Publicidade

Posts com a Tag Adriano

terça-feira, 17 de janeiro de 2012 Artilheiros, Estatísticas | 12:45

Adriano: cinco jogos incompletos e uma finalização certa

Compartilhe: Twitter

O atacante Adriano está prestes a completar 10 meses de Corinthians. Contratado no dia 25 de março de 2011, o Imperador, no entanto, pouco fez pelo clube. E a cada dia parece mais distante de ser titular do time e de fazer gols. Ainda bem fora de forma (fala-se em 104 kg), Adriano teve uma apresentação fraquíssima diante dos reservas do Flamengo, no segundo tempo do amistoso realizado no domingo. Em 45 minutos, o atacante não deu um chute a gol. Assim, como já havia feito contra o Atlético-GO e o Atlético-PR no último Brasileiro.

Aliás, desde que chegou ao Corinthians, o jogador disputou somente cinco partidas desde março de 2011. Desde sua estreia diante do Atlético-GO (no dia 9 de outubro de 2011), o Imperador ficou em campo por pouco mais de 120 minutos. Sempre entrando na segunda etapa, Adriano conseguiu finalizar apenas três vezes nesses cinco jogos. Contra o Botafogo, em seu segundo jogo, cabeceou duas vezes para fora. Já contra o Atlético-MG, fez um gol em sua única finalização certa até agora. Sua média, por enquanto, é de apenas uma finalização a cada 40 minutos em campo.

Com apenas 29 anos, Adriano foi titular pela última vez no dia 18 de dezembro de 2010, na derrota do seu time, a Roma, para o Milan, pelo Campeonato Italiano. Pela Roma, aliás, o atacante disputou apenas 8 jogos, sendo dois como titular. Ainda assim, acabou substituído nas duas partidas. Para piorar, não fez gol por lá e teve o contrato rescindido.

Adriano jogou uma partida completa pela última vez no dia 20 de maio de 2010, quando o Flamengo foi eliminado pela Universidade de Chile, nas quartas de final da Libertadores daquele ano. O jogo marcou sua despedida do Flamengo, clube pelo qual teve sua última sequência de jogos inteiros. Desde maio de 2010, então, Adriano não joga duas partidas seguidas. De junho de 2010 a janeiro de 2012, Adriano disputou apenas 13 jogos (por Roma e Corinthians), foi titular de apenas dois (pela Roma) e marcou somente um gol (pelo Corinthians).

Especula-se que Adriano recebe R$ 300 mil por mês de salário, mais direito de imagem no Corinthians. Será que vale a pena?

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 21 de novembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 11:33

Centroavantes brilham na antepenúltima rodada do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Brasileiro de 2011 segue emocionante e imprevisível. A briga pelo título, por uma vaga na Libertadores e para fugir da degola faz desse um dos melhores campeonatos da história da competição. Nessa antepenúltima rodada, o clima de decisão esteve presente em vários confrontos e em muitos deles os centroavantes acabaram fazendo a diferença.

No sábado, Luís Fabiano anotou dois gols e garantiu a vitória do São Paulo diante do América-MG (assim como já havia feito contra o Avaí). Dessa forma, recolocou o Tricolor paulista na briga por uma das duas vagas restantes na Libertadores de 2012 (Santos, Vasco, Corinthians e Fluminense já estão garantidos).

Também no sábado, foi a vez de Felipe Azevedo, do Ceará, acabar com o Grêmio, marcando os três gols na surpreendente vitória do Vovô por 3 x 1. Aliás, essa foi a primeira vez que um jogador marcou três gols no Grêmio no estádio Olímpico, em 511 jogos disputados lá. De quebra, Felipe Azevedo ainda igualou o recorde de Neném, o único jogador do Ceará a marcar três gols em um único jogo de Brasileiro. Isso foi em 1985, no dia 3 de março, na vitória por 3 x 0 sobre o Sergipe.

Ainda no sábado, Elton deixou sua marca na vitória do Vasco por 2 x 0 sobre o Avaí, chegando ao seu 11º na competição, isolando-se como artilheiro do time no Brasileirão e deixando cada vez mais Alecsandro como reserva.

