Publicidade

Posts com a Tag Futebol Europeu

domingo, 8 de abril de 2012 Futebol Europeu | 20:13

A emocionante reta final dos campeonatos nacionais na Europa

Compartilhe: Twitter

O mês de abril terá pela frente disputas que prometem nas retas finais dos principais campeonatos nacionais na Europa. Após a rodada desse final de semana, Porto e Manchester United praticamente colocaram a mão na taça mais uma vez. Na Itália, a Juve passou o Milan. Na Alemanha, Borussia e Bayern seguem na briga e na próxima rodada irão fazer a final antecipada da Bundesliga. Já o Barça diminuiu para a quatro ponto a diferença sobre o Real Madrid. Abaixo a situação dos seis principais campeonatos nacionais do Velho Continente:

EUROPA

Campeonato Inglês
Com a vitória do Manchester United por 2 x 0 sobre o Queens Park Rangers e a derrota do Manchester City no finalzinho para o Arsenal (1 x 0), a diferença entre os rivais aumentou para 8 pontos (79 a 71), faltando seis rodadas para o final. Embora os dois joguem no campo do City na antepenúltima rodada (36ª), dificilmente os Reds deixarão escapar o bicampeonato. O time de Alex Ferguson vem de 8 vitórias consecutivas e agora está próximo do 20º título inglês, aumentando a fila do City para 44 anos.

Campeonato Espanhol
Com 9 vitórias consecutivas, o Barcelona diminuiu de 10 para 4 pontos a diferença em relação ao líder Real Madrid (79 a 75). Faltando 7 rodadas para o final, os dois gigantes jogarão daqui três rodadas (34ª), no Camp Nou, onde a diferença poderá cair para apenas um ponto. Ao que tudo indica, o Barça deverá frustrar mais uma vez o sonho de Mourinho de conquistar a Liga Espanhola.

Campeonato Italiano
Depois de 31 rodadas, a invicta Juventus se aproveitou da bobeada do Milan (perdeu em casa para a Fiorentina, 15ª colocada), e tomou a liderança do time de Milão. Agora, a Juve tem 65 pontos contra 64 do Milan, faltando sete rodadas para o final. A Juventus terá dois jogos complicados pela frente (Lazio e Roma), porém o Milan jogará contra a rival Internazionale na penúltima rodada.

Campeonato Alemão
Semifinalista da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique passou apertado pelo Ausburg neste final de semana (2 x 1) e segue na cola do líder e atual campeão Borussia Dortmund (66 a 63). Faltam apenas cinco rodadas para o final e a próxima já poderá definir a Bundesliga. O Borussia irá receber o Bayern em casa e com uma vitória praticamente fica com o bicampeonato, repetindo o feito do grande time de 1995/96, que se tornou campeão mundial.

Campeonato Francês
Assim, como na Itália, a briga pelo título francês está acirrada entre duas equipes: o surpreendente Montpellier (63 pontos e 27 gols de saldo) e o milionário Paris Saint-Germain (63 pontos e 23 de saldo). O Montpellier, porém, tem um jogo a menos (enfrentará o Olympique de Marselha na próxima quarta, fora de casa). O PSG, campeão francês em 1986 e 1994, conta com um elenco avaliado em 206 milhões de euros para encerrar o jejum de 17 anos sem conquistas. Já o Montpellier, que nunca foi campeão nacional, tem o 9º elenco mais caro da França, avaliado em 64 milhões de euros.

Campeonato Português
Grande surpresa do Campeonato Português, o Braga desperdiçou sua grande chance conquistar o primeiro título nacional de sua história nas últimas duas rodadas. Depois de ganhar 13 jogos seguidos e assumir a liderança, o Braga perdeu para o Benfica (2 x 1) e no último sábado foi derrotado pelo Porto, em casa (1 x 0). Agora, faltando quatro rodadas para o final, o Porto, atual campeão, lidera com 63 pontos, contra 59 do Benfica (um jogo a menos) e 58 do Braga. O Porto está bem perto do seu 29º título português, o oitavo dos últimos dez anos. O Benfica, que tem 32ª títulos, vê sua hegemonia cada vez mais ameaçada.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 12 de agosto de 2011 Futebol Europeu | 09:42

Campeonato Português estreia hoje com 143 brasileiros

Compartilhe: Twitter

Começa hoje, com a partida Gil Vicente x Benfica, o Campeonato Português da temporada 2011/12. Disputado desde 1921, o campeonato tem como atual campeão o Porto, que venceu a última edição de forma invicta. Para essa temporada, o Dragão não contará mais com o técnico André Villas-Boas, que assumiu o Chelsea. O atual campeão português, porém, investiu pesado para a temporada 2011/12.

Ao trazer o o lateral-esquerdo Alex Sandro (ex-Santos), o atacante Kléber (ex-Atlético-MG e que estava no Marítimo), além de Juan Manoel Iturbe (destaque do Cerro Porteño na última Libertadores), e gastar 25 milhões de euros, o Porto larga como principal favorito ao título. Sob o comando do técnico Vítor Pereira, o Porto tem como destaque da equipe campeã da última temporada o goleiro Helton, o volante uruguaio Álvaro Pereira, além do meia colombiano Guarín e dos atacantes Hulk (artilheiro do último campeonato) e Falcao García.

Já o Benfica, do técnico Jorge Jesus, foi o clube que mais gastou entre os 16 participantes da primeira divisão portuguesa, com 28,2 milhões de euros. O time de Lisboa, também, foi o que mais faturou com venda de jogadores, principalmente com as saídas de Fábio Coentrão para o Real Madrid (30 milhões de euros) e Roberto Jiménez, que foi para o Zaragoza por 8,5 milhões. Entre as novidades do Benfica, estão Enzo Pérez (ex-Estudiantes-ARG), Bruno César (ex-Corinthians), Matic (ex-Chelsea) e Witsel (contratado junto ao Standard Liege-BEL por 8 milhões de euros.

No total, a Liga Portuguesa de 2011/12 contará com 143 brasileiros espalhados entre as 16 equipes. Em nenhum outro país da Europa a invasão brasileira é tão grande. Em Portugal, os nossos jogadores representam 30,4% do total de atletas da competição. Os portugueses representam 43,8% (206 jogadores). Alguns clubes chegam a ter até mais brasileiros do que portugueses no elenco, como o União Leira (15 brasileiros, contra 11 lusos); Marítimo (11 a 9); Braga (12 a 9); e Nacional (12 a 7). Até o campeão Porto está repleto de brazucas – nove, o mesmo número de portugueses no elenco.

No Velho Continente, entre as principais ligas, os brasileiros, aliás, são maiores entre os estrangeiros em várias delas. Veja quais são os estrangeiros que predominam nos principais campeonatos nacionais da Europa:

Campeonato Português
Brasil (143), Argentina (13), Cabo Verde (10), Nigéria (8), Uruguai (8), França (7) e Espanha (6)

Campeonato Inglês
França (28), Irlanda (28), Espanha (18), Escócia (17), País de Gales (17), Brasil (12) e Holanda (10)

Campeonato Espanhol
Argentina (28), Brasil (25), Portugal (17), França (13), Uruguai (12), Holanda (7) e Itália (6)

Campeonato Italiano
Argentina (34), Brasil (33), França (15), Sérvia (11), Colômbia (10), Uruguai (10) e Chile (9)

Campeonato Alemão
Brasil (20), Áustria (17), Croácia (13), Holanda (12), República Tcheca (12), Suíça (10) e Japão (9)

Campeonato Francês
Senegal (20), Brasil (16), Mali (15), Argentina (12), Camarões (11), Costa do Marfim (11) e Gana (8)

Campeonato Russo
Brasil (19), Sérvia (15), Bielorussia (15), Geórgia (12), Moldávia (9) e Ucrânia (8)

Campeonato Holandês
Bélgica (31), Suécia (14), Marrocos (11), Brasil (9), Dinamarca (8), Alemanha (6) e Sérvia (6)

Campeonato Turco
Brasil (17), Alemanha (15), Argentina (11), República Tcheca (11), Croácia (9) e Eslováquia (9)

Campeonato Ucraniano
Brasil (29), Sérvia (10), Argentina (9), Croácia (9), Geórgia (9), Nigéria (9) e Romênia (6)

Campeonato Belga
França (20), Brasil (16), Marrocos (11), Senegal (11), África do Sul (8) e Sérvia (8)

Campeonato Grego
Brasil (35), Argentina (32), Espanha (27), França (18), Croácia (13) e Nigéria (11)

Campeonato Sueco
Brasil (14), Finlândia (14), Nigéria (8), Kosovo (7) e Islândia (6)

Campeonato Romeno
Brasil (27), Portugal (19), Sérvia (16), Argentina (8), Bósnia e Herzegovina (7)

Campeonato Sérvio
Brasil (9), Montenegro (5), Bósnia e Herzegovina (3) e Gana (2)

Campeonato Húngaro
Sérvia (30), Brasil (14), Montenegro (12), Eslováquia (11) e Croácia (10)

Campeonato Búlgaro
Brasil (10), Sérvia (5), Holanda (4), Eslováquia (3) e Croácia (2)

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Campeões, Futebol Europeu | 15:57

Resumão dos Campeonatos Europeus 2010/11

Compartilhe: Twitter

Cinco dos seis principais Campeonatos Europeus da temporada 2010/11 já terminaram (Espanhol, Inglês, Italiano, Alemão e Português). Apenas o Francês segue em andamento (a última rodada será disputada no próximo domingo). Com alguns recordes e surpresas, a temporada 2010/11 ficará bem marcada.

