vitórias

2

0

Vitórias

1

0

Empates

0

0

Empates

0

2

Derrotas

0

1

Derrotas

0

1

Gols

3

1

Gols

2

Curiosidade: Coritiba e Santo André jogaram pela última vez em Campeonato Brasileiro há 25 anos. Naquele Brasileirão, o time paulista venceu o Coxa duas vezes. Agora, os clubes se encontram em situações distintas. O Coritiba vem animado pela campanha na Copa do Brasil e o Santo André ainda em busca de uma regularidade na temporada. O Coritiba deve poupar jogadores como Rodrigo Mancha e Marcelinho Paraíba, visando o jogo de volta contra a Ponte Preta, pela Copa do Brasil. Ainda assim é favorito. Nesse ano, perdeu apenas um jogo em casa (para o Iraty), em 16 jogos. Já o Santo André tem apenas 33,3% de aproveitamento como visitante no ano (venceu apenas 3 dos 11 jogos que fez fora de casa).
Último confronto pelo Brasileiro: Coritiba 1 x 2 Santo André, 26/2/1984
Palpite: Coritiba

16/5 – Sábado – 18h30
ATLÉTICO-MG
(8º) x GRÊMIO (13º)

Atletico-MGxGremio

Em Brasileiros

Em Belo Horizonte

34 jogos

19 jogos

12

Vitórias

11

10

Vitórias

3

11

Empates

11

6

Empates

6

11

Derrotas

12

3

Derrotas

10

34

Gols

38

25

Gols

14

Curiosidade: O Atlético-MG não ganha do Grêmio desde o dia 11/12/2004. São 4 jogos (3 derrotas e 1 empates). No último confronto, no Mineirão, o Grêmio venceu por 4 x 0. O jogo de amanhã será o primero encontro entre Celso Roth e seu ex-clube. O Tricolor gaúcho vem empolgado pela ótima campanha na Libertadores e quase completo para o jogo (apenas o zagueiro Léo é dúvida). Já o Galo vem desfalcado de Marcos, Fabiano, Renan Oliveira e Márcio Araújo (todos machucados), além do volante Rafael Miranda, que foi para o Atlético-PR. A novidade pode ser a estreia do atacante Júlio César, ex-Furacão. Nessa temporada, o Galo perdeu apenas 2 jogos em casa (ambos para o rival Cruzeiro).
Último confronto pelo Brasileiro: Grêmio 2 x 0 Atlético-MG, 7/12/2008
Palpite: Empate

16/5 – Sábado – 18h30
FLAMENGO
(20º) x AVAÍ (9º)

flamengoavai

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

1 jogo

0 jogo

1

Vitórias

0

0

Vitórias

0

0

Empates

0

0

Empates

0

0

Derrotas

1

0

Derrotas

0

1

Gols

0

0

Gols

0

Curiosidade: Flamengo e Avaí jogaram apenas uma vez na história do Brasileiro. Foi há 35 anos, em Florianópolis, no Orlando Scarpelli (estádio do Figueirense) – a Ressacada só foi inaugurada em 1983. Naquele ano, deu Flamengo, 1 x 0, gol de Zico. O destaque daquele time do Avaí era o meia Zenon. Para o confronto de amanhã, no Maracanã, o Flamengo é favorito. Mesmo sem Welington e Émerson (machucados), o rubro-negro tem tudo para conquistar seu três primeiros pontos no Brasileirão. Mas é bom ter atenção, já que o clube empatou os últimos quatro jogos em casa (Botafogo (duas vezes), Fortaleza e Inter). Já o Avaí, que estreou em casa contra o Atlético-MG, segue sem o meia Marquinhos, destaque do time no estadual.
Último confronto pelo Brasileiro: Avaí 0 x 1 Flamengo, 27/4/1974
Palpite: Flamengo

