Publicidade

Posts com a Tag Real Madrid

quinta-feira, 12 de abril de 2012 Artilheiros, Futebol Europeu, História, Prêmiação | 11:34

Cristiano Ronaldo e os recordistas de gols nos nacionais

Compartilhe: Twitter

Com os três gols que marcou na goleada de 4 x 1 sobre o Atlético de Madri, o português Cristiano Ronaldo chegou a marca dos 40 gols no Campeonato Espanhol, igualando sua marca de 2010/11, sendo assim o único a superar os 35 gols em dois campeonatos. No ano passado, o atacante estabeleceu o recorde de gols em uma só edição da Liga Espanhola, superando Zarra (1951) e Hugo Sánchez (1990), que tinham feito 38 gols.

Em sua terceira temporada pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo já chega a marca de 106 gols em 95 jogos pelo Campeonato Espanhol. Sua média de gols por jogo (1,12) é a segunda maior entre aqueles que já superaram a marca dos 100 gols pela Liga. Dos 71 maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, apenas Isidro Lángara o supera. O ex-atacante do Real Oviedo marcou 104 gols em 90 jogos (1,16 por partida).

Hoje, Cristiano Ronaldo ocupa a 59ª posição entre os maiores artilheiros do Campeonato Espanhol, uma posição e um gol atrás do brasileiro Rivaldo, que marcou 107 gols em 198 jogos. Messi é o 15º da lista com 158 gols em 208 jogos (0,76 por partida). O líder ainda é Telmo Zarra, com 251 gols em 277 jogos.

Com mais seis jogos pela frente, Cristiano Ronaldo poderá aumentar ainda mais seu recorde de gols e assim ajudar o Real Madrid e terminar com o ataque mais positivo em toda a história do Campeonato Espanhol. Hoje, o time de José Mourinho soma 104 gols em 32 jogos. O recorde é do próprio Real Madrid, que em 1989/90 marcou 107 gols.

Ganhador da Chuteira de Ouro (prêmio entregue ao jogador com mais gols nos campeonatos nacionais da Europa) duas vezes, Cristiano Ronaldo lidera o ranking da temporada 2011/12. Vencedor em 2007/08, quando jogava pelo Manchester United, e em 2010/11, o português pode se tornar o primeiro jogador a levar o troféu pela terceira vez na história. Messi, com 39 gols, é o único jogador que pode estragar os planos de Ronaldo. Van Persie, o terceiro da lista, tem 26 gols no Campeonato Inglês.

Se mantiver a média de 1,25 gol por partida até a última rodada, Cristiano Ronaldo deverá marcar, pelo menos, mais 7 gols nesse Campeonato Espanhol nas últimas seis rodadas. Com isso, poderá igualar o recorde do romeno Dudu Georgescu desde que o prêmio chuteira de ouro foi criado, em 1968. Geogerscu marcou 47 gols em 1976/77 pelo Campeonato Romeno.

Se pegarmos toda a história, porém, Cristiano Ronaldo ainda está longe de atingir o recorde de gols em um só campeonato. Veja abaixo os recordistas de gols:

Gols Jogador Clube (País) Temporada
67 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1924/25
66 Ferenc DEÁK Szentlörinci AC (Hungria) 1945/46
60 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
60 Héctor Horace SCOTTA San Lorenzo (Argentina) 1975
59 Refik RESMJA Partizani Tirana (Albânia) 1951
59 Ferenc DEÁK Ferencváros (Hungria) 1948/49
58 PELÉ Santos (Brasil) *1958
58 José Saturnino CARDOZO Toluca (Mexico) 2002/03
57 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1943/44
56 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1938/39
55 Frederick ROBERTS Glentoran (Irlanda do Norte) 1931/32
52 David BROWN New York Giants (EUA) 1926/27
52 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1931/32
51 Guyla ZSENGELLÉR Újpesti (Hungria) 1945/46
50 Joseph Absolom BAMBRICK Linfield (Irlanda do Norte) 1930/31
50 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1935/36
50 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1939/40
50 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1947/48
50 Giorgio CHINAGLIA New York Cosmos (EUA) **1980
49 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1926/27
49 Archibald McPherson STARK Bethlehem Steel (EUA) 1928/29
49 Thomas WARING Aston Villa (Inglaterra) 1930/31
49 Ladislau BONYHÁDI IT Arad (Romania) 1947/48
49 Uwe SEELER Hamburgo (Alemanha Ocidental) 1959/60
49 PELÉ Santos (Brasil) * 1965
49 Joaquín BOTERO Bolívar (Bolivía) 2002
48 Ferenc DEÁK Szentlörinci (Hungria) 1946/47
47 James Edward McGRORY Celtic (Escócia) 1927/28
47 Arsenio Pastor ERICO Independiente (Argentina) 1937
47 PELÉ Santos (Brasil) * 1961
47 Dudu GEORGESCU Dinamo Bucureste (Romênia) 1976/77
46 Ferenc PUSKÁS Bíró Kispest (Hungria) 1948/49
46 Héctor Casimiro YAZALDE Sporting (Portugal) 1973/74
45 Duncan WALKER Saint Mirren (Escócia) 1921/22
45 William Ralph DEAN Everton (Inglaterra) 1927/28
45 William MacFADYEN Motherwell (Escócia) 1932/33
45 Josef BICAN Slavia Praga (Tchecoslováquia) 1941/42
45 Ferenc SZUSZA Újpesti (Hungria) 1945/46
45 PELÉ Santos (Brasil) * 1959
45 Ara HAKOBIAN Banants Yerevan (Armênia) 2003/04

* Campeonato Paulista
** NASL League (EUA)

(fonte site www.rsssf.com)

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 4 de abril de 2012 Futebol Europeu, História, Liga dos Campeões | 18:24

Os clubes que mais chegaram à semifinal na Liga dos Campeões

Compartilhe: Twitter

Foram definidos hoje os dois últimos semifinalistas da Liga dos Campeões da Europa de 2012. Como já era esperado, Real Madrid, que passou fácil pelo APOEL, e Chelsea, que superou o Benfica, irão enfrentar Bayern de Munique e Barcelona, respectivamente nas semifinais.

Agora, quatro dos seis elencos mais caros do mundo do futebol seguem na briga pelo mais prestigiado título de clubes do mundo ( os outros dois clubes dessa lista são os eliminados Manchester City e Manchester United).

A briga por uma vaga na decisão de Munique, no próximo dia 19 de maio, começará daqui 15 dias, com o duelo entre Bayern e Real. No dia 18, enfrentam-se, em Londres, Chelsea e Barcelona.

Dos quatro semifinalistas, apenas o Chelsea luta pelo seu primeiro título da Liga dos Campeões. O Real Madrid, maior campeão, vai em busca da 10ª taça e luta para encerrar um jejum de dez anos sem conquistar a Europa e até mesmo de chegar à decisão da Champions. O técnico José Mourinho, campeão pelo Porto (2004) e pela Internazionale (2010), briga para ser o primeiro técnico campeão por três diferentes clubes na história da competição.

Por outro lado, o Barcelona, quer o bicampeonato, algo que não acontece desde 1990 (quando o Milan foi bicampeão). O técnico Guardiola também quer o seu terceiro título da Liga, que o colocaria como o maior campeão ao lado do inglês Bob Paisley, tricampeão com o Liverpool em 1977, 1978 e 1981.