Na Espanha, o seu segundo tricampeonato na história em grande estilo (o clube foi tetra 1994). Sob o comando de Guardiola e regido por Messi, Xavi e Iniesta, o Barça terminou à frente do rival Real Madrid depois de vencê-lo no primeiro turno por 5 x 0. Na campanha do tri, o time Catalão perdeu apenas duas partidas. Já o Real Madrid, teve como grande destaque seu poderoso ataque (102 gols – que chegou próximo do recorde espanhol de 107, do próprio Real, de 1989/90), conduzido pelo craque Cristiano Ronaldo. O português anotou 40 gols e quebrou as marcas de Zarra (Athletic Bilbao, em 1950-51) e Hugo Sánchez (Real Madrid, 1989-90), que marcaram 38 gols em uma só temporada.

.

.

.

.

.

.

.

.

Já na Inglaterra, o poderoso Manchester United chegou ao seu 12º título na história da Premier League, desde 1992, todos sob o comando do técnico Alex Ferguson. No geral, o clube agora é também o maior campeão do Campeonato Inglês, desde 1889. Os Reds têm 19 títulos contra 18 do Liverpool, 13 do Arsenal e 9 do Everton. Na temporada 2010/11, outro clube de Manchester também foi muito bem. O City, de Tevez, ficou em terceiro na Liga, sua melhor colocaçao desde a temporada 1976/77 (quando foi vice), e ainda foi campeão da FA Cup, quebrando um jejum de 42 anos sem títulos – venceu a FA Cup em 1969.

.

.

.

.

.

.

.

.

Na Itália, o Milan voltou a ficar com o scudetto depois de 7 anos. Sob o comando de Massimiliano Allegri, o Milan acabou com a série da rival Internazionale (então pentacampeã italiana), e conquistou seu 18º título, igualando a Inter. Os brasileiros Robinho e Pato (que marcaram 14 gols cada) e o zagueiro Thiago Silva foram fundamentais na campanha do título. Thiago Silva, inclusive, ganhou o prêmio de melhor jogador do Campeonato. A Inter, que trocou o técnico espanhol Rafa Benítez e pelo brasileiro Leonardo, ficou com o vice-campeonato e uma vaga na Liga dos Campeões.

.

.

.

.

.

.

.

.

Na Alemanha, o adormecido Borussia Dortmund voltou a conquistar a Bundesliga. Depois do título de 2002, o time de Dortmund acumulou resultados ruins (chegou a ser 13º em 2008), e entrou desacretidato na temporada 2010/11. Sob o comando do técnico Jurgen Klopp o Borussia apresentou um grande futebol na temporada, desbancando os favoritos Bayern Munique e Bayer Leverkusen. No elenco, os destaques foram o turco Sahin, o japonês Kagawa e do paraguaio Lucas Barrios. Os brasileiros Dedê e Felipe Santana ajudaram ainda o time de Dortmund a terminar com a melhor defesa do campeonato, com apenas 22 gols sofridos em 34 rodadas. Na temporada alemã, a surpresa foi Schalke 04. Mal no campeonato (foi apenas o 14º), o Schalke chegou à semifinal da Liga dos Campeões e ainda foi campeão da Copa da Alemanha. O Campeonato Alemão registrou ainda o recorde de público. Em 306, mais de 13 milhões de pessoas foram aos estádios (13.057.899), atingindo a média de 42.673 torcedores por jogo, a maior do mundo em um Campeonato Nacional.

.

.

.

.

.

.

.

.

Em Portugal, o Porto fez uma campanha quase impecável e conquistou o título de forma invicta. Em 30 jogos, foram 27 vitórias e apenas 3 empates. O time do goleiro brasileiro Hélton igualou o feito do rival Benfica, até então o único campeão português invicto (em 1973 e 1978). Além de terminar com o melhor ataque, a melhor defesa, o Porto teve ainda o artilheiro da competição, o brasileiro Hulk, com 23 gols. De quebra, a equipe dirigida por André Villas Boas conquistou a Copa de Portugal e a Liga Europa.

.

.

.

.

.

.

.

.

Na França, o campeonato termina no próximo domingo com algumas partidas emocionantes. Na principal delas, o Monaco recebeu o Lyon precisando vencer para não ser rebaixado. Desde a temporada 1976/77, a equipe de Monaco não sabe o que é jogar na segundona. Já o Lyon, precisa ganhar para garantir uma vaga na fase preliminar da Liga dos Campeões de 2011/12. Se perder, poderá ser ultrapassado pelo Paris Saint-Germain e ficar apenas com a vaga na Liga Europa. Além do Monaco, mais quatro equipes brigam para não cair. O curioso é que faltando apenas uma rodada, a diferença de pontos do 7º colocado para o 18º (o primeiro a cair) é de apenas 5 pontos. Já na disputa pelo título, o Lille surpreendeu e ficou com o título depois de 57 anos. De quebra, a equipe ainda ganhou a Copa da França.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Entre os outros países membros da Uefa, os campeões já confirmados são esses:

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 15 de março de 2011 Futebol Europeu, História | 10:16

Porto faz campanha brilhante e histórica em Portugal

Compartilhe: Twitter

Cada vez mais o Porto vem comprovando sua superioridade em Portugal. Nos últimos 20 anos, o clube conquistou 13 Campeonatos Portugueses contra apenas quatro do rival Benfica, dois do Sporting e um do Boavista.

Tetracampeão em 2009, o Porto acabou perdendo o último título português para o Benfica, mas nessa atual temporada os dragões voltaram a mostrar sua hegemonia no país. Depois de 23 rodadas, o Porto lidera o campeonato com 13 pontos de vantagem sobre o Benfica e está a apenas duas vitórias de conquistar seu 28º título nacional e encostar ainda mais no rival, que já ganhou 32 campeonatos e é o maior campeão português.

Sob o comando do técnico André Villas-Boas, ex-auxiliar de José Mourinho, e de apenas 33 anos, o Porto está invicto no campeonato nacional, com 21 vitórias e apenas dois empates. Das grandes ligas da Europa, na temporada 2010/11, o Porto segue como o único invicto. Em casa, no Estádio Dragão, o Porto ganhou todas as suas 12 partidas. Se não perder nos próximos 7 jogos e ficar se tornar campeão, esse será o primeiro título invicto do Porto. Até hoje, apenas o Benfica conseguiu tal proeza, nas temporadas 1972/73 e 1977/78.

Segundo clube que mais investiu nessa temporada em Portugal (gastou 29,5 milhões de euros contra 33,9 do Benfica), o Porto tem ainda o artilheiro da competição, o brasileiro Hulk, com 20 gols, o melhor ataque do torneio, com 53 gols.

Ontem, com gols de Hulk e Guarín, o Porto bateu o União Leira por 2 x 0 e chegou a sua 11ª vitória consecutiva na competição. De quebra, chegou a marca de 632 minutos sem sofrer gols. O goleiro brasileiro Hélton completou 7 jogos sem ter a meta vazada. O último gol sofrido pelo Porto, no Campeonato Português, foi no dia 16 de janeiro, na vitória por 3 x 1 sobre o Naval.

Hélton, que participou de todos os 23 jogos, sofreu apenas 7 gols no campeonato e pode levar o clube a uma marca histórica. Até hoje, o clube com a melhor defesa em um Campeonato Português foi o próprio Porto, que sofreu 9 gols na temporada 1979/80.

.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 13 de setembro de 2010 Futebol Europeu, Liga dos Campeões | 23:52

Liga dos Campeões começa com mais de 80 brasileiros

Compartilhe: Twitter

A edição 2010/11 da Uefa Champions League, que começa amanhã, contará com 87 brasileiros, sendo quatro deles naturalizados (Pepe, do Real Madrid, português; Vederson, do Bursaspor, turco; Thiago Alcântara, do Barcelona, espanhol; e Eduardo, do Shakthar Donestk, croata).

Apenas a França, com 95 jogadores, supera o Brasil em número de jogadores entre os 945 jogadores inscritos pelos 32 clubes dessa fase de grupos da Liga dos Campeões. No total, os 32 clubes contam com jogadores de 78 diferentes nacionalidades em seus elencos. Confira abaixo a lista dos países com mais jogadores na Liga dos Campeões 2010/11, incluíndo também o número de jogadores dos nossos vizinhos sul-americanos.