17/5 – Domingo – 16h00
SANTOS
(12º) x GOIÁS (7º)

santosxgoias

Em Brasileiros

Em Santos

34 jogos

17 jogos

8

Vitórias

12

7

Vitórias

3

14

Empates

14

7

Empates

7

12

Derrotas

8

3

Derrotas

7

43

Gols

49

32

Gols

22

Curiosidade: Historicamente, o Santos é freguês do Goiás em Brasileiros. Em 2008, o clube paulista sofreu com isso. Foram duas goleadas (4 x 0 na Vila e 4 x 1 no Serra Dourada). Para o duelo de domingo, porém, será difícil acontecer o mesmo. O Santos, mesmo sem vencer nos últimos quatro jogos (a última vitória foi contra o Palmeiras, na semifinal do Paulistão), é o favorito. A única preocupação do técnico Vagner Mancini está na lateral-esquerda, onde Léo e Triguinho estão fora por lesão. O Goiás, depois da eliminação na Copa do Brasil, empatou em casa com o Náutico e não vive um bom momento. Para piorar, o técnico Hélio dos Anjos não poderá contar com o bom lateral-direito Vitor (machucado) e o volante Éverton (suspenso).
Último confronto pelo Brasileiro: Goiás 4 x 1 Santos, 20/9/2008
Palpite: Santos

17/5 – Domingo – 16h00
SÃO PAULO
(18º) x ATLÉTICO-PR (19º)

saopauloxatleticopr

Em Brasileiros

Em São Paulo

31 jogos

15 jogos

11

Vitórias

10

10

Vitórias

2

10

Empates

10

3

Empates

3

10

Derrotas

11

2

Derrotas

10

44

Gols

37

27

Gols

11

Curiosidade: Na história do Brasileiro, o jogo São Paulo e Atlético-PR é bem equilibrado. No Morumbi, porém, o São Paulo é bem superior (perdeu apenas 2 dos 15 jogos). A última derrota, aliás, foi em 1983 (1 x 0 Atlético-PR). De lá, para cá, foram 9 vitórias do São Paulo e 2 empates, incluindo o de 2006 (1 x 1), que deu o título Brasileiro daquele ano ao Tricolor. Em casa, aliás, o São Paulo não perde em Brasileiros desde a estreia do ano passado (0 x 1 para o Grêmio, dia 10 de maio). Foram 14 vitórias e 4 empates desde então. Nesse ano, os dois clubes estrearam com derrotas no Brasileirão e vêm de maus resultados recentes. O São Paulo perdeu 4 dos últimos 5 jogos. Já o Atlético-PR não vence fora de casa há 4 jogos (perdeu 3). Para o jogo de domingo, o São Paulo tem quatro baixas confirmadas (Rogério Ceni, Jean, Rodrigo e André Dias, machucados) e duas dúvidas (Dagoberto e Renato Silva). Já o Furacão, do técnico Geninho (que completou 61 anos ontem, os desfalques são os mesmos da primeira rodada (Netinho, Alberto, Zé Antônio e Valencia). Além disso, o time dispensou os atacantes Lima, Jorge Preá e Júlio César. A novidade é a estreia do volante Rafael Miranda, ex-Atlético-MG.
Último confronto pelo Brasileiro: São Paulo 3 x 1 Atlético-PR, 20/8/2008
Palpite: São Paulo.

17/5 – Domingo – 16h00
BARUERI (11º) x FLUMINENSE (4º)

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Barueri fez sua estreia em Campeonatos Brasileiros com um ótimo resultado na Ilha do Retiro, empatando com o Sport (1 x 1). O técnico Estevam Soares deverá manter o mesmo time do último. O destaque é o atacante Pedrão, artilheiro do último Paulistão, e autor de gol contra o Sport. Em casa, na Arena Barueri, o time paulista não vem bem nessa temporada. Venceu 4, empatou 4 e perdeu outros 4 em 12 jogos. Além disso, não vence há cinco jogos (a última vitória foi contra o Bragantino, dia 11 de março (2 x 1). Já o Fluminense deverá colocar em campo um time misto. Preocupado com o jogo de volta pela Copa do Brasil, contra o Corinthians, o time de Carlos Alberto Parreira não deverá contar com Fred e Thiago Neves. O Tricolor vem de uma boa estreia no Brasileirão (1 x 0 no São Paulo), mas de uma sequencia de resultados negativos como visitante. Nos últimos cinco jogos fora de casa, perdeu 3 e empatou 2.
Palpite: Empate.

