Publicidade

Posts com a Tag Fortaleza

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 Campeonatos Estaduais, Confrontos | 09:19

As maiores freguesias nos clássicos estaduais

Compartilhe: Twitter

A rodada desse último final de semana nos campeonatos estaduais contou com quatro clássicos bem curiosos e emocionantes. Pelo Paulistão, o Corinthians voltou a vencer o São Paulo (1 x 0, gol de Danilo, o terceiro sobre o ex-clube). A vitória corintiana foi a nona sobre o rival nos últimos 15 jogos, sendo seis vitórias consecutivas no Pacaembu. Nesse período, o São Paulo venceu apenas um jogo (aquele em que Rogério Ceni marcou seu 100º gol na carreira).

No Rio de Janeiro, o Vasco virou para cima do Fluminense num jogo polêmico, marcado pelos erros do árbitro Antônio Schneider, que não marcou um pênalti claro para o tricolor e ainda distribuiu oito amarelos e dois vermelhos para jogadores do Flu. Com esse resultado, o Fluminense chegou a 11 clássicos sem vitória no Rio. O último triunfo tricolor em clássicos foi em novembro de 2010, quando bateu o Vasco por 1 x 0.

Já na Bahia, o clássico Ba-Vi terminou empatado em 0 x 0, na estreia do técnico Falcão pelo tricolor. O jogo, aliás, marcou o confronto entre dois craques da Seleção Brasileira da Copa de 1982 (Falcão x Cerezo). Realizada no estádio Pituaçu, a partida teve um público de 29.388 torcedores, o maior entre os clássicos do domingo (em São Paulo foram pouco mais de 26 mil, no Rio menos de 8 mil). Pelo Campeonato Cearense, o Ceará vencia o clássico contra o Fortaleza até os 43 minutos do segundo tempo, quando levou o empate e depois a virada, aos 48 minutos. Com o resultado, o Fortaleza tomou a ponta da tabela.

Com esses resultados, Corinthians e Vasco ampliaram seus bons retrospectos diante dos rivais na história dos clássicos. O Corinthians aumentou para 24 o número de vitórias a mais sobre o rival (8,6% a mais no total dos jogos). Já o Vasco chegou a 18 vitórias a mais do que o Flu. Até hoje, porém, essas não são as maiores freguesias nos clássicos estaduais. Em São Paulo, os três grandes da capital levam ampla vantagem sobre o Santos. Em termos de diferença na porcentagem de vitórias nos clássicos estaduais as maiores são: Vasco x Botafogo (17,9%), Palmeiras x Santos (11,8%), Bahia x Vitória (9,5%), São Paulo x Santos (8,6%), Corinthians x Santos (8,6%) e Corinthians x São Paulo (8,1%).

Confira abaixo o retrospecto atualizado dos principais clássicos do país e a diferença de vitórias entre eles.

São Paulo
Jogos Palmeiras empates Santos Diferença
297 127 78 92 35
porcentagem 42,8% 26,3% 31,0% 11,8%
Jogos Corinthians empates Santos Diferença
303 122 85 96 26
porcentagem 40,3% 28,1% 31,7% 8,6%
Jogos São Paulo empates Santos Diferença
268 114 63 91 23
porcentagem 42,5% 23,5% 34,0% 8,6%
Jogos Corinthians empates São Paulo Diferença
296 113 92 89 24
porcentagem 38,2% 31,1% 30,1% 8,1%
Jogos São Paulo empates Palmeiras Diferença
286 100 92 94 6
porcentagem 35,0% 32,2% 32,9% 2,1%
Jogos Palmeiras empates Corinthians Diferença
338 121 102 115 6
porcentagem 35,8% 30,2% 34,0% 1,8%