Pos. País Jogadores
França 95
BRASIL 83
Espanha 72
Alemanha 51
Holanda 51
Inglaterra 46
Itália 46
Argentina 41
Portugal 35
10º Rússia 31
11º Escócia 30
12º Sérvia 26
13º Eslováquia 23
14º Israel 22
15º Grécia 20
16º Turquia 20
17º Dinamarca 18
18º Suíça 18
19º Ucrânia 16
20º Croácia 13
37º Uruguai 4
39º Peru 3
47º Colômbia 2
Equador 2
55º Bolívia 1
Chile 1
Paraguai 1
Venezuela 1

.

Na última edição (2009/10), o Brasil era o quarto país com mais jogadores na Liga com 66 jogadores. A França foi também a primeira colocada com 90 jogadores, seguida por Itália (75) e Espanha (67). O número de brasileiros na Liga aumentou em quase 30%. Apesar de contar com mais brasileiros nessa temporada, os jogadores estão espalhados em menos clubes. Em 2009/10, os 66 brasileiros estavam em 28 dos 32 clubes da fase de grupos. Em 2010/11, os brazucas estão presentes em 25 clubes, sem contar, claro, dos quatro naturalizados. Apenas sete clubes não têm brasileiros no elenco: Ajax (Holanda), Auxerre (França), Basel (Suíça), Bursaspor (Turquia), Glasgow Rangers (Escócia), Valencia (Espanha) e Zilina (Eslováquia).
Veja quais são os clubes com mais brasileiros na Liga dos Campeões 2010/11:

Clube País Brasileiros
Braga Portugal 13
Benfica Portugal 8
Roma Itália 8
Internazionale Itália 6
Shakthar Donestk Ucrânia 6
Cluj Romênia 4
Milan Itália 4
Barcelona Espanha 3
Lyon França 3
Manchester United Inglaterra 3
Olympique de Marselha França 3
Chelsea Inglaterra 2
Copenhagem Dinamarca 2
Real Madrid Espanha 2
Spartak Moscou Rússia 2
Tottenham Inglaterra 2
Werder Bremen Alemanha 2
Arsenal Inglaterra 1
Bayern Munique Alemanha 1
Hapoel Tel Aviv Israel 1
Panathinaikos Grécia 1
Partizan Sérvia 1
Rubin Kazan Rússia 1
Schalke 04 Alemanha 1
Twente Holanda 1

.

Outra curiosidade é que dos 24 jogadores convocados pelo técnico Mano Menezes para o amistoso contra o Barcelona B, no início do mês (incluíndo os dois que foram cortados), 16 que estão na Liga dos Campeões foram convocados (Gomes, Daniel Alves, Rafael, David Luiz, Alex, Thiago Silva, Marcelo, Adriano, Ramires, Sandro, Douglas Costa, Fernandinho, Carlos Eduardo, Philippe Coutinho, Alexandre Pato e Robinho).

Veja por onde estão espalhados os brasileiros na edição 2010/11 da Liga dos Campeões da Europa:


Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Arsenal (ING) 15 Denilson Volante 16/02/1988
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Barcelona (ESP) 2 Daniel Alves Lateral-direito 06/05/1983
Barcelona (ESP) 19 Maxwell Lateral-esquerdo 27/08/1981
Barcelona (ESP) 21 Adriano Lateral-esquerdo 26/10/1984
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Bayern Munique (ALE) 2 Breno Zagueiro 13/10/1989
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Benfica (POR) 13 Júlio César Goleiro 02/09/1986
Benfica (POR) 4 Luisão Zagueiro 13/02/1981
Benfica (POR) 23 David Luiz Zagueiro 22/04/1987
Benfica (POR) 27 Sidnei Zagueiro 23/08/1989
Benfica (POR) 2 Airton Volante 21/02/1990
Benfica (POR) 16 Felipe Menezes Meia 20/01/1988
Benfica (POR) 19 Weldon Atacante 06/08/1980
Benfica (POR) 31 Alan Kardec Atacante 12/01/1989
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Braga (POR) 1 Artur Goleiro 25/01/1981
Braga (POR) 84 Felipe Goleiro 22/02/1984
Braga (POR) 3 Paulão Zagueiro 06/05/1982
Braga (POR) 5 Moisés Zagueiro 25/07/1979
Braga (POR) 16 Léo Fortunato Zagueiro 14/03/1983
Braga (POR) 8 Mossoró Meia 04/07/1983
Braga (POR) 25 Leandro Salino Meia 22/04/1985
Braga (POR) 30 Alan Meia 19/09/1979
Braga (POR) 88 Vandinho Meia 15/01/1978
Braga (POR) 9 Paulo César Atacante 05/01/1980
Braga (POR) 18 Lima Atacante 11/05/1983
Braga (POR) 85 Elton Atacante 01/08/1985
Braga (POR) 99 Matheus Atacante 15/01/1983
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Werder Bremen (ALE) 4 Naldo Zagueiro 10/09/1982
Werder Bremen (ALE) 5 Wesley Volante 24/06/1987
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Cluj (ROM) 15 Hugo Alcântara Zagueiro 28/07/1979
Cluj (ROM) 23 Leo Veloso Zagueiro 29/05/1987
Cluj (ROM) 66 Edimar Zagueiro 21/05/1986
Cluj (ROM) 16 Rafael Bastos Volante 01/01/1985
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Chelsea (ING) 33 Alex Zagueiro 17/06/1982
Chelsea (ING) 7 Ramires Volante 24/03/1987
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Hapoel Tel Aviv (ISR) 3 Douglas da Silva Zagueiro 07/03/1984
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Internazionale (ITA) 1 Júlio César Goleiro 03/09/1979
Internazionale (ITA) 6 Lúcio Zagueiro 08/05/1978
Internazionale (ITA) 13 Maicon Lateral-direito 26/07/1981
Internazionale (ITA) 8 Thiago Motta Volante 28/08/1982
Internazionale (ITA) 29 Philippe Coutinho Meia 12/06/1992
Internazionale (ITA) 30 Mancini Meia 01/08/1980
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Copenhagem (DIN) 6 Claudemir Meia 27/03/1988
Copenhagem (DIN) 11 César Santin Atacante 24/02/1981
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Lyon (FRA) 3 Cris Zagueiro 03/06/1977
Lyon (FRA) 10 Ederson Meia 13/01/1986
Lyon (FRA) 11 Michel Bastos Meia 02/08/1983
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Manchester United (ING) 20 Fabio Lateral-esquerdo 09/07/1990
Manchester United (ING) 21 Rafael Lateral-direito 09/07/1990
Manchester United (ING) 8 Anderson Meio-campo 13/04/1988
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Olympique de Marselha (FRA) 16 Elinton Goleiro 30/03/1979
Olympique de Marselha (FRA) 5 Hilton Zagueiro 13/09/1977
Olympique de Marselha (FRA) 9 Brandão Atacante 16/06/1980
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Milan (ITA) 33 Thiago Silva Zagueiro 22/09/1984
Milan (ITA) 7 Alexandre Pato Atacante 02/09/1989
Milan (ITA) 70 Robinho Atacante 25/01/1984
Milan (ITA) 80 Ronaldinho Gaúcho Atacante 21/03/1980
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Panathinaikos (GRE) 15 Gilberto Silva Volante 07/10/1976
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Partizan (SER) 9 Cléo Atacante 09/08/1985
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Real Madrid (ESP) 12 Marcelo Lateral-esquerdo 12/05/1988
Real Madrid (ESP) 8 Kaká Meia 22/04/1982
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Roma (ITA) 27 Júlio Sérgio Goleiro 08/11/1978
Roma (ITA) 32 Doni Goleiro 22/10/1979
Roma (ITA) 2 Cicinho Lateral-direito 24/06/1980
Roma (ITA) 4 Juan Zagueiro 01/02/1979
Roma (ITA) 11 Rodrigo Taddei Volante 06/03/1980
Roma (ITA) 19 Júlio Baptista Meia 01/10/1981
Roma (ITA) 30 Fábio Simplício Volante 23/09/1979
Roma (ITA) 8 Adriano Atacante 17/02/1982
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Rubin Kazan (RUS) 87 Carlos Eduardo Meia 18/07/1987
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Schalke 04 (ALE) 9 Edu Meia 30/11/1981
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Shakthar Donestk (UCR) 7 Fernandinho Meia 04/05/1985
Shakthar Donestk (UCR) 8 Jadson Meia 05/10/1983
Shakthar Donestk (UCR) 10 Willian Meia 09/08/1988
Shakthar Donestk (UCR) 20 Douglas Costa Volante 14/09/1990
Shakthar Donestk (UCR) 29 Alex Teixeira Meia 06/01/1990
Shakthar Donestk (UCR) 9 Luiz Adriano Atacante 12/04/1987
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Spartak Moscou (RUS) 7 Ibson Meia 07/11/1983
Spartak Moscou (RUS) 12 Alex Meia 25/03/1982
Spartak Moscou (RUS) 9 Ari Atacante 11/12/1985
Spartak Moscou (RUS) 11 Welliton Atacante 22/10/1986
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Tottenham (ING) 1 Gomes Goleiro 15/02/1981
Tottenham (ING) 55 Sandro Volante 15/09/1989
Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Twente (HOL) 19 Douglas Zagueiro 12/01/1988

xxx

Clube Número Jogador Posição Data de Nascimento
Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 Estatísticas, História | 15:29

Ceni e os recordistas de casa na atualidade

Compartilhe: Twitter

O goleiro Rogério Ceni foi homenageado pelo São Paulo nessa semana por completar 20 anos de clube. O feito é raro, principalmente para um jogador de ponta. Porém, não é exclusividade do goleiro do Tricolor. O zagueiro Bailie, do Linfield, da Irlanda do Norte, é o recordista de tempo em um único clube na atualidade com 24 anos e 2 meses na mesma equipe.

