Publicidade

Posts com a Tag Campeonato Português

domingo, 8 de abril de 2012 Futebol Europeu | 20:13

A emocionante reta final dos campeonatos nacionais na Europa

Compartilhe: Twitter

O mês de abril terá pela frente disputas que prometem nas retas finais dos principais campeonatos nacionais na Europa. Após a rodada desse final de semana, Porto e Manchester United praticamente colocaram a mão na taça mais uma vez. Na Itália, a Juve passou o Milan. Na Alemanha, Borussia e Bayern seguem na briga e na próxima rodada irão fazer a final antecipada da Bundesliga. Já o Barça diminuiu para a quatro ponto a diferença sobre o Real Madrid. Abaixo a situação dos seis principais campeonatos nacionais do Velho Continente:

EUROPA

Campeonato Inglês
Com a vitória do Manchester United por 2 x 0 sobre o Queens Park Rangers e a derrota do Manchester City no finalzinho para o Arsenal (1 x 0), a diferença entre os rivais aumentou para 8 pontos (79 a 71), faltando seis rodadas para o final. Embora os dois joguem no campo do City na antepenúltima rodada (36ª), dificilmente os Reds deixarão escapar o bicampeonato. O time de Alex Ferguson vem de 8 vitórias consecutivas e agora está próximo do 20º título inglês, aumentando a fila do City para 44 anos.

Campeonato Espanhol
Com 9 vitórias consecutivas, o Barcelona diminuiu de 10 para 4 pontos a diferença em relação ao líder Real Madrid (79 a 75). Faltando 7 rodadas para o final, os dois gigantes jogarão daqui três rodadas (34ª), no Camp Nou, onde a diferença poderá cair para apenas um ponto. Ao que tudo indica, o Barça deverá frustrar mais uma vez o sonho de Mourinho de conquistar a Liga Espanhola.

Campeonato Italiano
Depois de 31 rodadas, a invicta Juventus se aproveitou da bobeada do Milan (perdeu em casa para a Fiorentina, 15ª colocada), e tomou a liderança do time de Milão. Agora, a Juve tem 65 pontos contra 64 do Milan, faltando sete rodadas para o final. A Juventus terá dois jogos complicados pela frente (Lazio e Roma), porém o Milan jogará contra a rival Internazionale na penúltima rodada.

Campeonato Alemão
Semifinalista da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique passou apertado pelo Ausburg neste final de semana (2 x 1) e segue na cola do líder e atual campeão Borussia Dortmund (66 a 63). Faltam apenas cinco rodadas para o final e a próxima já poderá definir a Bundesliga. O Borussia irá receber o Bayern em casa e com uma vitória praticamente fica com o bicampeonato, repetindo o feito do grande time de 1995/96, que se tornou campeão mundial.

Campeonato Francês
Assim, como na Itália, a briga pelo título francês está acirrada entre duas equipes: o surpreendente Montpellier (63 pontos e 27 gols de saldo) e o milionário Paris Saint-Germain (63 pontos e 23 de saldo). O Montpellier, porém, tem um jogo a menos (enfrentará o Olympique de Marselha na próxima quarta, fora de casa). O PSG, campeão francês em 1986 e 1994, conta com um elenco avaliado em 206 milhões de euros para encerrar o jejum de 17 anos sem conquistas. Já o Montpellier, que nunca foi campeão nacional, tem o 9º elenco mais caro da França, avaliado em 64 milhões de euros.

Campeonato Português
Grande surpresa do Campeonato Português, o Braga desperdiçou sua grande chance conquistar o primeiro título nacional de sua história nas últimas duas rodadas. Depois de ganhar 13 jogos seguidos e assumir a liderança, o Braga perdeu para o Benfica (2 x 1) e no último sábado foi derrotado pelo Porto, em casa (1 x 0). Agora, faltando quatro rodadas para o final, o Porto, atual campeão, lidera com 63 pontos, contra 59 do Benfica (um jogo a menos) e 58 do Braga. O Porto está bem perto do seu 29º título português, o oitavo dos últimos dez anos. O Benfica, que tem 32ª títulos, vê sua hegemonia cada vez mais ameaçada.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 23 de setembro de 2011 Estatísticas, Futebol Europeu, História | 12:50