17/5 – Domingo – 16h00
INTERNACIONAL
(5º) x PALMEIRAS (3º)

internacionalxpalmeiras

Em Brasileiros

Em Porto Alegre

48 jogos

22 jogos

21

Vitórias

14

15

Vitórias

2

13

Empates

13

5

Empates

5

14

Derrotas

21

2

Derrotas

15

67

Gols

48

39

Gols

16

Curiosidade: Um dos jogos mais tradicionais na história do Brasileirão, Inter e Palmeiras tem uma vantagem boa para o time gaúcho. São 7 vitórias a mais do Inter em 48 jogos. No Beira-Rio, o desempenho Colorado é ainda melhor (15 vitórias e apenas 2 derrotas em 22 jogos). No último jogo, deu Inter (4 x 1). Aliás, o Inter não perdeu para o rival, em casa, desde 1997 (0 x 1). Desde então, foram 6 vitórias e 1 empate. O goleiro Marcos é o único remanescente da última vitória palmeirense em campo. Na atual temporada, o desempenho do Colorado em casa também é muito favorável. Em 17 jogos, foram 16 vitórias e apenas 1 empate, justamente no primeiro jogo do ano, contra o Santa Cruz-RS, pelo Gauchão. Já o Palmeiras vem embalado pelas heróicas classificações na Libertadores (contra o Colo Colo, na primeira fase) e contra o Sport (nas oitavas-de-final). O Inter deverá poupar alguns jogadores, visando o jogo de volta contra o Flamengo, pela Copa do Brasil na próxima quarta. O Palmeiras deverá jogar completo (apenas Edmilson e Sandro Silva, machucados, estão fora).
Último confronto pelo Brasileiro: Internacional 4 x 1 Palmeiras, 20/8/2008
Palpite: Empate

17/5 – Domingo – 18h30
BOTAFOGO
(10º) x CORINTHIANS (17º)

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

38 jogos

21 jogos

16

Vitórias

13

10

Vitórias

8

9

Empates

9

3

Empates

3

13

Derrotas

16

8

Derrotas

10

48

Gols

50

29

Gols

30

Curiosidade: Na história do Brasileirão, Botafogo e Corinthians já jogaram 38 vezes, com uma pequena vantagem para o Botafogo (3 vitórias a mais). No ano passado, com o Corinthians na Série B, os dois clubes acabaram se enfrentaram apenas pela Copa do Brasil . O Corinthians venceu o Botafogo nos pênaltis e garantiu vaga para a final do torneio. Nesse ano, no Brasileirão, o Botafogo estreou com empate diante do Santo André, fora de casa. Já o Corinthians, com os reservas, perdeu para o Inter, em casa. O técnico Mano Menezes já falou que vai poupar os principais atletas novamente. Assim, sem Ronaldo, Elias, Douglas e André Santos, fica mais fácil para Botafogo, que mesmo sem Maicosuel, Reinaldo e Alessandro (machucados), é favorito.
Último confronto pelo Brasileiro: Corinthians 0 x 1 Botafogo, 16/9/2007
Palpite: Botafogo

17/5 – Domingo – 18h30
VITÓRIA (1º) x SPORT (14º)

vitoriaxsport

Em Brasileiros

Em Salvador

15 jogos

sport2

7 jogos

sport2

4

Vitórias

5

4

Vitórias

1

6

Empates

6

2

Empates

2

5

Derrotas

4

1

Derrotas

4

15

Gols

16

11

Gols

7

Curiosidade: Vitória e Sport fizeram aniversário na última quarta-feira, dia 13. O Vitória completou 110 anos. Já o Sport 104 anos. Ambos, porém, não puderam festejar muito. O Vitória levou de 4 x 0 do Vasco nas quartas-de-final da Copa do Brasil e o Sport foi eliminado pelo Palmeiras nas oitavas-de-final da Libertadores. No Brasileirão, o momento do clube baiano é melhor. O time de Carpegiani estreou com vitória, vencendo o Atlético-PR fora de casa (2 x 0) e lidera a competição. Já o Sport empatou em casa com o Barueri. Para piorar a situação do time de Nelsinho Baptista, o Sport não terá Daniel Paulista e Igor (machucados) e Ciro (suspenso). A única vitória do Sport, contra o rival, em Salvador, foi em 1995 (2 x 0).
Último confronto pelo Brasileiro: Vitória 0 x 0 Sport, 20/8/2008
Palpite: Vitória


17/5 – Domingo – 18h30
NÁUTICO (6º) x CRUZEIRO (2º)