Ceni é o segundo na lista, que tem logo na sequência o galês Ryan Giggs, supercampeão pelo Manchester United. O clube inglês, aliás, conta com três velhos de casa. Além de Giggs, estão lá há muito tempo o volante Scholes e o lateral-direito Gary Neville. Entre os brasileiros, outro que figura na lista dos jogadores há mais de 14 anos em um só clube é o goleiro Marcos, que está no Palmeiras desde o início de 1992. Confira a lista completa:

Jogador Posição País Clube Idade No clube desde…
Noel Bailie Zagueiro Irlanda do Norte Linfiend-IRN 39 jul/86 (24 anos e 2 meses)
Rogério Ceni Goleiro Brasil São Paulo 37 set/90 (20 anos)
Giggs Atacante País de Gales Manchester United-ING 36 dez/90 (19 anos e 9 meses)
Rydstrom Volante Suécia Kalmar-SUE 34 jan/92 (18 anos e 8 meses)
Marcos Goleiro Brasil Palmeiras 37 jan/92 (18 anos e 8 meses)
Verbir Meia Rep. Tcheca Teplice-TCH 37 jul/92 (18 anos e 2 meses)
Totti Atacante Itália Roma-ITA 33 jan/93 (17 anos e 8 meses)
Gary Neville Lateral-direito Inglaterra Manchester United-ING 35 jan/93 (17 anos e 8 meses)
Teruyoshi Ito Volante Japão Shimizu S-Pulse-JAP 36 jan/93 (17 anos e 8 meses)
Scholes Volante Inglaterra Manchester United-ING 35 jul/93 (17 anos e 2 meses)
Del Piero Atacante Itália Juventus-ITA 35 jul/93 (17 anos e 2 meses)
Shovkovsky Goleiro Ucrânia Dynamo Kiev-UCR 35 jul/93 (17 anos e 2 meses)
Megamadov Zagueiro Israel Maccabi Petah-ISR 36 jul/93 (17 anos e 2 meses)
Nikolov Goleiro Alemanha Eintracht Frankfurt-ALE 36 jul/93 (17 anos e 2 meses)
N. Yamada Zagueiro Japão Urawa Red Diamonds-JAP 34 jan/94 (16 anos e 8 meses)
Shimoda Goleiro Japão Sanfrecce Hiroshima-JAP 34 jan/94 (16 anos e 8 meses)
Wasta Goleiro Suécia Kalmar-SUE 34 jan/94 (16 anos e 8 meses)
Strand Meia Noruega Rosenborg-NOR 40 jan/94 (16 anos e 8 meses)
Jochumsen Goleiro Dinamarca Horsens-DIN 34 jul/94 (16 anos e 2 meses)
N. Matsuda Zagueiro Japão Yokohama F. Marinos-JAP 33 jan/95 (15 anos e 8 meses)
Lafton Zagueiro Noruega Honefoss 34 jan/95 (15 anos e 8 meses)
Satsias Volante Chipre APOEL Nicosia 34 jul/95 (15 anos e 2 meses)
Zanetti Volante Argentina Internazionale-ITA 37 jul/95 (15 anos e 2 meses)
Nordback Meia Finlânia Orebro 31 jan/96 (14 anos e 8 meses)
Hattori Lateral-esquerdo Japão Sanfrecce Hiroshima-JAP 32 jan/96 (14 anos e 8 meses)
Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 Futebol Europeu, Transferências | 11:39

Quais foram as maiores contratações da janela europeia

Compartilhe: Twitter

Terminou ontem a janela de transferências do futebol europeu. O grande destaque do último dia foi a contratação do atacante Robinho, pelo Milan, que pagou 18 milhões de euros ao Manchester City. O brasileiro, porém, não foi o jogador mais caro a ser negociado nessa janela. O atacante espanhol David Villa, ex-Valencia, custou 40 milhões de euros, clube pelo qual estreou fazendo gol no Campeonato Espanhol.

O Barça, que perdeu Ibrahimovic para o Milan, foi o terceiro clube que mais gastou em contratações nessa temporada, torrando 71,5 milhões de euros (o time trouxe ainda o lateral-esquerdo brasileiro Adriano e o volante Mascherano). Acima do Barcelona, apenas Real Madrid (que gastou 81 milhões) e Manchester City-ING, que gastou impressionantes 145,5 milhões de euros.

Por outro lado, o Valencia foi o time que mais recebeu dinheiro com venda de atletas (83,6 milhões). Quase tudo com  a venda de David Villa (Barcelona) e David Silva (Manchester City). Outros clubes que também venderam bem foram a Internazionale-ITA (53,2 milhões), Benfica-POR (49,7), Barcelona (45) e Liverpool (37,6).

Em relação às ligas, a Inglesa foi a que mais gastou em contratações. O clubes da primeira divisão (Premier League), gastaram mais de 380 milhões de euros. Em segundo lugar vem a Serie A (Campeonato Italiano), com 266,4 milhões de euros, seguido pela Primera Divisão (Campeonato Espanhol – 236,5 milhões) e Bundesliga (Campeonato Alemão – 140,9 milhões).

Confira abaixo a lista dos 25 jogadores mais caros nessa janela de transferência:

Jogador Idade País Posição Valor* De Para
David Villa 28 ESP ATA 40 Valencia (ESP) Barcelona (ESP)
Yaya Touré 27 CMF VOL 30 Barcelona (ESP) Manchester City (ING)
Balotelli 20 ITA ATA 29,5 Internazionale (ITA) Manchester City (ING)
David Silva 24 ESP MEI 28,8 Valencia (ESP) Manchester City (ING)
Di María 22 ARG MEI 25 Benfica (POR) Real Madrid (ESP)
Kolarov 24 SER LE 22,7 Lazio (ITA) Manchester City (ING)
Mascherano 26 ARG VOL 22 Liverpool (ING) Barcelona (ESP)
Bruno Alves 28 POR ZAG 22 Porto (POR) Zenit (RUS)
Ramires 23 BRA VOL 22 Benfica (POR) Chelsea (ING)
Milner 24 ING MEI 22 Aston Villa (ING) Manchester City (ING)
Gourcuff 24 FRA MEI 22 Bordeaux (FRA) Lyon (FRA)
Carlos Eduardo 23 BRA MEI 20 Hoffenheim (ALE) Rubin Kazan (RUS)
Özil 21 ALE MEI 18 Werder Bremen (ALE) Real Madrid (ESP)
Robinho 26 BRA ATA 18 Manchester City (ING) Milan (ITA)
Gyan 24 GAN ATA 16 Rennes (FRA) Sunderland (ING)
Gignac 24 FRA ATA 16 Toulouse (FRA) Olymp. Marselha (FRA)
Rémy 23 FRA ATA 15,5 Nice (FRA) Olymp. Marselha (FRA)
Bonucci 23 ITA ZAG 15,5 Bari (ITA) Juventus (ITA)
Diego 25 BRA MEI 15,5 Juventus (ITA) Wolfsburg (ALE)
Chygrynskiy 23 UCR ZAG 15 Barcelona (ESP) Shakhtar Donetsk (UCR)
Krasic 25 SER MEI 15 CSKA Moscou (RUS) Juventus (ITA)
Huntelaar 27 HOL ATA 14 Milan (ITA) Schalke 04 (ALE)
Khedira 23 ALE VOL 14 Stuttgart (ALE) Real Madrid (ESP)
Miguel Veloso 24 POR VOL 14 Sporting (POR) Genoa (ITA)
Hernanes 25 BRA VOL 13,5 São Paulo (BRA) Lazio (ITA)

* Em milhões de euros.
.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 24 de agosto de 2010 Futebol Europeu, História | 15:16

Carlos Eduardo entra para a lista das maiores transferências

Compartilhe: Twitter

O jovem meia Carlos Eduardo, revelado pelo Grêmio e convocado recentemente para a Seleção Brasileira, foi anunciado hoje como o novo reforço do Rubin Kazan, da Rússia. Aos 23 anos, Carlos Eduardo vai para o campeão russo depois de três temporadas pelo Hoffenheim, da Alemanha. Lá, o meia fez 13 gols em 58 jogos pela Bundesliga (o Campeonato Alemão).