Porto defende invencibilidade de 44 jogos contra o Benfica

Compartilhe: Twitter

Atual campeão português, o Porto perdeu duas peças importantes do time vencedor da temporada 2010/11: o técnico Villas-Boas, hoje no Chelsea-ING, e o atacante Falcao García, que foi para o Atlético de Madri por 40 milhões de euros. Ainda assim, o Dragão continua sobrando em Portugal. Nas cinco primeiras rodadas, venceu quatro jogos e empatou apenas um, liderando o torneio.

Campeão invicto na última temporada, o Porto vem de uma incrível invencibilidade de 44 jogos sem derrota pelo Campeonato Português. Foram 9 jogos sem derrota no final da temporada 2009/10 (aliás, 9 vitórias consecutivas),  30 jogos na temporada 2010/11 (27 vitórias e 3 empates), e mais cinco jogos na atual temporada, totalizando 44 partidas sem uma única derrota.

Hoje, porém, o time da cidade do Porto tem pela frente seu principal rival, o Benfica, no estádio Dragão. Até hoje, o Porto leva vantagem sobre o Benfica no histórico do confronto, com 85 vitórias contra 82 do Benfica. Pelo Português, são 60 vitórias do Porto contra 53 do Benfica. Jogando em casa, o retropescto do Porto é ainda melhor (47 vitórias, 18 empates e  apenas 12 derrotas).

Mas para chegar ao recorde de invencibilide no Campeonato Português, porém, o Porto deverá ficar ainda mais 12 jogos sem perder. Até hoje, o recordista é o Benfica, que ficou 56 jogos sem derrota entre 24/10/1976 a 28/8/1978. No Brasil, a maior série invicta no Campeonato Brasileiro é do Botafogo, que permanceu sem perder por 42 jogos nas edições de 1977 e 1978. Confira as maiores invencibilidades nos principais campeonatos europeus.

CAMP. ALEMÃO: Hamburgo, 36 jogos (de 30/1/1982 a 29/1/1983)

CAMP. ESPANHOL: Real Sociedad, 38 jogos (de 29/4/1979 a 4/5/1980)

CAMP. FRANCÊS: Nantes, 32 jogos (de 29/7/1994 a 15/4/1995)

CAMP. INGLÊS: Arsenal, 49 jogos (7/5/2003 a 16/10/2004)

CAMP. ITALIANO: Milan, 58 jogos (de 26/5/1991 a 14/3/1993)

CAMP. PORTUGUÊS: Benfica, 56 jogos (de 24/10/1976 a 28/8/1978)

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 12 de agosto de 2011 Futebol Europeu | 09:42

Campeonato Português estreia hoje com 143 brasileiros

Compartilhe: Twitter

Começa hoje, com a partida Gil Vicente x Benfica, o Campeonato Português da temporada 2011/12. Disputado desde 1921, o campeonato tem como atual campeão o Porto, que venceu a última edição de forma invicta. Para essa temporada, o Dragão não contará mais com o técnico André Villas-Boas, que assumiu o Chelsea. O atual campeão português, porém, investiu pesado para a temporada 2011/12.

Ao trazer o o lateral-esquerdo Alex Sandro (ex-Santos), o atacante Kléber (ex-Atlético-MG e que estava no Marítimo), além de Juan Manoel Iturbe (destaque do Cerro Porteño na última Libertadores), e gastar 25 milhões de euros, o Porto larga como principal favorito ao título. Sob o comando do técnico Vítor Pereira, o Porto tem como destaque da equipe campeã da última temporada o goleiro Helton, o volante uruguaio Álvaro Pereira, além do meia colombiano Guarín e dos atacantes Hulk (artilheiro do último campeonato) e Falcao García.

