Publicidade

Posts com a Tag Ronaldinho Gaúcho

sexta-feira, 9 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Futebol Europeu, História | 13:31

Os maiores artilheiros da história do Barcelona

Compartilhe: Twitter

Autor de 10 gols pelo Barcelona nas últimas três partidas que fez e de 48 gols pelo clube catalão na temporada, o argentino Lionel Messi, de apenas 24 anos, se aproxima cada vez mais de se tornar o maior artilheiro da história do clube.

Com os 5 gols que marcou na vitória de 7 x 1 sobre o Bayer Leverkusen, na última quarta feira, Messi chegou a marca de 245 pelo clube espanhol. Assim, figura na 5 colocação na lista dos maiores artilheiros desde 1899. Isso contanto jogos oficiais e amistosos. O primeiro da lista é o filipino Paulino Alcántara, que jogou pelo Barça no início do século passado e marcou 357 gols em incríveis 357 jogos. Porém, 220 deles foram em jogos amistosos. Como o Campeonato Espanhol começou apenas em 1929, Alcántara fez seus gols oficiais apenas pela Copa del Rey (a Copa da Espanha) e pelo Campeonato da Catalunha.

Para Messi alcançá-lo, ainda faltam 112 gols. Mas se continuar no ritmo que anda, em mais duas temporadas o argentino chega lá. Na temporada passada (2010/11), o atacante marcou 53 gols. Na atual (2011/12), já marcou 48 gols. Assim, nas últimas duas, somou 101 gols.

Veja a tabela dos maiores artilheiros da história do Barcelona:

Pos. Jogador País Gols Período
Paulino Alcántara Filipinas 357 1912–16  e 1918–27
Josep Samitier Espanha 326 1918–1933
César Rodríguez Espanha 294 1942–1955
Kubala Hungria 274 1950–1961
Messi Argentina 245 2004–2012
Josep Escolà Espanha 223 1934–1949
Ángel Arocha Espanha 214 1926–1933
Vicenç Martínez Espanha 200 1912–1923
Carles Rexach Espanha 195 1965–1981
10º Mariano Martín Espanha 188 1939–1946
11º Evaristo de Macedo Brasil 178 1957-1962
Outros
15º Stoichkov Bulgária 168 1990–95 e 1996–98
22º Rivaldo Brasil 136 1997-2002
23º Eto’o Camarões 130 2004-2009
28º Kluivert Holanda 122 1998-2004
38º Koeman Holanda 105 1989-2005
42º Michael Ladrup Dinamarca 97 1989-1994
44º Ronaldinho Brasil 95 2003-2008
51º Cruyff Holanda 83 1973-1978
64º Figo Portugal 62 1995-2000
67º Lineker Inglaterra 58 1986-1989
71º Romário Brasil 53 1993-1995
72º Henry França 50 2007-2010
78º Ronaldo Brasil 48 1996-1997
83º Maradona Argentina 45 1982-1984

.

Agora, apenas em jogos oficiais, Messi está muito perto de se tornar o maior artilheiro do Barcelona. Faltam apenas 8 gols para superar César Rodríguez. Essa conta, porém, não é muito comum aqui no Brasil. Apenas na Europa, onde praticamente não são consideradas estatísticas em jogos amistosos.

Pelé, por exemplo, tem 720 gols oficiais dos 1281 gols que marcou na carreira. Já Romário, tem até mais gols oficiais (734) de sua conta de 1002 gols.

Confira a lista dos maiores artilheiros do Barcelona em jogos oficiais:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 235 1942–1955
Messi Argentina 228 2004–2012
Kubala Hungria 194 1950–1961
Josep Samitier Espanha 178 1919–1932
Josep Escolà Espanha 167 1934–1949
Paulino Alcántara Filipinas 137 1912–16  e 1918–27
Ángel Arocha Espanha 134 1926–1933
Eto’o Camarões 130 2004–2009
Rivaldo Brasil 130 1997–2002
10º Mariano Martín Espanha 124 1940–1948

.