Em Brasileiros

Em Recife

20 jogos

11 jogos

8

Vitórias

9

8

Vitórias

2

3

Empates

3

1

Empates

1

9

Derrotas

8

2

Derrotas

8

28

Gols

30

23

Gols

10

Curiosidade: Náutico e Cruzeiro já se enfrentaram 20 vezes pelo Brasileirão e o duelo é bem equilibrado. Em casa, porém, o Náutico é bem superior. Em 11 jogos, venceu 8 e perdeu apenas 2 (em 1972 e 2007). No último jogo nos Aflitos, deu Náutico (5 x 2). O atacante Gilmar, que fez dois gols naquele jogo, é o grande destaque do Náutico hoje. O Cruzeiro, classificado para as quartas-de-final da Libertadores, vem de uma boa vitória na estreia do Brasileirão contra o Flamengo (2 x 0). Para esse jogo, contra o Náutico, o técnico Adilson não poderá contar com 5 jogadores: Kleber, Wagner, Sorín, Soares e Henrique, todos machucados.
Último confronto pelo Brasileiro: Náutico 5 x 2 Cruzeiro, 15/11/2008
Palpite: Empate

Ilustrações: Maurício Rito

Autor: Tags:

sábado, 9 de maio de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História, Uniformes | 09:26

Prévia da primeira rodada do Brasileirão 2009

Compartilhe: Twitter

Começa hoje o 39º Campeonato Brasileiro e talvez um dos melhores em todos os tempos. A competição, que reunirá nove campeões estaduais entre os 20 participantes, contará com grandes estrelas como Ronaldo, Adriano, Fred, D’Alessandro, Ramires, Hernanes, Keirrison, Kléber, Nilmar, entre outros. Interessante também é que muitos jogadores que disputaram o último Brasileiro, em 2008, permanecerão no torneio de 2009. Dos vencedores do prêmio Bola de Prata da revista PLACAR do ano passado, todos continuam no Brasil: Rogério Ceni, André Dias, Miranda, Hernanes e Borges (São Paulo); Vítor (Goiás); Juan (Flamengo); Ramires e Wagner (Cruzeiro); Tcheco (Grêmio); Nilmar (Inter); Kleber Pereira (Santos), Keirrison (Coritiba, agora no Palmeiras) e Washington (Fluminense, agora no São Paulo).

E já nessa primeira rodada teremos grandes jogos, como Corinthians x Inter (dois candidatos ao título), Cruzeiro x Flamengo, Fluminense x São Paulo e Grêmio x Santos. Veja abaixo o histórico dessas partidas pelo Brasileirão e os palpites.

9/5 – Sábado – 18h30
SPORT x BARUERI

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Sport é o clube com a melhor campanha no ano no Brasil em 2009. Venceu 23 e perdeu apenas dois dos 30 jogos que fez até agora. O time de Nelsinho Baptista, porém, está com a cabeça na Libertadores, onde enfrenterá o Palmeiras já na próxima quarta-feira precisando vencer. Já o Barueri, fará sua estreia no Brasileirão. No último Paulistão, ficou em 8º lugar.
Palpite: Sport. Mesmo com time misto ou reserva, tem muita força em casa.

9/5 – Sábado – 18h30
PALMEIRAS x CORITIBA

Em Brasileiros

Em São Paulo

25 jogos

13 jogos

9

Vitórias

7

6

Vitórias

2

9

Empates

9

5

Empates

5

7

Derrotas

9

2

Derrotas

6

27

Gols

20

19

Gols

8

Curiosidade: Em 2008, Palmeiras e Coritiba também fizeram o jogo de estreia pelo Brasileirão. Mas foi em Curitiba e deu Coxa (2 x 0). Agora, para esse primeiro jogo, ambas deverão vir desfalcadas, com jogadores poupados. O Palmeiras, visando a classificação para as quartas-de-final da Libertadores, e o Coritiba, que jogará contra a Ponte Preta pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.
Último confronto pelo Brasileiro: Palmeiras 1 x 0 Coritiba, 17/8/2008
Palpite: Empate. Sem os titulares o Palmeiras terá trabalho para vencer o Coxa.