Já o Benfica, do técnico Jorge Jesus, foi o clube que mais gastou entre os 16 participantes da primeira divisão portuguesa, com 28,2 milhões de euros. O time de Lisboa, também, foi o que mais faturou com venda de jogadores, principalmente com as saídas de Fábio Coentrão para o Real Madrid (30 milhões de euros) e Roberto Jiménez, que foi para o Zaragoza por 8,5 milhões. Entre as novidades do Benfica, estão Enzo Pérez (ex-Estudiantes-ARG), Bruno César (ex-Corinthians), Matic (ex-Chelsea) e Witsel (contratado junto ao Standard Liege-BEL por 8 milhões de euros.

No total, a Liga Portuguesa de 2011/12 contará com 143 brasileiros espalhados entre as 16 equipes. Em nenhum outro país da Europa a invasão brasileira é tão grande. Em Portugal, os nossos jogadores representam 30,4% do total de atletas da competição. Os portugueses representam 43,8% (206 jogadores). Alguns clubes chegam a ter até mais brasileiros do que portugueses no elenco, como o União Leira (15 brasileiros, contra 11 lusos); Marítimo (11 a 9); Braga (12 a 9); e Nacional (12 a 7). Até o campeão Porto está repleto de brazucas – nove, o mesmo número de portugueses no elenco.

No Velho Continente, entre as principais ligas, os brasileiros, aliás, são maiores entre os estrangeiros em várias delas. Veja quais são os estrangeiros que predominam nos principais campeonatos nacionais da Europa:

Campeonato Português
-
Brasil (143), Argentina (13), Cabo Verde (10), Nigéria (8), Uruguai (8), França (7) e Espanha (6)

Campeonato Inglês
-
França (28), Irlanda (28), Espanha (18), Escócia (17), País de Gales (17), Brasil (12) e Holanda (10)

Campeonato Espanhol
- Argentina (28), Brasil (25), Portugal (17), França (13), Uruguai (12), Holanda (7) e Itália (6)

Campeonato Italiano
-
Argentina (34), Brasil (33), França (15), Sérvia (11), Colômbia (10), Uruguai (10) e Chile (9)

Campeonato Alemão
-
Brasil (20), Áustria (17), Croácia (13), Holanda (12), República Tcheca (12), Suíça (10) e Japão (9)

Campeonato Francês
-
Senegal (20), Brasil (16), Mali (15), Argentina (12), Camarões (11), Costa do Marfim (11) e Gana (8)

Campeonato Russo
-
Brasil (19), Sérvia (15), Bielorussia (15), Geórgia (12), Moldávia (9) e Ucrânia (8)

Campeonato Holandês
-
Bélgica (31), Suécia (14), Marrocos (11), Brasil (9), Dinamarca (8), Alemanha (6) e Sérvia (6)

Campeonato Turco
-
Brasil (17), Alemanha (15), Argentina (11), República Tcheca (11), Croácia (9) e Eslováquia (9)

Campeonato Ucraniano
-
Brasil (29), Sérvia (10), Argentina (9), Croácia (9), Geórgia (9), Nigéria (9) e Romênia (6)

Campeonato Belga
-
França (20), Brasil (16), Marrocos (11), Senegal (11), África do Sul (8) e Sérvia (8)

Campeonato Grego
-
Brasil (35), Argentina (32), Espanha (27), França (18), Croácia (13) e Nigéria (11)

Campeonato Sueco
-
Brasil (14), Finlândia (14), Nigéria (8), Kosovo (7) e Islândia (6)

Campeonato Romeno
-
Brasil (27), Portugal (19), Sérvia (16), Argentina (8), Bósnia e Herzegovina (7)

Campeonato Sérvio
-
Brasil (9), Montenegro (5), Bósnia e Herzegovina (3) e Gana (2)

Campeonato Húngaro
-
Sérvia (30), Brasil (14), Montenegro (12), Eslováquia (11) e Croácia (10)

Campeonato Búlgaro
-
Brasil (10), Sérvia (5), Holanda (4), Eslováquia (3) e Croácia (2)

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:07

Totti e os maiores artilheiros em Campeonatos Nacionais

Compartilhe: Twitter

O atacante Francesco Totti, da Roma, superou a marca de 200 gols pelo Campeonato Italiano. Aos 34 anos, o jogador, que defende a Roma desde 1992, seu único clube, marcou duas vezes, ontem, no empate contra a Fiorentina (2 x 2). Dessa forma, chegou a marca de 201 gols na história da Séria A. Maior artilheiro em atividade, Totti está perto de alcançar Roberto Baggio na lista dos principais goleadores da história do Campeonato Italiano. Baggio, o quinto da lista, marcou 206 gols até hoje.