Apenas pelo Campeonato Espanhol, Messi tornou-se esse ano o segundo maior artilheiro do clube desde 1929, ficando atrás justamente de César Rodríguez. Hoje, a diferença entre eles é de 48 gols. Nos últimos dois espanhois, Messi marcou 59 gols. Continuando assim, talvez, em mais um temporada e meia já supera o ataque dos anos 40 e 50.

No Brasil, Roberto Dinamite é o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 190 gols. Na Espanha, o recordista é Telmo Zarra, que fez 251 gols pelo Athletic Bilbao entre 1940 e 1955.

Confira quais são os maiores artilheiros do Barcelona no Campeonato Espanhol desde 1929:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 195 1942–1955
Messi Argentina 147 2004–2012
Kubala Hungria 131 1950–1961
Eto’o Camarões 108 2004–2009
Mariano Martín Espanha 97 1939–1948
Kluivert Holanda 90 1998–2004
Basora Espanha 89 1946–1958
Rivaldo Brasil 87 1997–2002
Josep Escolà Espanha 86 1934–1949
10º Stoichkov Bulgária 83 1990–95 e 1996–98

.

Já em partidas internacionais oficiais (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Recopa Europeia, Copa da Uefa/Liga Europa e Supercopa Europeia), Messi é o primeirão da lista com 54 gols. Pela Liga dos Campeões foram 49 gols. O brasileiro Rivaldo, com 31 gols, sendo 25 na Liga dos Campeões, é o segundo. Confira os dez primeiros colocados:

Pos. Jogador País Gols Período
Messi Argentina 54 2004–2012
Rivaldo Brasil 31 1997–2002
Luis Enrique Espanha 27 1996–2004
Evaristo de Macedo Brasil 27 1957–1962
Kluivert Holanda 26 1998–2004
Carles Rexach Espanha 25 1965–1981
Stoichkov Bulgária 23 1990–95 e 1996–98
José Zaldúa Espanha 22 1961–1971
Kocsis Hungria 21 1958–1965
10º Ronaldinho Brasil 19 2003–2008

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 13 de dezembro de 2011 Artilheiros, Estatísticas | 10:09

Fred, Damião, Neymar e os artilheiros dos clubes na temporada de 2011

Compartilhe: Twitter

Na temporada de 2011 do futebol brasileiro, vários goleadores se destacaram e terminaram o ano como artilheiros de suas equipes. Entre eles, Fred (Fluminense), Borges e Neymar (Santos), Liédson (Corinthians) e Leandro Damião (Inter). Dos 20 clubes que disputaram a Série A em 2011, o jogadores que mais fez gols por um só clube foi Leandro Damião, com 38 gols, seguido de Fred (34 gols).

Proporcionalmente, Damião foi o atacante que mais contribuiu para os gols de seu time, anotando 32,8% dos 116 gols. Entre os principais artilheiros, curiosamente, alguns deles terminaram o ano em baixa, como Kléber (dispensado pelo Palmeiras) e Dagoberto (vendido ao Inter). Outros, acabaram se tornando artilheiros dos clubes mesmo sendo reservas no final da temporada, como Magno Alves (Atlético-MG), Marcelo Nicácio (Ceará), Héber (Figueirense) e Bernardo (Vasco). Entre esses principais artilheiros, alguns deles atuam em posições defensivas, como o zagueiro Antônio Carlos (Botafogo), os volantes Paulinho (Corinthians) e Marcos Assunção (Palmeiras), e o goleiro Rogério Ceni (São Paulo). Uma outra curiosidade nessa lista é a presença de Borges entre os principais artilheiros do Santos e do Grêmio na temporada.