9/5 – Sábado – 18h30
AVAÍ x ATLÉTICO-MG

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Galo vem de técnico novo (Celso Roth) e uma boa estreia sobre o Vitória (3 x 0). Só não foi melhor pois perdeu a vaga nos pênaltis. O Avaí volta a jogar na Série A e vem empolgado pelo título estadual.
Palpite: Atlético-MG. O Galo tem mais time e precisa da vitória para recuperar o prestígio depois da eliminação na Copa do Brasil e da derrota na final do Mineiro.

10/5 – Domingo – 16h00
CORINTHIANS x INTERNACIONAL

Em Brasileiros

Em São Paulo

44 jogos

23 jogos

13

Vitórias

11

11

Vitórias

4

20

Empates

20

8

Empates

8

11

Derrotas

13

4

Derrotas

11

46

Gols

49

30

Gols

23

Curiosidade: O Corinthians não vence o Inter há 8 jogos pelo Brasileirão, desde o dia 24/8/2003 (3 x 1). No Pacaembu, o Corinthians não perde há 26 jogos, um recorde em sua história. Para esse jogo, entre os campeões paulista e gaúcho, o equilibrio deverá prevalecer. A equipe de Mano Menezes terá alguns desfalques como Ronaldo e Elias. O Inter, de Tite, talvez não jogue completo, já visando o jogo da Copa do Brasil.
Último confronto pelo Brasileiro: Corinthians 1 x 1 Internacional, 13/10/2007
Palpite: Empate. Sem Ronaldo e Elias o Corinthians perde muito.

10/5 – Domingo – 16h00
FLUMINENSE x SÃO PAULO

Em Brasileiros

No Rio de Janeiro

39 jogos

14 jogos

8

Vitórias

22

5

Vitórias

5

9

Empates

9

4

Empates

4

22

Derrotas

8

5

Derrotas

5

36

Gols

57

16

Gols

16

Curiosidade: O Fluminense fez uma campanha decepcionante no Carioca e vem de uma classificação suada na Copa do Brasil. Já o tricampeão brasileiro São Paulo vem bem desfalcado, sem Rogério Ceni, Rodrigo, Jean e André Dias. O Flu, apeser de ter um retrospecto muito ruim contra o São Paulo em Brasileiros, conseguiu nos últimos anos bons resultados contra o time paulista. Não perde há 4 jogos pelo Brasileirão e na última Libertadores eliminou o time de Muricy no Maracanã com uma grande virada (3 x 1).
Último confronto pelo Brasileiro: São Paulo 1 x 1 Fluminense, 30/11/2008
Palpite: Fluminense. O São Paulo vai para esse jogo sem peças importantes e está há duas semanas sem jogar.

10/5 – Domingo – 16h00
CRUZEIRO x FLAMENGO

Em Brasileiros

Em Belo Horizonte

36 jogos

17 jogos

15

Vitórias

11

7

Vitórias

4

10

Empates

10

6

Empates

6

11

Derrotas

15

4

Derrotas

7

44

Gols

42

21

Gols

15

Curiosidade: Mais um duelo entre campeões estaduais. O Flamengo vem empolgado ainda pela vitória sobre o Fortaleza (3 x 0) e a classificação para as quartas-de-final da Copa do Brasil. Já o Cruzeiro vem tranquilo depois da boa vitória sobre a Universidad de Chile, pela Libertadores (2 x 1 fora de casa). No Mineirão, o Cruzeiro não perde para o Fla desde 2001 e venceu 5 dos últimos 6 jogos lá.
Último confronto pelo Brasileiro: Cruzeiro 3 x 2 Flamengo, 23/11/2008
Palpite: Cruzeiro. Prestigiado pela torcida, o Cruzeiro tem um time melhor e é favorito.

10/5 – Domingo – 16h00
ATLÉTICO-PR x VITÓRIA

Em Brasileiros

Em Curitiba

21 jogos

10 jogos

10

Vitórias

7

7

Vitórias

2

4

Empates

4

1

Empates

1

7

Derrotas

10

2

Derrotas

7

39

Gols

29

21

Gols

9

Curiosidade: Terceiro confronto entre campeões estaduais. O momento do Vitória é melhor. Mesmo com a derrota diante do Atlético-MG (0 x 3), garantiu classificação na Copa do Brasil. O Atlético-PR perdeu para o Corinthians na última quarta e foi eliminado da competição. Mas na Arena o Furacão costuma dar trabalho.
Último confronto pelo Brasileiro: Atlético-PR 2 x 1 Vitória, 16/11/2008
Palpite: Atlético-PR. O Vitória deverá poupar jogadores para a Copa do Brasil.