Comprado por 20 milhões de euros, Carlos Eduardo entra para a lista das maiores transferências de jogadores brasileiros na história do futebol. Veja a lista:

Maiores transferências de jogadores brasileiros:

Jogador Posição De Para Tempor. Valor (em euros)
Kaká Meia Milan-ITA Real Madrid-ESP 2009/10 65
Ronaldo Atacante Internazionale-ITA Real Madrid-ESP 2002/03 45
Robinho Atacante Real Madrid-ESP Manchester City-ING 2008/09 43
Daniel Alves Lateral-direito Sevilla-ESP Barcelona-ESP 2008/09 41
Ronaldinho Gaúcho Meia P. Saint-Germain-FRA Barcelona-ESP 2003/04 32,5
Denilson Atacante São Paulo-BRA Bétis-ESP 1998/99 31,5
Anderson Meia Porto-POR Manchester United-ING 2007/08 31,5
Pepe Zagueiro Porto-POR Real Madrid-ESP 2007/08 30
Ronaldo Atacante Barcelona-ESP Internazionale-ITA 1997/98 28
Emerson Volante Roma-ITA Juventus-ITA 2004/05 28
Amoroso Atacante Udinese-ITA Parma-ITA 1999/00 28
Amoroso Atacante Parma-ITA Bor. Dortmund-ALE 2001/02 25
Flávio Conceição Volante La Coruña-ESP Real Madrid-ESP 2000/01 25
Ronaldinho Gaúcho Meia Barcelona-ESP Milan-ITA 2008/09 25
Felipe Melo Volante Fiorentina-ITA Juventus-ITA 2009/10 25
Diego Meia Werder Bremen-ITA Juventus-ITA 2009/10 24,5
Atacante CSKA Moscou-RUS Mancherster City-ING 2008/09 24
Robinho Atacante Santos Real Madrid-ESP 2005/06 24
Rivaldo Meia La Coruña-ESP Barcelona-ESP 1997/98 23,5
Amauri Atacante Palermo-ITA Juventus-ITA 2008/09 22,8
Ramires Volante Benfica-POR Chelsea-ING 2010/11 22
Alexandre Pato Atacante Internacional Milan-ITA 2007/08 22
Deco Meia Porto-POR Barcelona-ESP 2004/05 21
Geovanni Atacante Cruzeiro Barcelona-ESP 2001/02 21
Emerson Volante Bayer Leverkusen-ALE Roma-ITA 2000/01 20
Júlio Baptista Meia Sevilla-ESP Real Madrid-ESP 2005/06 20
Carlos Eduardo Meia Hoffenheim-ALE Rubin Kazan-RUS 2010/11 20

.

Carlos Eduardo figura também na lista das maiores transferências do futebol mundial para a temporada 2010/11. Vendido por 20 milhões de euros, ele aparece no 11º lugar. Outro brasileiro que está na lista é o volante Ramires, comprado recentemente pelo Chelsea-ING por 22 milhões de euros. Confira a lista:

Maiores transferências de jogadores para a temporada 2010/11

Pos. Jogador Posição País De Para Valor
David Villa Atacante Espanha Valencia-ESP Barcelona-ESP 40
Yaya Touré Volante Costa do Marfim Barcelona-ESP Manchester City-ING 30
Milner Meia Inglaterra Aston Villa-ING Manchester City-ING 30
Balotelli Atacante Itália Internazionale-ITA Manchester City-ING 30
David Silva Atacante Espanha Valencia-ESP Manchester City-ING 29
Di María Meia Argentina Benfica-POR Real Madrid-ESP 25
Kolarov Lateral-esquerdo Sérvia Lazio-ITA Manchester City-ING 23
Gourcuff Meia França Bordeaux-FRA Lyon-FRA 22
Ramires Volante Brasil Benfica-POR Chelsea-ING 22
10º Bruno Alves Zagueiro Portugal Porto-POR Zenit-RUS 22
11º Carlos Eduardo Meia Brasil Hoffenheim-ALE Rubin Kazan-RUS 20
12º Ozil Meia Alemanha W. Bremen-ALE Real Madrid-ESP 18
13º Gignac Atacante França Toulouse-FRA Olymp. Marselha-FRA 16
14º Remy Atacante França Nice-FRA Olymp. Marselha-FRA 16
15º Bonucci Zagueiro Itália Bari-ITA Juventus-ITA 16
16º Chygrynskiy Zagueiro Ucrânia Barcelona-ESP Shakthar Donestk-UCR 15
17º Krasic Meia Rússia CSKA Moscou-RUS Juventus-ITA 15
18º Khedira Volante Alemanha Stuttgart-ALE Real Madrid-ESP 14
19º Miguel Veloso Volante Portugal Sporting-POR Genoa-ITA 14
20º Hernanes Volante Brasil São Paulo Lazio-ITA 13,5

.

O espanhol David Villa, campeão da Copa do Mundo de 2010, segue como a maior transferência da temporada (40 milhões de euros). Esse valor o coloca também na lista das 20 maiores negociações de todos os tempos. Veja a lista:

Maiores transferências do futebol mundial:

Jogador País Posição De Para Tempor. Valor
Cristiano Ronaldo POR Atacante Manchester United-ING Real Madrid-ESP 2009/10 94
Zinedine Zidane FRA Meia Juventus-ITA Real Madrid-ESP 2001/02 73,5
Zlatan Ibrahimovic SUE Atacante Internazionale-ITA Barcelona-ESP 2009/10 69,5
Kaká BRA Meia Milan-ITA Real Madrid-ESP 2009/10 65
Luís Figo POR Meia Barcelona-ESP Real Madrid-ESP 2000/01 60
Hernán Crespo ARG Atacante Parma-ITA Lazio-ITA 2000/01 55
Gianluigi Buffon ITA Goleiro Parma-ITA Juventus-ITA 2001/02 54,1
Gaizka Mendieta ESP Meia Valencia-ESP Lazio-ITA 2001/02 48
Andriy Shevchenko UCR Atacante Milan-ITA FC Chelsea 2006/07 46
Rio Ferdinand ING Zagueiro Leeds-ING Manchester United-ING 2002/03 46
Christian Vieri ITA Atacante Lazio-ITA Internazionale-ITA 1999/00 45
Ronaldo BRA Atacante Internazionale-ITA Real Madrid-ESP 2002/03 45
Robinho BRA Atacante Real Madrid-ESP Manchester City-ING 2008/09 43
Juan Sebastián Verón ARG Volante Lazio-ITA Manchester United-ING 2001/02 42,6
Rui Costa POR Meia Fiorentina-ITA Milan-ITA 2001/02 42
Daniel Alves BRA Lateral-direito Sevilla-ESP Barcelona-ESP 2008/09 41,5
Pavel Nedved TCH Meia Lazio-ITA Juventus-ITA 2001/02 41,2
Filippo Inzaghi ITA Atacante Juventus-ITA Milan-ITA 2001/02 40,9
David Villa ESP Meia Valencia-ESP Barcelona-ESP 2010/11 40
Marc Overmars HOL Atacante Arsenal-ING Barcelona-ESP 2000/01 40
Dimitar Berbatov BUL Atacante Tottenham-ING Manchester United-ING 2008/09 38
Fernando Torres ESP Atacante Atletico de Madri-ESP Liverpool-ING 2007/08 38
Michael Essien GAN Volante Lyon-FRA Chelsea-ING 2005/06 38
David Beckham ING Volante Manchester United-ING Real Madrid-ESP 2003/04 37,5
Wayne Rooney ING Atacante Everton-ING Manchester United-ING 2004/05 37
Didier Drogba CMF Atacante Olympique Marselha-FRA Chelsea-ING 2004/05 32

.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 30 de abril de 2010 Campeonatos Estaduais, Futebol Europeu | 11:37

Fim de semana repleto de decisões no Brasil e na Europa

Compartilhe: Twitter

Nesse fim de semana, alguns campeões poderão ser conhecidos. Tanto no Brasil, quanto na Europa. Aqui, os principais Campeonatos Estaduais estão na reta final. No Velho Continente, as ligas nacionais estão nas rodadas finais e, dependendo das combinações de resultados, alguns clubes deverão levantar a taça amanhã ou domingo.

EUROPA

Na Inglaterra, na Premier League, faltam apenas duas rodadas. O Chelsea lidera  com 80 pontos, um a mais do que o Manchester United. No domingo, o Chelsea enfrentará o Liverpool, fora de casa. Se vencer e o Manchester tropeçar diante do Sunderland, fora também, poderá ser campeão. Mas dificilmente isso deverá acontecer. O mais provável é o Manchester ultrapassar o Chelsea nessa rodada e ser campeão na última, quando jogará em casa contra o fraco Stoke City.

Na Itália, a briga pelo título está entre Internazionale (73 pontos) e Roma (71), faltando apenas três rodadas. A Inter, pela tabela, tem tudo para chegar ao inédito pentacampeonato. O time do técnico José Mourinho pegará a Lazio (fora), Chievo Verona (casa) e o Siena (fora). Já a Roma terá o Parma (fora), o Cagliari (em casa) e o Chievo Verona (fora).  Inter e Roma irão decidir também a Copa da Itália, na próxima quarta-feira.

Na Espanha, o Barcelona lidera a Liga com 87 pontos, contra 86 do Real Madrid. O Campeonato Espanhol terá ainda mais quatro rodadas e a definição do título deverá ser apenas na última rodada.