.

Na Itália, o brasileiro Mazzola, conhecido por lá como José Altafini, está entre os maiores artilheiros com 216 gols. Além dele, outros três brasileiros já superaram a marca dos 100 gols na Série A: Luis Vinício (155 gols entre 1955 e 1968); Dino da Costa (108 gols entre 1955 e 1966); e Sérgio Clerice (103 gols entre 1960 e 1978).

Entre os principais campeonatos nacionais da Europa (Itália, Alemanha, Espanha, Inglaterra, França e Portugal), Mazzola é o único brasileiro que aparece na lista dos dez maiores. Com mais de 100 gols, além desses do Campeonato Italiano, temos mais brasileiros. Na Alemanha, aparecem Élber (133 gols entre 1994 e 2005) e Aílton (106 gols entre 1997 e 2006). Na Espanha, figuram Ronaldo (117 gols entre 1996 e 2006); Waldo (115 gols entre 1961 e 1970); e Rivaldo (107 gols entre 1996 e 2002). Já em Portugal, os brasileiros que marcaram mais de 100 gols foram Jardel (185 gols entre 1996 e 2006); Liédson (116 gols entre 2003 e 2011); Edmílson (112 gols entre 1988 e 2001); e Gaúcho (103 gols entre 1996 e 2008).

Confira a lista dos 10 maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais da Europa:


xxx

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de março de 2011 Futebol Europeu, História | 10:16

Porto faz campanha brilhante e histórica em Portugal

Compartilhe: Twitter

Cada vez mais o Porto vem comprovando sua superioridade em Portugal. Nos últimos 20 anos, o clube conquistou 13 Campeonatos Portugueses contra apenas quatro do rival Benfica, dois do Sporting e um do Boavista.

Tetracampeão em 2009, o Porto acabou perdendo o último título português para o Benfica, mas nessa atual temporada os dragões voltaram a mostrar sua hegemonia no país. Depois de 23 rodadas, o Porto lidera o campeonato com 13 pontos de vantagem sobre o Benfica e está a apenas duas vitórias de conquistar seu 28º título nacional e encostar ainda mais no rival, que já ganhou 32 campeonatos e é o maior campeão português.

Sob o comando do técnico André Villas-Boas, ex-auxiliar de José Mourinho, e de apenas 33 anos, o Porto está invicto no campeonato nacional, com 21 vitórias e apenas dois empates. Das grandes ligas da Europa, na temporada 2010/11, o Porto segue como o único invicto. Em casa, no Estádio Dragão, o Porto ganhou todas as suas 12 partidas. Se não perder nos próximos 7 jogos e ficar se tornar campeão, esse será o primeiro título invicto do Porto. Até hoje, apenas o Benfica conseguiu tal proeza, nas temporadas 1972/73 e 1977/78.

Segundo clube que mais investiu nessa temporada em Portugal (gastou 29,5 milhões de euros contra 33,9 do Benfica), o Porto tem ainda o artilheiro da competição, o brasileiro Hulk, com 20 gols, o melhor ataque do torneio, com 53 gols.

Ontem, com gols de Hulk e Guarín, o Porto bateu o União Leira por 2 x 0 e chegou a sua 11ª vitória consecutiva na competição. De quebra, chegou a marca de 632 minutos sem sofrer gols. O goleiro brasileiro Hélton completou 7 jogos sem ter a meta vazada. O último gol sofrido pelo Porto, no Campeonato Português, foi no dia 16 de janeiro, na vitória por 3 x 1 sobre o Naval.

Hélton, que participou de todos os 23 jogos, sofreu apenas 7 gols no campeonato e pode levar o clube a uma marca histórica. Até hoje, o clube com a melhor defesa em um Campeonato Português foi o próprio Porto, que sofreu 9 gols na temporada 1979/80.

