Publicidade

Posts com a Tag Campeonato Espanhol

quinta-feira, 12 de abril de 2012 Artilheiros, Futebol Europeu, História, Prêmiação | 11:34

Cristiano Ronaldo e os recordistas de gols nos nacionais

Compartilhe: Twitter

Com os três gols que marcou na goleada de 4 x 1 sobre o Atlético de Madri, o português Cristiano Ronaldo chegou a marca dos 40 gols no Campeonato Espanhol, igualando sua marca de 2010/11, sendo assim o único a superar os 35 gols em dois campeonatos. No ano passado, o atacante estabeleceu o recorde de gols em uma só edição da Liga Espanhola, superando Zarra (1951) e Hugo Sánchez (1990), que tinham feito 38 gols.

Em sua terceira temporada pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo já chega a marca de 106 gols em 95 jogos pelo Campeonato Espanhol. Sua média de gols por jogo (1,12) é a segunda maior entre aqueles que já superaram a marca dos 100 gols pela Liga. Dos 71 maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, apenas Isidro Lángara o supera. O ex-atacante do Real Oviedo marcou 104 gols em 90 jogos (1,16 por partida).

Hoje, Cristiano Ronaldo ocupa a 59ª posição entre os maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, uma posição e um gol atrás do brasileiro Rivaldo, que marcou 107 gols em 198 jogos. Messi é o 15º da lista com 158 gols em 208 jogos (0,76 por partida). O líder ainda é Telmo Zarra, com 251 gols em 277 jogos.

Com mais seis jogos pela frente, Cristiano Ronaldo poderá aumentar ainda mais seu recorde de gols e assim ajudar o Real Madrid e terminar com o ataque mais positivo em toda a história do Campeonato Espanhol. Hoje, o time de José Mourinho soma 104 gols em 32 jogos. O recorde é do próprio Real Madrid, que em 1989/90 marcou 107 gols.

Ganhador da Chuteira de Ouro (prêmio entregue ao jogador com mais gols nos campeonatos nacionais da Europa) duas vezes, Cristiano Ronaldo lidera o ranking da temporada 2011/12. Vencedor em 2007/08, quando jogava pelo Manchester United, e em 2010/11, o português pode se tornar o primeiro jogador a levar o troféu pela terceira vez na história. Messi, com 39 gols, é o único jogador que pode estragar os planos de Ronaldo. Van Persie, o terceiro da lista, tem 26 gols no Campeonato Inglês.

Se mantiver a média de 1,25 gol por partida até a última rodada, Cristiano Ronaldo deverá marcar, pelo menos, mais 7 gols nesse Campeonato Espanhol nas últimas seis rodadas. Com isso, poderá igualar o recorde do romeno Dudu Georgescu desde que o prêmio chuteira de ouro foi criado, em 1968. Geogerscu marcou 47 gols em 1976/77 pelo Campeonato Romeno.

Se pegarmos toda a história, porém, Cristiano Ronaldo ainda está longe de atingir o recorde de gols em um só campeonato. Veja abaixo os recordistas de gols:

Gols Jogador Clube (País) Temporada
67 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1924/25
66 Ferenc DEÁK Szentlörinci AC (Hungria) 1945/46
60 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
60 Héctor Horace SCOTTA San Lorenzo (Argentina) 1975
59 Refik RESMJA Partizani Tirana (Albânia) 1951
59 Ferenc DEÁK Ferencváros (Hungria) 1948/49
58 PELÉ Santos (Brasil) *1958
58 José Saturnino CARDOZO Toluca (Mexico) 2002/03
57 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1943/44
56 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1938/39
55 Frederick ROBERTS Glentoran (Irlanda do Norte) 1931/32
52 David BROWN New York Giants (EUA) 1926/27
52 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1931/32
51 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1945/46
50 Joseph Absolom BAMBRICK Linfield (Irlanda do Norte) 1930/31
50 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1935/36
50 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1939/40
50 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1947/48
50 Giorgio CHINAGLIA New York Cosmos (EUA) **1980
49 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1926/27
49 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1928/29
49 Thomas WARING Aston Villa (Inglaterra) 1930/31
49 Ladislau BONYHÁDI IT Arad (Romania) 1947/48
49 Uwe SEELER Hamburgo (Alemanha Ocidental) 1959/60
49 PELÉ Santos (Brasil) * 1965
49 Joaquín BOTERO Bolívar (Bolivía) 2002
48 Ferenc DEÁK Szentlörinci (Hungria) 1946/47
47 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1927/28
47 Arsenio Pastor ERICO Independiente (Argentina) 1937
47 PELÉ Santos (Brasil) * 1961
47 Dudu GEORGESCU Dinamo Bucureste (Romênia) 1976/77
46 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1948/49
46 Héctor Casimiro YAZALDE Sporting (Portugal) 1973/74
45 Duncan WALKER Saint Mirren (Escócia) 1921/22
45 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
45 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1932/33
45 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1941/42
45 Ferenc SZUSZA Újpesti (Hungria) 1945/46
45 PELÉ Santos (Brasil) * 1959
45 Ara HAKOBIAN Banants Yerevan (Armênia) 2003/04