Confira abaixo a lista dos três principais artilheiros de um dos 20 participantes do Brasileirão na temporada de 2011:

América-MG (51 jogos, 78 gols, média de 1,53 por partida)
Fábio Júnior (18 gols), Kempes (13 gols) e Alessandro (8 gols)

Atlético-GO (64 jogos, 99 gols, média de 1,55 por partida)
Marcão (16 gols), Felipe (15 gols) e Anselmo (12 gols)

Atlético-MG (59 jogos, 102 gols, média de 1,73 por partida)
Magno Alves (18 gols), Neto Berola (13 gols) e Renan Oliveira (8 gols)

Atlético-PR (69 jogos, 99 gols, média de 1,43 por partida)
Paulo Baier (18 gols), Guerrón (14 gols) e Nieto (12 gols)

Avaí (67 jogos, 94 gols, média de 1,40 por partida)
William (28 gols), Rafael Coelho (18 gols) e Marquinhos Gabriel (7 gols)

Bahia (64 jogos, 85 gols, média de 1,33 por partida)
Souza (18 gols) e Jóbson e Rafael (6 gols)

Botafogo (64 jogos, 99 gols, média de 1,55 por partida)
Loco Abreu (26 gols), Herrera (15 gols) e Antônio Carlos e Caio (7 gols)

Ceará (75 jogos, 121 gols, média de 1,61 por partida)
Marcelo Nicácio (23 gols), Washington (18 gols) e Felipe Azevedo e Thiago Humberto (11 gols)

Corinthians (63 jogos, 90 gols, média de 1,43 por partida)
Liédson (23 gols), Paulinho (11 gols) e Willian (10 gols)

Coritiba (72 jogos, 142 gols, média de 1,97 por partida)
Bill (27 gols), Marcos Aurélio (20 gols) e Davi (18 gols)

Cruzeiro (61 jogos, 115 gols, média de 1,89 por partida)
Montillo (21 gols), Wallyson (17 gols) e Thiago Ribeiro (13 gols)

Figueirense (59 jogos, 94 gols, média de 1,59 por partida)
Héber (12 gols), Júlio César (11 gols) e Wellington Nem (9 gols)

Flamengo (67 jogos, 104 gols, média de 1,55 por partida)
Deivid, Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves (21 gols)

Fluminense (63 jogos, 108 gols, média de 1,71 por partida)
Fred (34 gols), Rafael Moura (21 gols) e Rafael Sóbis (10 gols)

Grêmio (71 jogos, 113 gols, média de 1,59 por partida)
Douglas (16 gols), André Lima (15 gols) e Borges (10 gols)

Internacional (69 jogos, 116 gols, média de 1,68 por partida)
Leandro Damião (38 gols), D’Alessandro (15 gols) e Oscar (13 gols)

Palmeiras (51 jogos, 78 gols, média de 1,53 por partida)
Kléber (16 gols), Luan (11 gols) e Marcos Assunção (10 gols)

Santos (75 jogos, 120 gols, média de 1,60 por partida)
Borges e Neymar (23 gols) e Elano (15 gols)

São Paulo (70 jogos, 112 gols, média de 1,60 por partida)
Dagoberto (22 gols), Lucas (13 gols) e Rogério Ceni (8 gols)

Vasco (74 jogos, 131 gols, média de 1,77 por partida)
Bernardo (20 gols), Diego Souza (17 gols) e Elton (15 gols)

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 8 de novembro de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas | 15:57

Ataque do São Paulo marcou só 10 gols no Brasileiro. Santistas marcaram 41

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Brasileiro de 2011 contabiliza 891 gols até agora, após 330 jogos. Desses gols, 468 foram feitos por atacantes dos 20 clubes, o que representa 52,5% gols. Em alguns casos, em 13 clubes, os atacantes são responsáveis por mais da metade dos gols da equipe no Brasileirão.