Já o Bayern de Munique quer repetir a façanha de conquistar a Liga dos Campeões em casa, como o Real Madrid, de 1957, e a Internazionale, de 1965.

Dos quatro semifinalistas, Real Madrid e Barcelona ainda não perderam na competição e trazem as melhores campanhas. Chelsea e Bayern de Munique, já perderam duas vezes e irão fazer a primeira partida em casa.

Campanhas PG J V E D GP GC
Real Madrid 28 10 9 1 0 32 6
Barcelona 26 10 8 2 0 33 3
Bayern Munique 22 10 7 1 2 22 7
Chelsea 20 10 6 2 2 21 9

,

Nos últimos 20 anos, desde que a competição mudou de nome e formado, passando de Copa dos Campeões para Liga dos Campeões, os quatro semifinalistas de 2012 comprovaram sua força na competição e chegaram mais uma vez entre os quatro primeiros. Esses quatro clubes, além do Manchester United-ING e o Milan-ITA, são os que mais chegaram à semifinal na história da Liga dos Campeões. O Barcelona, clube que mais vezes foi à semifinal desde 1992, chegou pela quinta vez consecutiva entre os quatro primeiros. Confira abaixo:

Semifinalistas da Liga dos Campeões (desde 1992)

Clube Semifinais Anos
Barcelona 9 94, 00, 02, 06, 08, 09, 10, 11 e 12
Manchester United 7 97, 99, 02, 07, 08, 09 e 11
Milan 7 93, 94, 95, 03, 05, 06 e 07
Real Madrid 7 98, 00, 01, 02, 03, 11 e 12
Bayern Munique 6 95, 99, 00, 01, 10 e 12
Chelsea 6 04, 05, 07, 08, 09 e 12
Juventus 5 96, 97, 98, 99 e 03

.

Agora, se pegarmos todas as edições da competição, desde 1955, o Real Madrid segue disparado como o clube que mais vezes participou de uma semifinal.

Semifinalistas da Copa/Liga dos Campeões (desde 1955)

Clube Semifinais
Real Madrid 22
Barcelona 14
Bayern Munique 14
Milan 13
Manchester United 12
Juventus 10
Liverpool 9
Benfica 8
Internazionale 8
Ajax 8
Chelsea 6

.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 27 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Liga dos Campeões | 23:24

Kaká se aproxima de Rivaldo, o maior goleador brasileiro na Liga

Compartilhe: Twitter

Com o gol marcado hoje, contra o APOEL, nas quartas de final da Liga dos Campeões, o meia Kaká chegou a marca de 26 gols na história da competição e se tornou o segundo brasileiro com mais gols no torneio europeu desde 1955. O gol de hoje serviu para deixar Kaká a apenas um gol da marca de Rivaldo, autor de 27 gols, sem contar a fase preliminar da competição

Pelo Milan, em cinco edições de Champions League, Kaká disputou 56 jogos e marcou 23 gols. Foi semifinalista em 2006, vice em 2005 e campeão em 2007, ano em que também foi o principal artilheiro da Liga dos Campeões com 10 gols. Já pelo Real Madrid, Kaká disputou as últimas três edições. Caiu nas oitavas de final em 2010, na semifinal em 2011 e agora está praticamente garantido novamente na semifinal. Pelo clube merengue, o meia fez 16 jogos e anotou 3 gols, contando o de hoje. Assim, no total, Kaká soma 72 jogos e 26 gols.

Apesar da marca histórica, Kaká ainda está longe do seu ideal. Hoje, o meia disputou seu 86º jogo pelo Real em três temporadas e começou no banco pela 24ª vez. Cristiano Ronaldo, que chegou ao clube na mesma época, fez o seu 135º jogo, o 129º como titular. Nesse período, marcou 133 gols contra 23 de Kaká.

Confira abaixo a lista dos maiores artilheiros da história da Liga dos Campeões e da antiga Copa dos Campeões (sem contar as partidas de fases preliminares) e também os brasileiros com mais gols no torneio:

Pos. Jogador País Gols Jogos Média Anos
Raúl ESP 71 140 0,51 95-11
Van Nistelrooy HOL 56 73 0,77 98-09
Henry FRA 50 110 0,45 97-10
Di Stéfano ESP 49 64 0,77 55-64
Messi ARG 49 64 0,77 04-12
Shevchenko UCR 48 100 0,48 94-11
Eusébio POR 47 64 0,73 61-74
F. Inzaghi ITA 46 80 0,58 97-10
Del Piero ITA 42 88 0,48 95-09
10º Drogba CMA 37 71 0,52 03-12
11º Puskas HUN 36 41 0,88 72-77
12º Gerd Müller ALE 35 35 1,00 03-12
13º C. Ronaldo POR 34 77 0,44 03-12
17º Rivaldo BRA 27 73 0,37 97-07
20º Kaká BRA 26 72 0,36 04-12
21º Jardel BRA 25 42 0,60 97-01
21º Élber BRA 25 62 0,40 07-04
24º Mazzola BRA 24 28 0,86 60-76
Juninho Per. BRA 18 65 0,28 01-08
Ronaldinho BRA 18 50 0,36 01-10
Romário BRA 16 36 0,44 89-95
Roberto Carlos BRA 16 120 0,13 98-05
Ronaldo BRA 14 35 0,40 99-07
Sonny Anderson BRA 14 34 0,41 98-03
Adriano BRA 14 25 0,56 05-09
Evaristo Macedo BRA 11 20 0,45 60-65
Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 12 de março de 2012 Estatísticas | 16:16

Palmeiras, Juventus-ITA e as maiores invencibilidades

Compartilhe: Twitter

Com a vitória por 6 x 2, ontem, pelo Campeonato Paulista, o Palmeiras manteve a sua invencibilidade na competição, chegando a 13 jogos sem derrota na temporada de 2012. E com os cinco jogos sem derrota na reta final do Brasileirão, o time de Felipão já soma 18 jogos sem saber o que é perder. Curiosamente, o time não perdeu mais depois de amargar uma sequência de 10 partidas sem vitória no Brasileirão, sua pior marca na história da competição.

No Brasil, dos 248 clubes dos 22 estaduais que já começaram, apenas 10 clubes ainda não perderam. No Acre, foi disputada apenas a primeira rodada.  Só nos estaduais, a maiores invencibilidades são do Fortaleza, Coritiba e Cianorte-PR, que já jogaram 14 partidas. Somando os jogos dos final de 2011, a maior sequência invicta do país é mesmo do Palmeiras, que não perde há 18 jogos. Os outros clubes que ainda não perderam foram: Botafogo (12 jogos); Atlético-MG (6); Luziânia-DF, Aquidauanense-MS e Itaporã-MS (5); Tocantinópolis-TO; e Guaraí-TO (4).

Na Europa, a Juventus defende a maior invencibilidade com 30 jogos sem derrota na temporada 2011/12. Pelo Campeonato Italiano, onde é vice-líder, a Juve não perdeu em 27 jogos (13 vitórias e 14 empates). O time de Turim está a 4 pontos do Milan, que já perdeu quatro vezes. Pela Copa da Itália, a Juventus não perdeu (ganhou do Bologna, Roma e Milan).

