Publicidade

Posts com a Tag Ronaldo

terça-feira, 27 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Liga dos Campeões | 23:24

Kaká se aproxima de Rivaldo, o maior goleador brasileiro na Liga

Compartilhe: Twitter

Com o gol marcado hoje, contra o APOEL, nas quartas de final da Liga dos Campeões, o meia Kaká chegou a marca de 26 gols na história da competição e se tornou o segundo brasileiro com mais gols no torneio europeu desde 1955. O gol de hoje serviu para deixar Kaká a apenas um gol da marca de Rivaldo, autor de 27 gols, sem contar a fase preliminar da competição

Pelo Milan, em cinco edições de Champions League, Kaká disputou 56 jogos e marcou 23 gols. Foi semifinalista em 2006, vice em 2005 e campeão em 2007, ano em que também foi o principal artilheiro da Liga dos Campeões com 10 gols. Já pelo Real Madrid, Kaká disputou as últimas três edições. Caiu nas oitavas de final em 2010, na semifinal em 2011 e agora está praticamente garantido novamente na semifinal. Pelo clube merengue, o meia fez 16 jogos e anotou 3 gols, contando o de hoje. Assim, no total, Kaká soma 72 jogos e 26 gols.

Apesar da marca histórica, Kaká ainda está longe do seu ideal. Hoje, o meia disputou seu 86º jogo pelo Real em três temporadas e começou no banco pela 24ª vez. Cristiano Ronaldo, que chegou ao clube na mesma época, fez o seu 135º jogo, o 129º como titular. Nesse período, marcou 133 gols contra 23 de Kaká.

Confira abaixo a lista dos maiores artilheiros da história da Liga dos Campeões e da antiga Copa dos Campeões (sem contar as partidas de fases preliminares) e também os brasileiros com mais gols no torneio:

Pos. Jogador País Gols Jogos Média Anos
Raúl ESP 71 140 0,51 95-11
Van Nistelrooy HOL 56 73 0,77 98-09
Henry FRA 50 110 0,45 97-10
Di Stéfano ESP 49 64 0,77 55-64
Messi ARG 49 64 0,77 04-12
Shevchenko UCR 48 100 0,48 94-11
Eusébio POR 47 64 0,73 61-74
F. Inzaghi ITA 46 80 0,58 97-10
Del Piero ITA 42 88 0,48 95-09
10º Drogba CMA 37 71 0,52 03-12
11º Puskas HUN 36 41 0,88 72-77
12º Gerd Müller ALE 35 35 1,00 03-12
13º C. Ronaldo POR 34 77 0,44 03-12
17º Rivaldo BRA 27 73 0,37 97-07
20º Kaká BRA 26 72 0,36 04-12
21º Jardel BRA 25 42 0,60 97-01
21º Élber BRA 25 62 0,40 07-04
24º Mazzola BRA 24 28 0,86 60-76
Juninho Per. BRA 18 65 0,28 01-08
Ronaldinho BRA 18 50 0,36 01-10
Romário BRA 16 36 0,44 89-95
Roberto Carlos BRA 16 120 0,13 98-05
Ronaldo BRA 14 35 0,40 99-07
Sonny Anderson BRA 14 34 0,41 98-03
Adriano BRA 14 25 0,56 05-09
Evaristo Macedo BRA 11 20 0,45 60-65
Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 9 de março de 2012 Artilheiros, Estatísticas, Futebol Europeu, História | 13:31

Os maiores artilheiros da história do Barcelona

Compartilhe: Twitter

Autor de 10 gols pelo Barcelona nas últimas três partidas que fez e de 48 gols pelo clube catalão na temporada, o argentino Lionel Messi, de apenas 24 anos, se aproxima cada vez mais de se tornar o maior artilheiro da história do clube.

Com os 5 gols que marcou na vitória de 7 x 1 sobre o Bayer Leverkusen, na última quarta feira, Messi chegou a marca de 245 pelo clube espanhol. Assim, figura na 5 colocação na lista dos maiores artilheiros desde 1899. Isso contanto jogos oficiais e amistosos. O primeiro da lista é o filipino Paulino Alcántara, que jogou pelo Barça no início do século passado e marcou 357 gols em incríveis 357 jogos. Porém, 220 deles foram em jogos amistosos. Como o Campeonato Espanhol começou apenas em 1929, Alcántara fez seus gols oficiais apenas pela Copa del Rey (a Copa da Espanha) e pelo Campeonato da Catalunha.

Para Messi alcançá-lo, ainda faltam 112 gols. Mas se continuar no ritmo que anda, em mais duas temporadas o argentino chega lá. Na temporada passada (2010/11), o atacante marcou 53 gols. Na atual (2011/12), já marcou 48 gols. Assim, nas últimas duas, somou 101 gols.

Veja a tabela dos maiores artilheiros da história do Barcelona:

Pos. Jogador País Gols Período
Paulino Alcántara Filipinas 357 1912–16  e 1918–27
Josep Samitier Espanha 326 1918–1933
César Rodríguez Espanha 294 1942–1955
Kubala Hungria 274 1950–1961
Messi Argentina 245 2004–2012
Josep Escolà Espanha 223 1934–1949
Ángel Arocha Espanha 214 1926–1933
Vicenç Martínez Espanha 200 1912–1923
Carles Rexach Espanha 195 1965–1981
10º Mariano Martín Espanha 188 1939–1946
11º Evaristo de Macedo Brasil 178 1957-1962
Outros
15º Stoichkov Bulgária 168 1990–95 e 1996–98
22º Rivaldo Brasil 136 1997-2002
23º Eto’o Camarões 130 2004-2009
28º Kluivert Holanda 122 1998-2004
38º Koeman Holanda 105 1989-2005
42º Michael Ladrup Dinamarca 97 1989-1994
44º Ronaldinho Brasil 95 2003-2008
51º Cruyff Holanda 83 1973-1978
64º Figo Portugal 62 1995-2000
67º Lineker Inglaterra 58 1986-1989
71º Romário Brasil 53 1993-1995
72º Henry França 50 2007-2010
78º Ronaldo Brasil 48 1996-1997
83º Maradona Argentina 45 1982-1984

.

Agora, apenas em jogos oficiais, Messi está muito perto de se tornar o maior artilheiro do Barcelona. Faltam apenas 8 gols para superar César Rodríguez. Essa conta, porém, não é muito comum aqui no Brasil. Apenas na Europa, onde praticamente não são consideradas estatísticas em jogos amistosos.

Pelé, por exemplo, tem 720 gols oficiais dos 1281 gols que marcou na carreira. Já Romário, tem até mais gols oficiais (734) de sua conta de 1002 gols.

Confira a lista dos maiores artilheiros do Barcelona em jogos oficiais:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 235 1942–1955
Messi Argentina 228 2004–2012
Kubala Hungria 194 1950–1961
Josep Samitier Espanha 178 1919–1932
Josep Escolà Espanha 167 1934–1949
Paulino Alcántara Filipinas 137 1912–16  e 1918–27
Ángel Arocha Espanha 134 1926–1933
Eto’o Camarões 130 2004–2009
Rivaldo Brasil 130 1997–2002
10º Mariano Martín Espanha 124 1940–1948

.

Apenas pelo Campeonato Espanhol, Messi tornou-se esse ano o segundo maior artilheiro do clube desde 1929, ficando atrás justamente de César Rodríguez. Hoje, a diferença entre eles é de 48 gols. Nos últimos dois espanhois, Messi marcou 59 gols. Continuando assim, talvez, em mais um temporada e meia já supera o ataque dos anos 40 e 50.

No Brasil, Roberto Dinamite é o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro com 190 gols. Na Espanha, o recordista é Telmo Zarra, que fez 251 gols pelo Athletic Bilbao entre 1940 e 1955.

Confira quais são os maiores artilheiros do Barcelona no Campeonato Espanhol desde 1929:

Pos. Jogador País Gols Período
César Rodríguez Espanha 195 1942–1955
Messi Argentina 147 2004–2012
Kubala Hungria 131 1950–1961
Eto’o Camarões 108 2004–2009
Mariano Martín Espanha 97 1939–1948
Kluivert Holanda 90 1998–2004
Basora Espanha 89 1946–1958
Rivaldo Brasil 87 1997–2002
Josep Escolà Espanha 86 1934–1949
10º Stoichkov Bulgária 83 1990–95 e 1996–98

.

Já em partidas internacionais oficiais (Mundial de Clubes, Liga dos Campeões, Recopa Europeia, Copa da Uefa/Liga Europa e Supercopa Europeia), Messi é o primeirão da lista com 54 gols. Pela Liga dos Campeões foram 49 gols. O brasileiro Rivaldo, com 31 gols, sendo 25 na Liga dos Campeões, é o segundo. Confira os dez primeiros colocados:

Pos. Jogador País Gols Período
Messi Argentina 54 2004–2012
Rivaldo Brasil 31 1997–2002
Luis Enrique Espanha 27 1996–2004
Evaristo de Macedo Brasil 27 1957–1962
Kluivert Holanda 26 1998–2004
Carles Rexach Espanha 25 1965–1981
Stoichkov Bulgária 23 1990–95 e 1996–98
José Zaldúa Espanha 22 1961–1971
Kocsis Hungria 21 1958–1965
10º Ronaldinho Brasil 19 2003–2008

.

.

.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Artilheiros, Futebol Europeu | 09:07

Totti e os maiores artilheiros em Campeonatos Nacionais

Compartilhe: Twitter

O atacante Francesco Totti, da Roma, superou a marca de 200 gols pelo Campeonato Italiano. Aos 34 anos, o jogador, que defende a Roma desde 1992, seu único clube, marcou duas vezes, ontem, no empate contra a Fiorentina (2 x 2). Dessa forma, chegou a marca de 201 gols na história da Séria A. Maior artilheiro em atividade, Totti está perto de alcançar Roberto Baggio na lista dos principais goleadores da história do Campeonato Italiano. Baggio, o quinto da lista, marcou 206 gols até hoje.

.

Na Itália, o brasileiro Mazzola, conhecido por lá como José Altafini, está entre os maiores artilheiros com 216 gols. Além dele, outros três brasileiros já superaram a marca dos 100 gols na Série A: Luis Vinício (155 gols entre 1955 e 1968); Dino da Costa (108 gols entre 1955 e 1966); e Sérgio Clerice (103 gols entre 1960 e 1978).

Entre os principais campeonatos nacionais da Europa (Itália, Alemanha, Espanha, Inglaterra, França e Portugal), Mazzola é o único brasileiro que aparece na lista dos dez maiores. Com mais de 100 gols, além desses do Campeonato Italiano, temos mais brasileiros. Na Alemanha, aparecem Élber (133 gols entre 1994 e 2005) e Aílton (106 gols entre 1997 e 2006). Na Espanha, figuram Ronaldo (117 gols entre 1996 e 2006); Waldo (115 gols entre 1961 e 1970); e Rivaldo (107 gols entre 1996 e 2002). Já em Portugal, os brasileiros que marcaram mais de 100 gols foram Jardel (185 gols entre 1996 e 2006); Liédson (116 gols entre 2003 e 2011); Edmílson (112 gols entre 1988 e 2001); e Gaúcho (103 gols entre 1996 e 2008).

Confira a lista dos 10 maiores artilheiros nos principais campeonatos nacionais da Europa:


xxx

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011 Artilheiros | 12:39

Todos os jogos da brilhante carreira de Ronaldo

Compartilhe: Twitter

Com 481 gols em 696 jogos, o atacante Ronaldo deixa oficialmente os campos hoje, com seu anúncio de aposentadoria. É bem provável que o craque, aos 34 anos, ainda faça um jogo de despedida (seria bom até que fossem dois – um pelo Corinthians, outro pela Seleção Brasileira).

Jogador marcada por um início de carreira meteórico, com muito gols e jogadas geniais, Ronaldo ficou também marcado pelas lesões, superações e um final melancólico, quando esteve em campo totalmente fora de forma física e técnica ideal.

Com quase 500 gols em 700 jogos, Ronaldo figura entre os maiores artilheiros do futebol brasileiro em todos os tempos. Talvez, se não tivesse sofrido com tantas lesões e a com a balança, Ronaldo teria feito mais. Em 1997, o Fenômeno chegou a disputar 80 partidas no ano, com 66 gols! Em 1999, atacante jogou só 21 partidas. Já em 2000, quando voltou a jogar após um longo período, fez somente uma partida. Já em 2001, Ronaldo entrou em campo em 8 jogos. Nessa época, quando tinha ainda 23, 24 e 25 anos, Ronaldo jogou somente 29 partidas.

Pelo Corinthians, seu último clube, Ronaldo fez 69 jogos, dois a menos que do PSV Einhoven. Com uma média de 0,52 gol por partida, o atacante só não teve uma média pior do que na época do Milan. Veja abaixo o resumo de jogos e gols na carreira de Ronaldo e aqui, a lista de jogos do maior artilheiro da história das Copas.

Cruzeiro – 59 jogos e 57 gols (0,97 gol por partida)
PSV Eindhoven (HOL) – 71 jogos e 67 gols (0,94 gol por partida)
Barcelona (ESP) – 51 jogos e 47 gols (0,92 gol por partida)
Internazionale (ITA) – 113 jogos e 69 gols (0,61 gol por partida)
Real Madrid (ESP) – 193 jogos e 117 gols (0,61 gol por partida)
Milan (ITA) – 20 jogos e 9 gols (0,45 gol por partida)
Corinthians – 69 jogos e 36 gols (0,52 gol por partida)
Autor: Tags: ,

sábado, 22 de janeiro de 2011 Copa do Mundo, História | 23:00

Rivaldo e os sobreviventes de Copas em atividade no Brasil

Compartilhe: Twitter

O São Paulo anunciou hoje que acertou com Rivaldo para a temporada de 2011. O meia-atacante, de 38 anos (fará 39 em abril), só aguarda a liberação do antigo clube, o Bunyodkor, do Uzbequistão, para vestir a camisa tricolor. Caso isso realmente se confirme, Rivaldo entrará para a lista dos veteranos que já atuaram em Copas do Mundo em atividade aqui no Brasil.