O Santos, do artilheiro Borges, e de Neymar (que marcou 7 gols nos últimos 5 jogos), tem os atacantes mais eficientes da competição. Até agora, o setor ofensivo do time de Muricy Ramalho fez 41 gols e foi responsável por 83,7% dos 47 gols do time no torneio. Só Borges (23 gols) e Neymar (12 gols), juntos, têm 35 gols. Mais do que o time do todo do Atlético-PR, que marcou 33 gols até agora.

Borges e Neymar, que marcaram no último final de semana contra o Vasco, fizeram 71,4% dos gols do Santos no Campeonato Brasileiro e formam a dupla de ataque mais positiva da competição, superando Ronaldinho Gaúcho e Deivid, do Flamengo (28 gols); Fred e Rafael Moura, do Fluminense (23 gols); William e Rafael Coelho, do Avaí (20 gols); Loco Abreu e Herrera, do Botafogo (19 gols); e Marcos Aurélio e Bill, do Coritiba (19 gols), entre os atacantes que mais marcaram em cada clube.

Por outro lado, o São Paulo conta com o ataque menos eficiente do Brasileirão. Até agora, os atacantes do Tricolor paulista fizeram apenas 10 gols no Campeonato, sendo 8 só com Dagoberto. Dos 48 gols do São Paulo no Brasileiro, só 10 saíram pelos atacantes do time, correspondendo a apenas 20,8% dos gols, a pior média entre os 20 participantes.

Confira o desempenho dos atacantes de cada clube nesse Brasileirão:

Clube Total de gols Gols de atacantes Porcentagem
Santos 49 41 83,7%
Fluminense 48 35 72,9%
Atlético-GO 42 27 64,3%
Ceará 39 25 64,1%
América-MG 43 26 60,5%
Figueirense 43 26 60,5%
Bahia 39 23 59,0%
Flamengo 57 33 57,9%
Coritiba 52 30 57,7%
Avaí 44 23 52,3%
Atlético-MG 41 21 51,2%
Corinthians 47 24 51,1%
Botafogo 49 25 51,0%
Palmeiras 37 17 45,9%
Cruzeiro 38 18 43,4%
Grêmio 40 17 42,5%
Atlético-PR 33 13 39,4%
Internacional 53 18 34,0%
Vasco 49 16 32,7%
São Paulo 48 10 20,8%

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 5 de setembro de 2011 Campeonato Brasileiro | 10:45

A dura vida do Flamengo sem Ronaldinho Gaúcho

Compartilhe: Twitter

Melhor jogador do Flamengo na temporada, o atacante Ronaldinho Gaúcho estreou pelo clube no dia 2 de fevereiro de 2011. Desde então, o Rubro-negro disputou 44 jogos e contou com a presença do seu grande astro em 38 dessas partidas. Ou seja, Gaúcho participou de 86,4% das partidas do time desde então. Dessas 38 partidas, o Flamengo perdeu apenas duas vezes, ganhou 21 e empatou 15, ficando com um aproveitamento de 68,4%. Sem Ronaldinho, desde a sua estreia, o Flamengo disputou 6 jogos, venceu apenas um (pela Copa do Brasil) e teve um aproveitamento de 33,3% dos pontos.

Nesse Brasileirão, os números do Flamengo com e sem Ronaldinho ficam mais evidentes. Dos 21 jogos do time de Luxemburgo na competição, Ronaldinho esteve em campo em 18 deles (9 vitórias, 8 empates e 1 derrota, com 64,8% de aproveitamento). Sem Ronaldinho, o Flamengo não venceu no Brasileirão. O time empatou com o Ceará na 11ª rodada, perdeu a invencibilidade diante do Atlético-GO na 17ª rodada, ao perder por 4 x 1, e ontem, foi novamente derrotado em casa (3 x 1 para o Bahia).

Já na Copa Sul-Americana, Luxemburgo entrou em campo com um time misto e depois que colocou Ronaldinho em campo, na segunda etapa, o Flamengo chegou à vitória (ambas por 1 x 0), justamente com gols de Ronaldinho.

Fora de campo, o Flamengo também vem sofrendo para atrair público sem a presença de Ronaldinho Gaúcho. Com ele jogando, nas partidas em casa, a média do Rubro-negro foi de 23.772 torcedores por partida nesse Brasileirão. Sem Gaúcho, a média foi de apenas 7.380.

Veja abaixo o desempenho do Flamengo com e sem Ronaldinho nessa temporada, desde sua estreia, no dia 2 de fevereiro:

a

Autor: Tags: ,

terça-feira, 2 de agosto de 2011 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 11:52

Ronaldinho Gaúcho busca artilharia inédita na carreira

Compartilhe: Twitter

Em grande fase no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho vem liderando a lista de artilheiros do Campeonato Brasileiro. Feito raro na carreira do craque, que até hoje foi o principal goleador de um torneio apenas três vezes: no Campeonato Gaúcho de 1999 (com 15 gols); na Copa da Confederações também de 1999 (com 6 gols) e do Pré-Olímpico de 2000 (com 9 gols).

Em Campeonato Nacionais, Ronaldinho nunca foi artilheiro. Pelo Grêmio, em 2000, em sua melhor temporada pelo Tricolor Gaúcho em Brasileiros, o atacante marcou 14 gols, mas terminou atrás de seis jogadores na lista de artilheiros. Pelo Barcelona, chegou perto na temporada 2005/06, quando marcou 17 gols e foi o terceiro principal artilheiro da Liga Espanhola, atrás de Eto’o (26 gols) e David Villa (25 gols) e na temporada seguinte, 2006/07, quando anotou 21 gols e foi o quarto artilheiro, atrás de Van Nistelrooy (25 gols), Kanouté (22 gols) e Diego Milito (22 gols).

Até hoje, Ronaldinho disputou 14 Campeonatos Nacionais e seu desempenho atual pelo Flamengo é o melhor na média de gols por partida. Com 9 gols em 12 jogos (0,75) por partida, Ronaldinho de 2011 supera o de 2000 (0,67) e o de 2006/07 (0,66). Confira abaixo o número de jogos, gols e a média de Ronaldinho em Campeonatos Nacionais:

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 11 de janeiro de 2011 Estatísticas, Futebol Europeu, Seleção Brasileira | 00:52

Os números da carreira de Ronaldinho Gaúcho

Compartilhe: Twitter

A Fifa entregou ontem o prêmio de melhor jogador do mundo ao argentino Messi. Premiação justa, embora os espanhois Iniesta e Xavi também merecessem tal honra. Eleito o melhor do mundo em 2o09, Messi igualou o feito de Ronaldinho Gaúcho, que em 2004 e 2005 também levou o prêmio da Fifa. Companheiro do brasileiro naquele período glorioso do Barcelona, Messi continuou evoluindo na carreira. Hoje, aos 23 anos, reina no futebol mundial. Assim como aconteceu com Gaúcho, em 2004 e 2005, quando tinha lá seus 24, 25 anos.

Depois disso, porém, Ronaldinho começou a demonstrar uma queda em sua carreira. Depois de conquistar o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões da Europa, em meados de 2006, Gaúcho nunca mais foi o mesmo. Apagado na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, o jogador teve uma última boa temporada pelo Barcelona em 2006/07, quando disputou 62 jogos e marcou 30 gols (temporada de sua melhor média de gols – 0,48 por partida).

Em 2007/08, Ronaldinho fez apenas 16 gols e saiu do Barcelona ainda no mês de março, dois meses antes do final da temporada. Nos Jogos Olímpicos de Pequim, com Seleção Brasileira Sub-23, Ronaldinho teve uma participação pífia e foi ofuscado por Messi, medalha de ouro com a Argentina. Após as Olimpíadas, o brasileiro estreou pelo Milan e nitidamente longe do seu auge físico, não rendeu o esperado.

Nas duas primeiras temporadas, fez 27 gols em 97 partidas (contando os amistosos). Já na atual temporada, já amargando o banco em algumas rodadas, Ronaldinho disputou 19 partidas e marcou apenas um gol. Sua média de 0,05 gol por partida na atual temporada é a pior em sua décima no continente europeu.

Aos 30 anos, Ronaldinho Gaúcho não inspira tanta confiança como há cinco anos, quando era o melhor jogador do mundo. Pode ser que motivado e jogando contra adversários menos qualificados, como no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, o craque volte a jogar bem e ser útil ao técnico Mano Menezes na próxima Copa América, que será realizada em julho, na Argentina.

Confira abaixo o resumo de Ronaldinho Gaúcho em sua carreira profissional. Aqui, a relação completa de todos os jogos de Ronaldinho Gaúcho.

Total de jogos e gols:

Clubes/Seleção Jogos Gols Média
Grêmio (98-01)
141 69 0,49
Paris Saint-Germain (01-03)
73 22 0,30
Barcelona (03-08)
247 79 0,32
Milan (08-10)
104 26 0,25
Seleção Brasileira (99-10)
93 33 0,35
Seleção Olímpica (99-00 e 08)
27 17 0,63
Total 685 246 0,36

.
Títulos pelos clubes:
Grêmio:
Gaúcho (99) e Copa Sul (99)
Paris Saint-Germain: Copa Intertoto da Uefa (01)
Barcelona: Liga dos Campeões (06), Espanhol (05 e 06) e Supercopa da Espanha (05 e 06)
Seleção Brasileira: Mundial Sub-17 (97), Copa América (99), Copa do Mundo (02) e Copa das Confederações (05)

.
Resumo ano a ano (clubes e seleção):

Ano Jogos Gols Média
1998 48 7 0,15
1999 64 30 0,47
2000 65 53 0,82
2001 27 7 0,26
2002 45 19 0,42
2003 55 19 0,35
2004 67 23 0,34
2005 65 35 0,54
2006 64 30 0,47
2007 61 24 0,39
2008 36 13 0,36
2009 47 6 0,13
2010 42 11 0,26

.

Resumo nas temporadas do calendário europeu (clubes e seleção):

Temporada Clube Jogos Gols Média
2001/02 PSG 45 16 0,36
2002/03 PSG 47 13 0,28
2003/04 Barcelona 61 25 0,41
2004/05 Barcelona 68 26 0,38
2005/06 Barcelona 64 30 0,47
2006/07 Barcelona 62 30 0,48
2007/08 Barcelona 40 16 0,40
2008/09 Milan 46 12 0,26
2009/10 Milan 51 15 0,29
2010/11 Milan 19 1 0,05

.

Resumo nos Campeonatos Nacionais:

Camp. Nacionais Jogos Gols Média
Brasileiro 98 14 1 0,07
Brasileiro 99 17 4 0,24
Brasileiro 00 21 14 0,67
Francês 01/02 28 9 0,32
Francês 02/03 27 8 0,30
Espanhol 03/04 32 15 0,47
Espanhol 04/05 35 9 0,26
Espanhol 05/06 29 17 0,59
Espanhol 06/07 32 20 0,63
Espanhol 07/08 17 8 0,47
Italiano 08/09 29 8 0,28
Italiano 09/10 36 12 0,33
Italiano 10/11 11 0 0,0

.

Resumo pelos torneios continentais de clubes:

Torneios Continentais Jogos Gols Média
Libertadores 1998 10 1 0,10
Mercosul 1998 5 2 0,40
Mercosul 1999 4 2 0,50
Copa da Uefa 2002 6 2 0,33
Copa da Uefa 2003 4 1 0,25
Copa da Uefa 2004 7 4 0,57
Liga dos Campeões 2005 7 4 0,57
Liga dos Campeões 2006 12 7 0,58
Liga dos Campeões 2007 8 2 0,25
Liga dos Campeões 2008 8 1 0,13
Liga Europa 2009 6 2 0,33
Liga dos Campeões 2010 8 3 0,38
Liga dos Campeões 2011 5 1 0,20

.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 História | 23:49

Os brasileiros no prêmio da Fifa do melhor jogador mundo

Compartilhe: Twitter

Pelo terceiro ano consecutivo, os brasileiros não estarão brigando para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa. Na próxima segunda-feira, dia 10, três jogadores do Barcelona-ESP estarão na cerimônia de premiação em Zurique, na Suíça: os espanhois Xavi e Iniesta e o argentino Lionel Messi. País que mais teve jogadores coroados como os melhores do mundo (oito vezes), o Brasil conquistou o prêmio pela última vez em 2007, com Kaká (no futebol masculino). Em 2010, apenas três brasileiros entraram na lista inicial dos nomeados ao prêmio: o goleiro Júlio César e o lateral-direito Maicon (que jogam na Internazionale-ITA) e o lateral-direito Daniel Alves (do Barcelona-ESP). Com uma votação baixa, o trio não chegou a entrar na lista final.

Confira abaixo os brasileiros que já ficaram entre os dez primeiros na história do prêmio da Fifa, entregue desde 1991 aos melhores jogadores do mundo através da votação de técnicos de todas as seleções do mundo.

1991
Nenhum

1992
Nenhum

1993
2º – Romário
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
10º – Raí, meia, São Paulo e Paris Saint-Germain-FRA

1994
– Romário
, atacante, Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
– Dunga, volante, Stuttgart-ALE
Mauro Silva, volante, La Coruña-ESP

1995
– Romário
, atacante, Flamengo
– Juninho Paulista, Middlesbrough-ING

1996
– Ronaldo
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
10ºRomário, atacante, Flamengo e Valencia-ESP

1997
Ronaldo, atacante, Barcelona-ESP e Internazionale-ITA
Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
10ºLeonardo, lateral-esquerdo/meia, Paris Saint-Germain-FRA e Milan-ITA

1998
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

1999
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2000
3ºRivaldo, meia, Barcelona-ESP

2001
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2002
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP e Milan-ITA

2003
– Ronaldo, atacante, Real Madrid-ITA
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP

2004
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
Ronaldo, atacante, Real Madrid-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2005
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
– Kaká, meia, Milan-ITA

2006
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2007
– Kaká, meia, Milan-ITA
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP

2008
– Kaká, meia, Milan-ITA

2009
– Kaká, meia, Milan-ITA


Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 31 de outubro de 2009 História | 15:51

Kaká concorrerá ao prêmio de melhor do mundo pela quinta vez

Compartilhe: Twitter

A Fifa anunciou ontem o nome dos 23 jogadores que vão concorrer ao prêmio de mulher jogador do mundo em 2009. Entre eles, estão três brasileiros: Kaká (Milan-ITA/Real Madrid-ESP), Luís Fabiano (Sevilla-ESP) e Diego (Werder Bremen-ALE/Juventus-ITA). O meia Kaká, vencedor do prêmio em 2007, concorrerá ao título de melhor jogador da Fifa pela quinta vez, sendo a quarta consecutiva. Já o atacante Luís Fabiano e o meia Diego irão brigar pelo prêmio pela primeira vez.

Até hoje, o atacante Ronaldo é o brasileiro com mais prêmios da Fifa. O Fenômeno foi eleito o melhor jogador do mundo três vezes (1996, 1997 e 2002). Apenas o francês Zidane conseguiu esse feito. Ronaldo é também o brasileiro que mais vezes concorreu ao prêmio da Fifa, ao lado do lateral-esquerdo Roberto Carlos (7 vezes cada). O meia Rivaldo e agora Kaká, vêm logo em seguida com 5 indicações cada). Entre os vencedores, além de Ronaldo e Kaká, o Brasil já teve mais três melhores jogadores do mundo: Rivaldo, Romário e Ronaldinho Gaúcho. O meia, ex-Grêmio e Barcelona-ESP e hoje no Milan, aliás, deixará de concorrer ao prêmio de melhor do mundo pelo segundo ano consecutivo. Eleito o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005, Ronaldinho foi indicado ainda em 2006 e 2007. Desde então, está fora da briga.

Confira abaixo os vencedores do prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa e a colocação dos brasileiros indicados ao prêmio em cada ano.

Ano Vencedor País Clube
2008 Cristiano Ronaldo Portugal Manchester United-ING
2007 Kaká Brasil Milan-ITA
2006 Cannavaro Itália Juventus-ITA/Real Madrid-ESP
2005 Ronaldinho Gaúcho Brasil Barcelona-ESP
2004 Ronaldinho Gaúcho Brasil Barcelona-ESP
2003 Zidane França Real Madrid-ESP
2002 Ronaldo Brasil Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
2001 Figo Portugal Real Madrid-ESP
2000 Zidane França Juventus-ITA
1999 Rivaldo Brasil Barcelona-ESP
1998 Zidane França Juventus-ITA
1997 Ronaldo Brasil Internazionale-ITA/Barcelona-ESP
1996 Ronaldo Brasil PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1995 Weah Libéria Paris Saint-Germain-FRA/Milan-ITA
1994 Romário Brasil Barcelona-ESP
1993 Roberto Baggio Itália Juventus-ITA
1992 Van Basten Holanda Milan-ITA
1991 Matthäus Alemanha Internazionale-ITA

.

Os brasileiros ano a ano

Ano Brasileiro Posição Clube
2008 Kaká Milan-ITA
2007 Kaká Milan-ITA
2007 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2007 Juninho Pernambucano 20º Lyon-FRA
2006 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2006 Kaká Milan-ITA
2006 Adriano 29º Internazionale-ITA
2005 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2005 Adriano Internazionale-ITA
2005 Ronaldo 12º Real Madrid-ESP
2005 Robinho 17º Real Madrid-ESP
2005 Cafu 26º Milan-ITA
2005 Roberto Carlos 29º Real Madrid-ESP
2004 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2004 Adriano Internazionale-ITA
2004 Ronaldo Real Madrid-ESP
2004 Kaká Milan-ITA
2004 Roberto Carlos 21º Real Madrid-ESP
2004 Cafu 27º Milan-ITA
2003 Ronaldo Real Madrid-ESP
2003 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
2002 Ronaldo Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
2002 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
2002 Rivaldo Barcelona-ESP/Milan-ITA
2001 Rivaldo Barcelona-ESP/Milan-ITA
2001 Roberto Carlos 15º Real Madrid-ESP
2001 Élber 27º Bayern Munique-ALE
2000 Rivaldo Barcelona-ESP
1999 Rivaldo Barcelona-ESP
1998 Ronaldo Internazionale-ITA
1998 Rivaldo Barcelona-ESP
1997 Ronaldo Internazionale-ITA/Barcelona-ESP
1997 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
1997 Leonardo 10º Paris Saint-Germain-FRA/Milan-ITA
1996 Ronaldo PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1996 Romário 10º Flamengo/Valencia-ESP
1996 Roberto Carlos 14º Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
1996 Giovanni 16º Santos/Barcelona-ESP
1995 Romário Barcelona-ESP/Flamengo
1995 Juninho Paulista São Paulo/Middlesbrough
1994 Romário Barcelona-ESP
1994 Bebeto La Coruña-ESP
1994 Dunga Stuttgart-ALE
1994 Mauro Silva La Coruña-ESP
1993 Romário PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1993 Bebeto La Coruña-ESP
1993 Raí 10º São Paulo/Paris Saint-Germain-FRA
1992
1991
Autor: Tags: , , ,