10/5 – Domingo – 18h30
GRÊMIO x SANTOS

Em Brasileiros

Em Porto Alegre

39 jogos

17 jogos

13

Vitórias

17

12

Vitórias

3

9

Empates

9

2

Empates

2

17

Derrotas

13

3

Derrotas

12

35

Gols

48

22

Gols

7

Curiosidade: O Grêmio não perde para o Santos em Brasileiros há 5 jogos, desde 8/10/2006. Melhor time da Libertadores, o tricolor gaúcho vem empolgado pela vitória sobre o Univ. San Martin-PER e poderá colocar o que tem de melhor em campo. O Santos vem em baixa após cair na Copa do Brasil diante do CSA e perder o Paulistão para o Corinthians. Além disso, não vence o Grêmio no Sul desde 2000 (perdeu os últimos seis jogos).
Último confronto pelo Brasileiro: Grêmio 2 x 0 Santos, 8/10/2008
Palpite: Grêmio. Além de estar numa fase melhor, o Grêmio tem um ótimo retrospecto em casa diante do Santos.

10/5 – Domingo – 18h30
SANTO ANDRÉ x BOTAFOGO

Nunca se enfrentaram antes pelo Brasileirão.
Curiosidade: O Santo André volta a jogar pelo Brasileirão depois de 25 anos. No último Paulistão, terminou no 6º lugar. O Botafogo vem cabisbaixo depois da terceira derrota seguida em final de carioca para o Flamengo. O time de Ney Franco, no entanto, apresentou um futebol melhor até agora.
Palpite: Botafogo. O time carioca precisa vencer para não entrar numa crise.

10/5 – Domingo – 18h30
GOIÁS x NÁUTICO

Em Brasileiros

Em Goiânia

16 jogos

11 jogos

10

Vitórias

3

9

Vitórias

1

3

Empates

3

1

Empates

1

3

Derrotas

10

1

Derrotas

9

25

Gols

14

20

Gols

6

Curiosidade: Como em 2008, fazem o jogo de estreia no Brasileiro. O Goiás tem um ótimo retrospecto em casa diante do Náutico (perdeu só uma vez, em 2007). O time de Hélio dos Anjos, vem de um título Goiano e de boa apresentação diante do Fluminense, apesar da desclassificação na Copa do Brasil. Já o Náutico perdeu feio para o Inter na mesma competição.
Palpite: Goiás. Em casa, deverá comprovar que tem um time melhor do que o Náutico.

Autor: Tags:

quarta-feira, 6 de maio de 2009 Confrontos, Fotos, História, Liga dos Campeões, Uniformes | 22:06

Mais uma decisão inédita na Liga dos Campeões

Compartilhe: Twitter

Barcelona x Manchester

Por pouco a Liga dos Campeões não teve a repetição consecutiva de uma final pela primeira vez na história da competição, que começou em 1956. O gol salvador de Iniesta, do Barcelona, tirou o Chelsea da final e também a possibilidade dos ingleses disputarem a final pelo segundo ano consecutivo.

Manchester e Barcelona farão no próximo dia 27 de maio, em Roma, mais uma final inédita da Liga dos Campeões. A decisão entre ingleses e espanhóis irá definir também o país com mais títulos na competição. Até hoje, Espanha, Inglaterra e Itália têm 11 títulos cada. Alemanha e Holanda vêm bem atrás com 6 títulos cada.

BarcelonaManchester

Entre os clubes, tanto Manchester United quanto Barcelona ainda estão longe de serem os maiores campeões do Velho Continente. O time de Alex Ferguson tem três títulos europeus (1968, 1999 e 2008), enquanto o Barça tem dois (1992 e 2006). O Real Madrid-ESP tem 9 títulos, seguido pelo Milan-ITA (7), Liverpool-ING (5) Ajax-HOL (4) e Bayern Munique-ALE (4).