Da Seleção Brasileira campeão da Copa do Mundo de 1994, apenas dois jogadores seguem atuando por aqui: Ronaldo, atacante do Corinthians (34 anos) e Viola, atacante, 42 anos, que vai jogar o Paulistão da Segunda Divisão pelo Juventus. Da Copa do Mundo de 1998, a lista de “sobreviventes” é maior. Ainda jogam, além de Ronaldo, o lateral-esquerdo Roberto Carlos (38 anos), também no Corinthians, o volante Zé Roberto, 36 anos, no Hamburgo-ALE, e Rivaldo, de 38 anos.

Já do time campeão de 2002, jogam ainda no futebol brasileiro Marcos (goleiro, Palmeiras, 37 anos), Belletti (volante, Fluminense, 34 anos), Rogério Ceni (goleiro, São Paulo, 38 anos), Júnior (lateral-esquerdo, Goiás, 37 anos), Ronaldinho Gaúcho (meia, Flamengo, 30 anos), além de Ronaldo, Roberto Carlos e Rivaldo. Além desses jogadores, ainda tem o volante Kléberson, que ainda não acertou sua permanência no Flamengo para 2011.

Da Copa de 2006, além da dupla do Corinthians (Ronaldo e Roberto Carlos), jogam por aqui Ronaldinho Gaúcho, Rogério Ceni, Ricardinho, Fred e Gilberto. Já da última Copa do Mundo, de 2010, jogam no Brasil apenas o volante Elano (Santos) e o meia Gilberto, além de Kléberson.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 História | 23:49

Os brasileiros no prêmio da Fifa do melhor jogador mundo

Compartilhe: Twitter

Pelo terceiro ano consecutivo, os brasileiros não estarão brigando para ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa. Na próxima segunda-feira, dia 10, três jogadores do Barcelona-ESP estarão na cerimônia de premiação em Zurique, na Suíça: os espanhois Xavi e Iniesta e o argentino Lionel Messi. País que mais teve jogadores coroados como os melhores do mundo (oito vezes), o Brasil conquistou o prêmio pela última vez em 2007, com Kaká (no futebol masculino). Em 2010, apenas três brasileiros entraram na lista inicial dos nomeados ao prêmio: o goleiro Júlio César e o lateral-direito Maicon (que jogam na Internazionale-ITA) e o lateral-direito Daniel Alves (do Barcelona-ESP). Com uma votação baixa, o trio não chegou a entrar na lista final.

Confira abaixo os brasileiros que já ficaram entre os dez primeiros na história do prêmio da Fifa, entregue desde 1991 aos melhores jogadores do mundo através da votação de técnicos de todas as seleções do mundo.

1991
Nenhum

1992
Nenhum

1993
2º – Romário
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
10º – Raí, meia, São Paulo e Paris Saint-Germain-FRA

1994
– Romário
, atacante, Barcelona-ESP
– Bebeto, atacante, La Coruña-ESP
– Dunga, volante, Stuttgart-ALE
Mauro Silva, volante, La Coruña-ESP

1995
– Romário
, atacante, Flamengo
– Juninho Paulista, Middlesbrough-ING

1996
– Ronaldo
, atacante, PSV Eindhoven-HOL e Barcelona-ESP
10ºRomário, atacante, Flamengo e Valencia-ESP

1997
Ronaldo, atacante, Barcelona-ESP e Internazionale-ITA
Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
10ºLeonardo, lateral-esquerdo/meia, Paris Saint-Germain-FRA e Milan-ITA

1998
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

1999
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2000
3ºRivaldo, meia, Barcelona-ESP

2001
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP

2002
Ronaldo, atacante, Internazionale-ITA e Real Madrid-ESP
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP
Rivaldo, meia, Barcelona-ESP e Milan-ITA

2003
– Ronaldo, atacante, Real Madrid-ITA
– Roberto Carlos, lateral-esquerdo, Real Madrid-ESP

2004
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
Ronaldo, atacante, Real Madrid-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2005
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Adriano, atacante, Internazionale-ITA
– Kaká, meia, Milan-ITA

2006
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP
– Kaká, meia, Milan-ITA

2007
– Kaká, meia, Milan-ITA
– Ronaldinho Gaúcho, meia, Barcelona-ESP

2008
– Kaká, meia, Milan-ITA

2009
– Kaká, meia, Milan-ITA


Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Artilheiros, Campeonato Brasileiro | 13:04

Ronaldo segue invicto no Brasileirão pelo Corinthians

Compartilhe: Twitter

O atacante Ronaldo foi decisivo, ontem, na goleada do Corinthians sobre o Avaí por 4 x 0. O Fenômeno, que garantiu em entrevista coletiva no mês passado que o Corinthians seria campeão brasileiro, fez seu quarto jogo consecutivo, o que não acontecia a seis meses e marcou dois gols. Desde novembro de 2009, isso não acontecia, quando Ronaldo marcou duas vezes no empate contra o Palmeiras, por 2 x 2.

Pelo Brasileirão, Ronaldo disputou seu sétimo jogo e antou seu quinto gol (média de 0,71 por jogo). Apenas Roger (que já deixou o Guarani), Vágner Love (ex-Flamengo) e Emerson (Fluminense), têm média superior nesse brasileiro. Roger anotou 6 gols em 6 jogos, Vágner Love fez 4 gols em 5 partidas (0,80 por jogo) e Emerson fez 7 gols em 9 jogos (0,78). O artilheiro Jonas, do Grêmio, fez 20 gols em 29 jogos (0,69 por partida). Bruno César, artilheiro do Corinthians no Brasileirão, fez 13 gols em 27 jogos (média de 0,48 por partida).

Em sete jogos, Ronaldo ainda não perdeu pelo Corinthians nesse Brasileiro. Foram 4 vitórias e 3 empates (aproveitamento de 71,4% dos pontos). Sem ele em campo, em 26 rodadas, o time conquistou 53,8% dos pontos (12 vitórias, 6 empates e 8 derrotas). Desde sua volta, nas últimas quatro rodadas, o Corinthians encerrou o jejum de sete jogos sem vitórias, ganhou dois jogos e empatou outros dois. Nesse período, o time diminuiu a diferença de cinco para um ponto em relação ao líder Fluminense.

Com essa sequência de quatro jogos, Ronaldo chegou a marca de 61 jogos pelo Corinthians em dois anos de clube. Assim, superou o número de partidas que fez com a camisa do Cruzeiro (59). O Fenômeno, que quer se aposentar no final de 2011, está a apenas 10 jogos de igualar o número de jogos feitos pelo PSV Eindhoven (71). Confira abaixo o número de jogos e gols de Ronaldo pelos clubes em que atuou na carreira:

Cruzeiro – 59 jogos e 57 gols (0,97 gol por partida)
PSV Eindhoven (HOL) – 71 jogos e 67 gols (0,94 gol por partida)
Barcelona (ESP) – 51 jogos e 47 gols (0,92 gol por partida)
Internazionale (ITA) – 113 jogos e 69 gols (0,61 gol por partida)
Real Madrid (ESP) – 193 jogos e 117 gols (0,61 gol por partida)
Milan (ITA) – 20 jogos e 9 gols (0,45 gol por partida)
Corinthians – 61 jogos e 35 gols (0,57 gol por partida)

Confira abaixo também um resumo da passagem do atacante Ronaldo pelo Corinthians:

2009

Jogo nº Data Placar Adversário Competição Gols Minutos jogados V, E, D
1 04/03/2009 2 x 0 Itumbiara-GO Copa do Brasil 0 23 V
2 08/03/2009 1 x 1 Palmeiras Paulista 1 28 E
3 11/03/2009 2 x 1 São Caetano Paulista 1 76 V
4 22/03/2009 1 x 0 Santos Paulista 0 81 V
5 25/03/2009 2 x 2 Ponte Preta Paulista 2 90 E
6 28/03/2009 0 x 0 Guarani Paulista 0 90 E
7 31/03/2009 3 x 0 Ituano Paulista 1 90 V
8 12/04/2009 2 x 1 São Paulo Paulista 0 90 V
9 19/04/2009 2 x 0 São Paulo Paulista 1 72 V
10 26/04/2009 3 x 1 Santos Paulista 2 90 V
11 29/04/2009 2 x 3 Atlético-PR Copa do Brasil 0 45 D
12 03/05/2009 1 x 1 Santos Paulista 0 90 E
13 06/05/2009 2 x 0 Atlético-PR Copa do Brasil 2 90 V
14 13/05/2009 1 x 0 Fluminense Copa do Brasil 0 90 V
15 17/05/2009 0 x 0 Botafogo Brasileiro 0 72 E
16 20/05/2009 2 x 2 Fluminense Copa do Brasil 0 88 E
17 03/06/2009 0 x 0 Vasco Copa do Brasil 0 90 E
18 14/06/2009 0 x 0 Goiás Brasileiro 0 72 E
19 17/06/2009 2 x 0 Internacional Copa do Brasil 2 90 V
20 21/06/2009 3 x 1 São Paulo Brasileiro 0 90 V
21 01/07/2009 2 x 2 Internacional Copa do Brasil 0 90 E
22 08/07/2009 4 x 2 Fluminense Brasileiro 3 88 V
23 12/07/2009 0 x 3 Grêmio Brasileiro 0 90 D
24 16/07/2009 4 x 3 Sport Brasileiro 2 90 V
25 19/07/2009 2 x 1 Cruzeiro Brasileiro 1 90 V
26 23/07/2009 2 x 1 Vitória Brasileiro 0 90 V
27 26/07/2009 0 x 3 Palmeiras Brasileiro 0 23 D
28 20/09/2009 1 x 4 Goiás Brasileiro 0 90 D
29 27/09/2009 1 x 1 São Paulo Brasileiro 1 77 E
30 03/10/2009 1 x 3 Atlético-PR Brasileiro 0 90 D
31 10/10/2009 2 x 1 Grêmio Brasileiro 1 90 V
32 25/10/2009 0 x 1 Cruzeiro Brasileiro 0 90 D
33 28/10/2009 1 x 0 Vitória Brasileiro 0 90 V
34 01/11/2009 2 x 2 Palmeiras Brasileiro 2 90 E
35 08/11/2009 2 x 0 Santo André Brasileiro 1 90 V
36 15/11/2009 1 x 3 Avaí Brasileiro 0 90 D
37 21/11/2009 2 x 3 Náutico Brasileiro 1 90 D
38 29/11/2009 0 x 2 Flamengo Brasileiro 0 25 D

a

Resumo de 2009:

38 jogos
24 gols
0,63 gol por jogo
79,5 minutos jogados por partida
18 vitórias
11 empates
9 derrotas
57% de aproveitamento

.

2010

Jogo nº Data Placar Adversário Competição Gols Minutos jogados V, E, D
39 20/01/2010 2 x 1 Bragantino Paulista 0 90 V
40 27/01/2010 1 x 1 Mirassol Paulista 1 68 E
41 24/02/2010 2 x 1 Racing-URU Libertadores 0 68 V
42 28/02/2010 1 x 2 Santos Paulista 0 68 D
43 04/03/2010 1 x 1 Botafogo Paulista 0 68 E
44 10/03/2010 1 x 1 Indep. Medellin-COL Libertadores 0 68 E
45 14/03/2010 2 x 1 Santo André Paulista 0 68 V
46 17/03/2010 1 x 0 Cerro Porteño-PAR Libertadores 1 83 V
47 24/03/2010 0 x 1 Paulista Paulista 0 90 D
48 28/03/2010 4 x 3 São Paulo Paulista 0 83 V
49 01/04/2010 2 x 1 Cerro Porteño-PAR Libertadores 1 86 V
50 04/04/2010 2 x 0 Ituano Paulista 1 90 V
51 07/04/2010 5 x 1 Rio Claro Paulista 1 90 V
52 14/04/2010 2 x 0 Racing-URU Libertadores 0 69 D
53 28/04/2010 0 x 1 Flamengo Libertadores 0 83 D
54 05/05/2010 2 x 1 Flamengo Libertadores 1 90 V
55 09/05/2010 2 x 1 Atlético-PR Brasileiro 1 90 V
56 29/08/2010 2 x 1 Vitória Brasileiro 0 62 V
57 08/09/2010 1 x 1 Atlético-PR Brasileiro 1 45 E
58 17/10/2010 0 x 0 Guarani Brasileiro 0 90 E
59 24/10/2010 1 x 0 Palmeiras Brasileiro 0 90 V
60 27/10/2010 1 x 1 Flamengo Brasileiro 1 90 E
61 03/11/2010 4 x 0 Avaí Brasileiro 2 90 V

s

Resumo de 2010:

23 jogos
11 gols
0,48 gol por jogo
79,1 minutos jogados por partida
13 vitórias
6 empates
4 derrotas
65,2% de aproveitamento

.