Caso consiga o scudetto no Italiano sem perder, a Juventus irá igualar o seu feito de 1905 e quebrar uma marca que já dura 20 anos (o último campeão invicto na Itália foi o Milan, na temporada 1991/92). Mas para quebrar o recorde de invencibilidade no Campeonato Italiano ainda falta bastante para a Juventus. Contando o útimo jogo da temporada passada, o clube soma 28 jogos em derrota. Para alcançar o recordista Milan, que ficou 58 jogos sem perder entre 26/5/1991 e 14/3/1993, ainda faltam 30 jogos. A Juve teria que passar o restante dessa temporada (11 jogos) e mais 19 rodadas da próxima sem perder para superar. Difícil.

Na atual temporada (2011/12) dos campeonatos nacionais disputados na Europa, apenas quatro clubes ainda não perderam. Além da Juventus-ITA e seus 27 jogos, ainda não foram derrotados o Dínamo Kiev-UCR (22 jogos), o Sheriff-ROM (19) e o Debreceni-HUN (também 19 jogos). Na Alemanha, o líder Borussia Dortmund, que começou mal a temporada, já soma 19 jogos sem derrota e a nove rodadas para o fim da Bundesliga já abriu 5 pontos sobre o Bayern Munique, ficando muito próximo do bicampeonato.

No Campeonato Espanhol, o Real Madrid chegou a sua 11ª vitória consecutiva, superando a sequência de 10 vitórias seguidas no primeiro turno. Com 10 pontos de vantagem sobre o Barcelona, o Real está próximo de tirar o tri do Barcelona. Faltando 12 rodadas para o final do campeonato, o time de José Mourinho poderá ainda alcançar marcas históricas nessa temporada. Com 23 vitórias, precisa de mais 9 em 12 jogos para quebrar o recorde de vitórias em uma só edição. Em 2009/10, Barça e Real conseguiram 31 vitórias cada. E com mais 4 vitórias fora de casa, poderá superar o Barça, que conseguiu 14 vitórias como visitante na temporada passada. Agora, caso vença seus próximos cinco jogos, o Real iguala a marca de vitórias consecutivas do Barcelona (16), também da temporada 2010/11.

Já na Argentina, o Boca Juniors-ARG perdeu sua invencibilidade de 36 jogos no campeonato nacional ao ser derrotado num jogaço contra o Independiente. Depois de sair perdendo no primeiro tempo por 3 x 1, o Boca virou para 4 x3 na segunda etapa, mas levou a virada com gols de Farías, ex-Cruzeiro, aos 44 e aos 49 minutos. Curiosamente, o jogo marcou o encontro entre o líder Boca e o lanterna Independiente, que havia perdido todos os seus quatro jogos no Torneo Clausura. Desde a era do profissionalismo, essa foi a 10ª partida em que o Boca levou 5 gols ou mais em seu temido estádio. A última vez foi em 1996, quando apanhou de 6 x 0 do Gimnasia La Plata. Curiosamente, naquele dia, Guillermo Schelloto marcou três gols na Bombonera, feito repetido ontem por Farías.

As outras vezes em que o Boca levou cinco ou mais gols em casa foram: 4 x 6 Racing (1995); 1 x 6 San Martín de Tucumán (1988); 1 x 5 Newell’s Old Boys (1987); 2 x 5 Independiente (1980); 2 x 5 River Plate (1980); 1 x 5 Gimnasia de Mendoza (1978); 3 x 5 San Lorenzo (1975); e 2 x 5 San Lorenzo (1943).

Antes de Farías, outro jogador havia marcado três gols no Boca Juniors em plena Bombonera. Há um ano, Denis Stracqualursi, do Tigre, marcou os três gols do seu time no empate por 3 x 3.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

domingo, 8 de janeiro de 2012 Futebol Europeu, Prêmiação | 18:02

Os números de Messi, Cristiano Ronaldo e Xavi em 2011

Compartilhe: Twitter

A Fifa irá divulgar amanhã, a partir das 16h (horário de Brasília), o vencedor do prêmio Bola da Ouro 2011 ao melhor jogador do mundo da última temporada. Os três finalistas já são velhos conhecidos. O atacante argentino Lionel Messi, o grande favorito à conquista, vem para a sua quinta cerimônia de premiação. Em 2007 e 2008, ficou atrás de Kaká e Cristiano Ronaldo, respectivamente, e nos últimos dois anos levou para a casa o prêmio de melhor do mundo. Seu companheiro de clube, o espanhol Xavi, foi o 5º melhor do mundo em 2008, e o 3º em 2009 e em 2010. Já o português Cristiano Ronaldo foi o vencedor em 2008, ficou em 2º em 2009, 3º em 2007 e 10º em 2006.

Em 2011, esses três finalistas tiveram uma temporada sensacional. Cristiano Ronaldo quebrou o recorde de gols em uma só edição do Campeonato Espanhol (40 gols em 34 jogos), conquistou a Copa do Rei da Espanha e foi o grande nome do time de José Mourinho no ano. Seu azar foi ter pela frente um Barcelona praticamente imbatível. Nessa equipe histórica, Messi e Xavi foram os grandes destaques. O atacante argentino, com seus gols e jogadas espetaculares, comandou o time nos títulos Espanhol, da Liga dos Campeões, Mundial de Clubes, Supercopa Europeia e Supercopa Espanhola. Já o meia Xavi, foi fundamental nessas mesmas conquistas e ainda brilhou com a camisa da Seleção Espanhola, que fechou o ano como a número um do ranking da Fifa.

Confira abaixo o resumo da temporada dos três finalistas ao prêmio da Bola de Ouro Fifa 2011:

CRISTIANO RONALDO

Campeonato Jogos Gols Assistências Amarelos Vermelhos
Espanhol 34 40 11 2 0
Copa da Espanha 4 3 0 2 0
Supercopa Espanhola 2 1 0 1 0
Liga dos Campeões 10 5 4 1 0
Amistosos (Real Madrid) 7 7 0 0 0
Eliminatórias da Euro 6 5 1 0 0
Amistosos (Portugal) 2 2 0 0 0
Total 65 63 16 6 0

Título: Copa da Espanha 2010/11
Artilharia: Campeonato Espanhol 2010/11

MESSI

Campeonato Jogos Gols Assistências Amarelos Vermelhos
Espanhol 35 31 15 4 0
Copa da Espanha 5 6 0 1 0
Supercopa Espanhola 2 3 2 0 0
Liga dos Campeões 12 12 5 1 0
Supercopa Europeia 1 1 0 0 0
Mundial de Clubes 2 2 1 0 0
Amistosos (Barcelona) 1 2 0 0 0
Copa América 4 0 3 0 0
Eliminatórias Conmebol 4 2 1 0 0
Amistosos (Argentina) 5 2 1 0 0
Total 71 61 28 6 0

Títulos: Campeonato Espanhol 2010/11, Supercopa Espanhola 2011, Liga dos Campeões 2010/11, Supercopa Europeia 2011 e Mundial de Clubes 2011
Artilharias: Copa do Espanha 2011, Liga dos Campeões 2010/11, Supercopa Europeia 2011, Mundial de Clubes 2011