x
x

Rio de Janeiro
Jogos Vasco empates Botafogo Diferença
319 140 96 83 57
porcentagem 43,9% 30,1% 26,0% 17,9%
Jogos Vasco empates Fluminense Diferença
347 133 99 115 18
porcentagem 38,3% 28,5% 33,1% 5,2%
Jogos Flamengo empates Botafogo Diferença
339 121 113 105 16
porcentagem 35,7% 33,3% 31,0% 4,7%
Jogos Flamengo empates Fluminense Diferença
383 136 126 121 15
porcentagem 35,5% 32,9% 31,6% 3,9%
Jogos Flamengo empates Vasco Diferença
372 141 102 129 12
porcentagem 37,9% 27,4% 34,7% 3,2%
Jogos Fluminense empates Botafogo Diferença
330 119 101 110 9
porcentagem 36,1% 30,6% 33,3% 2,7%

x
x

Minas Gerais
Jogos Atlético-MG empates Cruzeiro Diferença
471 191 123 157 34
porcentagem 40,6% 26,1% 33,3% 7,2%
Rio G. do Sul
Jogos Internacional empates Grêmio Diferença
389 146 121 123 23
porcentagem 37,5% 31,1% 31,6% 5,9%
Bahia
Jogos Bahia empates Vitória Diferença
442 177 130 135 42
porcentagem 40,0% 29,4% 30,5% 9,5%
Paraná
Jogos Coritiba empates Atlético-PR Diferença
348 133 106 109 24
porcentagem 38,2% 30,5% 31,3% 6,9%
Ceará
Jogos Ceará empates Fortaleza Diferença
536 180 189 167 13
porcentagem 33,6% 35,3% 31,2% 2,4%

x
x

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 2 de maio de 2010 Artilheiros, Campeões, Campeonatos Estaduais, História | 20:29

Um balanço das decisões estaduais pelo Brasil

Compartilhe: Twitter

Para quem curte um Campeonato Estadual, finais, decisões, o fim de semana foi um prato cheio. Em São Paulo, Santos e Santo André fizeram uma daquelas finais memoráveis. O Santo André, azarão, venceu o jogo, engrossou para o Peixe e por muito pouco não ficou com o inédito título (chutou uma bola na trave aos 45 minutos do segundo tempo). O Santos, mesmo com as três expulsões, soube se segurar e conquistar o Paulistão com méritos. Sua campanha foi uma das melhores da história da competição.

Já em Minas Gerais, o técnico Vanderlei Luxemburgo e o Atlético-MG voltaram a conquistaram o Campeonato Mineiro. Luxa, que havia vencido o torneio em 2003, pelo Cruzeiro, ganhou, agora, o primeiro título pelo Galo. Será que ele conseguirá a tríplice coroa, como na época de Cruzeiro?

No Sul, o Grêmio levou um susto, mas ficou com a taça. O técnico Silas, que havia conquistado o catarinense em 2009, conseguiu seu segundo título estadual em dois anos. O Grêmio encerrou, assim, a chance do Colorado se consagrar tricampeão gaúcho. O técnico uruguaio Jorge Fossati, que poupou alguns jogadores no final, só seguirá no comando do Inter se passar pelo Banfield, quinta-feira, pela Libertadores.

No Campeonato Goiano, o Atlético-GO não deu chances ao Santa Helena e ganhou mais um jogo da final. Depois do 4 x 0 no jogo de ida, venceu por 3 x 1 e ficou com o título. Outro que não liquidou bem o adversário foi o Avaí. O time de Florianópolis bateu o Joinville por 2 x 0 e sagrou-se bicampeão. Agora, o Avaí soma 15 títulos e é o maior campeão do estado ao lado do Figueirense, cada um com 15 títulos.

Outros campeões no fim de semana foram o ABC (Rio Grande do Norte), Ceilândia (Distrito Federal), Fortaleza (Ceará) e Vitória (Bahia). O Vitória, com o tetracampeonato, chegou ao seu 26 título, o sétimo nos últimos oito anos.

Confira abaixo um balanço dos estaduais encerrados em 2010 e também a galeria de títulos atualizada desses campeonatos.