* Campeonato Paulista
** NASL League (EUA)

(fonte site www.rsssf.com)

Autor: Tags: , , , , , ,

domingo, 8 de abril de 2012 Futebol Europeu | 20:13

A emocionante reta final dos campeonatos nacionais na Europa

Compartilhe: Twitter

O mês de abril terá pela frente disputas que prometem nas retas finais dos principais campeonatos nacionais na Europa. Após a rodada desse final de semana, Porto e Manchester United praticamente colocaram a mão na taça mais uma vez. Na Itália, a Juve passou o Milan. Na Alemanha, Borussia e Bayern seguem na briga e na próxima rodada irão fazer a final antecipada da Bundesliga. Já o Barça diminuiu para a quatro ponto a diferença sobre o Real Madrid. Abaixo a situação dos seis principais campeonatos nacionais do Velho Continente:

EUROPA

Campeonato Inglês
Com a vitória do Manchester United por 2 x 0 sobre o Queens Park Rangers e a derrota do Manchester City no finalzinho para o Arsenal (1 x 0), a diferença entre os rivais aumentou para 8 pontos (79 a 71), faltando seis rodadas para o final. Embora os dois joguem no campo do City na antepenúltima rodada (36ª), dificilmente os Reds deixarão escapar o bicampeonato. O time de Alex Ferguson vem de 8 vitórias consecutivas e agora está próximo do 20º título inglês, aumentando a fila do City para 44 anos.

Campeonato Espanhol
Com 9 vitórias consecutivas, o Barcelona diminuiu de 10 para 4 pontos a diferença em relação ao líder Real Madrid (79 a 75). Faltando 7 rodadas para o final, os dois gigantes jogarão daqui três rodadas (34ª), no Camp Nou, onde a diferença poderá cair para apenas um ponto. Ao que tudo indica, o Barça deverá frustrar mais uma vez o sonho de Mourinho de conquistar a Liga Espanhola.

Campeonato Italiano
Depois de 31 rodadas, a invicta Juventus se aproveitou da bobeada do Milan (perdeu em casa para a Fiorentina, 15ª colocada), e tomou a liderança do time de Milão. Agora, a Juve tem 65 pontos contra 64 do Milan, faltando sete rodadas para o final. A Juventus terá dois jogos complicados pela frente (Lazio e Roma), porém o Milan jogará contra a rival Internazionale na penúltima rodada.

Campeonato Alemão
Semifinalista da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique passou apertado pelo Ausburg neste final de semana (2 x 1) e segue na cola do líder e atual campeão Borussia Dortmund (66 a 63). Faltam apenas cinco rodadas para o final e a próxima já poderá definir a Bundesliga. O Borussia irá receber o Bayern em casa e com uma vitória praticamente fica com o bicampeonato, repetindo o feito do grande time de 1995/96, que se tornou campeão mundial.

Campeonato Francês
Assim, como na Itália, a briga pelo título francês está acirrada entre duas equipes: o surpreendente Montpellier (63 pontos e 27 gols de saldo) e o milionário Paris Saint-Germain (63 pontos e 23 de saldo). O Montpellier, porém, tem um jogo a menos (enfrentará o Olympique de Marselha na próxima quarta, fora de casa). O PSG, campeão francês em 1986 e 1994, conta com um elenco avaliado em 206 milhões de euros para encerrar o jejum de 17 anos sem conquistas. Já o Montpellier, que nunca foi campeão nacional, tem o 9º elenco mais caro da França, avaliado em 64 milhões de euros.