.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 13 de agosto de 2010 Estatísticas, Futebol Europeu | 12:23

Campeonato Português começa hoje com 143 brasileiros

Compartilhe: Twitter

Começa hoje o Campeonato Português da temporada 2010/11, com o  jogo entre Braga e Portimonense. O torneio é o que mais reúne jogadores brasileiros em um campeonato nacional de primeira divisão, depois do Brasileirão. Dos 441 jogadores do Campeonato Português, 143 são brasileiros (o que representa 32% dos jogadores). Confira a relação com a nacionalidade dos jogadores da Liga Portuguesa:

País Jogadores
Portugal 197
Brasil 143
França 12
Argentina 10
Cabo Verde 7
Uruguai 6
Espanha 5
Senegal 5
Colômbia 4
Burkina Fasso 3
Camarões 3
Moçambique 3
Montenegro 3
Venezuela 3
Angola 2
Argélia 2
Chile 2
China 2
Costa do Marfim 2
Croácia 2
Eslovênia 2
Gana 2
Paraguai 2
Outros (19 países) 19

.

Dos 16 clubes da primeira divisão portuguesa, todos têm atletas brasileiros. O Braga, que estreia hoje, é o recordista, com 17 brasileiros no elenco. Entre eles, o recém-contratado goleiro Felipe, ex-Corinthians, que poderá estrear hoje. O Braga, aliás, conta com mais brasileiros no plantel do que portugueses. Mas isso não é exclusividade. Além do Braga, Marítimo, Nacional e União Leiria têm mais brazucas no elenco do que portugueses. Olhanense e Vitória de Setúbal têm 10 portugueses e 10 brasileiros no elenco. Veja abaixo os clubes com mais brasileiros no elenco:

Clube Brasileiros
Braga 17
Marítimo 14
Nacional 12
Olhanense 11
União Leiria 11
Vitória de Guimarães 10
Vitória de Setúbal 10
Beira-Mar 9
Benfica 8
Naval 8
Paços Ferreira 8
Portimonense 6
Porto 6
Rio Ave 6
Acadêmica de Coimbra 5
Sporting 2

.

Para essa temporada, quatro brasileiros figuram na lista das dez maiores contratações da temporada portuguesa. O Benfica contratou o atacante Rodrigo, que estava no Real Madrid B, da Espanha (pagou 6 milhões de euros). Já o Porto buscou o atacante Walter (ex-Inter) e o volante Souza (ex-Vasco). Já o Sporting fechou o com o zagueiro Evaldo, que estava no Braga. Veja abaixo a lista dos principais brasileiros entre os 143 que estão no campeonato:

Clube Jogador Posição Já passou por…
Marítimo Marcelo Boeck Goleiro Internacional
Marítimo Tchô Meia Atlético-MG
Marítimo Rafael Miranda Meia Atlético-MG
Braga Felipe Goleiro Corinthians
Braga George Lucas Lateral-direito Santos
Braga Léo Fortunato Zagueiro Cruzeiro
Braga Márcio Mossoró Meia Internacional
Braga Elton Atacante Vasco
Olhanense Lulinha Meia Corinthians
Benfica Luisão Zagueiro Cruzeiro
Benfica David Luiz Zagueiro Vitória
Benfica Sidnei Zagueiro Internacional
Benfica Airton Volante Flamengo
Benfica Felipe Menezes Meia Goiás
Benfica Weldon Atacante Cruzeiro
Benfica Alan Kardec Atacante Vasco
Nacional Alex Bruno Zagueiro São Paulo
Nacional Thiago Gentil Meia Palmeiras
Nacional Pedro Oldoni Atacante Atlético-PR
Nacional Diego Atacante Internacional
Vitória de Setúbal Diego Goleiro Atlético-PR
Sporting Anderson Polga Zagueiro Grêmio
Sporting Evaldo Zagueiro Grêmio
Porto Souza Volante Vasco
Porto Walter Atacante Internacional
Porto Hulk Atacante Vitória
União Leiria Anderson Lessa Atacante Cruzeiro
Vitória de Guimarães Bruno Teles Lateral-esquerdo Grêmio

.

Autor: Tags: