Publicidade

Posts com a Tag Santa Cruz

segunda-feira, 14 de maio de 2012 Campeonatos Estaduais | 13:50

As façanhas dos campeões estaduais de 2012

Compartilhe: Twitter

O futebol brasileiro conheceu ontem 13 novos campeões estaduais em 2012. Agora, já são 17 os campeões entre os 27 campeonatos disputados no país nesse primeiro semestre.

Desses campeões que saíram até agora, dois conquistaram o estadual pela primeira vez: o Cametá, do Pará, e o Aracruz, do Espírito Santo.

Já três foram bicampeões (Internacional, Santa Cruz e Ceará) e dois tricampeões (Santos e Coritiba).

Dos 17 campeões, apenas um foi invicto: o Atlético-MG.

Veja abaixo as principais façanhas dos campeões estaduais de 2012:

Santos (SP)

– Depois de 43 anos conquistou um tricampeonato no Paulistão.
– Igualou o Corinthians em número de tricampeonatos (três cada).
– Com Neymar, o Santos tornou-se o clube com mais artilheiros na história do Paulistão, superando o Corinthians (22 a 21)
– O zagueiro Durval conquistou o seu 10º título estadual consecutivo: Botafogo-PB (03), Brasiliense-DF (04), Atlético-PR (05), Sport (06, 07, 08, 09) e Santos (10, 11 e 12)
– O técnico Muricy Ramalho conquistou seu sétimo estadual: Náutico-PE (01 e 02), Internacional-RS (03 e 05), São Caetano-SP (04) e Santos (11 e 12)
– Igualou o São Paulo em número de títulos Paulista (20 a 20). O Corinthians lidera o ranking de títulos paulistas com 26, seguido pelo Palmeiras (22)
– Venceu 5 dos últimos 7 estaduais e ainda foi vice em um deles.
– O público de 53.749 torcedores da final de ontem foi o maior do Brasil nos Estaduais 2012.

Fluminense (RJ)
Conquistou seu 31º título Estadual. Agora está um atrás do Flamengo, o maior campeão Carioca, com 32 conquistas. O Vasco tem 22 e o Botafogo 19.
– Venceu seu quarto estadual nos últimos 20 anos (1995, 2002 e 2005)
– Assim como em 2005, o técnico Abel Braga deu o título do Fluminense. Abelão conquistou ainda o Carioca de 2004 com o Flamengo.
– Fred foi o artilheiro do Flu no Estadual com 7 gols. Na competição, os artilheiros foram Loco Abreu (Botafogo) e Alecsandro (Vasco), com 10 gols cada.
– O Vasco foi o clube que mais pontuou no Carioca de 2012 (41 pontos), o Botafogo conquistou 40 e o Flu, o campeão, 36 pontos.

Atlético (MG)
Conquistou o título de forma invicta, depois de 36 anos.
– Venceu o 100º campeonato mineiro da história.
– Não deixou o rival América levanta o título no seu centenário.
– O técnico Cuca venceu o seu terceiro estadual nos últimos quatro anos: Flamengo (2009), Cruzeiro (2011) e Atlético-MG (2012)
– Aumentou para cinco a vantagem de títulos sobre o Cruzeiro: 41 x 36.
– O atacante André foi o artilheiro do Galo no Mineiro com 10 gols. Ele ficou apenas um atrás de Wellington Paulista, do Cruzeiro, o goleador do campeonato.