XAVI

Campeonato Jogos Gols Assistências Amarelos Vermelhos
Espanhol 32 5 5 5 0
Copa da Espanha 7 1 2 0 0
Supercopa Espanhola 2 0 1 0 0
Liga dos Campeões 11 3 0 0 0
Supercopa Europeia 1 0 0 0 0
Mundial de Clubes 1 1 0 0 0
Amistosos (Barcelona) 2 0 0 0 0
Eliminatória da Euro 5 2 3 0 0
Amistosos (Espanha) 5 0 1 0 0
Total 66 12 12 5 0

Títulos: Campeonato Espanhol 2010/11, Supercopa Espanhola 2011, Liga dos Campeões 2010/11, Supercopa Europeia 2011 e Mundial de Clubes 2011
Artilharia:

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 4 de novembro de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 15:35

O que Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo fizeram em 2011

Compartilhe: Twitter

Três dos principais candidatos ao prêmio Bola de Ouro da Fifa de 2011, Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo tiveram, até agora, um ano sensacional. Tanto em relação a gols, conquistas e atuações. Mas principalmente em seus respectivos clubes. Curiosamente, pelas seleções, o trio brilhou pouco em 2011.

Presentes na lista dos 23 candidatos ao prêmio da Fifa e da revista France Football, os três maiores craques da atualidade deverão figurar entre os três finalistas. A cerimônia de entrega será daqui um mês, no dia 5 de dezembro, antes do Mundial de Clubes, que começará no dia 8 de dezembro.

Neymar, único jogador que não atua na Europa entre os 23 candidatos, conquistou dois títulos em 2011: a Copa Libertadores e o Campeonato Paulista. No ano, o craque santista fez 28 gols em 55 partidas (sem contar o Sub-20). Pela Seleção Brasileira, conquistou o torneio Superclássico das Américas (entre Brasil e Argentina), mas fracassou junto com o time de Mano Menezes na Copa América. Aos 19 anos, Neymar está com 169 jogos como profissional e 86 gols marcados (andam contabilizando mais 10 gols dele pelas seleções Sub-17 e Sub-20).

Já o argentino Messi, atual bicampeão do prêmio de melhor jogador do ano da Fifa, pelo o que fez em 2011, talvez seja o favorito a conquistar o troféu mais uma vez. Pelo Barcelona, Messi fez 51 gols em 60 jogos. Em 2011, foi campeão e artilheiro da Liga dos Campeões da Europa, levantou ainda o Campeonato Espanhol, a Supercopa Espanhola e a Supercopa Europeia. Pela Seleção Argentina, também acabou tendo um desempenho ruim no ano, sendo eliminado nas quartas-de-final da Copa América. Recentemente, Messi superou a casa dos 200 gols pelo Barcelona. Com os três gols no meio de semana, pela Liga dos Campeões, chegou a 202 pelo clube catalão.

Cristiano Ronaldo, com a seleção, foi o que menos jogou entre os três, disputando apenas cinco partidas no ano, pelas Eliminatórias da Eurocopa, onde conseguiu apenas levar o time português à repescagem. Pelo Real Madrid, no entanto, Ronaldo fez bonito. Foi o artilheiro do Campeonato Espanhol com o recorde de 40 gols e conquistou a Copa do Rey da Espanha. Dos três, é o que tem a melhor média de gols, com quase um por partida (47 gols em 48 jogos). Eleito o melhor jogador do mundo em 2008, Cristiano Ronaldo chegou a marca dos 100 gols pelo Real Madrid no meio de semana, quando marcou dois gols na vitória sobre o Lyon.

Veja o resumo dos três craques em 2011, entre janeiro e o início de novembro:

MESSI
Campeonato Espanhol 2010/11 – 19 jogos, 14 gols (campeão)
Campeonato Espanhol 2011/12 – 10 jogos, 13 gols (vice-líder)
Copa do Rey da Espanha – 6 jogos, 6 gols (vice-campeão)
Supercopa Espanhola – 2 jogos, 3 gols (campeão)
Liga dos Campeões 2010/11 – 7 jogos, 6 gols (campeão)
Liga dos Campeões 2011/12 – 4 jogos, 5 gols (líder do seu grupo na 1ª fase)
Supercopa Europeia – 1 jogo, 1 gol (campeão)
Seleção Argentina – 11 jogos, 3 gols (5ª da Copa América)
Total –  60 jogos, 51 gols

.

CRISTIANO RONALDO
Campeonato Espanhol 2010/11 – 18 jogos, 23 gols (vice-campeão)
Campeonato Espanhol 2011/12 – 10 jogos, 10 gols (líder)
Copa do Rey da Espanha – 5 jogos, 3 gols (campeão)
Supercopa Espanhola – 2 jogos, 1 gol (vice-campeão)
Liga dos Campeões 2010/11 – 4 jogos, 2 gols (3º colocado)
Liga dos Campeões 2011/12 – 4 jogos, 4 gols (líder do seu grupo na 1ª fase)
Seleção Portuguesa – 5 jogos, 4 gols (Classificado para a Repescagem da Euro)
Total –  48 jogos, 47 gols

.

NEYMAR
Campeonato Paulista – 11 jogos, 4 gols (campeão)
Copa Libertadores – 13 jogos, 6 gols (campeão)
Campeonato Brasileiro – 18 jogos, 11 gols (10º colocado)
Seleção Brasileira – 13 jogos, 7 gols (8º na Copa América e campeão do Superclássico das Américas)
Total –  55 jogos, 28 gols

.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 11 de maio de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:23

Cristiano Ronaldo próximo de recorde histórico

Compartilhe: Twitter

Ao anotar 7 gols nos últimos dois jogos, o atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, deixou o argentino Lionel Messi para trás na tabela de artilheiros do Campeonato Espanhol (36 a 31) e agora está muito próximo de alcançar uma marca histórica na Espanha.

Se marcar mais dois gols nas últimas duas rodadas (enfrentará o Villarreal fora de casa e o lanterna Almería, em casa), Cristiano Ronaldo poderá igualar o recorde de gols em uma só temporada, que pertencen a Telmo Zarra (1950/51) e Hugo Sánchez (1989/90). Se jogar esses dois jogos e marcar mais dois, Ronaldo chegará ao recorde em 34 partidas. Zarra disputou 30 e Hugo Sánchez 35 jogos.

Com os três gols que marcou ontem, na goleada por 4 x 0 sobre o Getafe, Cristiano Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história do Real Madrid em apenas uma temporada. O português chegou a marca de 49 gols, superando  Puskas, que anotou 47 gols na temporada 1959/60.

De quebra, Cristiano Ronaldo chegou ao seu sexto hat-trick no Campeonato Espanhol (três gols em um único jogo), alcançando uma marca história no Campeoanto Espanhol.

Na temporada 2010/11, Cristiano Ronaldo já soma 49 gols em 52 jogos por competições oficiais. Aos 26 anos, o português atinge seus melhores números na carreira. Confira:

.

.

.

.

.

.

.