38 jogos
24 gols
0,63 gol por jogo
79,5 minutos jogados por partida
18 vitórias
11 empates
9 derrotas
57% de aproveitamento
Autor: Tags: ,

sexta-feira, 9 de julho de 2010 Sem categoria | 15:30

Pela segunda Copa, Brasil não tem indicados ao prêmio "Bola de Ouro"

Compartilhe: Twitter

A Fifa divulgou hoje a lista dos dez jogadores indicados ao prêmio “Bola de Ouro”, entregue ao melhor jogador de cada Copa desde 1982. Pela segunda edição consecutiva, a Seleção Brasileira não terá um jogador na lista dos dez indicados a receber o prêmio. O zagueiro Lúcio, melhor jogador brasileiro nessa Copa, acabou ficando de fora da lista.

Entre os dez candidatos dessa Copa, aparecem três espanhóis (Xavi, Villa e Iniesta), dois holandeses (Robben e Sneidjer), dois alemães (Özil e Schweisteinger), um argentino (Messi), um uruguaio (Forlan) e um ganês (Gyan).

Desses jogadores, dois foram eliminados da Copa nas quartas-de-final (Messi e Gyan), fase onde a Seleção Brasileira também caiu no mundial.

Outra curiosidade é que o melhor jogador da Copa poderá também ser o artilheiro do mundial. Villa e Sneidjer têm hoje 5 gols. Forlán, do Uruguai, tem 4 gols, e também está na briga. Até hoje, apenas em duas das sete premiações, o artilheiro foi também o craque da Copa: Paolo Rossi (Itália), em 1982, e Schillaci (Itália), em 1990.

Os brasileiros já conquistaram duas vezes o prêmio Bola de Ouro. Romário, em 1994, e Ronaldo, em 1998. O Fenômeno conseguiu também uma Bola de Prata, em 2002, quando foi  o artilheiro do mundial. Outro brasileiro que conquistou a Bola de Prata foi Falcão, na Copa de 1982. Ronaldo e Maradona são, até hoje, os únicos a conquistarem dois prêmios.

Confira abaixo a lista dos ganhadores e as colocações dos brasileiros indicados:

Copa Bola de Ouro Bola de Prata Bola de Bronze Brasileiros
1982 Paolo Rossi (ITA) Falcão (BRA) Rummenigge (ALE) Zico (5º) e Sócrates (6º)
1986 Maradona (ARG) Schumacher (ALE) Larsen (DIN) Júlio César (10º)
1990 Schillaci (ITA) Matthaus (ALE) Maradona (ARG)
1994 Romário (BRA) Roberto Baggio (ITA) Stoichkov (BUL) Bebeto (6º) e Dunga (8º)
1998 Ronaldo (BRA) Suker (CRO) Thuram (FRA) Rivaldo (5º) e Dunga (9º)
2002 Kahn (ALE) Ronaldo (BRA) Hong Myung Bo (COR) Rivaldo (4º), Ronaldinho (5º) e Roberto Carlos (8º)
2006 Zidane (FRA) Cannavaro (ITA) Pirlo (ITA)

a

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas | 11:24

Ronaldo ficou a sete gols de sua meta para 2009

Compartilhe: Twitter

RonaldoQuando chegou ao Corinthians, o atacante Ronaldo traçou uma meta de encerrar a temporada com 30 gols. Um número alcançado por ele em nove das 15 temporadas que fez (em dois anos praticamente não jogou). Pelo Corinthians, porém, o Fenômeno não conseguiu atingir esse número. Ronaldo marcou 23 gols e ficou a 7 da marca esperada. Em números totais de gols, essa foi a 10ª melhor temporada de Ronaldo. Na média de gols, a temporada também foi sua 10ª melhor. Ronaldo disputou 38 jogos e marcou 23 gols, média de 0,61 gol por partida. Em termos de títulos, porém, a temporada foi um das melhores para o atacante, que foi campeão Paulista e da Copa do Brasil. Veja abaixo o desempenho de Ronaldo ano a ano.

Ano Jogos Gols Média
1993 29 28 0,97
1994 56 46 0,82
1995 50 51 1,02
1996 39 31 0,79
1997 80 66 0,83
1998 53 30 0,57
1999 35 21 0,60
2000 1 0 0,00
2001 13 8 0,62
2002 33 21 0,64
2003 71 50 0,70
2004 63 36 0,57
2005 49 31 0,63
2006 34 17 0,50
2007 16 7 0,44
2008 5 2 0,40
2009 38 23 0,61

.

tardelli11Entre os principais goleadores dos clubes do Brasileirão, daqueles que ainda estão no elenco de suas respectivas equipes, apenas dois jogadores conseguiram atingir a marca de 30 ou mais gols na temporada: Felipe, do Goiás, autor de 30 gols, e Diego Tardelli, do Atlético-MG, que marcou 39 gols em partidas oficiais de campeonatos. Na média de gols, Diego Tardelli também foi o melhor, com 0,74 por partida. Nesse quesito, Ronaldo foi o quarto, com uma média de 0,61, atrás de Adriano (0,66) e Fred (0,63). Confira quantos gols os principais artilheiros de cada time da Série A marcou na temporada.

Jogador Clube Jogos Gols Média
Diego Tardelli Atlético-MG 53 39 0,74
Felipe Goiás 56 30 0,54
Kleber Pereira Santos 53 28 0,53
Washington São Paulo 56 27 0,48
Alecsandro Internacional 64 27 0,42
Marcelinho Paraíba Coritiba 50 25 0,50
Wellington Paulista Cruzeiro 44 24 0,55
Ronaldo Corinthians 38 23 0,61
Jonas Grêmio 49 23 0,47
Fred Fluminense 35 22 0,63
Victor Simões Botafogo 54 19 0,35
Adriano Flamengo 29 19 0,66
Carlinhos Bala Náutico 58 19 0,33
Val Baiano Barueri 32 18 0,56
Nunes Santo André 39 18 0,46
Diego Souza Palmeiras 61 18 0,30
Marcinho Atlético-PR 58 17 0,29
William Avaí 40 15 0,38
Ciro Sport 42 15 0,36
Roger Vitória 34 14 0,41
Autor: Tags: , ,

sábado, 31 de outubro de 2009 História | 15:51

Kaká concorrerá ao prêmio de melhor do mundo pela quinta vez

Compartilhe: Twitter

A Fifa anunciou ontem o nome dos 23 jogadores que vão concorrer ao prêmio de mulher jogador do mundo em 2009. Entre eles, estão três brasileiros: Kaká (Milan-ITA/Real Madrid-ESP), Luís Fabiano (Sevilla-ESP) e Diego (Werder Bremen-ALE/Juventus-ITA). O meia Kaká, vencedor do prêmio em 2007, concorrerá ao título de melhor jogador da Fifa pela quinta vez, sendo a quarta consecutiva. Já o atacante Luís Fabiano e o meia Diego irão brigar pelo prêmio pela primeira vez.

Até hoje, o atacante Ronaldo é o brasileiro com mais prêmios da Fifa. O Fenômeno foi eleito o melhor jogador do mundo três vezes (1996, 1997 e 2002). Apenas o francês Zidane conseguiu esse feito. Ronaldo é também o brasileiro que mais vezes concorreu ao prêmio da Fifa, ao lado do lateral-esquerdo Roberto Carlos (7 vezes cada). O meia Rivaldo e agora Kaká, vêm logo em seguida com 5 indicações cada). Entre os vencedores, além de Ronaldo e Kaká, o Brasil já teve mais três melhores jogadores do mundo: Rivaldo, Romário e Ronaldinho Gaúcho. O meia, ex-Grêmio e Barcelona-ESP e hoje no Milan, aliás, deixará de concorrer ao prêmio de melhor do mundo pelo segundo ano consecutivo. Eleito o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005, Ronaldinho foi indicado ainda em 2006 e 2007. Desde então, está fora da briga.

Confira abaixo os vencedores do prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa e a colocação dos brasileiros indicados ao prêmio em cada ano.

Ano Vencedor País Clube
2008 Cristiano Ronaldo Portugal Manchester United-ING
2007 Kaká Brasil Milan-ITA
2006 Cannavaro Itália Juventus-ITA/Real Madrid-ESP
2005 Ronaldinho Gaúcho Brasil Barcelona-ESP
2004 Ronaldinho Gaúcho Brasil Barcelona-ESP
2003 Zidane França Real Madrid-ESP
2002 Ronaldo Brasil Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
2001 Figo Portugal Real Madrid-ESP
2000 Zidane França Juventus-ITA
1999 Rivaldo Brasil Barcelona-ESP
1998 Zidane França Juventus-ITA
1997 Ronaldo Brasil Internazionale-ITA/Barcelona-ESP
1996 Ronaldo Brasil PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1995 Weah Libéria Paris Saint-Germain-FRA/Milan-ITA
1994 Romário Brasil Barcelona-ESP
1993 Roberto Baggio Itália Juventus-ITA
1992 Van Basten Holanda Milan-ITA
1991 Matthäus Alemanha Internazionale-ITA

.

Os brasileiros ano a ano

Ano Brasileiro Posição Clube
2008 Kaká Milan-ITA
2007 Kaká Milan-ITA
2007 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2007 Juninho Pernambucano 20º Lyon-FRA
2006 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2006 Kaká Milan-ITA
2006 Adriano 29º Internazionale-ITA
2005 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2005 Adriano Internazionale-ITA
2005 Ronaldo 12º Real Madrid-ESP
2005 Robinho 17º Real Madrid-ESP
2005 Cafu 26º Milan-ITA
2005 Roberto Carlos 29º Real Madrid-ESP
2004 Ronaldinho Gaúcho Barcelona-ESP
2004 Adriano Internazionale-ITA
2004 Ronaldo Real Madrid-ESP
2004 Kaká Milan-ITA
2004 Roberto Carlos 21º Real Madrid-ESP
2004 Cafu 27º Milan-ITA
2003 Ronaldo Real Madrid-ESP
2003 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
2002 Ronaldo Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
2002 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
2002 Rivaldo Barcelona-ESP/Milan-ITA
2001 Rivaldo Barcelona-ESP/Milan-ITA
2001 Roberto Carlos 15º Real Madrid-ESP
2001 Élber 27º Bayern Munique-ALE
2000 Rivaldo Barcelona-ESP
1999 Rivaldo Barcelona-ESP
1998 Ronaldo Internazionale-ITA
1998 Rivaldo Barcelona-ESP
1997 Ronaldo Internazionale-ITA/Barcelona-ESP
1997 Roberto Carlos Real Madrid-ESP
1997 Leonardo 10º Paris Saint-Germain-FRA/Milan-ITA
1996 Ronaldo PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1996 Romário 10º Flamengo/Valencia-ESP
1996 Roberto Carlos 14º Internazionale-ITA/Real Madrid-ESP
1996 Giovanni 16º Santos/Barcelona-ESP
1995 Romário Barcelona-ESP/Flamengo
1995 Juninho Paulista São Paulo/Middlesbrough
1994 Romário Barcelona-ESP
1994 Bebeto La Coruña-ESP
1994 Dunga Stuttgart-ALE
1994 Mauro Silva La Coruña-ESP
1993 Romário PSV Eindhoven-HOL/Barcelona-ESP
1993 Bebeto La Coruña-ESP
1993 Raí 10º São Paulo/Paris Saint-Germain-FRA
1992
1991
Autor: Tags: , , ,

sábado, 25 de julho de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História | 02:19

Ronaldo ainda não perdeu clássicos com o Corinthians

Compartilhe: Twitter

No próximo domingo, Corinthians e Palmeiras irão se enfrentar em Presidente Prudente pela 330ª vez. O Derby paulista, realizado pela primeira vez em 1917, terá ótimos ingredientes, além da histórica rivalidade. A fase atual dos dois clubes no Brasileirão é boa e uma vitória dará definitivamente uma motivação grande rumo ao título nacional.

O Corinthians, campeão Paulista e da Copa do Brasil nessa temporada, contará com Ronaldo, que fará seu 7º jogo consecutivo. Artilheiro do time no ano com 17 gols, o Fenômeno reencontrará o palco onde marcou seu primeiro gol pelo Corinthians, em Presidente Prudente, justamente contra o rival Palmeiras. O gol de Ronaldo, aos 48 minutos, no empate por 1 x 1, serviu para quebrar um jejum de quatro vitórias consecutivas do Palmeiras e também de quatro jogos sem gols sobre o rival.

Com Ronaldo em campo, o Corinthians ainda não perdeu clássicos em 2009. Em 7 jogos, foram 5 vitórias (Santos (2), São Paulo 93) e 2 empates (Santos e Palmeiras). Nesses jogos, Ronaldo fez 4 gols.

Já o Palmeiras conta com um retrospecto positivo recente sobre o rival e a boa fase de Diego Souza, autor do gol palmeirense no último Derby. O Verdão não perde para o Corinthians desde o dia 25/10/2006. Já são 5 jogos, com 4 vitórias e 1 empate. Nos últimos 10 jogos, aliás, o Palmeiras perdeu apenas duas vezes. Historicamente, o Palmeiras também leva vantagem no geral e em Campeonatos Brasileiros. Em 329 jogos, foram 119 vitórias do Verdão contra 112 do Timão e 98 empates. O Palmeiras marcou 483 gols e sofreu 442. Em Brasileiros, os clubes se enfrentaram 33 vezes. O Palmeiras ganhou 12, perdeu 11 e empatou 10 vezes.

Além disso, o Corinthians luta para alcançar sua quarta vitória consecutiva, algo que não consegue desde 2006 em Brasileiros, ano em que ficou pela última vez entre os primeiros colocados do Brasileirão. Já o Palmeiras, será observado pela primeira vez pelo novo técnico, Muricy Ramalho. No domingo, o time será dirigido pela última vez pelo interino Jorginho.