Internacional (RS)
– Conquistou 7 dos últimos dez campeonatos gaúchos foram vencidos pelo Internacional.
– Aumentou para cinco a vantagem de títulos sobre o Grêmio: 41 x 36.
– O atacante Leandro Damião foi artilheiro pela segunda vez consecutiva. Algo que não ocorria no Gaúchão desde 1981, com Baltazar, do Grêmio.
– O técnico Dorival Júnior conquistou seu sexto título estadual em seis diferentes estádios: Figueirense-SC (04), Fortaleza-CE (05), Sport-PE (06), Coritiba-PR (08), Santos-SP (10) e Internacional-RS (12)

Bahia (BA)
– O Bahia quebrou um jejum de 11 anos sem título estadual, o maior de sua história. Nesse período, o tricolor viu o rival Vitória ganhar oito vezes o Campeonato Baiano.
– Como título, o Bahia segue bem na frente no ranking de títulos no Estado (44 a 26).
– O técnico Falcão, campeão gaúcho com o Inter em 2011, conquistou seu bi-Estadual.

Santa Cruz (PE)
– Na 22ª final entre Santa Cruz e Sport, o tricolor derrotou o Leão pela 10ª vez e faturou o título Estadual. O Sport ainda leva a vantagem com 12 conquistas.
– Com o bicampeonato estadual, ambos sob o comando do técnico Zé Teodoro.
– Esse é primeiro bi do Santa após 25 anos.
– Com o gol na final, Dênis Marques superou Marcelinho Paraíba e terminou como artilheiro do Pernambucano com 15 gols.
– O Santa Cruz tem agora 25 títulos estaduais contra 39 do Sport e 21 do Náutico.

Coritiba (PR)
– Esse foi o segundo tricampeonato da história do Coritiba.
– O técnico Marcelo Oliveira conquistou o seu segundo estadual título pelo Coritiba. Ele era o técnico do time campeão invicto de 2011. Em 2010, o técnico era Ney Franco.
– Os artilheiros do Coxa na campanha do tri foram os zagueiros Emerson e o meia Lincoln com 8 gols cada. O goleador da competição foi Baiano, do Operário, com 13 gols.
– O Coritiba venceu seis dos últimos dez Campeonatos Paranaenses. O Atlético-PR venceu dois, o Paraná um e o Paranavaí outro.
– O Coxa tem agora 36 títulos estaduais contra 22 do Atlético-PR.

Avaí (SC)
– Com a vitória sobre o Figueirense, o Avaí retormou a hegemonia do futebol catarinense. Agora, tem 16 títulos contra 15 do Figueirense. O Joinville tem 12 conquistas.
– O Avaí foi campeão com o técnico Hemerson Maria, que entrou como interino durante a competição.
– A derrota na final causou a queda do técnico Branco.
– O Figueirense venceu os dois turnos do Catarinense de 2012, mas perdeu as duas partidas da final.
– Os artilheiros da competição foram Aloísio (Figueirense) e Rafael Costa (Metropolitano), ambos com 14 gols. O artilheiro do Avaí foi Cléber Santana com 7 gols.

Goiás (GO)
– O Goiás, do técnico Enderson Moreira, acabou com o sonho do Atlético-GO em conquistar seu inédito tricampeonato.
– O Goiás tem agora 23 títulos estaduais contra 15 do Vila Nova, 14 do Goiânia e 12 do Atlético-GO.
– O artilheiro do Goiano 2012 foi Patric, do Vila Nova, com 14 gols. Pelo Goiás, o goleador foi Ricardo Goulart, ex-Inter, com 8 gols.

Ceará (CE)
O Ceará, do técnico PC Gusmão, bateu o rival Fortaleza e levou seu 41º título Cearense. O Fortaleza tem 39.
– O atacante Felipe Azevedo, que marcou o gol de empate na final e do título, terminou como o artilheiro da competição com 16 gols.

Cametá (PA)
O Cametá Sport Clube, da cidade de Cametá, conquistou pela primeira vez o título Paraense.
– Pelo segundo ano o Pará tem um novo campeão. Em 2011, foi a vez do Independente.
– O Cametá é o sexto clube a vencer o Paraense. Paysandu (44 títulos), Remo (42), Tuna Luso (10), União Esportiva (2), todos de Belém, e Independente de Tucuruí (1), são os outros campeões.
– O técnico Sinomar Naves, que no primeiro turno dirigiu o Remo, que acabou sendo vice-campeão, conquistou o seu terceiro título Paraense.
– Com o título, o Cametá ficou com a vaga do Pará na Série D do Brasileiro.

Campinense (PB)
O Campinense, de Campina Grande, goleou o Sousa por 4 x 0 e conquistou seu 18º título paraibano.
– Botafogo, com 25 conquistas, segue como o maior campeão.

CRB (AL)
– Depois de uma espera de 10 anos o CRB voltou a conquistar o Campeonato Alagoano.
– O campeão soma agora 26 títulos contra 37 do CSA e 7 do ASA, os maiores vencedores.
– Dois ex-jogadores do São Paulo estavam no time campeão: o atacante Aloísio Chulapa e o lateral-esquerdo Jadílson.

América (RN)
– O América voltou a ganhar o Campeonato Potiguar depois de 9 anos.
– Dirigido por Roberto Fernandes, o América estragou o sonho do tri do rival ABC.
– O América tem agora 33 títulos estaduais. O ABC, maior campeão, tem 52.

Aracruz (ES)
– Campeão estadual pela primeira vez, o clube de Aracruz derrotou o Conilon na decisão do Capixaba 2012.

Águia Negra (MS)
– Clube de Rio Brilhante, o Águia Negra levantou seu segundo título estadual – o outro foi em 2007.

Luverdense (MT)
– O clube da cidade de Lucas do Rio Verde conquistou seu segundo estadual (havia sido campeão em 2009).
– Edmar Damião, irmão de Leandro Damião foi campeão pelo Luverdense. Ele formou dupla de ataque com Valdir Papel.

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 Campeonatos Estaduais | 12:23

Qual grande está há mais tempo sem perder dos pequenos

Compartilhe: Twitter

Nessa semana, algumas zebras aparecem nos principais estaduais do Brasil. No Rio, o Fluminense caiu, de virada, diante do Boavista. Em São Paulo, Santos e São Paulo ficaram apenas no empate, ontem, e viram o Corinthians assumir a liderança isolada da competição. Em Pernambuco, o Sport, que havia vencido o clássico diante do Sport, foi derrotado pelo Salgueiro. No Sul, a dupla Grêmio e Inter, que se enfrentarão no domingo, já perderam duas partidas nesse Gauchão.

Entre esses principais estaduais (SP, RJ, RS, MG, PR, BA e PE), apenas quatro clubes mantêm uma boa invencibilidade diante dos pequenos. O Coritiba é o clube que carrega a maior sequência sem derrota diante das zebras do interior. Campeão invicto em 2011, o Coxa não perde para um pequeno há 39 jogos. Sua última derrota foi no dia 19 de abril de 2009, para o Iraty. Líder com 100% de aproveitamento esse ano, o Coritiba vem também com uma sequência de 18 vitórias consecutivas no Estadual.

Outro clube que está há um bom tempo sem perder para os pequenos é o Atlético-MG. Com a vitória sobre o Boa, na estreia do Mineiro, o Galo chegou a marca de 38 jogos sem derrota para outro clube do estado que não seja Cruzeiro ou América-MG. A última vez em que foi derrota para um pequeno foi em 2008, no dia 6 de abril, quando caiu diante do Guarani (3 x 2).

No Rio de Janeiro, Botafogo e Flamengo, os últimos campeões do Estado, não são derrotados para um pequeno no Estadual desde 2009 e a mais de 30 jogos.

Confira quais são as maiores invencibilidades dos grandes contra os pequenos nos principais campeonatos estaduais do Brasil:

Clube Jogos sem perder última derrota
Coritiba 39 Iraty 1 x 0, dia 19/4/2009
Atlético-MG 38 Guarani 3 x 2, dia 6/4/2008
Botafogo 36 Volta Redonda 2 x 1, dia 5/2/2009
Flamengo 33 Resende 3 x 1, dia 21/2/2009
Cruzeiro 11 Ipatinga 3 x 1, dia 18/4/2010
Atlético-PR 9 Operário 2 x 0, dia 19/3/2011
Santos 9 Bragatina 2 x 1, dia 19/3/2011
Vasco 9 Macaé 3 x 1, dia 4/3/2011
São Paulo 8 Paulista 3 x 2, dia 23/3/2011
Corinthians 6 São Caetano 2 x 1, dia 10/4/2011
Palmeiras 5 Ponte Preta 2 x 1, dia 17/4/2011
Vitória 5 Bahia de Feira 2 x 1, dia 15/5/2011
Náutico 4 América 4 x 2, dia 10/4/2011
Bahia 3 Bahia de Feira 1 x 0, dia 22/1/2012
Grêmio 1 Juventude 2 x 1, dia 29/1/2012
Internacional 1 Cerâmica 3 x 2, dia 26/1/2012
Santa Cruz 1 Araripina 2 x 0, dia 28/1/2012
Fluminense 0 Boavista 2 x 1, dia 1/2/2012
Sport 0 Serrano 2 x 1, dia 1/2/2012

.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de outubro de 2011 Campeonatos Estaduais, História, Público | 10:03

Pelo terceiro ano, Santa Cruz leva mais de 30 mil na Série D

Compartilhe: Twitter

Um dos clubes de maior torcida no Nordeste, o Santa Cruz amarga sua terceira temporada na Série D do Brasileirão. O Tricolor pernambucano, que já participou de 20 das 40 edições do Campeonato Braisleiro da primeira divisão, sonha com dias melhores e vem sofrendo para resgatar seu prestígio. Mas nem por isso sua torcida o abandonou. No últimos três anos, o time de Recife vem levando, em média, mais de 30 mil torcedores por partida na quarta divisão do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que na Copa do Brasil desse ano, o Santa Cruz registrou o maior público da competição, levando 46.681 torcedores na vitória sobre o São Paulo, na segunda fase.
Atualmente, em cinco partidas disputadas em casa, no estádio Arruda, o Santa Cruz teve uma média de 36.618 torcedores por jogo. A maior em todas as quatro divisões do Brasileiro de 2011. No próximo domingo, o Tricolor irá jogar novamente no Arruda, no jogo de volta das quartas-de-final da Série D, contra o Treze-PB. No jogo de ida, em Campina Grande, os clubes empataram por 3 x 3. Um simples vitória ou empates (0 x 0, 1 x 1 ou 2 x 2) garantem o Santa Cruz na semifinal da competição e também na Série C de 2012. Nesse jogo, é esperado um público superior a 40 mil pessoas. Confira os públicos do Santa Cruz na Série D de 2011 até agora:

24/07/2011   Santa Cruz 0 x 0 Guarani de Juazeiro-CE  42.584
14/08/2011    Santa Cruz 1 x 0 Santa Cruz-RN 35.020
04/09/2011   Santa Cruz 1 x 0 Porto-PE 27.746
18/09/2011    Santa Cruz 2 x 1 Alecrim-RN 33.099
25/09/2011   Santa Cruz 1 x 0 Coruripe 44.642
36.618 (média)

A última vez em que o Santa Cruz participou da Série A do Brasileiro foi em 2006, quando terminou na última colocação e acabou rebaixado novamente. Naquele ano, o time contou com uma pequena média de 9.876 torcedores por partida no Arruda. Depois disso, porém, quando o time passou a se afundar, a torcida do Tricolor parece ter ficado cada vez mais ao lado clube. Em 2007, na Série B, o Santa Cruz foi o líder de público mesmo sendo rebaixado para a terceira divisão. Em 2008, na Série C, o Santa Cruz foi novamente rebaixado e mesmo assim teve a melhor média de público da competição. Confira abaixo os campeões de média de público nas quatro divisões do Brasileirão desde o início da era dos pontos corridos:

Autor: Tags: , , , , ,