Estado Campeão Vice Artilheiro
São Paulo Santos Santo André Ricardo Bueno (Oeste), 16 gols
Rio de Janeiro Botafogo Flamengo Vágner Love (Flamengo), 15 gols
Minas Gerais Atlético-MG Ipatinga Eraldo (Democrata-GV), 11 gols
Rio Grande do Sul Grêmio Internacional Jeferson (São José), 14 gols
Paraná Coritiba Atlético-PR Bruno Mineiro (Atlético-PR) e Ariel (Coritiba), 11 gols
Goiás Atlético-GO Santa Helena Diogo Galvão (Trindade), 15 gols
Bahia Vitória Bahia Sassá (Ipitanga), 13 gols
Ceará Fortaleza Ceará Betinho (Fortaleza) e Júnior Cearense (Horizonte), 11 gols
Santa Catarina Avaí Joinville William (Figueirense), 13 gols
Distrito Federal Ceilândia Brasiliense Vanderlei (Brasiliense), 11 gols
Rio Grande do Norte ABC Coríntians João Paulo (ABC), 17 gols
Mato Grosso União Operário Paulinho Marília (Luverdense), 9 gols
Roraima Baré GAS Robermar (Náutico), 4 gols

XXXXXXXXXX
Campanha dos campeões 2010

Clube PG J V E D GP GC S Aprov. Artilheiro Técnico
Santos (SP) 56 23 18 2 3 72 31 41 81,2% Neymar (14 gols) Dorival Júnior
Botafogo (RJ) 47 19 15 2 2 44 26 18 82,5% Loco Abreu (11 gols) Joel Santana
Atlético (MG) 35 17 9 8 1 41 22 19 68,6% Fabiano (8 gols) Vanderlei Luxemburgo
Grêmio (RS) 50 21 16 2 3 45 20 25 79,4% Jonas (11 gols) Silas
Coritiba (PR) 49 20 15 4 1 42 14 28 81,7% Ariel (11 gols) Ney Franco
Atlético (GO) 41 22 12 5 5 57 25 32 62,1% Elias (12 gols) Geninho
Vitória (BA) 46 22 14 4 4 43 18 25 69,7% Júnior (12 gols) Ricardo Silva
Fortaleza (CE) 44 26 13 5 8 47 35 12 56,4% Betinho (11 gols) Zé Teodoro
Avaí (SC) 52 24 15 6 3 52 35 17 70,8% Leonardo (8 gols) Péricles Chamusca
Ceilândia (DF) 34 22 9 7 6 27 24 3 51,5% Dimba (8 gols) Adelson Almeida
ABC (RN) 41 20 12 5 3 50 24 26 68,3% João Paulo (17 gols) Leandro Campos
União (MT) 30 18 7 9 2 33 26 7 55,6% Valdir Papel (5 gols) Everton Goiano
Baré (RR) 16 6 5 1 0 18 5 13 88,9% Carlos Alberto (3 gols) Fábio Luiz

Maiores campeões estaduais (em azul os campeões de 2010)

São Paulo
Clube Títulos
Corinthians 26
Palmeiras 22
São Paulo 22
Santos 18
Rio de Janeiro
Clube Títulos
Flamengo 31
Fluminense 30
Vasco 22
Botafogo 19
Minas Gerais
Clube Títulos
Atlético-MG 40
Cruzeiro 36
América 15
Rio Grande do Sul
Clube Títulos
Internacional 39
Grêmio 36
Guarany de Bagé 2
Paraná
Clube Títulos
Coritiba 34
Atlético-PR 22
Ferroviário 8
Goiás
Clube Títulos
Goiás 22
Vila Nova 15
Goiânia 14
Atlético-GO 11
Bahia
Clube Títulos
Bahia 43
Vitória 26
Ypiranga 10
Ceará
Clube Títulos
Ceará 39
Fortaleza 39
Ferroviário 9
Santa Catarina
Clube Títulos
Avaí 15
Figueirense 15
Joinville 12
Distrito Federal
Clube Títulos
Gama 10
Brasília 8
Brasiliense 6
Ceilândia 1
Rio Grande do Norte
Clube Títulos
ABC 51
América-RN 32
Alecrim 7
Mato Grosso
Clube Títulos
Mixto 9
Operário 9
Sinop 3
União 1
Roraima
Clube Títulos
Atlético Roraima 19
Baré 9
São Raimundo 4