Confira abaixo a lista de todos os jogos entre Corinthians e Palmeiras e os principais resumos históricos.

No. Data Corinthians x Palmeiras Campeonato Estádio Cidade
1 06/05/17 0 x 3 Caetano (3) CP Parque Antártica São Paulo
2 05/08/17 Neco 1 x 3 Caetano, Ministro e Severino CP Floresta São Paulo
3 17/03/18 Neco (2) e Bororó 3 x 3 Heitor (3) AM Ponte Grande São Paulo
4 24/03/18 Neco e Américo 2 x 4 Heitor, Caetano (2) e Ministro AM Ponte Grande São Paulo
5 13/05/18 Neco (2) e Américo 3 x 3 Picagli, Caetano e Heitor CP Floresta São Paulo
6 03/05/19 Américo, Garcia e Roverso 3 x 0 AM Floresta São Paulo
7 13/05/19 Bingo 1 x 2 Imparato (2) AM Floresta São Paulo
8 20/07/19 0 x 1 Ministro CP Ponte Grande São Paulo
9 09/11/19 Américo 1 x 0 CP Parque Antártica São Paulo
10 25/04/20 0 x 3 Ministro, Heitor (2) CP Ponte Grande São Paulo
11 05/09/20 Amílcar e Américo 2 x 1 Heitor CP Parque Antártica São Paulo
12 04/09/21 Gambarotta 1 x 3 Martinelli, Picagli e Ministro CP Parque Antártica São Paulo
13 25/12/21 0 x 3 Martinelli, Imparato e Heitor CP Parque Antártica São Paulo
14 08/01/22 0 x 0 CP Floresta São Paulo
15 23/04/22 Peres e Neco 2 x 2 Ministro e Imparatinho CP Parque Antártica São Paulo
16 09/07/22 Gamborotta e Neco 2 x 0 AM Parque Antártica São Paulo
17 24/12/22 Amílcar e Gambarotta 2 x 3 Ministro, Conrado e Imparatinho CP Parque Antártica São Paulo
18 08/07/23 Rodrigues, Tatu, Neco e Peres 4 x 1 Bertolini CP Floresta São Paulo
19 17/05/25 Apparício, Napoli e Gambarotta 3 x 0 CP Parque Antártica São Paulo
20 15/08/26 Apparício e Gambinha 2 x 3 Imparato, Melle e Carrone CP Parque Antártica São Paulo
21 08/12/26 Gambarotta 1 x 0 AM Parque Antártica São Paulo
22 21/08/27 Apparício 1 x 3 Heitor (2) e Raphael (contra) CP Parque Antártica São Paulo
23 11/03/28 Apparício (2) e Neco 3 x 1 Armandinho CP Parque Antártica São Paulo
24 25/03/28 0 x 1 Serafini AM Parque Antártica São Paulo
25 23/09/28 Apparício, Gambarotta e De Maria 3 x 0 CP Parque São Jorge São Paulo
26 16/12/28 0 x 0 CP Parque Antártica São Paulo
27 23/12/28 Gambinha 1 x 3 Lara, Carrone e Osses AM Parque Antártica São Paulo
28 01/12/29 De Maria (2), Filó e Gambarotta 4 x 1 Carrone CP Parque Antártica São Paulo
29 04/05/30 0 x 1 Heitor CP Parque São Jorge São Paulo
30 27/07/30 Grané e Apparício 2 x 3 Pepe, Osses e Lara AM Parque Antártica São Paulo
31 24/08/30 0 x 4 Serafini, Romeu, Ministrinho e Heitor CP Parque Antártica São Paulo
32 29/03/31 Filó 1 x 3 Gogliardo, Romeu e Heitor CP Parque Antártica São Paulo
33 07/09/31 0 x 2 Romeu e Heitor AM Parque Antártica São Paulo
34 13/09/31 Tony 1 x 1 Romeu AM Parque São Jorge São Paulo
35 15/11/31 Rato II e Gambinha 2 x 3 Heitor, Osses e Romeu CP Parque São Jorge São Paulo
36 06/11/32 0 x 3 Sandro e Romeu (2) CP Parque Antártica São Paulo
37 07/05/33 Rato II 1 x 5 Romeu (2), Gabardo (2) e Carazzo CP/RSP Parque São Jorge São Paulo
38 05/11/33 0 x 8 Romeu (4), Imparato (3) e Gabardo CP/RSP Parque Antártica São Paulo
39 06/05/34 Zuza 1 x 2 Gabardo e Imparato CP Parque São Jorge São Paulo
40 05/08/34 Baianinho 1 x 3 Romeu, Lara e Álvaro CP Parque Antártica São Paulo
41 30/09/34 Zuza (2) 2 x 0 TN Parque São Jorge São Paulo
42 23/12/34 Wilson 1 x 0 AM Parque Antártica São Paulo
43 04/08/35 Teixeira (3) e Teleco 4 x 1 Fogueira CP Parque São Jorge São Paulo
44 24/11/35 Rato 1 x 2 Mathias e Gabardino CP Parque Antártica São Paulo
45 26/04/36 Teleco (2) 2 x 1 Munhoz (contra) CP Parque São Jorge São Paulo
46 28/02/37 Lopes 1 x 1 Luizinho CP Parque Antártica São Paulo
47 25/04/37 0 x 1 Frederico CP Parque Antártica São Paulo
48 02/05/37 0 x 0 CP Parque São Jorge São Paulo
49 09/05/37 Filó 1 x 2 Luizinho e Moacyr CP Parque Antártica São Paulo
50 07/09/37 Teleco 1 x 2 Rolando e Mathias CP Parque São Jorge São Paulo
51 14/11/37 Teleco 1 x 0 CP Parque Antártica São Paulo
52 13/05/38 Teleco (2) 2 x 2 Carlos (contra) e Mathias AM Parque São Jorge São Paulo
53 25/05/38 Tião 1 x 4 Feitiço (2), Barrilotti e Rolando AM Parque Antártica São Paulo
54 03/07/38 0 x 0 TN Parque Antártica São Paulo
55 21/08/38 0 x 0 TN Parque Antártica São Paulo
56 18/09/38 Teleco 1 x 2 Barrilotti e Rolando TN Parque Antártica São Paulo
57 23/10/38 Teleco 1 x 1 Canhoto CP Parque São Jorge São Paulo
58 04/06/39 Joane, Teleco e Servílio 3 x 3 Luizinho (2) e Zalli CP Parque São Jorge São Paulo
59 17/09/39 Carlinhos 1 x 0 CP Parque Antártica São Paulo
60 21/04/40 Carlinhos e Teleco 2 x 1 Echevarrieta AM Parque Antártica São Paulo
61 05/05/40 Begliomini contra 1 x 2 Echevarrieta e Luizinho TN Pacaembu São Paulo
62 21/07/40 Teleco 1 x 1 Pipi AM Pacaembu São Paulo
63 18/08/40 Teleco (2) 2 x 0 CP/RSP Parque São Jorge São Paulo
64 01/12/40 Joane 1 x 1 Echevarrieta CP Parque Antártica São Paulo
65 12/03/41 Carlinhos (2) 2 x 1 Capelozzi AM Pacaembu São Paulo
66 22/06/41 Servílio 1 x 1 Capelozzi CP Pacaembu São Paulo
67 12/10/41 0 x 2 Echevarrieta e Capelozzi CP Pacaembu São Paulo
68 28/03/42 Dino, Jerônimo, Teleco e Eduardinho 4 x 1 Chico Preto (contra) TN Pacaembu São Paulo
69 27/05/42 Jesus (3) e Joane 4 x 1 Echevarrieta TN Pacaembu São Paulo
70 28/06/42 Teleco 1 x 1 Og Moreira CP Pacaembu São Paulo
71 15/07/42 Servílio, Eduardinho, Milani e Jesus 4 x 2 Echevarrieta (2) TN Pacaembu São Paulo
72 04/10/42 Hércules, Milani e Begliomini contra 3 x 1 Lima CP Pacaembu São Paulo
73 23/05/43 0 x 2 Lima (2) CP Pacaembu São Paulo
74 01/07/43 Hércules (2) e Eduardinho 3 x 1 Peixe TN Pacaembu São Paulo
75 19/09/43 Hércules 1 x 3 Cabeção, Caxambu e Villadoniga CP Pacaembu São Paulo
76 05/03/44 Válter (2), Dino e Arquimedes 4 x 1 Caxambu TN Pacaembu São Paulo
77 30/04/44 Servílio 1 x 4 Caxambu (2) e Jorginho (2) CP Pacaembu São Paulo
78 27/08/44 Jerônimo (2) 2 x 1 Gonzalez CP Pacaembu São Paulo
79 18/03/45 Cláudio 1 x 1 Gonzalez TN Pacaembu São Paulo
80 10/06/45 Eduardinho e Servílio 2 x 2 Gonzalez e Osvaldinho CP Pacaembu São Paulo
81 02/09/45 Rui e Milani 2 x 1 Villadoniga CP Pacaembu São Paulo
82 13/10/45 Servílio 1 x 3 Waldemar Fiúme, Lima IV e Villadoniga AM Pacaembu São Paulo
83 30/12/45 Palmer e Cláudio (2) 3 x 3 Rolim, Waldemar Fiúme e Osvaldinho AM Pacaembu São Paulo
84 10/03/46 Cláudio 1 x 4 Lima (3) e Gonzales TN Pacaembu São Paulo
85 30/06/46 Servílio 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
86 20/10/46 Servílio (2), Rui e Baltazar 4 x 3 Canhotinho (2) e Villadoniga CP Pacaembu São Paulo
87 07/05/47 Nenê 1 x 2 Mário Miranda e Lula AM Pacaembu São Paulo
88 20/07/47 Turcão contra 1 x 3 Osvaldinho, Lima e Canhotinho CP Pacaembu São Paulo
89 23/11/47 Servílio e Cláudio 2 x 0 CP Pacaembu São Paulo
90 25/04/48 0 x 6 Osvaldinho, Canhotinho, Bóvio (2), Artur e Lula TN Pacaembu São Paulo
91 08/05/48 Noronha 1 x 1 Lima TN Pacaembu São Paulo
92 05/09/48 Hélio 1 x 1 Bóvio CP Pacaembu São Paulo
93 22/09/48 Cláudio 1 x 2 Bóvio (2) AM Pacaembu São Paulo
94 26/12/48 Cláudio e Baltazar 2 x 1 Lula CP Pacaembu São Paulo
95 09/01/49 Baltazar (2) e Noronha 3 x 2 Osvaldinho e Washington TN Pacaembu São Paulo
96 14/05/49 Baltazar (2), Nenê e Colombo 4 x 3 Washington (2) e Manduco AM Pacaembu São Paulo
97 14/08/49 Baltazar 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
98 13/11/49 Baltazar 1 x 1 Jair CP Pacaembu São Paulo
99 14/01/50 Luizinho, Cláudio e Baltazar 3 x 2 Washington (2) RSP Pacaembu São Paulo
100 18/05/50 Noronha 1 x 1 Ieso TN Pacaembu São Paulo
101 24/09/50 Jackson e Baltazar 2 x 2 Brandãozinho e Nestor CP Pacaembu São Paulo
102 07/01/51 Baltazar (2) e Luizinho 3 x 1 Aquiles CP Pacaembu São Paulo
103 24/03/51 Luizinho (2) e Baltazar 3 x 0 RSP Pacaembu São Paulo
104 08/04/51 Colombo e Jackson 2 x 3 Liminha, Homero (contra) e Aquiles RSP Pacaembu São Paulo
105 11/04/51 Luizinho 1 x 3 Jair (2) e Aquiles RSP Pacaembu São Paulo
106 07/10/51 Baltazar e Cláudio 2 x 3 Cilas, Liminha e Ponce de León CP Pacaembu São Paulo
107 27/01/952 Carbone, Jackson e Luizinho 3 x 1 Rodrigues CP Pacaembu São Paulo
108 02/02/52 Jackson 1 x 2 Rodrigues e Ponce de León RSP Pacaembu São Paulo
109 06/07/52 Colombo 1 x 1 Rodrigues TN Pacaembu São Paulo
110 27/08/52 Carbone (4) e Cláudio 5 x 1 Odair TN Pacaembu São Paulo
111 02/11/52 Cláudio e Luizinho 2 x 1 Liminha CP Pacaembu São Paulo
112 18/01/53 Cláudio (3), Baltazar (2) e Carbone 6 x 4 Odair (2), Rodrigues e Liminha CP Pacaembu São Paulo
113 08/03/53 Mário 1 x 0 TN Pacaembu São Paulo
114 24/05/53 Luizinho (2) e Carbone 3 x 3 Odair, Jair e Liminha RSP Pacaembu São Paulo
115 11/10/53 Cláudio (2) 2 x 2 Jair e Humberto CP Pacaembu São Paulo
116 17/01/54 Carbone (2) 2 x 1 Rodrigues CP Pacaembu São Paulo
117 10/07/54 Cláudio 1 x 0 RSP Pacaembu São Paulo
118 21/07/54 Cláudio (2) e Gatão 3 x 0 TN Pacaembu São Paulo
119 29/08/54 0 x 1 Rodrigues AM Barretão Barretos
120 31/10/54 Luizinho (2) e Baltazar 3 x 2 Humberto e Moacir CP Pacaembu São Paulo
121 06/02/55 Luizinho 1 x 1 Nei CP Pacaembu São Paulo
122 30/04/55 Carbone 1 x 2 Ivan e Liminha RSP Pacaembu São Paulo
123 22/06/55 Cláudio e Luizinho 2 x 1 Ivan TIN Pacaembu São Paulo
124 16/10/55 Luizinho (2), Goiano e Paulo 4 x 2 Rodrigues e Jari CP Pacaembu São Paulo
125 15/01/56 Luizinho e Cláudio 2 x 0 CP Pacaembu São Paulo
126 15/04/56 Baltazar (2) 2 x 1 Nestor TIN Pacaembu São Paulo
127 27/05/56 0 x 1 Ivan TN Pacaembu São Paulo
128 12/08/56 Luizinho 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
129 07/10/56 Luizinho, Paulo, Roberto Belangero e Rafael 4 x 4 Ivan, Renatinho, Mazzola e Elzo CP Pacaembu São Paulo
130 15/12/56 Goiano 1 x 1 Nei CP Pacaembu São Paulo
131 22/05/57 Luizinho 1 x 1 Ivan RSP Pacaembu São Paulo
132 29/09/57 Boquita 1 x 1 Mazzola CP Pacaembu São Paulo
133 17/11/57 Zague 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
134 27/11/57 Zague (2) e Índio 3 x 1 Nilo CP Pacaembu São Paulo
135 15/03/58 Zezinho e Índio 2 x 1 Paulinho RSP Pacaembu São Paulo
136 21/08/58 0 x 4 Paulinho (3) e Julinho CP Pacaembu São Paulo
137 05/11/58 Bataglia 1 x 2 Julinho e Parada CP Pacaembu São Paulo
138 24/03/59 Zezé (2) e Rafael 3 x 3 Waldemar Carabina, Nardo e Romeiro TN Pacaembu São Paulo
139 10/05/59 Rafael 1 x 2 Romeiro e Geo RSP Pacaembu São Paulo
140 16/08/59 Roberto Belangero 1 x 1 Walmir (contra) CP Pacaembu São Paulo
141 25/11/59 0 x 3 Américo (2) e Romeiro CP Pacaembu São Paulo
142 13/04/60 Lanzoninho 1 x 0 RSP Pacaembu São Paulo
143 08/06/60 Lécio e Leonel 2 x 1 Júlio TN Pacaembu São Paulo
144 17/08/60 Lanzoninho e Olavo 2 x 1 Djalma Santos CP Pacaembu São Paulo
145 03/11/60 Lanzoninho 1 x 1 Roberto Belangero (contra) CP Pacaembu São Paulo
146 02/04/61 Rafael, Miranda e Neves 3 x 3 Gildo (2) e Zeola RSP Pacaembu São Paulo
147 13/09/61 Da Silva 1 x 1 Djalma Santos CP Pacaembu São Paulo
148 26/10/61 Rafael 1 x 1 Américo CP Pacaembu São Paulo
149 22/02/62 0 x 3 Vavá, Gildo e Américo RSP Pacaembu São Paulo
150 30/09/62 Silva (2) e Nei 3 x 1 Alencar CP Pacaembu São Paulo
151 09/12/62 Silva (2) e Nei 3 x 0 CP Pacaembu São Paulo
152 23/02/63 0 x 1 Tupãzinho RSP Pacaembu São Paulo
153 15/09/63 0 x 2 Ademir da Guia e Vavá CP Pacaembu São Paulo
154 04/12/63 Lima (2) 2 x 5 Vavá (2), Julinho (2) e Servílio CP Pacaembu São Paulo
155 18/04/64 Silva 1 x 2 Servílio e Geraldo Scotto RSP Pacaembu São Paulo
156 13/09/64 Silva 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