Veja também quais são os maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais do mundo:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 27 de abril de 2011 Futebol Europeu | 23:53

A fantástica e insuperável posse de bola do Barcelona

Compartilhe: Twitter

Virtual finalista da Liga dos Campeões, o Barcelona vem massacrando seus rivais na Liga dos Campeões com sua eficiente e poderosa posse de bola. A equipe de Guardiola, que chegou à sua terceira semifinal de Champions League e está próxima de ser bicampeã, praticamente não dá chances aos adversários. Hoje, o que se viu em Madri, foi um amplo domínio do Barça, mesmo jogando na casa do maior rival.

Na primeira partida da semifinal, o Barcelona ficou com a bola durante 43 minutos e 23 segundos, contra apenas 17’9” do Real Madrid. Do tempo de bola em jogo, o Barça teve uma posse de 72% contra apenas 28% do Real. Tudo bem que desde os 16 minutos do segundo tempo o time Catalão ficou com um jogador a mais. Mas se pegarmos os jogos anteriores, nenhum clube foi capaz de chegar perto do Barcelona.

Confira a campanha do Barça nessa Liga dos Campeões e a porcentagem de posse de bola de cada partida:
Primeira Fase (Grupos)
14/09/2010  – Barcelona 5 x 1 Panathinaikos-GRE – 74% x 26%
29/09/2010 – Rubin Cazan-RUS 1 x 1 Barcelona – 25% x 75%
20/10/2010 – Barcelona 2 x 0 Copenhegem-DIN – 64% x 36%
02/11/2010 – Copenhegem-DIN 1 x 1 Barcelona 72% x 28%
24/11/2010  – Panathinaikos-GRE 0 x 3 Barcelona 26% x 74%
07/12/2010 – Barcelona 2 x 0 Rubin Cazan-RUS 74% x 26%

Oitavas-de-final
16/02/2011  – Arsenal-ING 2 x 1 Barcelona – 39% x 61%
08/03/2011 – Barcelona 3 x 1 Arsenal-ING 68% x 32%

Quartas-de-final

06/04/2011  – Barcelona 5 x 1 Shakhtar Donestk-UCR – 64% x 36%
12/04/2011 – Shakhtar Donestk-UCR 0 x 1 Barcelona – 38% x 62%

Semifinal
27/04/2011  – Real Madrid 0 x 2 Barcelona – 72% x 28%

Pelo Campeonato Espanhol, a história também não muda. Dos 33 jogos do clube na temporada 2010/11, o Barcelona foi superior em simplesmente todas as partidas. Seu pior aproveitamento de posse bola foi na partida contra o Valencia, na 6ª rodada, quanto obteve 54% contra 46% do adversário. Confira:

Campeonato Espanhol 2010/11
29/08/2010  – Racing Santander 0 x 3 Barcelona – 40% x 60%
11/09/2010  – Barcelona 0 x 2 Hércules – 76% x 24%
19/09/2010  – Atlético de Madri 1 x 2 Barcelona – 32% x 68%
22/09/2010  – Barcelona 1 x 0 Sporting Gijón – 78% x 22%
25/09/2010  – Athletic Bilbao 1 x 3 Barcelona – 26% x 74%
03/10/2010  – Barcelona 1 x 1 Mallorca – 72% x 28%
16/10/2010  – Barcelona 2 x 1 Valencia – 54% x 46%
23/10/2010  – Zaragoza 0 x 2 Barcelona – 27% x 73%
30/10/2010  – Barcelona 5 x 0 Sevilla – 73% x 27%
07/11/2010  – Getafe 1 x 3 Barcelona – 32% x 68%
13/11/2010  – Barcelona 3 x 1 Villarreal – 65% x 35%
20/11/2010  – Almería 0 x 8 Barcelona – 27% x 73%
29/11/2010  – Barcelona 5 x 0 Real Madrid – 63% x 38%
04/12/2010  – Osasuna 0 x 3 Barcelona – 30% x 70%
12/12/2010  – Barcelona 5 x 0 Real Sociedad – 78% x 22%
18/12/2010  – Espanyol 1 x 5 Barcelona – 39% x 61%
02/01/2011  – Barcelona 2 x 1 Levante – 80% x 20%
08/01/2011  – La Coruña 0 x 4 Barcelona – 26% x 74%
16/01/2011  – Barcelona 4 x 1 Málaga – 72% x 28%
22/01/2011  – Barcelona 3 x 0 Racing Santander 70% x 30%
29/01/2011  – Hércules 0 x 3 Barcelona – 27% x 73%
05/02/2011  – Barcelona 3 x 0 Atlético de Madri 68% x 32%
12/02/2011  – Sporting Gijón 1 x 1 Barcelona – 24% x 76%
20/02/2011  – Barcelona 2 x 1 Athletic Bilbao – 75% x 25%
26/02/2011  – Mallorca 0 x 3 Barcelona – 27% x 73%
02/03/2011  – Valencia 0 x 1 Barcelona 38% x 62%
05/03/2011  – Barcelona 1 x 0 Zaragoza 80% x 20%
13/03/2011  – Sevilla 1 x 1 Barcelona – 25% x 75%
19/03/2011  – Barcelona 2 x 1 Getafe – 75% x 25%
02/04/2011  – Villarreal 0 x 1 Barcelona – 28% x 72%
09/04/2011  – Barcelona 3 x 1 Almería – 73% x 27%
16/04/2011  – Real Madrid 1 x 1 Barcelona – 28% x 72%
23/04/2011  – Barcelona 2 x 0 Osasuna – 70% x 30%


Barcelona Barcelona
Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Futebol Europeu, História | 11:24

Curiosidades sobre a final da Copa do Rei

Compartilhe: Twitter

Barcelona e Real Madrid decidirão amanhã a final da Copa del Rey. Tradicional competição, a Copa da Espanha é disputada desde 1903 e tem como maior vencedor o clube catalão, com 25 títulos. Ao contrário da lista de títulos do campeonato nacional, onde o Real Madrid é o maior campeão, na Copa do Rei quem manda é o Barça.

Até hoje, os dois gigantes do futebol mundial se enfrentaram em apenas cinco das 106 finais. Em 1936 e em 1974, deu Real, com vitórias por 2 x 1 e 4 x 0, respectivamente. Em 1968, o Barcelona foi campeão ao vencer a final por 1 x 0. Já em 1983, o Barça foi campeão, com Maradona, ao vencer por 2 x 1. Sete anos depois, em 1990, deu Barcelona novamente (2 x 0). No geral, pela Copa do Rei, os rivais já se enfrentaram 28 vezes, com 14 vitórias do Barcelona, 5 empates e 9 vitórias do Real Madrid. Nos confrontos diretos entre eles em 16 edições, o Barcelona se deu melhor em 9, contra 7 do Real Madrid.

Pela Copa, a última vez que Barça e Real se enfrentaram foi em 1997, nas oitavas de final, quando o Barcelona eliminou o rival (3 x 2 na ida e 1 x 1 na volta). No primeiro jogo, os brasileiros Ronaldo e Giovanni e o espanhol Nadal marcaram os gols do Barcelona. Suker e Hierro fizeram para o Real. Na volta, Suker fez o gol do Real e Roberto Carlos (contra), fez o gol do Barça.

Outra curiosidade envolvendo o superclássico, é que pela Copa do Rei, o Real Madrid conquistou sua maior vitória sobre o rival, enfiando 11 x 1 na semifinal da Copa de 1943.

No geral, Barcelona e Real Madrid já se enfrentaram 241 vezes, com 100 vitórias do Barcelona, 52 empates e 89 vitórias do Real Madrid.

Confira abaixo os maiores campeões da Copa do Rei da Espanha e também dos principais países do Velho Continente.

Espanha – Copa do Rei
Final – Barcelona x Real Madrid (dia 20/04/2011)

.

.

.

.

.

.

.

Inglaterra – FA Cup
Final – Manchester City x Stoke City (dia 14/05/2011)

.

.

.

.

.

.

.

.

..

.

.

Itália – Coppa Italia
Semifinal: Roma x Inter e Palermo x Milan (dias 19 e 20/4 e 10 e 11/5)

.

.

.

.

.

.

.

.

Alemanha – DFB-Pokal
Final: Duisburg x Schalke 04 (dia 21/5/2011)

.

.

.

.

.

.

.

França – Coupe de France
Semifinal: Nice x Lille (dia 19/4/2011) e Angers x Paris Saint-Germain (dia 20/4/2011)

.

.

.

.

.

.

.

Portugal – Taça de Portugal
Final: Vitória de Guimarães x Benfica ou Porto (dia 22/5/2011)

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu, História | 11:56

Curiosidades e estatísticas dos finalistas da Champions League

Compartilhe: Twitter

A Uefa irá sortear amanhã de manhã os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Dos oito finalistas, apenas o Shakhtar Donestk, da Ucrânia, nunca chegou nessa fase da competição. Chelsea, Tottenham e Schalke 04 brigam pelo título inédito. Já a Internazionale, atual campeã, luta pelo bicampeonato, algo que não acontece desde 1990, quando o rival Milan conquistou o bi.

O Real Madrid, que ontem eliminou o Lyon, é o maior campeão com 9 títulos e também o que mais vezes chegou nas quartas de final na história da competição (28 vezes contra 17 do Manchester United, 15 do Barcelona, 12 da Inter, 7 do Chelsea, 3 do Schalke e 2 do Tottenham). A classificação do time do técnico José Mourinho foi a primeira para as quartas desde 2004. De 2005 para cá, o time só morreu nas oitavas de final. O treinador português, aliás, segue com uma aproveitamento incrível como mandante com o Real Madrid nessa temporada. Em 30 jogos, venceu todos (incluindo jogos do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei), com 75 gols marcados e apenas 8 sofridos.

Já o Manchester United, tem como grande estrela o técnico Alex Ferguson. O escocês, no comando do clube inglês desde 1986, alcançou sua 100ª vitória na história da Liga dos Campeões ao bater na última terça-feira o Olympique de Marselha. Recordista de jogos e vitórias na competição, Ferguson detém o recorde 12 participações nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Confira abaixo o retrospecto histórico dos oito finalista da Champions League:

Dos oito clubes finalistas, o ucraniano Shakhtar Donestk é o que mais conta com brasileiros no elenco. São sete, curiosamente todos meias e atacantes. Confira abaixo o quem tem mais brazucas do elenco entre os oito finalista da Champions League:

xx

Estreante nas quartas de final,o Shakthar vem também com a melhor campanha entre os oito finalistas. Até agora, em 8 jogos, foram 7 vitórias e apenas uma derrota (1 x 5 para o Arsenal). Já Real Madrid e Manchester United seguem como os únicos invictos da competição. O Real Madrid, com 19 gols, tem o melhor ataque até aqui, ao lado do Tottenham. Porém, os ingleses fizeram dois jogos a mais, já que disputaram a fase preliminar. O Manchester, com apenas dois gols sofridos, tem a melhor defesa. Confira abaixo o desempenho das equipes nessa Champions League:

.

.

.

.

.

Comandado pelo argentino Lionel Messi, o Barcelona, grande favorito ao título, tem o elenco mais caro dessa Liga dos Campeões, avaliado em mais de 470 milhões de euros. Já a campeã Internazionale chega para as quartas de final com o elenco de maior média de idade. Confira abaixo os elencos mais caros e as maiores médias de idade das equipes dessa Champions League:

Competição que leva mais de 40 mil pessoas em média aos estádios, a Liga dos Campeões está bem representada nessa fase de quartas de final com equipes que costumam encher os estádios. Curiosamente, a campeã Inter é a equipe com a menor média de ocupação dos estádios até agora. Veja abaixo as médias de público e quem mais enche o estádio entre os oito finalistas:

Artilheiro da Liga dos Campeões em 2009, com 9 gols, e em 2010, com 8 gols, Lionel Messi é um dos principais artilheiros dessa Liga dos Campeões, com 8 gols, ao lado do ex-companheiro Samuel Eto’o. Caso termine como artilheiro, Messi irá igualar os recordes de Gerd Müller (1973/74/75) e Jean-Pierre Papin (1990/91/92), os únicos que conseguiram ser artilheiros três vezes consecutivas da competição. Veja abaixo os princiais artilheiros dos oito finalistas dessa Liga dos Campeões:

.

.

.

.

.

Apenas amanhã conheceremos os confrontos das quartas de final. Alguns deles, no entanto, poderão ser inéditos na história da competição. O Barcelona é o clube que mais enfrentou adversários classificados para as quartas. Dos sete, o time espanhol já jogou contra seis deles. Confira abaixo o resumo dos confrontos diretos entre os oito finalistas:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 23 de novembro de 2010 Estatísticas, Futebol Europeu | 00:27

O ótimo início de temporada de Messi e Cristiano Ronaldo

Compartilhe: Twitter

Os dois maiores jogadores do mundo na atualidade, Messi e Cristiano Ronaldo estão brilhando nos gramados europeus nesse início de temporada 2010/11. O atacante argentino Lionel Messi, marcou gols em todos os últimos oito jogos pelo Barcelona (além do gol contra o Brasil, no amistoso de seleções), e chegou a marca de 19 gols em jogos oficiais (contando Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e Copa del Rey).

Já Cristiano Ronaldo, com 15 gols, lidera a artilharia do Campeonato Espanhol, no qual é também líder pelo Real Madrid. Dois candidatos ao prêmio de melhor jogador do ano, Messi e Cristiano Ronaldo têm em comum também a fraca participação na última Copa do Mundo.

No último final de semana, os dois jogadores foram destaques de suas equipes ao marcarem 3 gols. Ronaldo fez os seus na goleada sobre o Athletic Bilbao (5 x 1 para o Real), enquanto Messi fez 3 na goleada por 8 x 0 sobre o Almería.

Os dois maiores ídolos do futebol mundial na atualidade irão se enfrentar na próxima segunda-feira, dia 29 de novembro, às 18h de Brasília, no encerramento da 13ª rodada do Campeonato Espanhol. O jogo, que será disputado no Camp Nou, pode ratificar a liderança do Real Madrid, que tem hoje um ponto a mais (32 a 31), ou a virada na tabela, caso o Barça vença a partida.

Messi e Cristiano Ronaldo entram em campo com alguns objetivos além desse, pela liderança. Messi, que já marcou 7 gols em 8 jogos contra o Real Madrid, nunca marcou gol em equipes dirigidas por José Mourinho, em 7 jogos. Já Cristiano Ronaldo nunca marcou gol contra o Barcelona, em cinco confrontos, além de nunca ter vencido no Camp Nou. No Campeonato Espanhol da temporada passada, o Barcelona venceu os dois jogos, ficou com o título e Messi ainda foi o artilheiro da competição com 34 gols, contra 26 de Cristiano Ronaldo.

