Publicidade

Posts com a Tag Vanderlei Luxemburgo

sexta-feira, 18 de maio de 2012 Copa do Brasil, Estatísticas, História | 14:25

Grêmio pode alcançar marcas históricas na Copa do Brasil

Compartilhe: Twitter

Com a vitória sobre o Bahia, ontem, por 2 x 1, o Grêmio chegou a sua sétima vitória em sete jogos na Copa do Brasil de 2012. Essa campanha com 100% de aproveitamento nos primeiros jogos repete as duas melhores sequências obtidas desde 1989. Em 1995, o Flamengo, também dirigido por Vanderlei Luxemburgo, ganhou seus sete primeiros jogos. Aquela equipe, que tinha Romário e Sávio no ataque, só foi empatar no 8º jogo, na partida de volta das quartas de final, contra o Cruzeiro (1 x 1). Na fase seguinte, porém, o time caiu diante do Grêmio.

Já no ano passado, o Coritiba também ganhou os seus sete primeiros jogos e foi perder justamente no jogo de volta das quartas de final. Depois de golear o Palmeiras no jogo de ida (6 x 0), o Coxa foi derrotado no Pacaembu (2 x 0), na partida que também quebrou a série de 24 vitórias consecutivas da equipe paranaense no ano.

O Grêmio, agora em 2012, jogará com o Bahia em casa e poderá alcançar a 8ª vitória consecutiva na Copa do Brasil e atingir então um feito inédito na competição.

Além disso, a equipe de Luxemburgo poderá se tornar o 9º campeão invicto em 24 edições da Copa do Brasil. Porém, ainda tem a chance de ser o único a levantar a taça com 100% de aproveitamento. Para isso, deverá vencer os cinco jogos restantes. Difícil, mas possível.

Até hoje, dos quatro títulos do Tricolor Gaúcho na Copa do Brasil, três foram de forma invicta (1989, 1994 e 1997). Os outros clubes que conseguiram levantar a taça sem derrota foram Flamengo (1990), Criciúma (1991), Corinthians (1995) e Cruzeiro (2000 e 2003). Em 2003, aliás, o técnico da Raposa era justamente Vanderlei Luxemburgo.

Com 7 vitórias, o Grêmio também está próximo de alcançar o recorde de vitórias em uma única edição, do Coritiba, em 2011, que venceu 9 de seus 12 jogos. Se chegar à final, o Grêmio poderá até superar essa marca.

Outro recorde a ser batido pelo Grêmio em 2012 pode ser o do melhor aproveitamento de um campeão. Até hoje, as melhores campanhas são a do próprio Grêmio de 1989 e do Corinthians de 1995. Ambos venceram 8 e empataram 2 de seus 10 jogos, ficando com um aproveitamento de 86,7% dos pontos. Para superar, o time de Luxa precisá, pelo menos, vencer três e empatar dois dos jogos restantes.

Para completar, o Grêmio tem a chance de se tornar o maior campeão da história da Copa do Brasil, com cinco conquistas. Como o Cruzeiro já foi eliminado, e divide hoje o ranking dos maiores campeões com o Grêmio, o Tricolor Gaúcho segue firme na busca pela hegemonia da Copa do Brasil.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 Técnicos | 13:51

Tite poderá superar Luxa e Mano no Corinthians em 2012

Compartilhe: Twitter

Técnico que levou ao Corinthians ao penta do Brasileirão, o gaúcho Tite entrou nesse ano de 2012 para a lista dos 10 treinadores que mais vezes dirigiram o alvinegro na história, superando Mário Travaglini (122 jogos) e Silvio Pirillo (124 jogos). Hoje, Tite está com 131 jogos pelo Corinthians em suas duas passagens (2004-2005 e 2010-2012), ocupando a 9ª colocação na lista dos técnicos que comandaram o clube desde 1910.
..

.

Técnicos que mais dirigiram o Corinthians:

Pos. Técnico Jogos
Osvaldo Brandão 439
Rato 257
Amílcar Barbuy 240
Nelsinho Baptista 192
Mano Menezes 185
Armando Del Debbio 177
Jorge Vieira 147
Vanderlei Luxemburgo 137
Tite 131
10º Silvio Pirillo 124

.Fonte: Celso Unzelte

.

Caso permaneça no Corinthians até o final da temporada de 2012 Tite poderá superar outros grandes nomes que já comandaram o alvinegro e saltar até para a quarta colocação. No Paulistão, só nessa primeira fase, ainda restam 12 jogos. Na Libertadores, pela fase de grupos, são mais seis jogos. O suficiente para deixar Luxemburgo para trás em número de partidas. Já no Brasileirão, o Corinthians jogará mais 38 vezes. Só aí serão 56 partidas. O que deixaria Tite com 187 partidas, ultrapassando Mano Menezes, o quinto da lista. Caso o time vá até a final do Estadual, serão mais quatro jogos. Se conseguir levar o time também à decisão da Libertadores, Tite poderá somar mais oito partidas, chegando então a 199 partidas pela clube e superando Nelsinho.

Com 60,3% de aproveitamento, Tite tem um desempenho superior a dois antecessores recentes que figuram na lista dos 10 mais do clube. Nelsinho Batista, em 192 jogos, conquistou 55,2% dos pontos. Luxemburgo, em 137 partidas, teve 54,9% de aproveitamento. Mano Meneses, que deixou o clube em 2010 para assumir a Seleção Brasileira, obteve 64,5% dos pontos em 185 partidas.

Em número de títulos, Tite já igualou Luxemburgo e Nelsinho, que conquistaram os brasileiros de 1998 e 1990, respectivamente. Porém, ainda não tem o Paulistão, conquistado por Luxa (em 2001), Mano (2009) e Nelsinho (1997). Em 2011, Tite foi vice ao perder a final para Santos.

Veja abaixo o retrospecto de Tite pelo Corinthians:

CORINTHIANS J V E D GP GC % Pos.
2004
Brasileiro 39 18 13 8 47 35 57,3%
2005
Paulista 10 5 1 4 11 8 53,3% 2º*
Copa do Brasil 2 1 1 0 4 1 66,7% 11º*
2010
Brasileiro 8 5 3 0 13 3 75%
2011
Paulista 23 12 7 4 37 16 62,3%
Brasileiro 38 21 8 9 53 17 62,3%
Libertadores 2 0 1 1 0 2 16,7% 37º
2012
Paulista 7 5 2 0 9 3 81,0% 2º **
Amistosos 2 0 1 1 2 3 16,7%
Total 131 67 36 27 176 108 60,3%

.* Saiu do clube antes do término da competição

** Em andamento.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 19 de agosto de 2011 Campeonato Brasileiro, História, Técnicos | 08:25

Luxemburgo perde chance de ser recordista de invencibilidade pelo Fla

Compartilhe: Twitter

Com a goleada sofrida diante do Atlético-GO, por 4 x 1, ontem, no Engenhão, o técnico Vanderlei Luxemburgo perdeu a chance de se tornar recordista de invencibilidade como técnico do Flamengo em Campeonatos Brasileiros. Luxa estava invicto na competição havia 16 rodadas e com mais um jogo igualaria a marca de Cláudio Coutinho, que ficou 17 jogos sem derrota em 1980, ano do primeiro título Brasileiro do Flamengo.

Essa sequência de 16 jogos sem derrota em uma única edição de Vanderlei Luxemburgo é, no entanto, uma das maiores na história da competição nacional em uma única edição. A marca ficou próxima do recorde de invencibilidade na era dos pontos corridos, que pertence a Paulo César Gusmão, que ficou 21 rodadas sem derrota no ano passado, contando as passagens por Ceará e Vasco. No geral, em uma única edição, porém, Luxemburgo ainda estava longe de alcançar o recorde de Evaristo de Macedo que ficou 27 partidas sem perder pelo Santa Cruz no Brasileirão de 1978.

Além de ser o recordista de invencibilidade em uma única edição de Brasileiro, Evaristo de Macedo detém também o recorde de sequência invicta somando-se os campeonatos seguintes, com 33 jogos sem derrota entre 1973 e 1978. Luxemburgo, pelo Palmeiras, em 1993 e 1994, chegou a ficar 23 jogos sem derrota.

Confira abaixo as maiores invencibilidades dos técnicos na história do Brasileirão em uma única edição e também no geral.

Maiores invencibilidades em uma única edição:
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Maiores invencibilidades no geral:
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 8 de agosto de 2011 Campeonato Brasileiro, Estatísticas, Técnicos | 10:39

Vanderlei Luxemburgo de volta ao topo do Brasileirão

Compartilhe: Twitter

Técnico mais vezes campeão brasileiro (cinco no total), Vanderlei Luxemburgo amargou campanha ruins nos últimos anos. Em 2009, foi demitido no Palmeiras no início do Brasileirão, após ser eliminado na Copa Libertadores, e depois, com o Santos, terminou na modesta 12ª colocação. No ano passado, também foi dispensado pelo Atlético-MG quando tinha apenas 29,2% de aproveitamento, largando o Galo na zona do rebaixamento. Ainda em 2010, chegou ao Flamengo, onde também fez uma campanha fraca (42,4% de aproveitamento), chegando apenas na 14º colocação.

Em 2011, porém, Luxemburgo voltou a ser o técnico vencedor e de ponta. No início do ano, conquistou o Campeonato Carioca de forma inédita. Na temporada, perdeu apenas uma partida em 40 disputadas. Pelo Brasileirão, segue invicto e agora na liderança (algo que o treinador não alcança desde a 28ª rodada de 2008, quando levou o Palmeiras ao topo da tabela).

Com 9 vitórias e 6 empates no Brasileiro de 2011, Luxemburgo levou o Flamengo à maior invencibilidade de um início de Brasileirão na era dos pontos corridos. O aproveitamento de 73,3% de Luxa é também o maior desde 1993, quando teve 78,8% com o Palmeiras. Na era dos pontos corridos, sua melhor campanha foi com o Cruzeiro, em 2003, quanto obteve 71%. Confira abaixo o desempenho do treinador na história do Brasileirão:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Com uma sequência de quatro vitórias seguidas, Luxemburgo poderá levar o Flaemngo ao recorde de seis vitórias consecutivas em Brasileiros, alcançada duas vezes, em 1978, por Cláudio Coutinho, e em 1982, por Paulo César Carpegiani. Outro recorde que Luxa pode dar ao Flamengo é o da maior série invicta. Sem perder há 15 jogos, Luxemburgo precisa de mais duas partidas para igualar as marcas de 1980 (17 jogos sem derrota com Cláudio Coutinho) e de 1974 (também de 17 jogos com Joubert). Para isso, o Rubro-negro não poderá perder seus dois próximos jogos, contra Figueirense (fora de casa) e Atlético-GO (em casa).

Autor: Tags: ,

terça-feira, 14 de junho de 2011 Campeonato Brasileiro, Técnicos | 15:33

Os melhores técnicos na era dos pontos corridos

Compartilhe: Twitter

Desde que assumiu o Corinthians na reta final do Brasileiro de 2010, o técnico Tite segue invicto pelo clube na competição. No final do ano passado, foram oito jogos, com cinco vitórias e três empates. O bom desempenho, porém, não serviu para dar o título ao clube no ano do seu centenário. Agora, após quatro rodadas, Tite conseguiu mais três vitórias e um empate com o alvinegro, chegando a marca de 12 jogos sem derrota pelo Brasileirão e um bom aproveitamento no período de 77,8%.

Em sua história na era dos pontos corridos, porém, Tite tem 51,4% de aproveitamento, em 183 jogos disputados desde 2003. Apesar de estar abaixo do atual rendimento, esses 51,4% o deixam entre os dez melhores nesse período. Até hoje, Muricy Ramalho, tetracampeão, segue imbatível no primeiro posto. Técnico com mais jogos (309) e mais vitórias (156), Muricy tem 59,3% de aproveitamento.

Veja abaixo os 20 técnicos com os melhores aproveitamentos desde 2003. Em vermelho, os treinadores que estão na Série A de 2011.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 6 de novembro de 2009 Campeonato Brasileiro, Estatísticas, História, Técnicos | 12:46

Campanha de Luxa no Brasileiro-09 é uma de suas piores na história

Compartilhe: Twitter

Vanderlei Luxemburgo

Técnico que mais vezes ganhou o Campeonato Brasileiro (cinco), Vanderlei Luxemburgo vem fazendo uma de suas piores campanhas na história da competição. Em 2009, dirigindo Palmeiras e depois Santos, Luxa conquistou 49,4% dos pontos que disputou em 27 partidas (10 vitórias, 10 empates e 7 derrotas). Somente em 2001, pelo Corinthians (42%), em 1990, pelo Bragantino (47,6%), e nos anos 80, quando ainda estava no início da carreira, Luxa foi pior.

Até hoje, Luxemburgo já participou de 17 edições do Brasileirão (em 1986 comandou o Flu em apenas um jogo). Dessas, foi campeão em cinco (1993, 1994, 1998, 2003 e 2004) e foi vice em 2007. Até hoje, Luxa já comandou 9 clubes diferentes: Bragantino, Campo Grande, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Paraná e Santos. No Palmeiras, foram 7 campeonatos (1993, 1994, 1995, 1996, 2002, 2008 e 2009).

Já no Santos, Luxa esteve no comando do time em 5edições (1997, 2004, 2006, 2007 e 2009). De todas as passagens, essa de 2009 é a pior (veja abaixo). Para piorar, Luxemburgo ainda tem uma preocupação, ainda que pequena, de lutar contra o rebaixamento. Feito raro em sua vitoriosa carreira.

Luxemburgo pelo Santos em Brasileiros:

Ano Colocação J V E D Aproveitamento
1997 Santos (7º) 31 14 6 11 51,60%
2004 Santos (1º) 41 25 8 8 67,50%
2006 Santos (4º) 38 18 10 10 56,10%
2007 Santos (2o) 38 19 5 14 57,00%
2009 Santos (14º) 20 7 7 6 46,70%

.

O desempenho de Luxemburgo em Brasileiros:

Ano Clube J V E D Aproveitamento
1983 Campo Grande (24º) 8 2 3 3 37,50%
1986 Fluminense (6º) 1 0 0 1 0,00%
1990 Bragantino (8º) 21 7 9 5 47,60%
1991 Flamengo (9º) 19 7 5 7 50,90%
1993 Palmeiras (1º) 22 16 4 2 78,80%
1994 Palmeiras (1º) 31 20 6 5 73,10%
1995 Paraná (13º) 15 5 5 5 44,40%
1995 Palmeiras (5º) 8 5 0 3 62,50%
1996 Palmeiras (7º) 25 13 7 5 61,30%
1997 Santos (7º) 31 14 6 11 51,60%
1998 Corinthians (1º) 32 18 7 7 63,50%
2001 Corinthians (18º) 27 9 7 11 42,00%
2002 Palmeiras (24º) 1 0 1 0 33,30%
2002 Cruzeiro (9º) 23 11 5 7 55,10%
2003 Cruzeiro (1º) 46 30 8 8 71,00%
2004 Santos (1º) 41 25 8 8 67,50%
2006 Santos (4º) 38 18 10 10 56,10%
2007 Santos (2o) 38 19 5 14 54,40%
2008 Palmeiras (4º) 38 19 8 11 57,00%
2009 Palmeiras 7 3 3 1 57,10%
2009 Santos 20 7 7 6 46,70%
T 492 248 114 130 58,10%
Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 2 de outubro de 2009 Campeonato Brasileiro, Confrontos, Estatísticas, História, Técnicos | 16:24

Muricy leva vantagem sobre Luxemburgo no confronto direto

Compartilhe: Twitter

Técnicos que já fizeram história no Campeonato Brasileiro, Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo irão protagonizar mais um duelo no próximo domingo. Muricy, único treinador três vezes campeão consecutivo do Brasileirão, defenderá uma invencilididade de quatro jogos sem derrota contra Luxemburgo no clássico Santos e Palmeiras.

Até hoje, em 19 jogos, foram 10 vitórias para os clubes dirigidos por Muricy, 6 dos times de Luxemburgo e mais 3 empates. Nos gols, empate com 27 para cada lado. Em Campeonatos Brasileiros, a vantagem de Muricy é maior ainda. Em 11 jogos, foram 7 vitórias, contra apenas 2 de Luxemburgo e 2 empates. Nos últimos 6 jogos, aliás, Muricy não perdeu para as equipes treinadas por Luxa em Brasileiros. A última vitória do atual treinador do Santos sobre Muricy foi em 2006, quando o Santos venceu o São Paulo por 4 x 0.

Confira abaixo todos os confrontos entre os técnicos Muricy e Luxemburgo:

Data Muricy Placar Luxemburgo Competição
14/02/1996 São Paulo 0 x 2 Palmeiras Camp. Paulista
28/04/1996 São Paulo 2 x 3 Palmeiras Camp. Paulista
18/09/2002 Figueirense 3 x 1 Cruzeiro Camp. Brasileiro
29/06/2003 Internacional 2 x 3 Cruzeiro Camp. Brasileiro
22/08/2003 Internacional 1 x 0 Cruzeiro Camp. Brasileiro
29/09/2004 Internacional 2 x 1 Santos Camp. Brasileiro
02/04/2006 São Paulo 3 x 1 Santos Camp. Paulista
30/07/2006 São Paulo 0 x 4 Santos Camp. Brasileiro
05/11/2006 São Paulo 1 x 0 Santos Camp. Brasileiro
11/03/2007 São Paulo 1 x 1 Santos Camp. Paulista
24/06/2007 São Paulo 2 x 0 Santos Camp. Brasileiro
15/09/2007 São Paulo 2 x 1 Santos Camp. Brasileiro
16/03/2008 São Paulo 1 x 4 Palmeiras Camp. Paulista
13/04/2008 São Paulo 2 x 1 Palmeiras Camp. Paulista
20/04/2008 São Paulo 0 x 2 Palmeiras Camp. Paulista
13/07/2008 São Paulo 2 x 1 Palmeiras Camp. Brasileiro
19/10/2008 São Paulo 2 x 2 Palmeiras Camp. Brasileiro
28/03/2009 São Paulo 1 x 0 Palmeiras Camp. Paulista
24/05/2009 São Paulo 0 x 0 Palmeiras Camp. Brasileiro

.

Autor: Tags: , , , ,