157 29/11/64 Luizinho 1 x 4 Servílio (3) e Vavá CP Pacaembu São Paulo
158 24/02/65 Ferreirinha e Flávio 2 x 2 Ademir da Guia e Servílio RSP Pacaembu São Paulo
159 05/05/65 0 x 1 Rinaldo RSP Pacaembu São Paulo
160 12/09/65 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
161 05/12/65 0 x 1 Ademar Pantera CP Pacaembu São Paulo
162 21/03/66 Flávio 1 x 2 Rinaldo e Servílio RSP Pacaembu São Paulo
163 02/10/66 Dino Sani 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
164 11/12/66 Flávio 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
165 09/03/67 Flávio 1 x 2 Servílio e César Maluco RGP Pacaembu São Paulo
166 24/05/67 Dino Sani e Flávio 2 x 2 César Maluco e Zequinha RGP Pacaembu São Paulo
167 04/06/67 0 x 1 César Maluco RGP Morumbi São Paulo
168 29/07/67 Nair e Rivelino 2 x 1 César Maluco CP Pacaembu São Paulo
169 19/11/67 0 x 2 Tupãzinho (2) CP Pacaembu São Paulo
170 10/03/68 Ditão e Benê 2 x 1 Tupãzinho CP Pacaembu São Paulo
171 11/05/68 Paulo Borges e Rivelino 2 x 2 Diogo e Gildo CP Pacaembu São Paulo
172 16/11/68 0 x 2 Dudu e Tupãzinho RGP Morumbi São Paulo
173 30/03/69 Benê e Tales 2 x 0 CP Morumbi São Paulo
174 11/05/69 0 x 2 Artime (2) CP Morumbi São Paulo
175 22/06/69 Benê e Rivelino 2 x 3 Dudu, Artime e Jaime CP Morumbi São Paulo
176 15/11/69 0 x 1 Ademir da Guia RGP Pacaembu São Paulo
177 30/11/69 0 x 0 RGP Morumbi São Paulo
178 15/03/70 Tales e Paulo Borges 2 x 2 Dudu e César Maluco TN Martins Pereira São José dos Campos
179 04/04/70 Adinan 1 x 3 César Maluco (3) TN Parque Antártica São Paulo
180 11/04/70 0 x 0 TN Parque Antártica São Paulo
181 26/07/70 Célio e Ivair 2 x 1 César Maluco CP Morumbi São Paulo
182 16/08/70 0 x 1 César Maluco CP Morumbi São Paulo
183 22/11/70 Aladim 1 x 1 Dudu RGP Pacaembu São Paulo
184 25/04/71 Mirandinha (2), Adãozinho e Tião 4 x 3 César Maluco (2) e Leivinha CP Morumbi São Paulo
185 13/06/71 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
186 15/08/71 0 x 0 CB Morumbi São Paulo
187 27/01/72 Rivelino 1 x 1 Leivinha AM Pacaembu São Paulo
188 23/04/72 Vaguinho 1 x 1 César Maluco CP Morumbi São Paulo
189 30/07/72 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
190 01/11/72 Sicupira 1 x 0 CB Pacaembu São Paulo
191 03/03/73 Rivelino e Lance 2 x 1 Mílton TN Morumbi São Paulo
192 04/04/73 Mirandinha 1 x 1 Alfredo Mostarda CP Parque Antártica São Paulo
193 26/05/73 0 x 1 Edu TN Pacaembu São Paulo
194 05/08/73 Vaguinho 1 x 1 Leivinha CP Morumbi São Paulo
195 18/11/73 Rivelino 1 x 2 Laércio (contra) e Leivinha CB Morumbi São Paulo
196 27/01/74 0 x 0 CB Morumbi São Paulo
197 17/03/74 0 x 0 CB Morumbi São Paulo
198 18/08/74 Zé Roberto (3) 3 x 1 César Maluco CP Pacaembu São Paulo
199 15/12/74 Ivan 1 x 4 Leivinha, Brito (contra), Nei e Dudu CP Pacaembu São Paulo
200 18/12/74 Lance 1 x 1 Edu CP Pacaembu São Paulo
201 22/12/74 0 x 1 Ronaldo CP Morumbi São Paulo
202 23/02/75 0 x 0 TN Pacaembu São Paulo
203 11/05/75 Adãozinho 1 x 2 Alfredo e Edu CP Pacaembu São Paulo
204 15/06/75 Zé Roberto e Vaguinho 2 x 0 CP Pacaembu São Paulo
205 07/08/75 Adílson (2) 2 x 1 Fedato CP Morumbi São Paulo
206 21/09/75 Cláudio 1 x 1 Itamar CB Morumbi São Paulo
207 30/11/75 Darci 1 x 0 CB Morumbi São Paulo
208 21/01/76 Tião 1 x 1 Nei TN Parque Antártica São Paulo
209 20/01/76 Romeu 1 x 1 Ademir da Guia CP Morumbi São Paulo
210 22/08/76 Geraldão 1 x 2 Jorge Mendonça (2) CP Morumbi São Paulo
211 07/11/76 0 x 0 CB Morumbi São Paulo
212 08/05/77 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
213 24/07/77 Basílio e Rosemiro (contra) 2 x 4 Jorge Mendonça, Ademir (contra) e Toninho (2) CP Morumbi São Paulo
214 07/08/77 Geraldão e Basílio 2 x 0 TIN Morumbi São Paulo
215 31/08/77 Geraldão 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
216 18/09/77 Zé Maria e Vaguinho 2 x 0 CP Morumbi São Paulo
217 24/09/78 0 x 2 Jorge Mendonça (2) CP Morumbi São Paulo
218 12/11/78 Sócrates (2) e Vaguinho 3 x 0 CP Morumbi São Paulo
219 18/02/79 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
220 20/05/79 0 x 2 Jorge Mendonça (2) CP Morumbi São Paulo
221 19/08/79 Geraldão 1 x 3 Mauro (contra), César e Carlos Alberto Seixas CP Morumbi São Paulo
222 21/10/79 Geraldão 1 x 1 César CP Morumbi São Paulo
223 27/01/80 Palhinha 1 x 1 Jorge Mendonça CP Morumbi São Paulo
224 30/01/80 Biro-Biro 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
225 20/07/80 0 x 1 Pedrinho CP Morumbi São Paulo
226 07/09/80 Sócrates (2) 2 x 1 Freitas CP Morumbi São Paulo
227 21/06/81 Caçapava 1 x 2 Jorginho e Paulinho CP Morumbi São Paulo
228 06/08/81 0 x 1 Freitas CP Pacaembu São Paulo
229 11/10/81 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
230 04/05/82 Biro-Biro 1 x 1 Luís Pereira TN Pacaembu São Paulo
231 23/05/82 0 x 1 Enéas TN Pacaembu São Paulo
232 01/08/82 Casagrande (3), Sócrates e Biro-Biro 5 x 1 Jorginho CP Morumbi São Paulo
233 31/10/82 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
234 26/06/83 Biro-Biro 1 x 2 Vágner e Cléo CP Morumbi São Paulo
235 25/09/83 Sócrates 1 x 1 Enéas CP Morumbi São Paulo
236 04/12/83 Sócrates 1 x 1 Baltazar CP Morumbi São Paulo
237 08/12/83 Sócrates 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
238 19/08/84 Paulo César e Arthurzinho 2 x 0 CP Morumbi São Paulo
239 04/11/84 Juninho e Biro-Biro 2 x 1 Gilcimar CP Morumbi São Paulo
240 18/08/85 Casagrande 1 x 0 CP Pacaembu São Paulo
241 13/10/85 0 x 3 Barbosa (2) e Mendonça CP Pacaembu São Paulo
242 27/04/86 0 x 2 Mirandinha e Mendonça CP Pacaembu São Paulo
243 03/08/86 Casagrande 1 x 5 Edmar (2), Vágner, Edu Manga e Mirandinha CP Morumbi São Paulo
244 24/08/86 Cristóvão 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
245 27/08/86 0 x 3 Mirandinha (2) e Éder CP Morumbi São Paulo
246 15/03/87 Índio 1 x 1 Renato Martins TN Morenão Campo Grande (MS)
247 12/04/87 0 x 2 Mauro e Edu Manga CP Pacaembu São Paulo
248 21/06/87 Éverton (2) e Marcos Roberto 3 x 0 CP Pacaembu São Paulo
249 25/10/87 0 x 0 CB Pacaembu São Paulo
250 15/05/88 João Paulo 1 x 1 Edu Manga CP Pacaembu São Paulo
251 29/06/88 0 x 0 CP Pacaembu São Paulo
252 13/07/88 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
253 09/10/88 0 x 2 Sílvio e Gaúcho CB Morumbi São Paulo
254 16/04/89 0 x 2 Neto e Gaúcho CP Morumbi São Paulo
255 10/12/89 Cláudio Adão 1 x 0 CB Morumbi São Paulo
256 01/04/90 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
257 01/06/90 Tupãzinho e Guinei 2 x 1 Betinho TN Pacaembu São Paulo
258 09/09/90 Neto e Wilson Mano 2 x 1 Betinho CB Morumbi São Paulo
259 17/03/91 0 x 0 CB Morumbi São Paulo
260 01/09/91 0 x 1 Edu Marangon CP Morumbi São Paulo
261 13/10/91 Wilson Mano 1 x 2 Betinho (2) CP Morumbi São Paulo
262 29/03/92 Fabinho e Viola 2 x 1 César Sampaio CB Morumbi São Paulo
263 30/08/92 Nílson e Fabinho 2 x 2 César Sampaio e Carlinhos CP Morumbi São Paulo
264 18/10/92 0 x 0 CP Morumbi São Paulo
265 08/11/92 0 x 1 Evair CP Morumbi São Paulo
266 29/11/92 Viola e Nílson 2 x 1 César Sampaio CP Morumbi São Paulo
267 14/02/93 0 x 2 Edmundo e Daniel Frasson CP Morumbi São Paulo
268 02/05/93 Marcelo Djian, Bobô e Paulo Sérgio 3 x 0 CP Morumbi São Paulo
269 06/06/93 Viola 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
270 12/06/93 0 x 4 Zinho, Evair (2) e Edílson CP Morumbi São Paulo
271 04/08/93 0 x 2 Edmundo (2) RSP Pacaembu São Paulo
272 07/08/93 0 x 0 RSP Pacaembu São Paulo
273 13/03/94 Cléber contra 1 x 0 CP Morumbi São Paulo
274 15/05/94 Tupãzinho 1 x 2 Evair e Edílson CP Pacaembu São Paulo
275 13/11/94 Daniel Franco 1 x 4 Evair (3) e Zinho CB Morumbi São Paulo
276 15/12/94 Marques 1 x 3 Rivaldo (2) e Edmundo CB Pacaembu São Paulo
277 18/12/94 Marques 1 x 1 Rivaldo CB Pacaembu São Paulo
278 02/04/95 Marcelinho (2) 2 x 1 Roberto Carlos CP Pacaembu São Paulo
279 21/05/95 Marcelinho 1 x 3 Magrão (3) CP Pacaembu São Paulo
280 30/07/95 Marcelinho 1 x 1 Nílson CP Santa Cruz Ribeirão Preto
281 06/08/95 Marcelinho e Elivélton 2 x 1 Nílson CP Santa Cruz Ribeirão Preto
282 17/09/95 0 x 2 Müller e Antônio Carlos CB Pacaembu São Paulo
283 03/03/96 Edmundo 1 x 3 Djalminha, Júnior e Célio Silva (contra) CP Prudentão Presidente Prudente
284 05/05/96 Edmundo e Marcelinho 2 x 2 Rivaldo (2) CP Teixeirão São José do Rio Preto
285 23/10/96 Célio Silva e Mirandinha 2 x 2 Viola e Rincón CB Morumbi São Paulo
286 09/03/97 Donizete e Mirandinha 2 x 2 Luizão e Viola CP Municipal Presidente Prudente
287 19/04/97 Donizete (3), Mirandinha e Marcelinho 5 x 2 Djalminha e Marquinhos CP Morumbi São Paulo
288 01/06/97 Henrique e Mirandinha 2 x 0 CP Morumbi São Paulo
289 28/09/97 Mirandinha (2) 2 x 2 Oséas e Zinho CB Morumbi São Paulo
290 24/01/98 Mirandinha e Célio Silva 2 x 4 Cris, Zinho, Roque Júnior e Alex RSP Municipal Presidente Prudente
291 08/02/98 Mirandinha 1 x 2 Alex e Cris RSP Santa Cruz Ribeirão Preto
292 15/03/98 Oséas contra 1 x 1 Cris CP Morumbi São Paulo
293 05/04/98 Didi 1 x 1 Alex CP Morumbi São Paulo
294 16/07/98 Mirandinha 1 x 1 Paulo Nunes TN Fonte Nova Salvador
295 03/10/98 Mirandinha 1 x 3 Paulo Nunes e Oséas (2) CB Morumbi São Paulo
296 27/02/99 0 x 1 Arce LA Morumbi São Paulo
297 17/03/99 Marcelinho e Fernando Baiano 2 x 1 Paulo Nunes LA Morumbi São Paulo
298 28/03/99 Marcelinho 1 x 3 Paulo Nunes, Arce e Oséas CP Morumbi São Paulo
299 05/05/99 0 x 2 Oséas e Rogério LA Morumbi São Paulo
300 12/05/99 Edílson e Ricardinho 2 x 0 LA Morumbi São Paulo
301 13/06/99 Edílson, Marcelinho e Dinei 3 x 0 CP Morumbi São Paulo
302 20/06/99 Marcelinho e Edílson 2 x 2 Evair (2) CP Morumbi São Paulo
303 12/09/99 Luizão 1 x 4 Rogério, César Sampaio, Paulo Nunes e Alex CB Morumbi São Paulo
304 27/01/00 Augusto e Fernando Baiano 2 x 1 Euller RSP Pacaembu São Paulo
305 09/02/00 Dinei 1 x 3 Alex (3) RSP Morumbi São Paulo
306 07/05/00 Marcelinho (2) 2 x 2 Alex e Pena CP Morumbi São Paulo
307 21/05/00 Gil, João Carlos, Luís Mário e Édson 4 x 2 Marcelo Ramos (2) CP Morumbi São Paulo
308 30/05/00 Ricardinho, Marcelinho Carioca, Edílson e Vampeta 4 x 3 Júnior, Alex e Euller LA Morumbi São Paulo
309 06/06/00 Luizão (2) 2 x 3 Euller, Alex e Galeano LA Morumbi São Paulo
310 16/08/00 Gil 1 x 0 CB Morumbi São Paulo
311 11/02/01 Luizão e Scheidt 2 x 1 Basílio CP Morumbi São Paulo
312 03/10/01 Ângelo, Luizão, Batata, Renato 4 x 2 Arce e Donizete CB Morumbi São Paulo
313 07/04/02 0 x 0 RSP Morumbi São Paulo
314 24/10/02 Gil e Rogério 2 x 2 Itamar e Arce CB Morumbi São Paulo
315 05/03/03 Ânderson e Liedson 2 x 2 Adãozinho e Neném CP Morumbi São Paulo
316 08/03/03 Liedson, Gil (2) e Rogério 4 x 2 Fabrício (contra) e Muñoz CP Morumbi São Paulo
317 02/05/04 0 x 4 Rincón (contra), Pedrinho, Muñoz e Vágner Love CB Morumbi São Paulo
318 29/08/04 1 x 0 CB Morumbi São Paulo
319 20/03/05 Roger e Carlos Alberto 2 x 0 CP Morumbi São Paulo
320 10/07/05 Gustavo Nery e Rosinei (2) 3 x 1 Leonardo Silva CB Morumbi São Paulo
321 16/10/05 Tevez 1 x 1 Juninho Paulista CB Morumbi São Paulo
322 26/03/06 Nilmar 1 x 1 Washington CP Morumbi São Paulo
323 16/07/06 0 x 1 Paulo Baier CB Morumbi São Paulo
324 25/10/06 Marcelo Mattos 1 x 0 CB Morumbi São Paulo
325 04/03/07 0 x 3 Edmundo (2) e Osmar CP Morumbi São Paulo
326 30/06/07 0 x 1 Dininho CB Morumbi São Paulo
327 23/09/07 0 x 1 Nen CB Morumbi São Paulo
328 02/03/08 0 x 1 Valdívia CP Morumbi São Paulo
329 08/03/09 Ronaldo 1 x 1 Diego Souza CP Farahzão Presidente Prudente