O duelo do próximo dia 27 de maio será o sétimo entre Barcelona e Manchester na história da Liga dos Campeões. Até hoje, cada clube venceu uma vez e houve quatro empates. O Manchester marcou 9 gols e o Barcelona 12. Em 1995, jogaram pela fase de grupos. O Barcelona venceu em casa por 4 x 0. Na Inglaterra, os clubes empataram por 2 x 2. Em 1999, ano em que o Manchester foi campeão, os clubes jogaram também pela fase de grupos e empataram duas vezes por 3 x 3. Já em 2008, novamente quando o Manchester foi campeão, as equipes jogaram pela primeira vez no sistema de mata-mata, nas semifinais. No jogo de ida, houve empate em 0 x 0 em Barcelona. No jogo de volta, em Manchester, o time da casa venceu por 1 x 0, gol de Paul Scholes.

Barcelona x Man Utd

Em outros torneios europeus, Manchester e Barcelona já decidiram outro título. Foi em 1991, pela antiga Recopa Européia, e o Manchester venceu por 2 x 1.

Do último jogo entre as equipes, na semifinal da Liga dos Campeões de 2008, vários personagens estarão novamente em campo na final de Roma. Pelo Manchester United continuam na equipe o goleiro Van der Sar, os zagueiros Brown e Ferdinand, o lateral Evra, os volantes Park Ji-sung e Carrick, os meias Scholes, Fletcher e Nani e os atacantes Giggs, Tevez, Cristiano Ronaldo e Rooney, além do técnico Alex Ferguson. Pelo Barcelona, permancem o goleiro Victor Valdes, os zagueiros Puyol, Milito e Rafa Marquez, os laterais Abidal e Sylvinho, os volantes Xavi Yaya Toure, o meia Iniesta e os atacantes Messi, Eto’o, Henry e Gudjohnsen.

Ronaldo x Messi

O duelo mais esperado, porém, será entre os dois melhores jogadores do mundo na atualidade: o argentino Lionel Messi, do Barça, artilheiro da Liga dos Campeões com 8 gols, e o português Cristiano Ronaldo, artilheiro e campeão da Liga em 2008. A final colocará ainda frente a frente os líderes e futuros campeões das ligas espanhola e a inglesa. Jogo imperdível e sem prognósticos!!!

Autor: Tags: , ,

sábado, 25 de abril de 2009 Campeonatos Estaduais, Uniformes | 19:45

Corinthians vestirá sua nona camisa diferente em 2009

Compartilhe: Twitter

Desde a chegada de Ronaldo e a saída da Medial Saúde, em dezembro de 2008, o Corinthians vem lutando para encontrar seus patrocinadores ideais. No início do ano, usou patrocinadores tampões para jogos importantes. Na primeira partida do ano, no amistoso contra o Estudiantes (ARG), fechou com Ford e Localweb. Nos dois primeiros jogos do Paulistão, ficou só com Localweb nas mangas.

Camisas do Corinthians em 2009

Em seguida, ficou um bom tempo jogando com a camisa limpa. No clássico contra o São Paulo, dia 15 de fevereiro, por sugestão do Fenômeno o Corinthians jogou com o logo da AACD no peito. Mas bastou Ronaldo entrar em campo para mudar tudo. Depois de sua estreia contra o Itumbiara, no dia 4 de março, o clube voltou a contar com novos patrocinadores. No clássico contra o Palmeiras, foram três (Visa, principal, Panasonic (mangas) e Lupo (calção).

Camisas do Corinthians em 2009

No dia 20 de março, pouco antes do clássico contra o Santos (realizado dia 22), o Corinthians fechou com a Batavo para ser seu principal patrocinador. O contrato de 20 milhões de reais é o maior do Brasil e vale até dezembro de 2009. Agora, às vésperas da final do Paulistão, o clube anunciou mais dois patrocinadores. Porém, só para a decisão. O Banco Pan-Americano, do Grupo Silvio Santos, estampará seu logotipo no calção, enquanto a Bozzano usará o espaço das mangas. Assim, o Corinthians vestirá sua nona camisa diferente na temporada na primeira final. No jogo de volta, como deverá jogar de branco e só com Bozzano nas mangas (o Banco Pan-Americano fechou só para o jogo de ida das finais), o Corinthians terá sua décima camisa diferente. E logo mais, no início do Brasileirão, contará com novos modelos da Nike. A grande surpresa, porém, deverá vir até o meio do ano. A camisa 3, hoje toda roxa e pouco utilizada, será reestilizada. O modelo deverá ficar parecido com o da Internazionale-ITA (com listras verticais pretas e azuis).

Camisas do Corinthians em 2009


Autor: Tags: ,