XXXXXXXXXX

Campanha dos campeões
Clube PG J V E D GP GC S Aprov. Artilheiro Técnico
Santos (SP) 56 23 18 2 3 72 31 41 81,2% Neymar (14 gols) Dorival Júnior
Botafogo (RJ) 47 19 15 2 2 44 26 18 82,5% Loco Abreu (11 gols) Joel Santana
Atlético (MG) 35 17 9 8 1 41 22 19 68,6% Fabiano (8 gols) Vanderlei Luxemburgo
Grêmio (RS) 50 21 16 2 3 45 20 25 79,4% Jonas (11 gols) Silas
Coritiba (PR) 49 20 15 4 1 42 14 28 81,7% Ariel (11 gols) Ney Franco
Atlético (GO) 41 22 12 5 5 57 25 32 62,1% Elias (12 gols) Geninho
Vitória (BA) 46 22 14 4 4 43 18 25 69,7% Júnior (12 gols) Ricardo Silva
Fortaleza (CE) 44 26 13 5 8 47 35 12 56,4% Betinho (11 gols) Zé Teodoro
Avaí (SC) 52 24 15 6 3 52 35 17 70,8% Leonardo (8 gols) Péricles Chamusca
Ceilândia (DF) 34 22 9 7 6 27 24 3 51,5% Dimba (8 gols) Adelson Almeida
ABC (RN) 41 20 12 5 3 50 24 26 68,3% João Paulo (17 gols) Leandro Campos
União (MT) 30 18 7 9 2 33 26 7 55,6% Valdir Papel (5 gols) Everton Goiano
Baré (RR) 16 6 5 1 0 18 5 13 88,9% Carlos Alberto (3 gols) Fábio Luiz
Autor: Tags: , , , , , ,

domingo, 3 de maio de 2009 Campeões, Campeonatos Estaduais, Fotos | 22:35

Balanço dos estaduais encerrados em 2009 – parte 1

Compartilhe: Twitter

Para quem gosta dos tradicionais campeonatos estaduais, esse feriadão (que começou na sexta-feira, dia 1º de maio), foi uma festa só. O Brasil conheceu onze novos campeões estaduais. Alguns já previsíveis, como Corinthians, Cruzeiro e Vitória, que abriram boa vantagem nos jogos de ida. Outros campeões conquistaram o título de forma dramática: Flamengo (nos pênaltis) e Sousa-PB (que virou o jogo aos 39 minutos do 2º tempo). Já Goiás e Avaí reverteram a vantagem e conquistaram o estadual em grande estilo. Principalmente o Avaí, que venceu o Chapecoense por 3 x 1 (mesmo placar do jogo de ida) e depois ainda fez 3 x 0 na prorrogação. Outros campeões estaduais nesse final de semana foram: Atlético-PR, Fortaleza, Juventus-AC, Brasiliense (sábado) e ASSU-RN (na última sexta-feira).

Assim, o Brasil já conhece 14 campeões dos 27 campeonatos estaduais. Há duas semanas, Sport e Internacional já tinham conquistado o título em seus estados. Dos 14 estaduais restantes, apenas o Amapaense ainda não começou. A bola segue rolando ainda nos seguintes estados: Alagoas, Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauiense, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.

Dos 14 campeões estaduais de 2009, apenas quatro foram invictos: Corinthians, Cruzeiro, Internacional e Sport. Destes, o Sport foi o time com o melhor aproveitamento: 90,9% dos pontos, seguido pelo Inter (90,5%) e Goiás (84,1%), Já os campeões com os piores aproveitamentos foram ASSU-RN (58%), Avaí (61,5%) e Fortaleza (62,%). Entre os ataques mais positivos, o ranking dos melhores ficou assim: Inter (3,1), Cruzeiro (3,0) e Vitória (2,5). Já entre as melhores defesas, o Goiás ficou na frente com 0,52 gol sofrido por jogo, seguido por Sport e Brasiliense (0,55 cada).