Na Alemanha, Bayern Munique e Schalke 04 estão empatados com 84 pontos. Faltam apenas duas rodadas. O Bayern, que tem 37 gols de saldo contra 24 do Schalke, terá um jogo mais fácil. Amanhã, o time de Van Gaal pegará o fraco Bochum, em casa, enquanto o Schalke jogará contra o Werder Bremen, também em casa.

Na França, faltam quatro rodadas e o Olympique de Marselha lidera com 71 pontos, cinco a mais do que o Auxerre. Hoje, às 16h, os dois jogam Auxerre, fazendo a final antecipada do torneio. Uma vitória garante praticamente o título ao Olympique depois de 18 anos.

Em Portugal, o Benfica tem 6 pontos a mais do que o Braga, faltando duas rodadas para o final. No domingo, a equipe dos brasileiros Ramires, David Luiz, Weldon e Éder Luís jogará fora de casa precisando de apenas um ponto para garantir o título. O adversário, porém, é o rival Porto. Um tropeço do Braga, diante do Paços Ferreira, também poderá dar o título ao Benfica.

Na Holanda, o campeonato terá a última rodada no domingo. O Twente, com 83 pontos, precisa de uma vitória sobre o NAC Breda, fora de casa, para ser campeão pela primeira vez (em 1926 foi campeão, mas como Eschende). O Ajax, com 82 pontos, está na cola. O time que já marcou 102 gols em 33 jogos, enfrentará o NEC Nijmegan fora de casa.

BRASIL

Dos 27 campeonatos estaduais, quatro já conhecem o seu campeão: Botafogo (carioca), Coritiba (paranaense), União Rondonópolis (mato-grossense) e Baré (roraimense). No próximo final de semana, mais oito estaduais acabarão. Veja abaixo como está a situação em cada um deles:

Em São Paulo, o Santos pode perder até por um gol de diferença para o Santo André, no Pacaembu, que ainda assim garante o título do Paulistão. No jogo de ida, o Peixe venceu por 3 x 2.

Em Minas Gerais, o Atlético-MG joga pelo empate diante do Ipatinga, no Mineirão. No jogo de ida, em Ipatinga, o Galo venceu por 3 x 2.

No Rio Grande do Sul, o Grêmio venceu o rival Inter na primeira final por 2 x 0, no Beira-Rio, e agora joga com vantagem em seu estádio, no Olímpico.

Na Bahia, o Vitória também está em vantagem. Depois de vencer o rival Bahia por 1 x 0, no Estádio Pituaçu, o Rubro-negro joga pelo empate no Barradão.

No Ceará, o Fortaleza venceu o Ceará por 1 x 0 no primeiro jogo e também joga pelo empate na segunda partida para set tetracampeão cearense.

Em Goiás, o Atlético-GO bateu o Santa Helena no primeiro jogo da final por 4 x 0 e praticamente garantiu o título estadual. A final será domingo, em Santa Helena.

No Distrito Federal, o Ceilândia venceu o Brasiliense por 3 x 1 na primeira final, em casa, e agora joga com vantagem. A deceisão será amanhã, no estádio Boca do Jacaré.

Em Santa Catarina, o Avaí venceu o Joinville no jogo de ida por 3 x 1, fora de casa. A final será domingo, em Florianópolis, e o Avaí pode até perder por um gol para ser bicampeão catarinense.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 Futebol Europeu, História | 12:18

Porto segue na Taça de Portugal após 30 pênaltis

Compartilhe: Twitter

O Porto, atual campeão da Taça de Portugal, suou para garantir sua classificação para as quartas-de-final da edição de 2009/10 do torneio. Ontem, na partida contra o Belenenses, o clube colocou em uma campo um time misto, sem o goleiro Helton e o atacante Hulk, e empatou por 2 x 2 no tempo normal. Na disputa por pênaltis, o Porto venceu por 10 x 9, após 30 cobranças (os clubes perderam 11 cobranças). O goleiro Beto, reserva do brasileiro Helton, foi o heroi do Porto ao defender seis cobranças.

Goleiro do Porto defendeu seis pênaltis

Goleiro do Porto defendeu seis pênaltis

Esse número de 30 cobranças é um recorde na Taça de Portugal e um dos maiores na história do futebol. Até hoje, o jogo que teve o maior número de cobranças em disputa por pênaltis foi KK Palace 2 x 2 Civics, pela Copa da Namíbia. No dia 23 de janeiro de 2005, os clubes cobraram 48 pênaltis no total. O KK Palace venceu por 17 x 16. O segundo jogo com mais pênaltis batidos foi Argentinos Juniors 2 x 2 Racing, no Campeonato Argentino de 1988/89. No dia 20 de novembro de 1988, as equipes cobraram 44 pênaltis e o Argentinos venceu por 20 x 19.

Esse jogo entre Porto e Beleneses é o sétimo na história do futebol mundial, em torneios oficiais de primeira divisão e copas nacionais. Confira a lista:

Cobranças Placar Resultado do jogo Competição Data
48 17 x 16 KK Palace 2 x 2 Civics Copa da Namíbia 23/01/2005
44 20 x 19 Argentinos Juniors 2 x 2 Racing Camp. Argentino 20/11/1988
40 16 x 15 Tunbridge Wells 2 x 2 Littlehampton Town FA Cup – Inglaterra 31/08/2005
40 15 x 15 Obernai 2 x 2 ASCA Wittelsheim Copa da França 29/10/1996
34 17 x 16 Gençlerbirligi 1 x 1 Galatasaray Copa da Turquia 28/11/1996
34 12 x 13 Maccabi Herzliya 2 x 2 Maccabi Petah-Tikva Copa de Israel 03/03/2006
30 11 x 12 Pogon Szczecin 0 x 0 Lech Poznan Copa da Polônia 10/10/2001
30 10 x 9 Belenense 2 x 2 Porto Taça de Portugal 20/01/2010
Autor: Tags: ,

terça-feira, 2 de junho de 2009 Estatísticas, Futebol Europeu, História | 12:00

As maiores médias de público na Europa em 2008/09

Compartilhe: Twitter

Mais uma vez a Bundesliga (Liga Alemã) terminou com a maior média de público na temporada européia. Foram mais de 42 mil torcedores por jogo. Uma marca invejável. No Brasil, a maior média de público em um Campeonato Brasileiro foi de 22.953 pessoas, em 1983. No ano passado, a média foi de 16.992.

A Inglaterra, com sua liga milionária, ficou na segunda colocação, com mais de 35 mil pessoas por jogo. Os campeonatos da segunda divisão da Alemanha e da Inglaterra estão também entre as dez maiores do Velho Continente. A Série B inglesa levou mais de 17 mil pessoas por jogo.

Entre os clubes, o Manchester United é o que tem a maior média de público com 75.304 pessoas por partida. O Borussia Dortmund, da Alemanha, é o segundo colocado (74.626), seguido pelo Real Madrid (73.184). Uma curiosidade entre os 20 clubes de melhor média, é o Newcastle, que teve a terceira maior média de público na Inglaterra e acabou rebaixado para a segunda divisão. Na Alemanha, o campeão Wolfsburg ficou apenas na 14º colocação entre os clubes de maior média.

Campeonatos com as maiores médias de público na Europa em 2008/09:

País
Média
Alemanha 42.548
Inglaterra 35.588
Espanha 28.197
Itália 24.977
França 21.035
Holanda 19.666
Inglaterra (2ª divisão) 17.518
Escócia 15.301
Alemanha (2ª divisão) 15.102
Bélgica 10.963
Portugal 10.380

Clubes com as maiores médias de público na Europa em 2008/09:

Posição Clube País Média
Manchester United Inglaterra 75.304
Borussia Dortmund Alemanha 74.626
Real Madrid Espanha 73.184
Bayern Munique Alemanha 69.001
Barcelona Espanha 68.807
Schalke 04 Alemanha 61.412
Milan Itália 60.082
Arsenal Inglaterra 60.040
Celtic Escócia
57.388
10º Hamburgo Alemanha 54.701
11º Internazionale Itália 53.274
12º Hertha Berlim Alemanha 52.606
13º Stuttgart Alemanha 52.334
14º Olympique de Marselha França 52.202
15º Glasgow Rangers Escócia
49.385
16º Ajax Holanda
49.014
17º Colônia Alemanha 48.958
18º Newcastle Inglaterra 48.749
19º Borussia Mönchengladbach Alemanha 47.540
20º Eintracht Frankfurt Alemanha 46.511

Média de público das cinco maiores ligas da Europa em 2008/09:

Inglaterra Clube Média Cap. Estádio Ocupação
Manchester United 75.304 76.212 99%
Arsenal 60.040 60.433 100%
Newcastle 48.749 52.387 93%
Liverpool 43.611 45.522 96%
Manchester City 42.898 47.726 90%
Chelsea 41.563 43.417 96%
Sunderland 40.168 49.000 82%
Aston Villa 39.990 42.585 94%
Tottenham 35.928 36.240 99%
10º Everton 35.442 40.569 87%
11º West Ham 33.610 35.647 94%
12º Middlesbrough 28.428 35.049 81%
13º Stoke City 26.855 28.383 95%
14º West Bromwich 25.827 28.003 92%
15º Hull City 24.816 25.404 98%
16º Fulham 24.336 25.661 95%
17º Blackburn 23.559 31.367 75%
18º Bolton 22.385 28.723 78%
19º Portsmouth 19.829 20.540 97%
20º Wigan 18.413 25.138 73%