Ontem, Leonardo deu a vitória ao Coritiba sobre o Santos. Aproveitando a chance como titular, o atacante marcou seu 6º gol no Brasileirão.

No Rio, foi a vez de Leandro Damião marcar após seis jogos e ajudar o Inter a vencer o Botafogo e entrar no G4. A última vez que Damião havia feito gols foi na 23ª rodada, no dia 11 de setembro, quando anotou os três na vitória contra o Palmeiras por 3 x 0.

Já em São Paulo, Liédson e Adriano foram decisivos na sexta virada corintiana na competição. O Levezinho marcou seu 11º gol no Brasileirão, garantindo-se como artilheiro do time no campeonato. Já o Imperador marcou seu primeiro gol pelo clube num momento crucial e quebrando um jejum de 1 ano e cinco meses sem balançar as redes.

Em Florianópolis, Fred brilhou mais uma vez. Autor de três gols na goleada sobre o Figueirense por 4 x 0, o atacante chegou a 20 gols no Brasileirão, entrando na briga pela a artilharia do campeonato com o santista Borges, que está com 23 gols. Fred, que já havia marcado quatro gols no meio de semana, contra o Grêmio, marcou 12 gols nos últimos seis jogos. Com 20 gols, Fred está a um gol de igular a marca de Washington, o recordista de gols pelo Flu em uma única edição de Brasileiro. Em 2008, o Coração Valente anotou 21 gols. Pelo Fluminense, em Brasileiros, Fred também chega a marca de 37 gols e está a apenas 6 de igualar o recordista Magno Alves, o maior artilheiro do clube na história da competição com 43 gols.

Com tantos goleadores brilhando nesse campeonato, veja como estão as tabelas dos maiores artilheiros do Brasileirão desde 1971 e também na era dos pontos corridos. Vale lembrar que oito dos dez maiores artilheiros dos pontos corridos estão jogando o Brasileirão de 2011. Confira:

Maiores artilheiro do Brasileirão na era dos pontos corridos

Jogador Pos. Gols Em 2011
Paulo Baier A 91 5
Washington A 82
Borges A 74 23
Obina A 71
Alecsandro A 67 2
Souza A 63 10
Fred A 61 20
Deivid A 60 15
Marcinho M 58 5
Dagoberto A 57 8
Alex Mineiro A 56
Edmundo A 56
Fernandão A 54
Tuta A 54
Iarley A 53 1
Kleber Pereira A 52
Jonas A 51
Alex Dias A 50
Christian A 50
Diego Tardelli A 48
Dimba A 47
Petkovic M 47
André Lima A 46 9
Felipe A 46 7
Roger A 46 2
Diego Souza M 45 10
Rafael Moura A 44 11
Romário A 43
Nilmar A 42
Rafael Sóbis A 42 10
Marcel A 41
Rogério Ceni G 41 2
Alex M 40 6
Finazzi A 40
Hugo M 40
Renato Abreu M 39 4
Neymar A 39 12
Edílson A 38
Luís Fabiano A 38 4
Wellington Paulista A 38 1
Éder Luís A 37 4
Robinho A 37


.

Maiores artilheiros do Brasileiro desde 1971

Jogador Gols Período Jogos Média
Roberto Dinamite 190 71-92 328 0,58
Romário 154 85-07 252 0,61
Edmundo 153 92-08 316 0,48
Zico 135 71-89 249 0,54
Túlio 129 88-05 240 0,54
Serginho 127 74-90 184 0,69
Washington 126 99-10 201 0,63
Dario 113 71-85 240 0,47
Kleber Pereira 102 99-10 195 0,52
10º Ramon 98 89-10 367 0,27
11° Dodô 96 95-10 196 0,49
12° Paulo Baier 94 97-11 354 0,27
13° Reinaldo 93 73-85 177 0,53
14° Careca 92 78-86 130 0,71
Evair 92 86-02 221 0,42
16° Cláudio Adão 91 73-93 194 0,47
Jorge Mendonça 91 73-86 197 0,46
Viola 91 88-04 249 0,37
Marcelinho Carioca 91 88-09 284 0,32
20° Tuta 90 96-07 231 0,39

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 História | 23:49

Os brasileiros no prêmio da Fifa do melhor jogador mundo

Compartilhe: Twitter

Pelo terceiro ano consecutivo, os brasileiros não estarão brigando para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa. Na próxima segunda-feira, dia 10, três jogadores do Barcelona-ESP estarão na cerimônia de premiação em Zurique, na Suíça: os espanhois Xavi e Iniesta e o argentino Lionel Messi. País que mais teve jogadores coroados como os melhores do mundo (oito vezes), o Brasil conquistou o prêmio pela última vez em 2007, com Kaká (no futebol masculino). Em 2010, apenas três brasileiros entraram na lista inicial dos nomeados ao prêmio: o goleiro Júlio César e o lateral-direito Maicon (que jogam na Internazionale-ITA) e o lateral-direito Daniel Alves (do Barcelona-ESP). Com uma votação baixa, o trio não chegou a entrar na lista final.

Confira abaixo os brasileiros que já ficaram entre os dez primeiros na história do prêmio da Fifa, entregue desde 1991 aos melhores jogadores do mundo através da votação de técnicos de todas as seleções do mundo.

1991
Nenhum

1992
Nenhum

1993
2º – Romário
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
10º – Raí, meia, São Paulo e Paris Saint-Germain-FRA

1994
– Romário
, atacante, Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
– Dunga, volante, Stuttgart-ALE
Mauro Silva, volante, La Coruña-ESP

1995
– Romário
, atacante, Flamengo
– Juninho Paulista, Middlesbrough-ING

1996
– Ronaldo
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
10ºRomário, atacante, Flamengo e Valencia-ESP

1997
Ronaldo, atacante, Barcelona-ESP e Internazionale-ITA
Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
10ºLeonardo, lateral-esquerdo/meia, Paris Saint-Germain-FRA e Milan-ITA

1998
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

1999
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2000
3ºRivaldo, meia, Barcelona-ESP

2001
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2002
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP e Milan-ITA

2003
– Ronaldo, atacante, Real Madrid-ITA
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP

2004
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
Ronaldo, atacante, Real Madrid-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2005
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
– Kaká, meia, Milan-ITA

2006
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2007
– Kaká, meia, Milan-ITA
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP

2008
– Kaká, meia, Milan-ITA

2009
– Kaká, meia, Milan-ITA


Autor: Tags: , , , , , , ,

domingo, 31 de janeiro de 2010 Artilheiros, Campeonatos Estaduais, Confrontos, Estatísticas, História | 22:51

Adriano repete façanha de Zico depois de 24 anos

Compartilhe: Twitter

Autor de três gols na fantástica virada do Flamengo sobre o Fluminense por 5 x 3, hoje à noite, o atacante Adriano alcançou uma marca que apenas 11 jogadores do rubro-negro conseguiram em 98 anos de história do clássico Fla-Flu. Desde o primeiro clássico, em 7/7/1912, somente dois jogadores fizeram quatro gols no clássico: Pirillo e Zico. Os dois craques também já fizeram três gols em outras partidas. Zico, aliás, havia sido o último rubro-negro a anotar três gols no Fla-Flu, na goleada por 4 x 1 do dia 16/2/1986.

Adriano, 5 gols nos últimos dois Fla-Flu

Adriano, 5 gols nos últimos dois Fla-Flu

.

O atacante Adriano, que já havia feito os dois gols na vitória por 2 x 0 no último clássico, pelo Brasileirão, fez mais três hoje e igualou a façanha de Zico, 24 anos depois.

A sensacional virada do Flamengo serviu ainda para quebrar um jejum do rival Fluminense. O time de Cuca não perdia no Maracanã havia 10 jogos (a última derrota foi justamente para o Flamengo (2 x 0)) e também já não era derrotado há 15 jogos como mandante.

Outra importante marca alcançada pelo Flamengo nesse 5 x 3 foi que o rubro-negro aumentou para 9 jogos sua sequência sem derrotas para o Tricolor das Laranjeiras. A última vitória do Flu foi no dia 10/2/2008, pelo Campeonato Carioca. De lá, para cá, foram quatro vitórias do Flamengo e cinco empates.

Confira abaixo a lista dos jogadores que já marcaram três ou quatro no Fla-Flu:

Data Resultado Gols do Fla
10/06/1945 Flamengo 7 x 0 Fluminense Pirillo (4), Adílson (3) e Tião (2)
07/03/1976 Flamengo 4 x 1 Fluminense Zico (4)
27/10/1912 Flamengo 4 x 0 Fluminense Orlando (3) e Miguel
09/05/1915 Flamengo 5 x 0 Fluminense Borgerth, Riemer (3) e Sidney Pullen
03/07/1932 Flamengo 4 x 0 Fluminense Nelson (3) e Cássio
27/07/1941 Flamengo 4 x 1 Fluminense Pirillo (3) e Nandinho
14/01/1951 Flamengo 5 x 2 Fluminense Durval (3), Esquerdinha e Gringo
18/12/1955 Flamengo 6 x 1 Fluminense Joel, Dida (2) e Paulinho (3)
02/12/1961 Flamengo 4 x 1 Fluminense Gérson e Dida (3)
20/03/1966 Flamengo 4 x 1 Fluminense Silva (3) e Almir
22/04/1972 Flamengo 5 x 2 Fluminense Liminha, Caio (3) e Jair
16/02/1986 Flamengo 4 x 1 Fluminense Zico (3) e Bebeto
31/01/2010 Flamengo 5 x 3 Fluminense Adriano (3), Vágner Love e Kleberson

.

Autor: Tags: , , ,

domingo, 29 de novembro de 2009 Artilheiros, Campeões, Campeonato Brasileiro, Estatísticas, História, Público | 20:43

Fla pode ser campeão com artilheiro e melhor público

Compartilhe: Twitter

A 37ª rodada do Campeonato Brasileiro foi excelente para o Flamengo. Além de vencer o Corinthians (2 x 0), o Rubro-negro viu seu o São Paulo, seu maior rival na disputa pelo título, perder feio para o Goiás (4 x 2). O time do técnico Andrade pode ser campeão até com uma derrota (desde que todos os três outros candidatos ao título não vençam). Mas o mais provável é que uma vitória simples, diante do Grêmio, na última rodada, dê ao Flamengo seu 6º título Brasileiro, o primeiro depois de 17 anos.

Além de poder quebrar esse jejum de título e igualar o São Paulo em número de conquistas do Campeonato Brasileiro, o Flamengo poderá encerrar ainda uma escrita. Desde 2000, o campeão brasileiro não tem também o artilheiro da competição. Com 19 gols, Adriano divide a artilharia do Brasileirão de 2009 com Diego Tardelli, do Atlético-MG. O atacante Rubro-negro, poderá ser também o primeiro artilheiro do Flamengo na competição depois de Zico, em 1982.

Desde 1971, apenas 11 dos 37 campeões brasileiros conseguiram vencer a competição e ter ainda o artilheiro. Confira:

1971 – Dario (Atlético-MG), 15 gols
1974 – Roberto Dinamite (Vasco), 16 gols
1975 – Flávio (Internacional), 16 gols
1976 – Dario (Internacional), 16 gols
1980 – Zico (Flamengo), 21 gols
1982 – Zico (Flamengo), 21 gols
1986 – Careca (São Paulo), 25 gols
1995 – Túlio (Botafogo), 23 gols
1996 – Paulo Nunes (Grêmio), 16 gols, ao lado de Renaldo (Atlético-MG)
1997 – Edmundo (Vasco), 29 gols
2000 – Romário (Vasco), 20 gols, ao lado de Magno Alves (Fluminense) e Dill (Goiás)

Outra marca importante que o Flamengo deverá alcançar no Brasileirão 2009 será a de público. Hoje, o Rubro-negro tem a segunda melhor média da competição com 37.891 torcedores por jogo. O Atlético-MG é o líder com 40.594 torcedores. Na última rodada, o Flamengo deverá lotar o Maracanã com 80 mil pessoas. Assim, sua média irá para 40.100 torcedores. O Atlético-MG só conseguirá se manter na primeira colocação se colocar mais de 30 mil torcedores no Mineirão diante do Corinthians. Como o Galo já perdeu a chance de brigar pelo título e por uma vaga na Libertadores, é bem provável que o Mineirão não receba esse público.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 10 de agosto de 2009 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, História | 18:06

Flamengo tem o artilheiro do Brasileirão depois de 27 anos

Compartilhe: Twitter

Há muito, muito tempo o Flamengo não tinha um jogador seu no topo da artilharia do Brasileirão. Desde que o Galinho Zico foi o artilheiro em 1982, o Rubro-Negro não consegue ter o goleador da competição. O atacante Adriano, agora artilheiro isolado do Brasileirão 2009, é um forte candidato a quebrar esse tabu.

Se mantiver a média de gols (0,66 – anotou 10 gols em 15 jogos), Adriano poderá ainda superar Zico, que é o maior artilheiro do clube em uma única edição de Brasileiro com 21 gols (em 1980 e 1982). Restam ainda mais 20 para o Flamengo.

Nos últimos anos, os jogadores que mais chegaram próximos da artilharia do Brasileirão foram Liédson, em 2002 (fez 14 gols contra 19 de Luís Fabiano e Rodrigo Fabri); Gaúcho, em 1990 (7 gols contra 11 de Charles); Bebeto, em 1987 (fez 6 gols contra 10 de Müller); e Zico, em 1983 (fez 17 gols contra 22 de Serginho Chulapa).

Confira a lista dos artilheiros do Brasileirão e do Flamengo em cada edição.

Ano Artilheiro Clube Gols Art. do Flamengo Gols
1971 Dario Atlético-MG 15 Rodrigues Neto e Samarone 3
1972 Dario Atlético-MG 17 Fio 6
Pedro Rocha São Paulo
1973 Ramón Santa Cruz 21 Zico 8
1974 Roberto Dinamite Vasco 16 Zico 11
1975 Flávio Internacional 16 Luisinho 12
1976 Dario Internacional 16 Zico 14
1977 Reinaldo Atlético-MG 28 Zico 10
1978 Paulinho Vasco 19 Radar 8
1979 César América-RJ 13 Cláudio Adão 9
1980 Zico Flamengo 21 Zico 21
1981 Nunes Flamengo 16 Nunes 16
1982 Zico Flamengo 21 Zico 21
1983 Serginho Santos 22 Zico 17
1984 Roberto Dinamite Vasco 16 Bebeto, Nunes e Tita 5
1985 Edmar Guarani 20 Bebeto 9
1986 Careca São Paulo 25 Kita 6
1987 Müller São Paulo 10 Bebeto 6
1988 Nílson Internacional 15 Bebeto 9
1989 Túlio Goiás 11 Bujica 3
1990 Charles Bahia 11 Gaúcho 7
1991 Paulinho McLaren Santos 15 Gaúcho e Nélio 4
1992 Bebeto Vasco 18 Júnior 9
1993 Guga Santos 15 Marcelinho Carioca 5
1994 Túlio Botofogo 19 Sávio 9
Amoroso Guarani
1995 Túlio Botafogo 23 Romário 8
1996 Renaldo Atlético-MG 16 Bebeto 7
Paulo Nunes Grêmio
1997 Edmundo Vasco 29 Sávio 7
1998 Viola Santos 21 Romário 14
1999 Guilherme Atlético-MG 28 Romário 12
2000 Magno Alves Fluminense 20 Petkovic 14
Dill Goiás
Romário Vasco
2001 Romário Vasco 21 Reinaldo 6
2002 Rodrigo Fabri Grêmio 19 Liédson 14
Luís Fabiano São Paulo
2003 Dimba Goiás 31 Edílson 13
2004 Washington Atlético-PR 34 Dimba 7
2005 Romário Vasco 22 Renato 12
2006 Souza Goiás 17 Obina 11
2007 Josiel Paraná 20 Juan, Ibson e Souza 6
2008 Keirrison Coritiba 21 Ibson 11
Washington Fluminense
Kleber Pereira Santos

.

Autor: Tags: , ,