Além disso, oito dos 14 campeões conseguiram, além do título, fazer o artilheiro da competição: Internacional (Taison), Vitória (Neto Baiano), Atlético-PR (Rafael Moura), Goiás (Felipe), Fortaleza (Marcelo Nicácio), Brasiliense (Fábio Júnior), Sousa (Edmundo) e Araújo (Juventus-AC). Dos 14 campeões, sete confirmaram a supremacia estadual Cruzeiro e Internacional (bicampeões), Flamengo, Fortaleza e Vitória (tricampeões), Sport (tetracampeão) e Brasiliense (hexacampeão).

Veja abaixo o balanço desses campeonatos já encerrados em 2009:

SÃO PAULO

Corinthians Campeão Paulista de 2009

Campeão: Corinthians
Time-base: Felipe, Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho. Técnico: Mano Menezes
Campanha: 23 jogos, 13 vitórias, 10 empates, 0 derrota (71% de aprov.); 41 gols pró, 18 gols contra
Vice: Santos
Artilheiro: Pedrão (Barueri), 16 gols

RIO DE JANEIRO

Flamengo tricampeão carioca (2007/08/2009)

Campeão: Flamengo
Time-base: Bruno, Airton, Fabio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Ibson, Kleberson (Zé Roberto) e Juan; Erick Flores (Obina) e Émerson (Josiel). Técnico: Cuca
Campanha: 20 jogos, 12 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, 38 gols pró, 22 gols contra
Vice: Botafogo
Artilheiro: Maicosuel (Botafogo), 12 gols

MINAS GERAIS

Cruzeiro bicampeão mineiro (2008/09)

Campeão: Cruzeiro
Time-base: Fábio, Jancarlos, Leonardo Silva (Gustavo), Thiago Heleno (Léo Fortunato) e Gérson Magrão; Henrique, Fabrício, Ramires e Wagner; Kleber e Wellington Paulista (Soares). Técnico: Adílson Batista
Campanha: 17 jogos, 12 vitórias, 5 empates, 0 derrota; 51 gols pró, 13 gols contra
Vice: Atlético-MG
Artilheiro: Diego Tardelli (Atlético-MG), 16 gols

RIO GRANDE DO SUL

Internacional bicampeão Gaúcho (2008/09)

Campeão: Internacional
Time-base: Lauro, Bolívar, Álvaro, Índio e Kléber; Sandro, Magrão, Guiñazu e D’Alessandro (Andrezinho); Taison e Nilmar (Alecsandro). Técnico: Tite
Campanha: 21 jogos, 18 vitórias, 3 empates, 0 derrota; 67 gols pró, 14 gols contra
Vice: Juventude
Artilheiro: Taison (Internacional), 15 gols

PERNAMBUCO

Sport tetracampeão pernambucano (2006/07/08/09)

Campeão: Sport
Time-base: Magrão, Igor, Durval e César; Moacir, Hamilton, Daniel Paulista (Andrade), Paulo Baier e Dutra; Ciro (Wilson) e Vandinho. Técnico: Nelsinho Baptista
Campanha: 22 jogos, 19 vitórias, 3 empates, 0 derrota; 53 gols pró, 12 gols contra
Vice: Náutico
Artilheiro: Marcelo Ramos (Santa Cruz), 18 gols

BAHIA

Vitória tricampeão baiano (2007/08/09)

Campeão: Vitória
Time-base: Viáfara, Wallace, Victor Ramos e Luciano Almeida; Apodi, Vanderson, Carlos Alberto (Uellinton), Bida, Ramon (Nadson) e Jackson; Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani
Campanha: 26 jogos, 19 vitórias, 3 empates, 4 derrotas; 65 gols pró, 19 gols contra
Vice: Bahia
Artilheiro: Neto Baiano (Vitória), 18 gols

PARANÁ

Atlético-PR campeão paranaense 2009

Campeão: Atlético-PR
Time-base: Galatto, Raul, Antônio Carlos, Rhodolfo e Alex Sandro; Chico, Jairo (Renan), Julio dos Santos e Marcinho (Wesley); Rafael Moura e Walyson (Lima). Técnico: Geninho
Campanha: 21 jogos, 14 vitórias, 4 empates, 3 derrotas; 43 gols pró, 19 gols contra
Vice: J. Malucelli
Artilheiro: Rafael Moura (Atlético-PR), 14 gols