Maiores artilheiros
Cláudio (Corinthians), 21 gols
Baltazar (Corinthians), 20 gols
Luizinho (Corinthians), 19 gols
Teleco (Corinthians), 15 gols
Heitor (Palmeiras), 14 gols
César (Palmeiras), 13 gols

.
Maiores invencibilidades
Corinthians: 10 partidas (de 26/12/1948 a 24/3/1951 e de 6/7/1952 e 21/7/1954)
Palmeiras: 8 jogos (de 28/9/1997 a 17/3/1999)

Competição J VCOR E VPAL GCOR GPAL
Campeonato Paulista 192 69 59 65 263 275
Campeonato Paulista/Rio-São Paulo 3 1 0 2 3 13
Campeonato Brasileiro 33 11 10 12 31 41
Copa Libertadores 6 3 0 3 10 10
Torneio Roberto Gomes Pedrosa 7 0 3 4 4 9
Torneio Rio-São Paulo 26 7 6 14 33 45
Torneios Nacionais 35 13 14 8 56 45
Torneios Internacionais 3 3 0 0 6 2
Amistosos 24 7 6 11 36 43
Total 329 112 98 119 442 483

.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 9 de julho de 2009 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas, História, Sem categoria | 13:10

Ronaldo volta a marcar 3 gols em um jogo depois de 5 anos

Compartilhe: Twitter

O atacante Ronaldo voltou a ter uma grande exibição com a camisa do Corinthians. Ontem, o Fenômeno marcou 3 gols e deu a vitória sobre o Fluminense (4 x 2), pelo Brasileirão. Ao ser questionado se já havia feito isso muitas vezes, o craque rebateu: “sim, várias vezes”.

E é pura verdade. Ronaldo já marcou 3 ou mais gols em um único jogou em outras 22 oportunidades. Em duas delas, fez 4 gols. Em outra, fez 5, na histórica vitória do Cruzeiro sobre o Bahia por 6 x 0, no Mineirão, em 1993. Em um dos 5 gols, Ronaldo roubou a bola do experiente goleiro uruguaio Rodolfo Rodríguez, que simplesmente largou a bola enquanto reclamava contra a arbitragem.

Mas se já fez muitas vezes 3 ou mais gols, Ronaldo, porém, estava a muito tempo sem repetir essa marca. A última foi em 2004, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, quando o Fenômeno marcou 3 vezes de pênalti na vitória sobre a Argentina por 3 x 1, no Mineirão.

Confira abaixo todos os jogos em que o Fenômeno marcou 3 ou mais gols:

Data Resultado Competição Gols
05/10/1993 Cruzeiro 6 x 1 Colo Colo Supercopa Liberadores 3
07/11/1993 Cruzeiro 6 x 0 Bahia Brasileiro 5
28/11/1993 Cruzeiro 4 x 0 Flamengo-SAM Amistoso 4
13/02/1994 Cruzeiro 3 x 1 Júbilo Iwata Amistoso 3
06/03/1994 Cruzeiro 3 x 1 Atlético-MG Mineiro 3
24/04/1994 Cruzeiro 4 x 0 Uberlândia Mineiro 3
13/09/1994 PSV Eindhoven 4 x 5 Bayer Leverkusen Copa da UEFA 3
09/04/1995 PSV Eindhoven 4 x 0 Utrecht Holandês 3
21/05/1995 PSV Eindhoven 8 x 1 Elinkwijk Amistoso 3
26/09/1995 PSV Eindhoven 7 x 1 MyPa 47-FIN Copa da UEFA 4
18/11/1995 PSV Eindhoven 8 x 0 De Graafschap Holandês 3
16/10/1996 Brasil 3 x 1 Lituânia Amistoso 3
26/10/1996 Barcelona 3 x 2 Valencia Espanhol 3
23/02/1997 Barcelona 4 x 1 Real Zaragoza Espanhol 3
12/03/1997 Barcelona 5 x 4 Atlético de Madrid Copa do Rey 3
13/04/1997 Barcelona 5 x 2 Atlético de Madrid Espanhol 3
15/10/1997 Internazionale 3 x 0 Piacenza Italiano 3
21/12/1997 Brasil 6 x 0 Austrália Copa das Confederações 3
15/02/1998 Internazionale 5 x 0 Lecce Italiano 3
01/03/2003 Real Madrid 5 x 1 Alavés Espanhol 3
23/04/2003 Real Madrid 3 x 4 Manchester United Liga dos Campeões 3
02/06/2004 Brasil 3 x 1 Argentina Eliminatórias 3
08/07/2009 Corinthiansl 4 x 2 Fluminense Brasileiro 3
Autor: Tags: ,

terça-feira, 16 de junho de 2009 Artilheiros, Campeonato Brasileiro, Estatísticas | 12:06

Os maiores jejuns de gols de Ronaldo

Compartilhe: Twitter

Ronaldo

O atacante Ronaldo está sem marca um gol há 5 jogos. É o seu maior jejum pelo Corinthians. Mas essa fase não é inédita na carreira do Fenômeno. Ronaldo, aliás, já passou por um jejum maior de gols. Até hoje, o recorde é de 8 jogos sem balançar as redes, em 2004, pelo Real Madrid e Seleção Brasileira.