Campeonato Português
Grande surpresa do Campeonato Português, o Braga desperdiçou sua grande chance conquistar o primeiro título nacional de sua história nas últimas duas rodadas. Depois de ganhar 13 jogos seguidos e assumir a liderança, o Braga perdeu para o Benfica (2 x 1) e no último sábado foi derrotado pelo Porto, em casa (1 x 0). Agora, faltando quatro rodadas para o final, o Porto, atual campeão, lidera com 63 pontos, contra 59 do Benfica (um jogo a menos) e 58 do Braga. O Porto está bem perto do seu 29º título português, o oitavo dos últimos dez anos. O Benfica, que tem 32ª títulos, vê sua hegemonia cada vez mais ameaçada.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 29 de setembro de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu, Liga dos Campeões | 10:05

Messi começa a temporada de forma espetacular

Compartilhe: Twitter

O argentino Lionel Messi começou a temporada 2011/12 de forma brilhante. Antes do início do Campeonato Espanhol, Messi foi campeão da Supercopa da Espanha, anotando três gols nas duas finais diante do Real Madrid. Além disso, foi campeão tambéma da Supercopa Europeia marcando um gol na vitória sobre o Porto-POR (2 x 0).

Pelo Campeonato Espanhol, anotou 8 gols em apenas 5 partidas. No último final de semana, no jogo contra o Atlético de Madri, Messi fez três gols. Ontem, pela Liga dos Campeões, Messi marcou dois gols sobre o BATE Borisov. Até agora, em 10 jogos pela temporada, Messi marcou 14 gols, deu 10 assistências e alcançou marcas importantes. O argentino igualou-se ao húngaro Láslo Kubala como segundo maior artilheiro da história do Barcelona, com 194 gols. Kubala chegou a essa marca após 11 temporadas pelo clube catalão e aos 34 anos. Messi, com 24 anos, está começando sua sétima temporada pelo Barça.

Com uma média recente de mais de 40 gols por temporada, Messi tem tudo para alcançar em breve o maior artilheiro da história do Barcelona, o espanhol César Rodríguez, autor de 235 gols. Messi também anotou seu 127º pelo Campeoanto Espanhol em 184 jogos, superando Mario Kempes (126 gols em 222 jogos), tornando-se assim o segundo argentino com mais gols pela Liga, atrás apenas de Di Stéfano (228 gols), Além disso, Messi chegou a marca de 39 gols pela Liga dos Campeões, igualando o nono maior artilheiro da história da competição, o seu compatriota Morientes, que marcou seus 39 gols entre 1997 e 2010. Artilheiro da Liga nas últimas três edições, Messi tem tudo para subir nesse ranking de artilheiros da competição ainda nessa temporada, já que disputou apenas duas partidas.

MAIORES ARTILHEIROS DA LIGA DOS CAMPEÕES

POS. JOGADOR GOLS PERÍODO
Raúl (ESP) 71 1995-2011
Van Nistelrooy (HOL) 56 1999-2010
Henry (FRA) 51 1998-2010
Di Stéfano (ESP) 49 1956-1964
Shevchenko (UCR) 48 1993-2010
Eusébio (POR) 47 1962-1974
Filippo Inzaghi (ITA) 46 1998-2011
Del Piero (ITA) 42 1996-2010
Morientes (ESP) 39 1997-2010
Messi (ARG) 39 2004-2011
Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 11 de maio de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:23

Cristiano Ronaldo próximo de recorde histórico

Compartilhe: Twitter

Ao anotar 7 gols nos últimos dois jogos, o atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, deixou o argentino Lionel Messi para trás na tabela de artilheiros do Campeonato Espanhol (36 a 31) e agora está muito próximo de alcançar uma marca histórica na Espanha.

Se marcar mais dois gols nas últimas duas rodadas (enfrentará o Villarreal fora de casa e o lanterna Almería, em casa), Cristiano Ronaldo poderá igualar o recorde de gols em uma só temporada, que pertencen a Telmo Zarra (1950/51) e Hugo Sánchez (1989/90). Se jogar esses dois jogos e marcar mais dois, Ronaldo chegará ao recorde em 34 partidas. Zarra disputou 30 e Hugo Sánchez 35 jogos.

Com os três gols que marcou ontem, na goleada por 4 x 0 sobre o Getafe, Cristiano Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história do Real Madrid em apenas uma temporada. O português chegou a marca de 49 gols, superando  Puskas, que anotou 47 gols na temporada 1959/60.

De quebra, Cristiano Ronaldo chegou ao seu sexto hat-trick no Campeonato Espanhol (três gols em um único jogo), alcançando uma marca história no Campeoanto Espanhol.

Na temporada 2010/11, Cristiano Ronaldo já soma 49 gols em 52 jogos por competições oficiais. Aos 26 anos, o português atinge seus melhores números na carreira. Confira:

.

.

.

.

.

.

.

Veja também quais são os maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais do mundo:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 27 de abril de 2011 Futebol Europeu | 23:53

A fantástica e insuperável posse de bola do Barcelona

Compartilhe: Twitter

Virtual finalista da Liga dos Campeões, o Barcelona vem massacrando seus rivais na Liga dos Campeões com sua eficiente e poderosa posse de bola. A equipe de Guardiola, que chegou à sua terceira semifinal de Champions League e está próxima de ser bicampeã, praticamente não dá chances aos adversários. Hoje, o que se viu em Madri, foi um amplo domínio do Barça, mesmo jogando na casa do maior rival.

Na primeira partida da semifinal, o Barcelona ficou com a bola durante 43 minutos e 23 segundos, contra apenas 17’9” do Real Madrid. Do tempo de bola em jogo, o Barça teve uma posse de 72% contra apenas 28% do Real. Tudo bem que desde os 16 minutos do segundo tempo o time Catalão ficou com um jogador a mais. Mas se pegarmos os jogos anteriores, nenhum clube foi capaz de chegar perto do Barcelona.

Confira a campanha do Barça nessa Liga dos Campeões e a porcentagem de posse de bola de cada partida:
Primeira Fase (Grupos)
14/09/2010  – Barcelona 5 x 1 Panathinaikos-GRE – 74% x 26%
29/09/2010 – Rubin Cazan-RUS 1 x 1 Barcelona – 25% x 75%
20/10/2010 – Barcelona 2 x 0 Copenhegem-DIN – 64% x 36%
02/11/2010 – Copenhegem-DIN 1 x 1 Barcelona 72% x 28%
24/11/2010  – Panathinaikos-GRE 0 x 3 Barcelona 26% x 74%
07/12/2010 – Barcelona 2 x 0 Rubin Cazan-RUS 74% x 26%

Oitavas-de-final
16/02/2011  – Arsenal-ING 2 x 1 Barcelona – 39% x 61%
08/03/2011 – Barcelona 3 x 1 Arsenal-ING 68% x 32%

Quartas-de-final

06/04/2011  – Barcelona 5 x 1 Shakhtar Donestk-UCR – 64% x 36%
12/04/2011 – Shakhtar Donestk-UCR 0 x 1 Barcelona – 38% x 62%

Semifinal
27/04/2011  – Real Madrid 0 x 2 Barcelona – 72% x 28%

Pelo Campeonato Espanhol, a história também não muda. Dos 33 jogos do clube na temporada 2010/11, o Barcelona foi superior em simplesmente todas as partidas. Seu pior aproveitamento de posse bola foi na partida contra o Valencia, na 6ª rodada, quanto obteve 54% contra 46% do adversário. Confira:

Campeonato Espanhol 2010/11
29/08/2010  – Racing Santander 0 x 3 Barcelona – 40% x 60%
11/09/2010  – Barcelona 0 x 2 Hércules – 76% x 24%
19/09/2010  – Atlético de Madri 1 x 2 Barcelona – 32% x 68%
22/09/2010  – Barcelona 1 x 0 Sporting Gijón – 78% x 22%
25/09/2010  – Athletic Bilbao 1 x 3 Barcelona – 26% x 74%
03/10/2010  – Barcelona 1 x 1 Mallorca – 72% x 28%
16/10/2010  – Barcelona 2 x 1 Valencia – 54% x 46%
23/10/2010  – Zaragoza 0 x 2 Barcelona – 27% x 73%
30/10/2010  – Barcelona 5 x 0 Sevilla – 73% x 27%
07/11/2010  – Getafe 1 x 3 Barcelona – 32% x 68%
13/11/2010  – Barcelona 3 x 1 Villarreal – 65% x 35%
20/11/2010  – Almería 0 x 8 Barcelona – 27% x 73%
29/11/2010  – Barcelona 5 x 0 Real Madrid – 63% x 38%
04/12/2010  – Osasuna 0 x 3 Barcelona – 30% x 70%
12/12/2010  – Barcelona 5 x 0 Real Sociedad – 78% x 22%
18/12/2010  – Espanyol 1 x 5 Barcelona – 39% x 61%
02/01/2011  – Barcelona 2 x 1 Levante – 80% x 20%
08/01/2011  – La Coruña 0 x 4 Barcelona – 26% x 74%
16/01/2011  – Barcelona 4 x 1 Málaga – 72% x 28%
22/01/2011  – Barcelona 3 x 0 Racing Santander 70% x 30%
29/01/2011  – Hércules 0 x 3 Barcelona – 27% x 73%
05/02/2011  – Barcelona 3 x 0 Atlético de Madri 68% x 32%
12/02/2011  – Sporting Gijón 1 x 1 Barcelona – 24% x 76%
20/02/2011  – Barcelona 2 x 1 Athletic Bilbao – 75% x 25%
26/02/2011  – Mallorca 0 x 3 Barcelona – 27% x 73%
02/03/2011  – Valencia 0 x 1 Barcelona 38% x 62%
05/03/2011  – Barcelona 1 x 0 Zaragoza 80% x 20%
13/03/2011  – Sevilla 1 x 1 Barcelona – 25% x 75%
19/03/2011  – Barcelona 2 x 1 Getafe – 75% x 25%
02/04/2011  – Villarreal 0 x 1 Barcelona – 28% x 72%
09/04/2011  – Barcelona 3 x 1 Almería – 73% x 27%
16/04/2011  – Real Madrid 1 x 1 Barcelona – 28% x 72%
23/04/2011  – Barcelona 2 x 0 Osasuna – 70% x 30%


Barcelona Barcelona
Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:07

Totti e os maiores artilheiros em Campeonatos Nacionais

Compartilhe: Twitter

O atacante Francesco Totti, da Roma, superou a marca de 200 gols pelo Campeonato Italiano. Aos 34 anos, o jogador, que defende a Roma desde 1992, seu único clube, marcou duas vezes, ontem, no empate contra a Fiorentina (2 x 2). Dessa forma, chegou a marca de 201 gols na história da Séria A. Maior artilheiro em atividade, Totti está perto de alcançar Roberto Baggio na lista dos principais goleadores da história do Campeonato Italiano. Baggio, o quinto da lista, marcou 206 gols até hoje.

.

Na Itália, o brasileiro Mazzola, conhecido por lá como José Altafini, está entre os maiores artilheiros com 216 gols. Além dele, outros três brasileiros já superaram a marca dos 100 gols na Série A: Luis Vinício (155 gols entre 1955 e 1968); Dino da Costa (108 gols entre 1955 e 1966); e Sérgio Clerice (103 gols entre 1960 e 1978).

Entre os principais campeonatos nacionais da Europa (Itália, Alemanha, Espanha, Inglaterra, França e Portugal), Mazzola é o único brasileiro que aparece na lista dos dez maiores. Com mais de 100 gols, além desses do Campeonato Italiano, temos mais brasileiros. Na Alemanha, aparecem Élber (133 gols entre 1994 e 2005) e Aílton (106 gols entre 1997 e 2006). Na Espanha, figuram Ronaldo (117 gols entre 1996 e 2006); Waldo (115 gols entre 1961 e 1970); e Rivaldo (107 gols entre 1996 e 2002). Já em Portugal, os brasileiros que marcaram mais de 100 gols foram Jardel (185 gols entre 1996 e 2006); Liédson (116 gols entre 2003 e 2011); Edmílson (112 gols entre 1988 e 2001); e Gaúcho (103 gols entre 1996 e 2008).

Confira a lista dos 10 maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais da Europa:


xxx

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 Futebol Europeu | 16:09

Barcelona segue acumulando números impressionantes

Compartilhe: Twitter

Atual bicampeão espanhol, o Barcelona segue firme na briga pelo seu segundo tricampeonato (o primeiro foi em 1993). A equipe de Lionel Messi, Xavi, Iniesta, Pedro e Dani Alves vem se superando cada vez mais e conquistando números impressionantes. Nessa última rodada, o time catalão bateu o Atlético de Madri por 3 x 0, e chegou a sua 16ª vitória consecutiva.

A marca superou a do rival Real Madrid, de Alfredo di Stéfano e Ferenc Puskás, estabelecida há 50 anos, na temporada 1960/61. A última, e também a única, derrota do Barcelona nesta temporada de 2010/11, foi no dia 11 de setembro do ano passado, diante do Hércules (2 x 0). No Brasil, as maiores sequências de vitórias em Campeonatos Brasileiros são do Guarani (12 vitórias seguidas em 1978) e do São Paulo (10 vitórias em 2002).

Até agora, em 22 jogos pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona conquistou 20 vitórias, 1 empate e teve apenas 1 derrota. Fora de casa, são 10 vitórias em 10 jogos. Com 70 gols marcados e somente 11 gols sofridos nesses 22 jogos, o Barça tem tudo para quebrar recordes nessa temporada, com 16 jogos restantes.

Em 2009/10, o Barcelona obteve o maior número de vitórias em uma só edição (31). Se mantiver sua média de 3,18 gols por jogo, o Barcelona poderá chegar a marca de 120 gols ao final de 38 rodadas e superar o Real Madrid de 1989/90, que marcou 107 gols. A defesa do Barça, com uma média de 0,5 gol sofrido por jogo (11 em 22 jogos), pode também superar a do La Coruña, que levou 18 gols na temporada 1993/94.

Com 61 pontos e mais 48 para conquistar, o Barça também poderá superar seu próprio recorde de pontos (99), conquistado na última temporada (2009/10). Nos próximos três jogos, o Barcelona terá pela frente o Sporting Gijón (fora), Athletic Bilbao (casa) e Mallorca (fora). Vencendo esse três, chegará a incrível marca de bater todos os adversários do mesmo campeonato de uma vez só, com 19 vitórias em 19 jogos.

Individualmente, o atacante Lionel Messi também vem apresentando números sensacionais. Em apenas 19 jogos pelo Espanhol, o argentino marcou 24 gols, sendo apenas dois de pênalti. Messi está empatado na artilharia da Liga com o português Cristiano Ronaldo, que com os dois gols de ontem, na vitória sobre o Real Sociedad, também chegou a 24 gols. Ronaldo, no entanto, disputou três jogos a mais.

Na temporada 2010/11, Messi acumula 40 gols em todas as competições (39 jogos). No ano passado, o atacante teve sua melhor temporada, com 47 gols, um recorde na história do clube ao lado de Ronaldo, que também marcou 47 na temporada 1996/97.  No Campeonato Espanhol, Messi ainda terá mais 16 jogos para tentar quebrar o recorde de gols de Zarra (Athletic Bilbao, em 1950-51) e Hugo Sánchez (Real Madrid, 1989-90), que fizeram 38 gols em uma só temporada. O argentino precisaria de mais 14 gols para alcançar essa marca. Difícil, mas não impossível pelo desempenho que vem apresentando.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Campeonato Brasileiro, Futebol Europeu, História | 15:24

Quem já perdeu o título nacional na última rodada

Compartilhe: Twitter

Desde 2003, quando o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado no sistema de pontos corridos, nenhum líder perdeu o título na última rodada. Até agora, os clubes que mais entregaram na reta final foram o Atlético-PR (em 2004) e o São Paulo (em 2009). Ambos eram líderes na antepenúltima rodada e perderam o primeiro lugar na penúltima rodada.

Em 2004, o Atlético-PR perdeu na penúltima rodada para o Vasco e foi ultrapassado pelo Santos, que acabou campeão. No ano passado, o São Paulo acabou derrotado pelo Goiás (4 x 2) e perdeu a liderança para o Flamengo na penúltima rodada.

Neste ano, o Fluminense pode ainda perder o primeiro lugar para Corinthians ou Cruzeiro nessa penúltima rodada ou ainda na última rodada. Difícil, mas pode acontecer.

Nos últimos 20 anos, nos principais campeonatos do mundo, isso já aconteceu. Exceto na Inglaterra e em Portugal nesse período. Confira abaixo os líderes que já deixaram escapar o título nacional na última rodada, quando precisavam apenas de uma vitória ou até um empate para levantar a taça:

ITÁLIA
No campeonato de 1999/2000, a Lazio quebrou um jejum de 26 sem conquistar o scudetto na última rodada. Com 69 pontos, o time de Roma bateu o Reggina, em casa, na 34ª rodada, por 3 x 0, gols de Simone Inzaghi, Veron e Simeone. A Juventus, então líder com 71 pontos, perdeu para o Perugia, fora de casa, por 1 x 0 (gol de Calori aos 5 do segundo tempo).

.

ESPANHA
Na Espanha, nos últimos 20 anos, o Barcelona foi três vezes campeão espanhol roubando a liderança na última rodada. Curiosamente em três temporadas consecutivas. Em 1991/92, o Barcelona superou o Real Madrid (55 a 54 pontos). Na última rodada daquele ano, o Barça venceu o Athletic Bilbao (2 x 0, dois gols do Stoichkov), enquanto o Real perdeu para o Tenerife (3 x 2), fora de casa e de virada!!! (vencia por 2 x 0). O Real, líder da 7ª a 37ª rodada, foi perder a liderança justamente na última rodada. Veja a briga rodada a rodada daquele ano:

.

Na temporada seguinte, 1992/93, o mesmo aconteceu. O Real, que havia conquistado a liderança na 35ª rodada, perdeu seu último jogo, para novamente para o Tenefire na última rodada (2 x 0), e deu chance ao Barcelona novamente de ser campeão. Na 38ª rodada, o Barça bateu o Real Sociedad (1 x 0, com gol de Stoichkov), ficando na frente (58 a 57 pontos).

.

Já em 1993/94, o Barcelona chegou ao tricampeonato da mesma forma, tirando a liderança na última rodada. Daquela vez, porém, o Barça superou o Deportivo La Coruña, então líder desde a 14ª rodada. Na 38ª rodada, O Barcelona ganhou do Sevilla por 5 x 2 (gols de Stoichkov (2), Romário, Laudrup e Baquero), enquanto o La Coruña empatou com o Valencia por 0 x 0. Empatados em pontos (56 para cada), o Barça superou o La Coruña no saldo de gols (49 a 33) e no número de vitória (26 a 23).

.

ALEMANHA
Desde 1990/91, três campeões chegaram à liderança só na última rodada. Em 1991/92, três clubes chegaram à 38ª rodada com chances de título. O Eintracht Frankfurt, então líder com 50 pontos na penúltima rodada, perdeu para o Hansa Rostock (2 x 1 fora) na última rodada e acabou na terceira posição. O Stuttgart, vice-líder, ganhou do Bayer Leverkusen por 2 x 1, fora de casa, e levou o título, terminando com 52 pontos. O Borussia Dortmund também ficou com 52 pontos, mas foi superado no saldo de gols. O gol do título do Stuttgart saiu aos 43 minutos do segundo tempo, com Guido Buchwald.

Em 1994/95, o Werder Bremen entregou na 34ª e última rodada. Com 48 pontos, o time perdeu do Bayern Munique por 3 x 1, fora de casa, e deu chance para o Borussia Dortmund superá-lo. O Borussia venceu o Hamburgo por 2 x 0, terminou com 49 pontos e ficou o título.

Em 1999/2000, o Bayer Leverkusen derrapou também na última rodada. O time perdeu para o pequeno Unterhaching, fora de casa (2 x 0) e deixou o Bayern Munique ultrapassá-lo (no saldo de gols). O time de Munique venceu o Werder Bremen (3 x 1) em seu último jogo.

FRANÇA
Em 2001/02, o Lyon chegou ao seu primeiro título francês superando o Lens, então líder, na última rodada. Com 63 pontos, o Lyon estava um ponto atrás do Lens e na última rodada os dois clubes se enfrentaram. Jogando em casa, o Lyon venceu por 3 x 1 e foi campeão.

ARGENTINA

Nos últimos anos, três campeões reverteram a situação na última rodada. Em 1994, no Torneio Clausura, o Independiente venceu o Huracán, então líder com 25 pontos, no cofronto direto. Na última rodada, o Independiente venceu por 4 x 0, chegou a 26 pontos e tornou-se campeão.

Em 1995, no Torneio Clausura, o Gimnasia La Plata, líder com 29 pontos, perdeu para o Independiente, em casa, por 1 x 0. O San Lorenzo venceu o Rosario Central por 1 x 0, fora de casa, e foi campeão com 30 pontos.

Já em 2006, no Torneio Apertura, o Boca Juniors perdeu seus dois últimos jogos (o último, em casa, para o Lanús (2 x 1), acabou o campeonato com 44 pontos e foi alcançado pelo Estudiantes, que venceu o Arsenal (2 x 0), na última partida. No desempate (jogo extra), o Estudiantes bateu o Boca, em pleno estádio La Bombonera, e ficou o com o título argentino.

Autor: Tags: , , , , ,