GOIÁS

Goiás campeão goianiense 2009

Campeão: Goiás
Time-base: Harlei, Leandro Euzébio, Ernando e Rafael Tolói; Vítor, Ramalho, Éverton, Eduardo Ramos (Rafinha) e Júlio César (Zé Carlos); Iarley e Felipe; . Técnico: Hélio dos Anjos
Campanha: 21 jogos, 17 vitórias, 2 empates, 2 derrotas; 46 gols pró, 11 gols contra
Vice: Atlético-GO
Artilheiro: Felipe (Goiás), 16 gols

SANTA CATARINA

Ava</p

Campeão: Avaí
Time-base: Eduardo Martini, Ferdinando (Marcone), André Turatto, Emerson e Uendel; Marcus Winícius, Léo Gago, Caio (Odair) e Marquinhos; William e Evando (Lima). Técnico: Silas
Campanha: 26 jogos, 14 vitórias, 6 empates, 6 derrotas; 46 gols pró, 31 gols contra
Vice: Chapecoense
Artilheiro: Bruno Cazarine (Chapecoense), 17 gols

CEARÁ

Fortaleza tricampeão cearense (2007/08/09)

Campeão: Fortaleza
Time-base: Douglas, Gilmak, Sílvio e Édson; Álvaro (Eusébio), Coutinho, Bismarck, Cleison e Guto; Marcelo Nicácio e Wanderley (Luiz Carlos). Técnico: Mirandinha
Campanha: 26 jogos, 14 vitórias, 7 empates, 5 derrotas; 54 gols pró, 31 gols contra
Vice: Ceará
Artilheiro: Marcelo Nicácio (Fortaleza), 13 gols

DISTRITO FEDERAL

Brasiliense hexacampeão candango (2004/05/06/07/08/09)

Campeão: Brasiliense
Time-base: Guto, Ailson, Cris e Cláudio Luiz; Julio Cesar (Patrick), Pedro Ayub, Juninho, Iranildo (Ji-Paraná) e Edinho; Fábio Junior e Ricardinho (Rodriguinho). Técnico: Roberval Davino
Campanha: 22 jogos, 15 vitórias, 5 empates, 2 derrotas; 45 gols pró, 12 gols contra
Vice: Brasília
Artilheiro: Fábio Júnior (Brasiliense), 8 gols

ACRE

Juventus campeão acreano 2009
Campeão: Juventus
Time-base: Douglas, Muniz (Baiano), Jeferson, Zidane e Antonio Marcos (Airson); Hulan, João Paulo, Thiago Carioca e Luís Rômulo; Marcelo Cabeção (Obina) e Araújo. Técnico: Edson Maria.
Campanha: 13 jogos, 7 vitórias, 5 empates, 1 derrota, 30 gols pró, 14 gols contra
Vice: Rio Branco
Artilheiros: Josa (Atlético Acreano), Araújo (Juventus) e Aílton (Vasco), 10 gols

RIO GRANDE DO NORTE
Campeão:
ASSU
Time-base: Erasmo, Thiago Baiano, Pedro, Pantera (Jefferson) e Ribamar (Coelho); Lano, Allan, Alyson e Leandro Mineiro (Luís Carlos); Marcelo e Luciano Paraíba. Técnico: Hugo Sales
Campanha: 23 jogos, 12 vitórias, 4 empates, 7 derrotas; 44 gols pró, 31 gols contra
Vice: Potyguar de Currais Novos
Artilheiro: Lúcio (América), 15 gols

PARAÍBA
Campeão:
Sousa
Time-base: Ricardo, Nino Paraíba, Mir, Cléber e Camilo; Juninho (Alex), Jéferson (Bileu), Yarley e Miltinho; Edmundo e Manu (Lázaro). Técnico: Reginaldo Sousa
Campanha: 24 jogos, 15 vitórias, 3 empates, 6 derrotas; 41 gols pró, 30 gols contra
Vice: Treze
Artilheiro: Edmundo (Sousa), 18 gols

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,