Confira abaixo os maiores jejuns de gols de Ronaldo na carreira:

8 jogos (2004)
31/03 – Brasil 0 x 0 Paraguai (Eliminatórias)
03/04 – Real Madrid 2 x 1 Albacete (Campeonato Espanhol)
06/04 – Real Madrid 1 x 3 Monaco-FRA (Liga dos Campeões)
11/04 – Real Madrid 0 x 3 Osasuna (Campeonato Espanhol)
01/05 – Real Madrid 0 x 2 La Coruña (Campeonato Espanhol)
08/05 – Real Madrid 2 x 3 Mallorca (Campeonato Espanhol)
20/05 – Brasil 0 x 0 França (Amistoso)
23/05 – Real Madrid 1 x 4 Real Sociedad (Campeonato Espanhol)

7 jogos (2004)
08/09 – Brasil 1 x 1 Alemanha (Amistoso)
11/09 – Real Madrid 1 x 0 Numancia (Campeonato Espanhol)
15/09 – Real Madrid 0 x 3 Bayer Leverkusen-ALE (Liga dos Campeões)
18/09 – Real Madrid 0 x 1 Espanyol (Campeonato Espanhol)
21/09 – Real Madrid 1 x 0 Osasuna (Campeonato Espanhol)
25/09 – Real Madrid 1 x 2 Athletic Bilbao (Campeonato Espanhol)
28/09 – Real Madrid 4 x 2 Roma-ITA (Liga dos Campeões)

7 jogos (2005)
19/01 – Real Madrid 1 x 1 Valladolid (Campeonato Espanhol)
23/01 – Real Madrid 3 x 1 Mallorca (Campeonato Espanhol)
05/02 – Real Madrid 4 x 0 Espanyol (Campeonato Espanhol)
13/02 – Real Madrid 2 x 1 Osasuna (Campeonato Espanhol)
19/02 – Real Madrid 0 x 2 Atheltic Bilbao (Campeonato Espanhol)
22/02 – Real Madrid 1 x 0 Juventus-ITA
02/03 – Real Madrid 3 x 1 Betis (Campeonato Espanhol)

7 jogos (2006)
01/07 – Brasil 0 x 1 França (Copa do Mundo)
26/09 – Real Madrid 5 x 1 Dinamo Kiev-UCR (Liga dos Campeões)
01/10 – Real Madrid 1 x 1 Atlético de Madri (Campeonato Espanhol)
14/10 – Real Madrid 0 x 1 Getafe (Campeonato Espanhol)
17/10 – Real Madrid 4 x 1 Steaua Bucareste-ROM (Liga dos Campeões)
25/10 – Real Madrid 1 x 1 Écija (Copa do Rei)
01/11 – Real Madrid 1 x 0 Steaua Bucareste-ROM (Liga dos Campeões)

6 jogos (1998)
04/01 – Internazionale 1 x 0 Juventus (Campeonato Italiano)
08/01 – Internazionale 0 x 5 Milan (Copa da Itália)
11/01 – Internazionale 1 x 0 Piacenza Campeonato Italiano)
18/01 – Internazionale 0 x 1 Bari (Campeonato Italiano)
21/01 – Internazionale 1 x 0 Milan (Copa da Itália)
25/01 – Internazionale 1 x 1 Empoli (Campeonato Italiano)

6 jogos (2001)
20/09 – Internazionale 3 x 0 Brasov-ROM (Copa da Uefa)
27/09 – Internazionale 3 x 0 Brasov-ROM (Copa da Uefa)
04/11 – Internazionale 2 x 0 Lecce (Campeonato Italiano)
25/11 – Internazionale 2 x 0 Fiorentina (Campeonato Italiano)
29/11 – Internazionale 2 x 2 Udinese (Copa da Itália)
06/12 – Internazionale 4 x 1 Ipswich Town-ING (Copa da Uefa)

6 jogos (2002)
08/10 – Real Madrid 1 x 1 Betis (Campeonato Espanhol)
20/10 – Real Madrid 0 x 2 Racing Santander (Campeonato Espanhol)
22/10 – Real Madrid 2 x 2 AEK Atenas-GRE (Liga dos Campeões)
26/10 – Real Madrid 1 x 1 Villarreal (Campeonato Espanhol)
30/10 – Real Madrid 0 x 1 Roma-ITA (Liga dos Campeões)
02/11 – Real Madrid 0 x 0 La Coruña (Campeonato Espanhol)

6 jogos (2005)
09/03 – Real Madrid 0 x 2 Juventus-ITA (Liga dos Campeões)
13/03 – Real Madrid 1 x 2 Getafe (Campeonato Espanhol)
20/03 – Real Madrid 1 x 0 Málaga (Campeonato Espanhol)
27/03 – Brasil 1 x 0 Peru (Eliminatórias)
30/03 – Brasil 1 x 1 Uruguai (Eliminatórias)
03/04 – Real Madrid 2 x 1 Albacete (Campeonato Espanhol)

5 jogos (1995/96)
02/12 – PSV Eindhoven 1 x 2 Sparta (Campeonato Holandês)
05/12 – PSV Eindhoven 0 x 0 Werder Bremen (Copa da Uefa)
17/02 – PSV Eindhoven 8 x 2 Telstar (Amistoso)
28/04 – PSV Eindhoven 1 x 2 Sparta (Campeonato Holandês)
02/05 – PSV Eindhoven 3 x 1 Roda JC (Copa da Holanda)

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 7 de maio de 2009 Artilheiros, Copa do Brasil | 15:39

Ronaldo tem segundo melhor início por um clube

Compartilhe: Twitter

Com os dois gols marcados ontem à noite, contra o Atlético-PR, Ronaldo chegou a marca de 10 gols pelo Corinthians em apenas 13 jogos. O ótimo início do Fenômeno pelo Corinthians (que nesse período ainda conquistou um título Paulista), é o segundo melhor na carreira do atacante por um time. Apenas no Barcelona, em 1994, Ronaldo fez mais gols (13 em 13 jogos). O começo pelo Corinthians iguala também a marca dele no PSV Eindhoven, da Holanda, em 1993 (13 gols em 10 jogos).

Nos 13 primeiros jogos, Ronaldo marcou 6 gols pelo Cruzeiro, 8 pela Internazionale, 6 pelo Real Madrid e 7 pelo Milan. Na Seleção Brasileira, Ronaldo marcou 5 gols em seus 13 primeiros jogos. Na carreira, Ronaldo já chega a 455 gols em 640 jogos.

Confira aqui o início de Ronaldo por todos os clubes que passou:

Cruzeiro (1993)

25/05 – Cruzeiro 1 x 0 Caldense, Campeonato Mineiro
28/07 – Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG, Campeonato Mineiro
03/08 – Cruzeiro 1 x 1 Benfica-POR, Amistoso
05/08 – Cruzeiro 2 x 0 Belenenses-POR, Amistoso (1 gol)
06/08 – Cruzeiro 3 x 0 Peñarol-URU, Amistoso (1 gol)
08/08 – Cruzeiro 1 x 3 Porto-POR, Amistoso
18/08 – Cruzeiro 0 x 1América-MG, Amistoso
25/08 – Cruzeiro 0 x 0 Ideal-MG, Amistoso
29/08 – Cruzeiro 2 x 1Guarani de Divinópolis-MG, Amistoso (2 gols)
07/09 – Cruzeiro 0 x 2 Corinthians, Campeonato Brasileiro
12/09 – Cruzeiro 3 x 1 Bahia, Campeonato Brasileiro (1 gol)
15/09 – Cruzeiro 0 x 1 Bragantino, Campeonato Brasileiro
18/09 – Cruzeiro 1 x 2 Flamengo, Campeonato Brasileiro (1 gol)


PSV Eindhoven-HOL (1993)


20/08 – PSV Eindhoven 0 x 0 Heerenveen-HOL, Amistoso
23/08 – PSV Eindhoven 0 x 3 Valencia-ESP, Amistoso
28/08 – PSV Eindhoven 4 x 2 Vitesse Arnhem, Campeonato Holandês (1 gol)
31/08 – PSV Eindhoven 4 x 1 Go Ahead Eagles, Campeonato Holandês (2 gols)
13/09 – PSV Eindhoven 4 x 5 Bayer Leverkusen-ALE, Copa da Uefa (3 gols)
17/09 – PSV Eindhoven 4 x 0 Dordrecht 90, Campeonato Holandês
21/09 – PSV Eindhoven 1 x 1 Sparta, Campeonato Holandês (1 gol)
27/09 – PSV Eindhoven 0 x 0 Bayer Leverkusen-ALE, Copa da Uefa
05/10 – PSV Eindhoven 3 x 2 Roda JC, Copa da Holanda (2 gols)
11/10 – PSV Eindhoven 1 x 3 América-MEX, Amistoso
15/10 – PSV Eindhoven 3 x 1 Heerenveen, Campeonato Holandês (1 gol)
23/10 – PSV Eindhoven 1 x 4 Ajax, Campeonato Holandês
26/10 – PSV Eindhoven 1 x 2 Willem II, Campeonato Holandês

Barcelona-ESP (1996)


20/08 – Barcelona 2 x 0 San Lorenzo-ARG, Amistoso
21/08 – Barcelona 2 x 1 Internazionale-ITA, Amistoso
25/08 – Barcelona 5 x 2 Atlético de Madrid, Supercopa da Espanha (2 gols)
01/09 – Barcelona 4 x 2 Real Oviedo, Campeonato Espanhol
07/09 – Barcelona 2 x 1 Espanyol, Campeonato Espanhol
12/09 – Barcelona 2 x 0 AEK Larnaca-GRE, Recopa Européia (2 gols)
15/09 – Barcelona 1 x 1 Racing Santander, Campeonato Espanhol (1 gol)
22/09 – Barcelona 3 x 2 Real Sociedad, Campeonato Espanhol (2 gols)
29/09 – Barcelona 5 x 3 Real Zaragoza, Campeonato Espanhol (2 gols)
02/10 – Barcelona 1 x 1 Tenerife, Campeonato Espanhol
12/10 – Barcelona 5 x 1 Compostela, Campeonato Espanhol (2 gols)
20/10 – Barcelona 8 x 0 Logroñés, Campeonato Espanhol (2 gols)
23/10 – Barcelona 1 x 0 Sevilla, Campeonato Espanhol

Internazionale-ITA (1997)

27/07 – Internazionale 1 x 1 Manchester United-ING, Amistoso
05/08 – Internazionale 1 x 0 Bologna-ITA, Amistoso
19/08 – Internazionale 2 x 0 Pisa-ITA, Amistoso (1 gol)
22/08 – Internazionale 1 x 2 Roma-ITA, Amistoso
25/08 – Internazionale 0 x 1 Atlético de Madrid-ESP, Amistoso
31/08 – Internazionale 2 x 1 Brescia, Campeonato Italiano
14/09 – Internazionale 4 x 2 Bologna, Campeonato Italiano (1 gol)
16/09 – Internazionale 2 x 0 Neuchâtel Xamax-SUI, Copa da Uefa (1 gol)
20/09 – Internazionale 3 x 2 Fiorentina, Campeonato Italiano (1 gol)
27/09 – Internazionale 5 x 1 Lecce, Campeonato Italiano (2 gols)
30/09 – Internazionale 2 x 0 Neuchâtel Xamax-SUI, Copa da Uefa
05/10 – Internazionale 1 x 1 Lazio, Campeonato Italiano (1 gol)
11/10 – Internazionale 6 x 1 Líbia, Amistoso (1 gol)

Real Madrid-ESP (2002)

06/10 – Real Madrid 5 x 2 Alavés, Campeonato Espanhol (2 gols)
08/10 – Real Madrid 1 x 1 Betis, Campeonato Espanhol
20/10 – Real Madrid 0 x 2 Racing Santander, Campeonato Espanhol
22/10 – Real Madrid 2 x 2 AEK Atenas-GRE, Liga dos Campeões
26/10 – Real Madrid 1 x 1 Villarreal, Campeonato Espanhol
30/10 – Real Madrid 0 x 1 Roma-ITA, Liga dos Campeões
02/11 – Real Madrid 0 x 0 La Coruña, Campeonato Espanhol
09/11 – Real Madrid 3 x 2 Rayo Vallecano, Campeonato Espanhol (1 gol)
17/11 – Real Madrid 0 x 0 Real Sociedad, Campeonato Espanhol
03/12 – Real Madrid 2 x 0 Olimpia, Mundial Interclubes (1 gol)
08/12 – Real Madrid 5 x 1 Mallorca, Campeonato Espanhol (2 gols)
12/12 – Real Madrid 2 x 2 Lokomotiv Moscou-RUS, Liga dos Campeões
18/12 – Real Madrid 3 x 3 Seleção da FIFA, Amistoso


Milan-ITA (2007
)

11/02 – Milan 2 x 1 Livorno, Campeonato Italiano
17/02 – Milan 4 x 3 Siena, Campeonato Italiano (2 gols)
25/02 – Milan 1 x 0 Sampdoria, Campeonato Italiano
28/02 – Milan 0 x 0 Palermo, Campeonato Italiano
03/03 – Milan 3 x 1 Chievo, Campeonato Italiano
11/03 – Milan 1 x 2 Internazionale, Campeonato Italiano (1 gol)
18/03 – Milan 1 x 0 Atalanta, Campeonato Italiano
31/03 – Milan 1 x 1 Roma, Campeonato Italiano
07/04 – Milan 3 x 1 Empoli, Campeonato Italiano (1 gol)
15/04 – Milan 3 x 1 Messina, Campeonato Italiano (1 gol)
18/04 – Milan 5 x 2 Ascoli, Campeonato Italiano
21/04 – Milan 3 x 1 Cagliari, Campeonato Italiano (2 gols)
28/04 – Milan 1 x 0 Torino, Campeonato Italiano


Corinthians (2009)


04/03 – Corinthians 2 x 0 Itumbiara-GO, Copa do Brasil
08/03 – Corinthians 1 x 1 Palmeiras, Campeonato Paulista (1 gol)
11/03 – Corinthians 2 x 1 São Caetano, Campeonato Paulista (1 gol)
22/03 – Corinthians 1 x 0 Santos, Campeonato Paulista
25/03 – Corinthians 2 x 2 Ponte Preta, Campeonato Paulista (2 gols)
28/03 – Corinthians 0 x 0 Guarani, Campeonato Paulista
31/03 – Corinthians 3 x 0 Ituano, Campeonato Paulista (1 gol)
12/04 – Corinthians 2 x 1 São Paulo, Campeonato Paulista
19/04 – Corinthians 2 x 0 São Paulo, Campeonato Paulista (1 gol)
26/04 – Corinthians 3 x 1 Santos, Campeonato Paulista (2 gols)
29/04 – Corinthians 2 x 3 Atlético-PR,Copa do Brasil
03/05 – Corinthians 1 x 1 Santos, Campeonato Paulista
06/05 – Corinthians 2 x 0 Atlético-PR, Copa do Brasil (2 gols)

Autor: Tags: ,

terça-feira, 5 de maio de 2009 Campeonatos Estaduais | 16:45

O melhor do Brasil

Compartilhe: Twitter

Taison, Ronaldo e Maicosuel

Ontem à noite, foram divulgadas as seleções de três dos principais campeonatos estaduais do Brasil. Em São Paulo, o Corinthians dominou a seleção paulista com sete jogadores, além do técnico Mano Menzes e o craque do campeonato, Ronaldo. No Rio de Janeiro, o vice Botafogo colocou quatro jogadores no time ideal da Federação Carioca contra três do Flamengo. De quebra, Maicosuel ainda levou o prêmio craque da competição. No Rio Grande do Sul, o bicampeão Inter também sobrou. Foram sete jogadores, além do técnico Tite e do melhor jogador do Gauchão, o artilheiro Taison. O curioso é o Caxias, vice-campeão do segundo turno, não teve jogadores nessa seleção. O Grêmio, vice do primeiro turno e eliminado precocemente nas quartas-de-final do returno, teve quatro jogadores na seleção gaúcha. Em Minas Gerais, a escolha dos melhores foi feita pela internet, mas ainda não houve cerimônia para entrega dos prêmios. Do time ideal, seis são do Cruzeiro, quatro do Atlético-MG e um do Tupi.

