Publicidade

Posts com a Tag Ricardo Gomes

quarta-feira, 19 de outubro de 2011 Campeonato Brasileiro, História, Técnicos | 10:18

Adílson Batista foi o pior técnico do São Paulo desde 1999

Compartilhe: Twitter

Após a saída do técnico Muricy Ramalho, em 2009, o São Paulo vem ficando cada vez mais intolerante em relação ao seus treinadores. O primeiro deles, Ricardo Gomes ficou dois anos no comando do Tricolor e foi demitido após perder um Brasileiro (2009), um Paulista (2010) e ser eliminado da Copa Libertadores (2010). Gomes ficou 73 jogos como treinador do São Paulo no período.

Depois dele, foi a vez de Paulo César Carpegiani, que durou bem menos. Do final de 2010 até o início do Brasileiro de 2011 (perdendo aí um Paulistão e uma Copa do Brasil no caminho), Carpegiani ficou 47 jogos como técnico do São Paulo em sua segunda passagem pelo clube.

Já Adílson Batista, demitido no último domingo, durou apenas 22 partidas no comando do São Paulo. Desde 1998, quando Mário Sérgio ficou apenas dez jogos dirigindo o clube, o São Paulo não teve um treinador com tão pouco tempo de casa. Em relação ao desempenho, Adílson Batista também teve o pior aproveitamento desde Mário Sérgio, que conquistou somente 33,3% dos pontos em 1998. Com apenas 45,5% de aproveitamento, Adílson foi pior que seus 12 antecessores, desde Levir Culpi, em 1999.

Confira o retrospecto dos últimos técnicos do São Paulo:

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 6 de agosto de 2010 Campeonato Brasileiro, Técnicos | 17:58

Não sobrou técnico de 2009 nos clubes da Série A

Compartilhe: Twitter

Com a demissão do técnico Ricardo Gomes, demitido hoje pelo São Paulo, não sobrou um treinador dos clubes da Série A que comandaram as equipes em 2009. Ricardo Gomes havia assumido o Tricolor justamente após a eliminação do São Paulo na Libertadores de 2009, quando o time caiu diante do Cruzeiro nas quartas-de-final, no lugar de Muricy Ramalho.

Outros técnicos que estavam há mais tempo no comandado de suas equipes acabaram saindo recentemente. Adilson Batista e Mano Menezes, que treinavam Cruzeiro e Corinthians desde janeiro 2008, deixaram seus clubes nos últimos meses. Adílson saiu da Raposa após a queda do Cruzeiro na Copa Libertadores, enquanto o Mano Menezes saiu do Corinthians para dirigir a Seleção Brasileira no mês passado.

Dessa forma, os técnicos que estão há mais tempo no comando de um clube da Série A são Silas (Grêmio), Dorival Júnior (Santos) e Ricardo Silva (Vitória). Todos estrearam no primeiro jogo do campeonato estadual desse ano, no dia 17 de janeiro. Vanderlei Luxemburgo, do Atlético-MG, também está no Galo desde o primeiro jogo, no dia 24 de janeiro. Todos outros 16 clubes já trocaram de técnico esse ano.

Confira a lista dos técnicos que estão há mais tempo nos clubes desse Brasileirão:

Clube Técnico Desde de…
Grêmio Silas 17/01/2010
Santos Dorival Júnior 17/01/2010
Vitória Ricardo Silva 17/01/2010
Botafogo Joel Santana 20/01/2010
Atlético-MG Vanderlei Luxemburgo 24/01/2010
Prudente Toninho Cecílio 08/03/2010
Flamengo Rogério Lourenço 28/04/2010
Fluminense Muricy Ramalho 29/04/2010
Goiás Emerson Leão 09/05/2010
Atlético-PR Paulo César Carpegiani 02/06/2010
Avaí Antônio Lopes 14/07/2010
Ceará Estevam Soares 14/07/2010
Cruzeiro Cuca 14/07/2010
Internacional Celso Roth 14/07/2010
Vasco Paulo César Gusmão 14/07/2010
Palmeiras Luiz Felipe Scolari 18/07/2010
Corinthians Adílson Batista 01/08/2010
São Paulo Sem técnico 06/08/2010
Atlético-GO René Simões 08/08/2010*

.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 21 de outubro de 2009 Campeonato Brasileiro, Estatísticas, Técnicos | 18:30

Ricardo Gomes é o técnico com melhor aproveitamento no Brasileirão

Compartilhe: Twitter

Ricardo Gomes

Nesse Campeonato Brasileiro, que chega hoje à 31ª rodada, 39 treinadores (entre efetivos e interinos), já comandaram algum dos 20 clubes da Série A. Desses, 26 técnicos têm 10 ou mais jogos na competição. Entre eles, o são-paulino Ricardo Gomes é aquele com o melhor aproveitamento de pontos (60,9%), seguido muito de perto por Andrade, do Flamengo (60,8%).

O experiente Antônio Lopes, que praticamente tirou o Atlético-PR da zona de degola, é o terceiro técnico com o melhor aproveitamento no Brasileirão 2009 (57,1%). Muricy Ramalho, atual tricampeão brasileiro e comandante da equipe líder da competição, é apenas o 10º da lista. Isso porque seu início pelo São Paulo não foi dos melhores. Em 6 jogos pelo Tricolor, Muricy teve apenas 38,9% de aproveitamento. No Palmeiras, em 16 partidas, esse número subiu para 54,2%, ainda assim inferior ao dos primeiros colocados e também ao do ex-interino do Palmeiras, Jorginho, que em 7 jogos conseguiu 76,2% dos pontos.

Veja a lista dos técnicos com os melhores aproveitamentos de pontos no Brasileirão 09, entre aqueles que fizeram, no mínimo, 10 partidas. Mais abaixo o aproveitamento dos técnicos com menos de 10 jogos.

Pos. Técnico Aprov. (%) Jogos Clubes
Ricardo Gomes 60,9% 23 1 (São Paulo)
Andrade 60,8% 17 1 (Flamengo)
Antônio Lopes 57,1% 14 1 (Atlético-PR)
Celso Roth 55,6% 30 1 (Atlético-MG)
Tite 54,3% 27 1 (Internacional)
Vanderlei Luxemburgo 52,0% 25 2 (Palmeiras e Santos)
Paulo Autuori 51,2% 28 1 (Grêmio)
Hélio dos Anjos 51,1% 30 1 (Goiás)
Adílson Batista 50,0% 30 1 (Cruzeiro)
10º Muricy Ramalho 50,0% 22 2 (São Paulo e Palmeiras)
11º Vágner Mancini 48,5% 22 2 (Santos e Vitória)
12º Silas 47,8% 30 1 (Avaí)
13º Mano Menezes 46,7% 30 1 (Corinthians)
14º Paulo César Carpegiani 46,3% 18 1 (Vitória)
15º Estevam Soares 44,1% 31 2 (Barueri e Botafogo)
16º Ney Franco 43,7% 29 2 (Botafogo e Coritiba)
17º Cuca 42,9% 21 2 (Flamengo e Fluminense)
18º Waldemar Lemos 42,2% 15 2 (Náutico e Atlético-PR)
19º Sérgio Guedes 40,5% 14 1 (Santo André)
20º Emerson Leão 36,7% 10 1 (Sport)
21º Péricles Chamusca 35,7% 14 1 (Sport)
22º Carlos Alberto Parreira 33,3% 10 1 (Fluminense)
23º Diego Cerri 30,6% 12 1 (Barueri)
24º René Simões 29,6% 18 1 (Coritiba)
25º Geninho 29,3% 25 2 (Atlético-PR e Náutico)
26º Renato Gaúcho 20,0% 10 1 (Fluminense)

.

Pos. Técnico Aprov. (%) Jogos Clubes
Jorginho 76,2% 7 1 (Palmeiras)
Alexandre Gallo 28,6% 7 1 (Santo André)
Sérgio Soares 23,8% 7 1 (Santo André)
Márcio Bittencourt 0,0% 5 1 (Náutico)
Mário Sérgio 55,6% 3 1 (Internacional)
Levi Gomes 11,1% 3 1 (Sport)
Nelsinho Baptista 11,1% 3 1 (Sport)
Marcelo Rospide 16,7% 2 1 (Grêmio)
Sandro Gaúcho 16,7% 2 1 (Santo André)
10º Serginho Chulapa 16,7% 2 1 (Santos)
11º Vinícius Eutrópio 0,0% 2 1 (Fluminense)
12º Riva de Carli 100,0% 1 1 (Atlético-PR)
13º Milton Cruz 0,0% 1 1 (São Paulo)

Pos. Técnico Aprov. (%) Jogos Clubes
Ricardo Gomes 60,9% 23 1 (São Paulo)
Andrade 60,8% 17 1 (Flamengo)
Antônio Lopes 57,1% 14 1 (Atlético-PR)
Celso Roth 55,6% 30 1 (Atlético-MG)
Tite 54,3% 27 1 (Internacional)
Vanderlei Luxemburgo 52,0% 25 2 (Palmeiras e Santos)
Paulo Autuori 51,2% 28 1 (Grêmio)
Hélio dos Anjos 51,1% 30 1 (Goiás)
Adílson Batista 50,0% 30 1 (Cruzeiro)
10º Muricy Ramalho 50,0% 22 2 (São Paulo e Palmeiras)
11º Vágner Mancini 48,5% 22 2 (Santos e Vitória)
12º Silas 47,8% 30 1 (Avaí)
13º Mano Menezes 46,7% 30 1 (Corinthians)
14º Paulo César Carpegiani 46,3% 18 1 (Vitória)
15º Estevam Soares 44,1% 31 2 (Barueri e Botafogo)
16º Ney Franco 43,7% 29 2 (Botafogo e Coritiba)
17º Cuca 42,9% 21 2 (Flamengo e Fluminense)
18º Waldemar Lemos 42,2% 15 2 (Náutico e Atlético-PR)
19º Sérgio Guedes 40,5% 14 1 (Santo André)
20º Emerson Leão 36,7% 10 1 (Sport)
21º Péricles Chamusca 35,7% 14 1 (Sport)
22º Carlos Alberto Parreira 33,3% 10 1 (Fluminense)
23º Diego Cerri 30,6% 12 1 (Barueri)
24º René Simões 29,6% 18 1 (Coritiba)
25º Geninho 29,3% 25 2 (Atlético-PR e Náutico)
26º Renato Gaúcho 20,0% 10 1 (Fluminense)
Autor: Tags: , , , ,