Veja abaixo um quadro comparativo com o início de temporada de Messi e Cristiano Ronaldo por Barcelona e Real Madrid, respectivamente:

Cristiano Ronaldo Camp. Espanhol Liga dos Campeões Copa del Rey Total
Jogos 12 4 2 18
Minutos 1134 379 116 1629
Titular 12 4 1 17
Gols 15 1 1 17
Gols de cabeça 1 0 0 1
Gols de pênalti 4 0 0 4
Gols de falta 2 1 0 3
Faltas recebidas 34 6 5 45
Faltas cometidas 8 6 1 15
Impedimentos 3 0 2 5
Chutes a gol 90 31 13 134
Cartões amarelos 1 1 0 2
Cartões vermelhos 0 0 0 0
Assitências 22 5 4 31
Assitências para gol 4 1 0 5
Messi Camp. Espanhol Liga dos Campeões Copa del Rey Total
Jogos 10 4 1 15
Minutos 939 314 29 1282
Titular 10 3 0 13
Gols 13 5 1 19
Gols de cabeça 0 0 0 0
Gols de pênalti 0 0 0 0
Gols de falta 0 0 0 0
Faltas recebidas 11 5 0 16
Faltas cometidas 10 2 0 12
Impedimentos 11 4 0 15
Chutes a gol 49 26 2 77
Cartões amarelos 0 0 0 0
Cartões vermelhos 0 0 0 0
Assitências 25 8 1 34
Assitências para gol 5 1 0 6

x

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 28 de outubro de 2010 Estatísticas, Futebol Europeu, Técnicos | 11:25

José Mourinho e sua incrível invencibilidade caseira

Compartilhe: Twitter

O técnico José Mourinho, do Real Madrid, vem realizando uma ótima campanha pelo clube merengue, como já era esperado. O treinador português, de 47 anos, está na liderança do Campeonato Espanhol, venceu os três primeiros jogos da Liga dos Campeões e ainda não perdeu nos 18 jogos do Real na temporada, incluindo amistosos. Um dos técnicos mais vitoriosos da década, Mourinho segue firme na busca de mais um campeonato nacional (já foi bicampeão português (2003 e 2004), bicampeão inglês (2005 e 2006) e bicampeão italiano (2009 e 2010). Só não ganhou um título em 2007 foi ficou parado, sem clube. Pelo Real Madrid, no Campeonato Espanhol, Mourinho vem mantendo um ótimo aproveitamento em casa, sua grande especialidade. Até agora, venceu todos os seus quatro jogos.

Com isso, sua invencibilidade em jogos em casa por campeonatos nacionais já chega a 137 jogos. Até hoje, em dez temporadas e 155 jogos em casa, Mourinho perdeu apenas uma partida. Foi no dia 23 de fevereiro de 2002, quando o Porto perdeu para o Beira-Mar por 3 x 2. Seu aproveitamento, de 85,2% é sensacional pela grande quantidade de jogos. Para se ter uma ideia, o Corinthians, time de melhor aproveitamento caseiro no Brasileiro, tem 79,1%. Veja abaixo o desempenho do Mourinho em casa nos campeonatos nacionais já disputados por ele.

Temporada Clube PG J V E D GP GC S %
2000/01 Benfica (POR) 13 5 4 1 0 11 3 8 86,7%
2001/02 União Leiria (POR) 24 10 7 3 0 27 8 19 80,0%
2001/02 Porto (POR) 16 7 5 1 1 17 10 7 76,2%
2002/03 Porto (POR) 49 17 16 1 0 45 12 33 96,1%
2003/04 Porto (POR) 51 17 17 0 0 39 6 33 100,0%
2004/05 Chelsea (ING) 47 19 14 5 0 35 6 29 82,5%
2005/06 Chelsea (ING) 55 19 18 1 0 47 15 32 96,5%
2006/07 Chelsea (ING) 43 19 12 7 0 37 11 26 75,4%
2008/09 Internazionale (ITA) 47 19 14 5 0 37 18 19 82,5%
2009/10 Internazionale (ITA) 49 19 15 4 0 42 15 27 86,0%
2010/11 Real Madrid (ESP) 12 4 4 0 0 16 2 14 100,0%
Total 406 155 126 28 1 353 106 247 85,2%

..

Autor: Tags: ,

sábado, 10 de abril de 2010 Confrontos, Estatísticas, Futebol Europeu, História | 00:32

Barça x Real: o maior clássico do mundo

Compartilhe: Twitter

Títulos, história, rivalidade, jogadores, tudo faz com que o clássico Real Madrid x Barcelona seja o maior de todos no futebol mundial. Amanhã, 17h, os dois maiores clubes do planeta irão se confrontar no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, valendo a liderança do Campeonato Espanhol, que está a oito rodadas do fim.

Real e Barça estão empatados no topo da Liga Espanhola com 77 pontos cada e têm os melhores ataques e as melhores defesas da competição. O Real, pelo saldo de gols, está na frente (26 x 19). Chamado de “Jogo de Milênio” pela imprensa espanhola, o clássico reunirá 22 jogadores que poderão ir à Copa do Mundo e colocará frente a frente os dois melhores jogadores da atualidade: Messi e Cristiano Ronaldo. O argentino, aliás, é o artilheiro do Campeonato Espanhol com 26 gols, seguido pelo compatriota Higuaín, do Real, que marcou 24 gols.

Para se ter uma ideia da grandeza desse encontro, fiz um comparativo entre as duas equipes. Fica difícil saber quem é melhor…

Títulos
Real Madrid x Barcelona
31 Espanhol 19
17 Copa del Rey 25
8 Supercopa Espanhola 8
9 Liga dos Campeões 3
2 Copa da Uefa 3
0 Recopa 4
1 Supercopa Europeia 3
3 Mundial de Clubes 1

a

Dados gerais
Real Madrid x Barcelona
1902 Ano de fundação 1899
Mais de 90 mil Número de sócios Mais de 160 mil
Santiago Bernabéu (80 534) Estádio Camp Nou (98 772)
401,4 milhões de euros Receita em 2009 365,9 milhões de euros
257 milhoes de euros Investimento em jogadores (2010) 139 milhões de euros
78 (todas) Temporadas na 1ª divisão 78 (todas)
19 2º lugar no Camp. Espanhol 22
7 3º lugar no Camp. Espanhol 12
11º (1948) Pior campanha no Espanhol 12º (1942)
107 (1990) Recorde de gols no Espanhol 105 (2009)
85 (2008) Recorde de pontos (38 rodadas) 87 (2009)
4 (62, 75, 80 e 89) Doblete (Campeonato e Copa) 5 (52, 53, 59, 98 e 09)

a

Confrontos
Competição Jogos Vit. Real Empates Vit. Barça Gols Real Gols Barça
Liga Espanhola 159 68 30 61 262 244
Copa del Rey 28 9 5 14 55 59
Supercopa Espanhola 8 5 1 2 17 8
Copa da Liga Espanhola 6 0 4 2 8 13
Copas Europeias 6 3 2 1 12 7
Amistosos 31 4 9 18 39 76
Total 238 89 51 98 393 409

a

Goleadas
Real Madrid x Barcelona
8 x 2 (1935) Santiago Bernabéu 6 x 2 (em 2009)
5 x 1 (1963) Camp Nou 7 x 2 (em 1951)

a

Prêmios de jogadores
Real Madrid x Barcelona
16 Artilheiros no Espanhol 16
2 (Figo/01 e Zidane/03) Melhor do Mundo da Fifa 6 (Romário/94, Ronaldo/97, Rivaldo/99, Ronaldinho/04 e 05, e Messi/09)
3 (Di Stefano/57 e 59, Kopa/58) Bola de Ouro (France Football) 8 (Luis Suárez/60, Cruyff/74, Stoichkov/94, Ronaldo/97, Rivaldo/99, Figo/00, Ronaldinho/05, Messi/09)

a

Jogadores (valor do passe*)
Real Madrid x Barcelona
Casillas (ESP) – 32,0 Goleiro Valdés (ESP) – 15,0
Dudek (POL) – 1,0 Goleiro Pinto (ESP) – 1,0
Arbeloa (ESP) – 11,0 Defesa Daniel Alves (BRA) – 30,0
Pepe (BRA/POR) – 22,0 Defesa Piqué (ESP) – 24,0
Sergio Ramos (ESP) – 27,0 Defesa Rafa Marquéz (MEX) – 12,0
Marcelo (ESP) – 10,0 Defesa Maxwell (BRA) – 10,0
Drenthe (HOL) – 5,0 Defesa Puyol (ESP) – 28,0
Raúl Albiol (ESP) – 15,0 Defesa Gabriel Milito (ARG) – 10,0
Garay (ARG) – 10,0 Defesa Abidal (FRA) – 19,0
Metzelder (ALE) – 3,0 Defesa Chygrynskiy (UCR) – 11,0
Gago (ARG) – 18,0 Meio-campo Xavi (ESP) – 65,0
Mahamadou Diarra (MLI) – 16,0 Meio-campo Iniesta (ESP) – 60,0
Kaká (BRA) – 60,0 Meio-campo Keita (MLI) – 16,0
Lass Diarra (FRA) – 24,0 Meio-campo Busquets (ESP) – 18,0
Guti (ESP) – 8,0 Meio-campo Jeffren (VEN) – 2,0
Xabi Alonso (ESP) – 30,0 Meio-campo Yayá Touré (CDM) – 25,0
Van der Vaart (HOL) – 15,0 Meio-campo Ibrahimovic (SUE) – 46,0
Raul (ESP) – 14,0 Ataque Messi (ARG) – 80,0
Cristiano Ronaldo (POR) – 75,0 Ataque Bojan (ESP) – 10,0
Benzema (FRA) – 35,0 Ataque Henry (FRA) – 22,0
Higuaín (ARG) – 28,0 Ataque Pedro (ESP) – 10,0
459 milhões de euros Total 514 milhões de euros

* Em milhões de euros. Fonte: www.transfermarkt.de

a

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 1 de outubro de 2009 Estatísticas, Futebol Europeu, Liga dos Campeões | 14:54

Cristiano Ronaldo vem ofuscando Kaká no Real

Compartilhe: Twitter

Cristiano RonaldoO novo Dream Team do Real Madrid, montado pelo seu presidente, Florentino Pérez, vem fazendo sucesso. Nesses primeiros meses, o time merengue é só alegria. Em campo, as estrelas vêm jogando bem e o time conquistando resultados importantes. Até agora, foram 5 vitórias em 5 jogos no Campeonato Espanhol e mais 2 vitórias em 2 jogos pela Liga dos Campeões. Foram 24 gols marcados e apenas 4 sofridos em 7 jogos oficias no início da temporada 2009/10. Na pré-temporada, o Real ganhou ainda 7  jogos, empatou um e perdeu apenas um, para a Juventus-ITA.

KakaE a grande arma desse poderoso time do Real Madrid vem sendo o atacante Cristiano Ronaldo. Jogador mais caro do mundo, o português vem comprovando o investimento desde o primeiro amistoso, no dia 20 de julho (1 x 0 sobre o Shamrock Rovers-ESC). Ronaldo participou de todos os 16 jogos do Real Madrid no período, fez 12 gols e está jogando muito bem. O português, aliás, vem calando muitos brasileiros que acreditavam que a grande estrela do time seria o meia Kaká e que o ex-jogador do Manchester United seria apenas uma jogada de marketing do clube espanhol. Até agora, Kaká disputou 12 jogos e marcou 4 gols (sendo 3 de pênalti). Tudo bem, são posições diferentes, mas Kaká ainda está longe de sua melhor forma, aquela que lhe rendeu o título de melhor do mundo em 2007. Já Cristiano Ronaldo, que fez uma excelente temporada pelo Manchester em 2008/09, é o artilheiro do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões vem jogando o fino no Real Madrid e está no páreo para ser eleito novamente o melhor do mundo.

Veja abaixo o desempenho dos dois craques nesse início de temporada pelo Real Madrid:

Data Competição Resultado Kaká Gols C. Ronaldo Gols
20/07/2009 Amistoso 1 x 0 S. Rovers-ESC (f) não jogou Subst. no intervalo
26/07/2009 Copa da Paz 1 x 1 Al Ittihad-ARA (c) não jogou Subst. 65′
28/07/2009 Copa da Paz 4 x 2 LDU Quito-EQU (c) não jogou Subst. 73′ 1
31/07/2009 Copa da Paz 1 x 2 Juventus-ITA (c) não jogou Jogou 90′ 1
08/09/2009 Amistoso 5 x 1 Toronto-CAN (n) Subst. no intervalo Subst. 62′ 1
09/08/2009 Amistoso 3 x 0 DC United-EUA (f) Subst. 66′ Subst. no intervalo
15/08/2009 Amistoso 2 x 0 Real Sociedad-ESP (f) Subst. 67′ Subst. 67′
19/08/2009 Amistoso 5 x 0 Bor. Dortmund-ALE (f) Subst. 77′ 1 Jogou 90′
24/08/2009 Santiago Bernabéu 4 x 0 Rosenborg-NOR (c) Subst. 76′ Subst. 68′
28/08/2009 Camp. Espanhol 3 x 2 La Coruña (c) Subst. 83′ Jogou 90′ 1
12/09/2009 Camp. Espanhol 3 x 0 Espanyol (f) Subst. 77′ 1 Jogou 90′ 1
15/09/2009 Liga dos Campeões 5 x 2 Zurique-SUI (f) Subst. 79′ 1 Subst. 71′ 2
20/09/2009 Camp. Espanhol 5 x 0 Xerez (c) Subst. 69′ Jogou 90′ 2
23/09/2009 Camp. Espanhol 2 x 0 Villarreal (f) Subst. 82′ Entrou aos 67′ 1
26/09/2009 Camp. Espanhol 3 x 0 Tenerife (c) Entrou no intervalo 1 Subst. 81′
30/09/2009 Liga dos Campeões 3 x 0 Oly. Marselha-FRA (c) Jogou 90′ Jogou 90′ 2

.

Autor: Tags: , ,