O interessante dessas seleções dos estaduais é que apenas dois dos 44 jogadores são gringos (apenas Guiñazu e D’Alessandro, ambos do Inter). Outra curiosidade é que 13 jogadores têm 30 anos ou mais. De todas as quatro seleções, a mineira tem a maior média de idade (27,2), contra 27 da Gaúcha, 26,9 da Paulista e 25,5 da Carioca. Dos jogadores mais novos, 13 têm 23 anos ou menos.

Resta saber é se realmente o desempenho desses atletas será levado em conta pelo técnico Dunga para próxima convocação da Seleção Brasileira. Acredito que, com exceção dos zagueiro, o treinador tem boas opções para os jogos das Eliminatórias. Entre eles André Santos (Corinthians), Ramires (Cruzeiro) e Nilmar (Internacional). Além disso, o treinador pode olhar com atenção para revelações como Taison (Inter), Jonathan (Cruzeiro) e até Elias (Corinthians). A grande dúvida, porém, é o atacante Ronaldo. Mesmo longe da forma física ideal, o atacante foi decisivo no Paulistão, onde foi eleito o melhor jogador.

Confira as seleções dos quatro principais estaduais em 2009. Fico com a do Paulistão e você?

Pos.

São Paulo

Rio de Janeiro

Minas Gerais

Rio Grande do Sul

G

Felipe (COR)

Bruno (FLA)

Fábio (CRU)

Victor (GRE)

LD

Alessandro (COR)

Leonardo Moura (FLA)

Jonathan (CRU)

Ruy (GRE)

Z

Chicão (COR)

Juninho (BOT)

Leonardo Silva (CRU)

Índio (INT)

Z

André Dias (SP)

Ronaldo Angelim (FLA)

Reginaldo (TUP)

Réver (GRE)

LE

André Santos (COR)

Ramon (VAS)

Júnior (ATL)

Kléber (INT)

V

Elias (COR)

Leandro Guerreiro (BOT)

Marquinhos Paraná (CRU)

Sandro (INT)

V

Cristian (COR)

Nilton (VAS)

Carlos Alberto (ATL)

Guiñazu (INT)

M

Diego Souza (PAL)

Carlos Alberto (VAS)

Ramires (CRU)

Souza (GRE)

M

Mádson (SAN)

Maicosuel (BOT)

Éder Luís (ATL)

D’Alessandro (INT)

A

Washington (SP)

Bruno Meneghel (RES)

Kleber (CRU)

Taison (INT)

A

Ronaldo (COR)

Victor Simões (BOT)

Diego Tardelli (ATL)

Nilmar (INT)

Téc.

Mano Menezes (COR)

Cuca (FLA)

Adilson Batista (CRU)

Tite (INT)

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 1 de maio de 2009 Artilheiros, Campeonatos Estaduais, Confrontos, Copa do Brasil, Copa Libertadores, Estatísticas, Fotos, História | 22:45

Dez motivos para santistas e corintianos sonharem na final

Compartilhe: Twitter

Para muitos, a decisão do Campeonato Paulista de 2009 já está praticamente definida. Com a vitória no primeiro jogo por 3 x 1, o Corinthians aumentou sua vantagem e pode até perder por dois gols de diferença para garantir seu 26º título estadual.
Os santistas, porém, não perderam a esperança. Sinceramente, acho difícil. Mas resolvi listar aqui alguns motivos para o torcedor do Santos acreditar no título. Por outro lado, separei também dez razões para o corintiano ter certeza de que será campeão paulista.

Dez motivos para os santistas sonharem:
1 – Muitos santistas dessa geração ainda guardam a incrível virada no Pacaembu em 1995. Naquele ano, o time comandando pelo meia Giovanni venceu o Fluminense por 5 x 2 e garantiu vaga na final do Brasileirão quando precisa vencer por três gols de diferença. No jogo de ida, o Peixe perdeu por 4 x 1 no Rio.
2 – Nos últimos 20 jogos entre as duas equipes, o Santos venceu 12 e o Corinthians apenas 5.Neymar
3 – Das 27 vitórias do Peixe sobre o rival no Pacaembu, seis foram por diferença maior ou igual a três gols. A última delas em 2006, pelo Campeonato Brasileiro (gols de Kleber, Leandro e Zé Roberto).
4 – O Peixe tem vantagem sobre o rival em finais. Em quatro decisões, foram três vitórias. Duas em Campeonatos Paulistas (1935 e 1984) e uma pelo Brasileirão (2002).
5 – Em 2002, Robinho despontou para o futebol após o título Brasileiro conquistado sobre o Corinthians. Enquanto jogou pelo Peixe, o Corinthians não ganhou. A esperança do santista é que Neymar repita a cena de 2002.
6 – Kleber Pereira garantiu o Santos na decisão do Paulistão marcando três gols contra a Ponte Preta. Quando precisou, o artilheiro fez sua parte. Será que ele fará o mesmo agora?
7 – Como no Brasileiro de 2002, o Santos garantiu a vaga nas finais na última hora. E mesmo em desvantagem, foi campeão. Nesse Paulistão, nas semifinais, passou pelo Palmeiras, time de melhor campanha na primeira fase.
8 – O Corinthians levou três gols no último jogo e por pouco não perdeu por 3 x 0 para o Atlético-PR. Arrancou dois gols depois dos 40 minutos do segundo tempo.
9 – O Corinthians não é imbatível. A equipe perdeu a invencibilidade de 25 jogos em 2009. Ou de 45 jogos, como os corintianos gastavam de dizer, ao não contabilizar a derrota para o América-RN na última rodada da Série B, quando o time titular estava de férias.
10 – Ronaldo, autor de dois gols na primeira final, na Vila Belmiro, é dúvida. O Fenômeno tem sido decisivo, principalmente nos clássicos. Sem ele, o Corinthians poderá entrar em campo com Souza ou Otacílio Neto, ou ainda sem um atacante de área.

Dez motivos para os corintianos acreditarem ainda mais no título quase certo:
1 – Desde o rebaixamento na Série A do Brasileiro, em 2007, o Corinthians não perde por três gols de diferença. A última derrota, em casa, por esse placar foi no dia 25 de agosto de 2007, Cruzeiro 3 x 0 no Pacaembu.
2 – Sob o comando de Mano Menezes, o Corinthians nunca perdeu dois jogos seguidos. Vale lembrar que o time vem de derrota para o Atlético-PR.
3 – A última derrota do Corinthians, jogando como mandante, foi há mais de 9 meses, no dia 19 de julho de 2008, quando perdeu para o Bahia por 1 x 0 no Pacaembu. Desde então, foram 25 jogos, 20 vitórias e 5 empates.
4 – Desde essa última derrota no Pacaembu, o Corinthians marcou 59 gols e sofreu apenas 15. Deixou de marcar gol em apenas um jogo (0 x 0 contra o Criciúma). Além disso, não levou 3 gols em nenhum desses 25 jogos.
5 – O Corinthians pode até perder por dois gols de diferença, mas luta para conquistar o título invicto, o quinto em sua história (já ganhou em 1914, 1916, 1929 e 1938). Mais um motivo para crer que o time não perderá.Ronaldo
6 – O Corinthians tem Ronaldo, que não ficou dois jogos sem marcar gols pelo Timão. Como não fez contra o Atlético-PR…
7 – O Corinthians luta para conquistar um título no Pacaembu depois de 54 anos. O último foi em fevereiro de 1955, que valia o título do Paulista de 1954.
8 – No Pacaembu, o Corinthians e Santos jogaram 86 vezes. Foram 32 vitórias do Corinthians, 27 do Santos e mais 27 empates. O Corinthians marcou 133 gols e sofreu 122.
9 – Corinthians e Santos jogaram duas vezes nesse Paulistão. Na primeira, no Pacaembu, deu Corinthians: 1 x 0, gol de Dentinho. O jogo marcou a primeira vitória de Mano Menezes em clássicos paulistas. No segundo jogo entre os dois clubes, deu Corinthians de novo: 3 x 1, no último domingo.
10 – O Corinthians não quer perder a terceira decisão seguida para o Santos. Em 1984, perdeu a chance de ganhar o tricampeonato paulista ao ser derrotado para o rival. Em 2002, perdeu o título Brasileiro para o Santos, que até então nunca havia conquista o campeonato. Naquele jogo, Robinho deitou e rolou. Nenhum corintiano quer que a cena se repita, vendo Neymar acabar com o Timão.

Para quem gosta desse clássico, o livro O Grande Jogo – O Maior Duelo Alvinegro do Futebol Contado por Dois Historiadores Fanáticos, dos jornalistas Celso Unzelte e Odir Cunha, publicado pela Editora Novo Século é um grande pedido. O livro trás histórias fantásticas sobre o clássico mais antigo de São Paulo, além de curiosidades, estatísticas e a lista completa de todos os jogos realizados entre 1913 e 2008. Vale a pena!!!

Livro o Grande Jogo, Celso Unzelte e Odir Cunha

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 27 de abril de 2009 Artilheiros, Campeonatos Estaduais, Estatísticas, Sem categoria | 14:01

A diferença entre Ronaldo e os outros atacantes do Paulistão

Compartilhe: Twitter

Ronaldo
Ronaldo
pode ser comparado com qualquer jogador do mundo. Não só hoje, mas em todos em tempos. Em 2009, porém, disputou apenas o Campeonato Paulista (e mais 23 minutos num jogo contra o Itumbiara na Copa do Brasil). Por isso, acho sensato compará-lo, agora, com adversários diretos, que são os principais centroavantes dos clubes paulistas.

Em 9 jogos pelo Paulistão, Ronaldo comprovou por que é genial. Foram 8 gols, sendo 4 em clássicos. Ronaldo marcou contra o Palmeiras, São Paulo e dois contra o Santos, por sinal, os mais bonitos desde sua volta. Na média de gols, Ronaldo supera Keirrison, Washington, Kleber Pereira e até Pedrão, do Barueri, artilheiro da competição. Entre todos esses, Ronaldo é o que mais finaliza certo (são 2,3 chutes ao gol por jogo), o que mais dribla (2,1 por partida) e o que mais tempo fica com a bola nos pés (média de 45 segundos por jogo).

Ao contrário também do que dizem, não estão pegando tão leve assim com Ronaldo. O atacante do Corinthians recebeu, na média, 1,6 faltas por jogo. Apenas Washington, do São Paulo, sofreu mais (2,2). Keirrison, Kleber Pereira e Pedrão, apanharam menos.

Dos 9 jogos que fez, Ronaldo foi titular em 7 e em 5 desses jogou os 90 minutos. Em média, em ficou em campo 78,9 minutos. Desses, fica 45 segundos com a bola nos pés. Confira abaixo o desempenho do Fenômeno no Paulistão e a comparação dele com os principais atacantes do campeonato.

Data

Adversário

Minutos

Gols

Final.

Dribles

P.certos

P. Errados

Posse

Faltas

8/3

31

1

2

3

0

2

00’17’’

0

11/3

76

1

3

1

9

2

00’26’’

0

22/3

81

0

4

5

9

3

00’51’’

1

25/3

90

2

6

3

15

4

01’00’’

3

28/3

90

0

3

2

9

3

00’36’’

2

31/3

90

1

1

0

11

4

00’38’’

2

12/4

90

0

4

3

10

2

00’52’’

1

19/4

72

1

3

1

14

3

00’34’’

3

26/4

90

2

3

1

14

3

00’53’’

2

Média

78,9

0,9

3,2

2,1

10,1

2,9

00’45”

1,6

Finalizações, passes certos, passes errados, posse de bola, faltas recebidas
* Fonte: Footstats

Jogador

Jogos

Gols

Média

Final. (certas)

Dribles

P. certos

P. errados

Posse

Imped.

Faltas

Ronaldo

9

8

0,9

3,2 (2,3)

2,1

10,1

2,9

00’45”

0,8

1,6

Keirrison

16

13

0,8

3,5 (2,0)

0,7

13,3

2,4

00’35”

0,6

0,6

Kleber Pereira

18

10

0,6

3,3 (2,1)

0,9

14,6

3,3

00’39”

1,4

1,5

Washington

17

12

0,7

2,7 (1,1)

1,2

13,0

4,5

00’41”

0,8

2,2

Pedrão

20

15

0,8

2,9 (1,4)

0,7

10,4

3,4

00’36”

2,2

0,9

Gols em clássicos
Ronaldo 4 – (2 contra o Santos, 1 contra o São Paulo, 1 contra o Palmeiras)
Keirrison 3 – (3 contra o Santos)
Kleber Pereira 3 – (3 contra o Palmeiras)
Pedrão 2 – (2 contra o Corinthians)
Washington 1  – (1 contra o Palmeiras)

Autor: Tags: , , , , , ,