Espanha Clube Média Cap. Estádio Ocupação
Real Madrid 73.184 80.354 91%
Barcelona 68.807 98.787 70%
Atlético de Madri 46.473 56.000 83%
Sevilla 41.789 45.500 92%
Bétis 38.052 52.700 72%
Athletic Bilbao 36.632 40.001 93%
Valencia 35.842 53.000 68%
Málaga 24.601 35.530 69%
Espanyol 23.597 56.000 42%
10º Sporting Gijón 22.260 25.885 86%
11º Villarreal 19.736 25.000 79%
12º Racing Santander 17.862 22.500 79%
13º Osasuna 17.578 19.800 89%
14º La Coruña 17.526 35.000 50%
15º Recreativo Huelva 16.781 19.860 84%
16º Valladolid 16.724 26.512 63%
17º Mallorca 14.875 23.142 64%
18º Almería 12.488 21.000 59%
19º Getafe 11.052 17.300 64%
20º Numancia 8.081 9.700 83

Itália Clube Média Cap. Estádio Ocupação
Milan 60.082 85.701 71%
Internazionale 53.274 85.700 62%
Napoli 40.759 78.210 52%
Roma 39.568 82.656 48%
Lazio 35.473 82.656 43%
Fiorentina 31.549 47.282 67%
Genoa 26.205 36.536 72%
Palermo 24.042 37.619 64%
Sampdoria 22.820 36.536 62%
10º Juventus 21.241 27.128 78%
11º Bologna 20.948 39.444 53%
12º Torino 18.163 27.128 67%
13º Catania 17.905 20.800 86%
14º Udinese 15.052 41.705 36%
15º Atalanta 13.134 26.638 49%
16º Cagliari 12.552 23.486 53%
17º Chievo Verona 12.453 42.160 30%
18º Lecce 12.237 36.285 34%
19º Siena 11.286 15.725 72%
20º Reggina 10.797 27.763 39%

Alemanha Clube Média Cap. Estádio Ocupação
Borussia Dortmund 74.626 80.552 93%
Bayern Munique 69.001 69.001 100%
Schalke 04 61.412 61.673 100%
Hamburgo 54.701 57.000 96%
Hertha Berlim 52.606 74.400 71%
Stuttgart 52.334 55.896 94%
Colônia 48.958 50.374 97%
Borussia Mönchengladbach 47.540 54.067 88%
Eintracht Frankfurt 46.511 52.000 89%
10º Hannover 96 41.859 49.000 85%
11º Werder Bremen 40.483 43.000 94%
12º Hoffenheim 28.100 30.150 93%
13º Karlsruher 27.746 32.306 86%
14º Wolfsburg 27.704 30.000 92%
15º Bayer Leverkusen 26.997 43.900 61%
16º Bochum 25.147 32.645 77%
17º Arminia Bielefeld 23.264 29.500 79%
18º Energie Cottbus 16.878 22.528 75%

França Clube Média Cap. Estádio Ocupação
Olympique de Marselha 52.202 60.000 87%
Paris Saint-Germain 40.697 48.527 84%
Lyon 37.423 42.000 89%
Saint-Etienne 28.559 36.600 78%
Bordeaux 26.768 35.200 76%
Nantes 24.179 38.285 63%
Rennes 23.296 28.879 81%
Toulouse 20.037 38.650 52%
Caen 18.848 21.500 88%
10º Nancy 17.994 20.085 90%
11º Lille 17.667 78.056 23%
12º Grenoble 16.983 20.068 85%
13º Sochaux 14.528 20.000 73%
14º Auxerre 14.328 36.184 41%
15º Le Havre 13.566 16.454 82%
16º Valenciennes 12.701 16.191 78%
17º Lorient 11.468 16.910 68%
18º Nice 10.621 16.669 64%
19º Le Mans 10.330 16.221 64%
20º Monaco 8.511 18.500 46%

Em azul, os campeões nacionais
Em vermelho, os rebaixados

Autor: Tags: ,

domingo, 31 de maio de 2009 Artilheiros, Campeões, Estatísticas, História, Sem categoria | 20:07

Todos os campeões europeus da temporada 2008/09

Compartilhe: Twitter

Enquanto a bola rola aqui no Brasil no início do Brasileirão, vários Campeonatos Europeus já estão finalizados. Dos 53 países filiados à UEFA (União Européia de Futebol Associados), 39 já conheceram seus campeões. Dos 14 países com campeonatos em andamento, em sua maioria, ainda estão no começo e devem terminar em dezembro. Esses países, como Rússia, Noruega e Suécia, seguem um calendário diferenciado do padrão europeu (de setembro a maio) devido ao forte inverno.

Entre os 39 campeões da temporada 2008/09, quatro levantaram a taça pela primeira vez (Wolfsburg-ALE, Makedonija Skopje-MAC, Mogren-MON e Unirea Urziceni-ROM). Já nove clubes ganharam, além do Campeonato Nacional, a Copa de seu país (Barcelona-ESP, Porto-POR, Dinamo Zagreb-CRO, Copenhagem-DIN, Glasgow Rangers-ESC, Olympiakos-GRE, Sheriff Tiraspol-MOL, Partizan-SER e Besiktas-TUR).

Ainda desses 39 campeões, quase metade (18), tiveram jogadores brasileiros em seus elencos. Confira abaixo quem ganhou o campeonato em cada um dos países da Uefa, quem foi o vice, os artilheiros, os brasileiros que foram campeões e também os vencedores das Copas Nacionais.

PRINCIPAIS CAMPEONATOS

ALEMANHAWolfsburg
Campeão: Wolfsburg (1º título)
Vice:
Bayern Munique
Brasileiros campeões:
Rodrigo Alvim (zagueiro), Josué (volante) e Caiuby e Grafite (atacantes)
Artilheiro:
Grafite (Wolfsburg), 28 gols
Campeão da Copa:
Werder Bremen
_______________________________________________________________________________________
ESPANHA

Barcelona Campeão: Barcelona (19º título)
Vice:
Real Madrid
Brasileiros campeões:
Daniel Alves (lateral-direito) e Silvinho (lateral-esquerdo)
Artilheiro:
Diego Forlán (Atlético de Madri), 31 gols
Campeão da Copa:
Barcelona
_______________________________________________________________________________________
FRANÇA

franca Campeão: Bordeuax (6º título)
Vice: Olympique de Marselha
Brasileiros campeões: Henrique (zagueiro), Fernando (volante), Wendel (meia) e Jussiê (atacante)
Artilheiro: André-Pierre Gignac (Toulouse), 24 gols
Campeão da Copa:
Guingamp
_______________________________________________________________________________________
HOLANDA
Campeão: AZ (2º título)
Vice:
Twente
Brasileiro campeão:
Ari (atacante)
Artilheiro: El Hamdaoui (SK Tirana), 21 gols
Campeão da Copa: Heerenveen
_______________________________________________________________________________________
INGLATERRA

inglaterraCampeão: Manchester United (18º título)
Vice: Liverpool
Brasileiros campeões: Rafael (lateral-direito), Rodrigo Possebon (volante) e Ânderson (volante)
Artilheiro: Nicolas Anelka (Chelsea), 19 gols
Campeão da Copa: Chelsea
_______________________________________________________________________________________
ITÁLIA

Campeão: Internazionale (17º título)
Vice: Milan
Brasileiros campeões: Júlio César (goleiro), Maicon (lateral-direito), Maxwell (lateral-esquerdo), Mancini (meia) e Adriano (atacante)
Artilheiros: Zlatan MIbrahimovic (Internazionale), 25 gols
Campeão da Copa: Lazio
_______________________________________________________________________________________
PORTUGAL
Campeão: Porto (27º título)
Vice: Sporting
Brasileiros campeões: Helton (goleiro), Fernando (volante) e Hulk (atacante)
Artilheiro: Nenê (Nacional), 20 gols
Campeão da Copa: Porto

_______________________________________________________________________________________

DEMAIS CAMPEONATOS

ALBÂNIASK Tirana
Campeão: SK Tirana
(24º título)
Vice:
Vllaznia Shkodër
Brasileiros campeões:

Artilheiro:
Migen Memelli (SK Tirana), 21 gols
Campeão da Copa:
Flamurtari Vlorë
_______________________________________________________________________________________
ANDORRA

Campeão: Sant Juliá
(2º título)
Vice:
Santa Coloma
Brasileiros campeões:

Campeão da Copa:
Santa Coloma
_______________________________________________________________________________________
ÁUSTRIA

Campeão: Red Bull Salzburg
(5º título)
Vice:
Rapid Viena
Brasileiros campeões:

Artilheiro:
Marc Janko (Red Bull Salzburg), 39 gols
Campeão da Copa:
Áustria Viena
_______________________________________________________________________________________
AZERBAIJÃO
Campeão: FK B
aki (2º título)
Vice:
Inter Baki
Brasileiros campeões:

Artilheiro:
Walter Guglielmone (Inter Baki), 17 gols
Campeão da Copa:
Qarabag Adgam
_______________________________________________________________________________________
BÉLGICA
Campeão: Standard Liege (10º título)
Vice:
Anderlecht
Brasileiros campeões:
Camozzatto (lateral-direito), Digão (zagueiro) e Da Silva e Camargo (meias)
Artilheiro:
Ruiz Alfonso (Westerlo), 17 gols
Campeão da Copa:
Genk
_______________________________________________________________________________________
BÓSNIA-HERZEGOVINA
Campeão: Zrinjski (2º título)
Vice:
FK Slavija
Brasileiros campeões: –

Campeão da Copa:
Slavija Sarajevo
_______________________________________________________________________________________
CHIPRE
Campeão: APOEL Nicósia (20º título)
Vice: Omonia Nicósia
Brasileiro campeão:
Jean Paulista
Artilheiro:
Serjão (Doxa Katokopia), 24 gols
Campeão da Copa:
APOP Kinyras
_______________________________________________________________________________________
CROÁCIA
Campeão: Dinamo Zagreb
(11º título)
Vice:
Hajduk Split
Brasileiros campeões:
Etto (lateral-direito) e Sammir (meia)
Artilheiros:
Nikola Kalinic (Hajduk Split), Mario Mandazukic (Dinamo Zagreb) e Anas Sharbini (HNK Rijeka), 15 gols cada
Campeão da Copa:
Dinamo Zagreb
_______________________________________________________________________________________
DINAMARCA
Campeão:
Copenhagem (7º título)
Vice:
OB
Brasileiros campeões:
Aílton e César Santin (atacantes)
Artilheiros:
Moren Nordstrand (Copenhagem) e Marc Nygaard (Randers), 16 gols cada
Campeão da Copa:
Copenhagem
_______________________________________________________________________________________
ESCÓCIA
Campeão: Glasgow Rangers (52º título)
Vice:
Celtic
Brasileiros campeões:

Artilheiro:
Kris Boyd (Glasgow Rangers), 27 gols
Campeão da Copa:
Glasgow Rangers
_______________________________________________________________________________________
ESLOVÁQUIA
Campeão: Slovan Bratislava (9º título)
Vice:
Zilina
Brasileiros campeões:
Pires (zagueiro) e Rogério Gaúcho (atacante)
Artilheiro:
Pavol Masaryk (Slovan Bratislava), 12 gols
Campeão da Copa:
Kosice
_______________________________________________________________________________________
ESLOVÊNIA
Campeão: Maribor (8º título)
Vice:
HIT Gorica
Brasileiro campeão:
Marcos Magno (atacante)
Artilheiro:
Velikonja Etien (HIT Gorica), 17 gols
Campeão da Copa:
Interblock
_______________________________________________________________________________________
GEÓRGIA
Campeão: WIT Georgia Tbilisi (2º título)
Vice:
Dinamo Tbilisi
Brasileiros campeões: –

Campeão da Copa: Dinamo Tbilisi
_______________________________________________________________________________________
GRÉCIA
Campeão: Olympiakos (37º título)
Vice:
PAOK Thessaloniki
Brasileiros campeões:
Leonardo (lateral-esquerdo), Dudu Cearense (volante) e Diogo (meia)
Artilheiro:
Ismael Blanco (AEK Atenas), 17 gols
Campeão da Copa:
Olympiakos
_______________________________________________________________________________________
HUNGRIA
Campeão: Debreceni (4º título)
Vice:
Ujpest
Brasileiros campeões:
Leandro (zagueiro), Lucas (meia) e Galvão (atacante)
Artilheiro:
Péter Bajzat (Gyor), 20 gols
Campeão da Copa:
Honved
_______________________________________________________________________________________
IRLANDA DO NORTE
Campeão: Glentoran (23º título)
Vice:
Linfield
Brasileiros campeões: –

Artilheiro:
Chris Scannell (Cliftonville), 17 gols
Campeão da Copa:
Crusaders
_______________________________________________________________________________________
ISRAEL
Campeão: Maccabi Haifa (11º título)
Vice:
Hapoel Tel-Aviv
Brasileiro campeão:
Gusatvo Boccoli (meia)
Artilheiros:
Itzhaki Barak (Beitar Jerusalém), 14 gols
Campeão da Copa:
Beitar Jerusalém
_______________________________________________________________________________________
LIECHTENSTEIN
Campeão da Copa*: Vaduz (38º título)
Vice:
Eschen/Mauren
Brasileiros campeões: –

*
Não há campeonato nacional.
_______________________________________________________________________________________
LUXEMBURGO
Campeão: Dudelange (10º título)
Vice:
Differdange
Brasileiros campeões: –

Artilheiro: Pierre Piskor (Differdange), 26 gols
Campeão da Copa: Dudelange
_______________________________________________________________________________________
MACEDÔNIA
Campeão: Makedonija Skopje (1º título)
Vice:
Renova
Brasileiros campeões: César de Brito (atacante)
Campeão da Copa: Rabotnicki Skopje
_______________________________________________________________________________________
MALTA
Campeão: Hibernians (10º título)
Vice:
Valetta
Brasileiros campeões: –

Artilheiro: Daniel Bueno (Tarxien Rainbows), 27 gols
Campeão da Copa: Sliema
_______________________________________________________________________________________
MOLDÁVIA
Campeão: Sheriff Tiraspol (9º título)
Vice:
Dacia Chisinau
Brasileiros campeões:
Sérgio da Costa e Nadson (zagueiros) e Fred (volante)
Artilheiro: Oleg Andronik (Zimbru Chisinau), 16 gols
Campeão da Copa: Sheriff Tiraspol
_______________________________________________________________________________________
MONTENEGRO
Campeão: Mogren (1º título)
Vice:
Buducnost
Brasileiros campeões:

Campeão da Copa: Petrovac
_______________________________________________________________________________________
PAÍS DE GALES
Campeão: Rhyl (2º título)
Vice:
Llanelli
Brasileiros campeões:

Artilheiro:
Rhys Griffiths (Llanelli), 31 gols
Campeão da Copa:
Bangor City
_______________________________________________________________________________________
POLÔNIA
Campeão: Wisla Cracóvia (12º título)
Vice:
Légia Varsóvia
Brasileiros campeões:
Marcelo (zagueiro) e Beto (lateral-esquerdo)
Artilheiros:
Pawel Brozek (Wisla Cracóvia) e Takesure Chinyama (Légia Varsóvia), 19 gols cada
Campeão da Copa:
Lech Poznan
_______________________________________________________________________________________
REPÚBLICA TCHECA
Campeão: Slavia Praga (7º título)
Vice:
Sparta Praga
Brasileiros campeões: –

Artilheiros:
Andrej Keric (Slovan Liberec), 15 gols
Campeão da Copa:
Teplice
_______________________________________________________________________________________
ROMÊNIA
Campeão: Unirea Urziceni (1º título)
Vice:
Dinamo Bucareste
Brasileiro campeão:
Ricardo (lateral-esquerdo)
Artilheiros:
Florin Costea (Universitatae), 16 gols
Campeão da Copa:
Timisora ou Cluj (final será no dia 13 de junho)
_______________________________________________________________________________________
SAN MARINO
Campeão: Tre Fiori (5º título)
Vice:
Juvenes-Dogana
Brasileiros campeões: –

Campeão da Copa: Juvenes-Dagona
_______________________________________________________________________________________
SÉRVIA
Campeão: Partizan (10º título)
Vice:
Vojvodina Novi Sad
Brasileiros campeões:
Juca (volante) e Da Silva (atacante)
Artilheiros:
Lamine Diarra (Partizan), 19 gols
Campeão da Copa:
Partizan
_______________________________________________________________________________________
SUÍÇA
Campeão: FC Zurich (12º título)
Vice:
FC Basel
Brasileiros campeões: –

Artilheiro:
Seydou Doumbia (Young Boys), 20 gols
Campeão da Copa:
Sion
_______________________________________________________________________________________
TURQUIA
Campeão: Besiktas (11º título)
Vice:
Sivasspor
Brasileiros campeões:
Bobô e Márcio Nobre (atacantes)
Artilheiro:
Milan Baros (Galatasaray), 20 gols
Campeão da Copa:
Besiktas
_______________________________________________________________________________________
UCRÂNIA
Campeão: Dinamo Kiev (13º título)
Vice:
Shakhtar Donetsk
Brasileiros campeões:
Betão (zagueiro), Corrêa (volante) e Guilherme (atacante)
Artilheiro:
Kovpak (Tavrija), 17 gols
Campeão da Copa:
Vorskla Poltava


PAÍSES COM CAMPEONATOS EM ANDAMENTO (14)

ARMÊNIA, BELARUS, BULGÁRIA, CAZAQUISTÃO, ESTÔNIA, FINLÂNDIA, ILHAS FAROE, IRLANDA, ISLÂNDIA, LETÔNIA, LITUÂNIA, NORUEGA, RÚSSIA e SUÉCIA

Autor: Tags: ,